O
.
Elucidações Espíritas
Boletim Informativo e Doutrinário do
CENTRO ESPÍRITA ANDRÉ LUIZ
VOLTA REDONDA – RJ
Ano XVI - Nº ...
2 Elucidações Espíritas Jul/Ago 2013
Nossos Jovens
José Marcos Soares Vieira
Diretor Comercial
Largo 9 de Abril, 27 / 803 ...
Rua 754, nº 165 Bairro Casa de Pedra
Tel: (24) 3342-1438 Volta Redonda - RJ
PÃES, BOLOS, REFRIGERANTES,
FRUTAS E LEGUMES.
...
DIA PLANTÃO DIRIGENTE EXPOSITOR TEMA
01 Graça José Marcos Adelson L.E. A Verdadeira Propriedade. Ev. Cap. XVI-9 a 15
02 J....
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Copia de jornal jul ago-2013 pdf (1)

297 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
297
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Copia de jornal jul ago-2013 pdf (1)

  1. 1. O . Elucidações Espíritas Boletim Informativo e Doutrinário do CENTRO ESPÍRITA ANDRÉ LUIZ VOLTA REDONDA – RJ Ano XVI - Nº 113 – Julho/Agosto de 2013 Email: ce.andreluiz@yahoo.com.br Filiado ao CEUNIVRE – Conselho Espírita de Unificação de Volta Redonda EXPEDIENTE Centro Espírita André Luiz - Rua 758, no s 250 - Bairro Casa de Pedra CEP 27257-200 - Volta Redonda – RJ - Tel.: (24) 3343-4728 Diretoria Executiva: Presidente: Edna Borges Guimarães; Vice-Presidente: José Luis Felipe Donato; 1º Secretário: Maria Lúcia Assis; 2º Secretário: Isamel Moreira Grijó; 1º Tesoureiro: Gustavo Inácio Rodrigues; 2º Tesoureiro: Almir da Costa Prado Comissão Fiscal: Maria Inês Andrade Dalavia; Paulo Carvalho Rodrigues e Carlos Roberto da Silva Santos ELUCIDAÇÕES ESPÍRITAS - JORNALISTA RESP. Maria Stela de Paula Ribeiro Boletim Informativo e Doutrinário do CEAL – Email: ce.andreluiz@yahoo.com.br Ser Espírita SSeerr eessppíírriittaa nnããoo éé sseerr nneennhhuumm rreelliiggiioossoo éé sseerr ccrriissttããoo,, ee nneemm ttããoo ppoouuccoo oosstteennttaarr uummaa ccrreennççaa,, éé vviivveenncciiaarr aa fféé ssiinncceerraa.. NNããoo éé tteerr uummaa rreelliiggiiããoo eessppeecciiaall éé ddeetteerr uummaa ggrraavvee rreessppoonnssaabbiilliiddaaddee.. NNããoo éé ssuuppeerraarr oo pprróóxxiimmoo,, mmaass ssiimm ssuuppeerraarr aa ssii mmeessmmoo.. NNããoo éé ccoonnssttrruuiirr tteemmpplloo ddee ppeeddrraa éé ttrraannssffoorrmmaarr oo ccoorraaççããoo eemm uumm tteemmpplloo eetteerrnnoo.. SSeerr eessppíírriittaa nnããoo éé aappeennaass aacceeiittaarr aa rreeeennccaarrnnaaççããoo;; éé ccoommpprreeeennddêê--llaa ccoommoo mmaanniiffeessttaaççããoo ddaa JJuussttiiççaa DDiivviinnaa ee ccaammiinnhhoo nnaattuurraall ppaarraa aa ppeerrffeeiiççããoo.. NNããoo éé ssóó ccoommuunniiccaarr--ssee ccoomm ooss EEssppíírriittooss,, ppoorrqquuee ttooddooss iinnddiissttiinnttaammeennttee ssee ccoommuunniiccaamm mmeessmmoo sseemm oo ssaabbeerr;; éé ccoommuunniiccaarr--ssee ccoomm ooss bboonnss EEssppíírriittooss ppaarraa mmeellhhoorraarr--ssee ee aajjuuddaarr ooss oouuttrrooss aa mmeellhhoorraarreemm ttaammbbéémm.. SSeerr eessppíírriittaa nnããoo éé aappeennaass ccoonnssuummiirr aass oobbrraass eessppíírriittaass ppaarraa oobbtteerr ccoonnhheecciimmeennttoo ee ccuullttuurraa;; éé ttrraannssffoorrmmaarr ooss lliivvrrooss ee ssuuaass bbeellííssssiimmaass mmeennssaaggeennss,, eemm lliiççõõeess vviivvaass ppaarraa aa pprróópprriiaa mmuuddaannççaa ee mmuuiittoo mmeennooss iinntteerrnnaarr--ssee nnaa CCaassaa EEssppíírriittaa ffuuggiinnddoo ddoo mmuunnddoo ppaarraa nnããoo sseerr tteennttaaddoo,, mmaass tteerr qquuee ccoonnvviivveerr ccoomm ttooddaass aass ssiittuuaaççõõeess lláá ffoorraa sseemm aalltteerraarr--ssee;; ppooiiss oo eessppíírriittaa ccoonnsscciieennttee éé eessppíírriittaa nnoo tteemmpplloo,, eemm ccaassaa,, nnaa rruuaa,, nnoo ttrrâânnssiittoo,, nnaa ffiillaa,, aaoo tteelleeffoonnee,, ssoozziinnhhoo oouu nnoo mmeeiioo ddaa mmuullttiiddããoo.. SSeerr eessppíírriittaa nnããoo éé sseerr ddiiffeerreennttee;; éé sseerr eexxaattaammeennttee iigguuaall aa ttooddooss ppoorrqquuee ttooddooss ssããoo iigguuaaiiss ppeerraannttee DDeeuuss.. NNããoo éé mmoossttrraarr--ssee bboomm;; éé pprroovvaarr aa ssii pprróópprriioo qquuee ssee eessffoorrççaa ppaarraa ssêê--lloo,, ppoorrqquuee sseerr bboomm ddeevvee sseerr uumm eessttaaddoo nnoorrmmaall ddoo hhoommeemm ccoonnsscciieennttee.. IIssssoo éé sseerr eessppíírriittaa.. BBaasseeaaddoo nnoo LLiivvrroo:: ““AApprreennddeennddoo aa lliiddaarr ccoomm aass ccrriisseess"" –– WWaannddeerrlleeyy PPeerreeiirraa.. EDITORIALUM OLHAR ESPÍRITA SOBRE AS MANIFESTAÇÕES E PROTESTOS NO BRASIL Protestos pacíficos, é tudo o que precisamos. A esmagadora maioria dos manifestantes são ordeiros. Não podemos permitir que bandidos se infiltrem nas manifestações isso só serve para dar argumentos aos que se opõem aos protestos. Também não fica difícil perceber o posicionamento de cada veículo de comunicação em relação aos protestos. Muitos têm como manchetes apenas cenas sangrentas de atos de vandalismo, outros fazem de tudo para não divulgarem o essencial. Não dependemos deles para nada! Passou o tempo em que éramos reféns da grande mídia. Há aproximadamente 200 milhões de celulares no Brasil e quase todos podem filmar qualquer ato que fuja ao normal, para contrapor às manipulações midiáticas e ajudar a identificar quem são os bandidos que denigrem as manifestações pacíficas e ordeiras. Não podemos aceitar também que oportunistas peguem carona no movimento nacional espontâneo que está em curso. Nem é indicado que o mesmo sirva para a formação de novas lideranças. Na questão 60 do livro “O Consolador”, Emmanuel nos aconselha neste sentido: Como deverá se comportar o espírita perante a política do mundo? – O sincero discípulo de Jesus está investido de missão mais sublime, em face da tarefa política saturada de lutas materiais. Essa é a razão do porque não deve provocar uma situação de evidência para si mesmo nas administrações transitórias do mundo. (…) As organizações humanas são passageiras em face da necessidade de renovação de todas as fórmulas do homem na lei do progresso universal, depreendendo-se daí que a verdadeira construção da felicidade geral só será efetiva com bases legítimas no espírito das criaturas. Aos que pensam que estão contribuindo com os protestos com atos de destruição, lembro a questão 733 do Livro dos Espíritos: Entre os homens da Terra existirá sempre a necessidade da destruição? Essa necessidade se enfraquece no homem, à medida que o espírito sobrepuja a matéria. Assim é que, como podeis observar, o horror à destruição cresce com o desenvolvimento intelectual e moral. Se quisermos ver o lado positivo de tudo, podemos considerar que as primeiras manifestações mais radicais abriram caminho para um maior comprometimento da população. Do mesmo modo podemos ver a Copa como a nossa grande oportunidade de mudança. Haverá o Brasil de antes e depois da Copa. Este evento tão controverso já tem gerado enormes benefícios ao fazer a população pensar, se posicionar e fazer valer sua vontade. É elemento de progresso moral, ao sensibilizar milhões de pessoas para uma visão de sociedade que antes não estava bem definida. O Brasil está sendo visto, observado, e será cada vez mais em razão da Copa. “Temos que aproveitar esse momento, pois, a omissão é quase tão grave quanto o erro”. Baseado no Texto de Morel Felipe Wilkon (19/06/2013)
  2. 2. 2 Elucidações Espíritas Jul/Ago 2013 Nossos Jovens José Marcos Soares Vieira Diretor Comercial Largo 9 de Abril, 27 / 803 Tel. (24) 3342-9144 Edifício Cecisa II – Vila Fax. (24) 3343-0016 Volta Redonda - RJ FERNANDO NOVAES FRANCO Corretor de Imóveis Locação – Vendas - Legalização “NÃO COMPRE, NÃO VENDA, NÃO ALUGUE NADA, SEM CONSULTAR-ME” Contato: fernandonovaesfranco@ yahoo.com.br Tel. (24) 4009-9619 Cel.: (24) 99996233 Rua 16, 109 – Sala 415 – Ed. V ila Shopping Vila Santa Cecília – Volta Redonda - RJ CANTINHO DE LUZ Deolindo Amorim (23/01/1906; 24/04/1984) Foi jornalista, escritor e conferencista espírita brasileiro. Colaborou no Jornal do Commércio e em praticamente toda a imprensa espírita do país. Nasceu no seio de uma família pobre e católica, vindo a tornar-se presbiteriano fervoroso. Rompeu com a sua igreja e permaneceu muitos anos sem definição filosófica ou religiosa. Por volta de 1935, já no Rio de Janeiro, passou a freqüentar o Centro Espírita Jorge Niemeyer, onde entrou em contato com o acervo da Doutrina Espírita, mostrando-se profundo admirador das obras de Léon Denis. Já em 1939 idealizou e promoveu o I Congresso de Jornalistas e Escritores Espíritas, realizado no auditório da sede da Associação Brasileira de Imprensa, no Rio de Janeiro. A importância da iniciativa pode ser avaliada considerando-se que, no plano externo, iniciava-se a II Guerra Mundial , e que, no plano interno, o Espiritismo era perseguido por setores da Igreja Católica e pela polícia do Estado Novo. Também esteve ao lado de Leopoldo Machado na promoção do I Congresso de Mocidades e Juventudes Espíritas do Brasil (1948) e na criação do Conselho Consultivo de Mocidades Espíritas. Um dos mais ardorosos defensores das obras codificadas por Allan Kardec e profundo admirador de Leon Dennis, foi presidente do Instituto de Cultura Espírita do Brasil e presidente de honra da Associação Brasileira de Jornalistas Espíritas. Posteriormente, determinado a explanar didaticamente as bases da doutrina de Allan Kardec, escreveu "O Espiritismo e os Problemas Humanos" e o "O Espiritismo à Luz da Crítica", segui-se-lhes "Espiritismo e Criminologia". Por fim, em 1958, lançou a obra "O Espiritismo e as Doutrina Espiritualistas", onde sem combater nenhuma corrente ou filosofia espiritualista, simplesmente define, separa e identifica o que é o Espiritismo, mostrando a sua independência com relação a outras formas de intercâmbio com o mundo espiritual. Fonte: FEB biografias GiardinoPAISAGISMO Rua:758 nº270- Casa de Pedra – Volta Redonda - RJ Tel: (24)3343-7024 Giardino.paisagismo@globo.com Facebook: Giardino Paisagismo “Seria, de resto, bastante inconveniente que a propagação da Doutrina ficasse subordinada à publicidade de nossas reuniões: por mais numeroso que pudesse ser o auditório, ele seria sempre fortemente restrito, imperceptível, comparado à massa da população. Por outro lado nós sabemos, por experiência, que a verdadeira convicção não se adquire a não ser pelo estudo, pela reflexão e por uma observação sustentada, e não, assistindo a uma ou duas sessões, por mais interessantes que elas sejam, e isto é tão verdadeiro, que o número dos que crêem sem nada terem visto, mas porque eles têm estudado e compreendido, é imenso. Sem dúvida o desejo de ver é muito natural, e estamos longe de censurar, mas queremos que o fenômeno seja visto em condições de aproveitamento. Eis porque dizemos: Primeiramente estude, e em seguida veja, porque assim compreenderá melhor. Se os incrédulos refletissem sobre essa condição, eles extrairiam a melhor garantia, em primeiro lugar, de nossa boa fé, e em seguida da potência da Doutrina. Aquilo que o charlatanismo mais teme é ser compreendido; ele fascina os olhos e não é bastante tolo para se dirigir à inteligência que descobriria facilmente a sua farsa. O Espiritismo, ao contrário, não admite confiança cega; quer ver claramente em tudo; quer que se compreendam tudo, que se leve em conta tudo; então quando prescrevemos o estudo e a meditação, isto é apelar ao concurso da razão, e provar que a ciência espírita não teme o exame, pois que antes de crer nós fazemos do compreender uma obrigação.” Extraído da Revista Espírita 1861 Àqueles que querem ver os fenômenos antes de conhecerem algo sobre o Espiritismo, Allan Kardec oferece estes sábios conselhos: FENÔMENOS MEDIÚNICOS A Evangelização Espírita Infantojuvenil é toda a atividade voltada ao estudo da Doutrina Espírita e à vivência do Evangelho de Jesus junto à criança e ao jovem. Pais, o que estão esperando? Estamos esperando você e seus filhos com as portas e os braços abertos! Sábados: 15h30min EVANGELIZAÇÃO ESPÍRITA [...] educar uma criança e um jovem à luz do Espiritismo é semear luz pelos caminhos do futuro… (Vianna de Carvalho). ESTUDO SISTEMATICO DA DOUTRINA ESPÍRITA O ESDE é uma reunião privativa de grupos, a qual objetiva o estudo metódico, contínuo e sério do Espiritismo, com programação fundamentada na Codificação Espírita
  3. 3. Rua 754, nº 165 Bairro Casa de Pedra Tel: (24) 3342-1438 Volta Redonda - RJ PÃES, BOLOS, REFRIGERANTES, FRUTAS E LEGUMES. FRUTAS, LEGUMES, ETC. O Melhor Pão da Cidade 50 Anos Servindo Volta Redonda MATRIZ: Av. Amaral Peixoto, 359 – Tel.: 3343-1310 FILIAL: Av. Amaral Peixoto, 267 – Tel.: 3348-5628 FILIAL: Av. Sávio Gama, 1639 – Tel.: 3343-1218 3 Elucidações Espíritas Jul/Ago 2013 DIA HORA PROGRAMAÇÃO Segundas- feiras 20:00 Estudo do livro O Evangelho Segundo o Espiritismo (Serviço de Passe após o Estudo) Terças-feiras 19:30 20:00 Estudo Participativo das Obras de André Luiz Estudo de O Livro dos Espíritos (Serviço de Passe após o Estudo) Quartas- feiras 19:30 Estudo Sistematizado da Doutrina Espírita – ESDE Quintas- feiras 14:00 14:30 19:30 20:00 Estudo do livro O Evangelho Segundo o Espiritismo Trabalhos Manuais e Bazar Assistência Social e Reunião com as Gestantes Assistidas (última 5ª feira do mês) Ensaio do Grupo Vocal Joanna de Angelis Estudo do livro A Gênese (Serviço de Passe após o Estudo) Sábados 15:30 15:30 Evangelização da Infância e Juventude Reunião dos Pais – temas à luz da Doutrina Espírita (Serviço de Passe após o Estudo) Seg./Sábado horários citados Sala de Leitura Mauro Pontes Livraria Antônio Ovídio Aniversariantes  Julho 03- André Luis Torres di Stasio 10 - Ismar de Oliveira Penna Miriam Mustafa 13 - Célio da Costa Pontes 20 - Dirceu Vieira Ribeiro 29 – Edna da Silva Rodrigues  Agosto 04 - Marlene C. Martins 06 - Roberta Macedo Santos 09 - Edson Barbosa Junior 13 - Marlene Rodrigues de Ataíde 17 - Geraldina Bianchini Grijó 22 – Marília Souza Pontes Espaço Mulher (Mulher Espírita) SEJAM BEM VINDOS AO NOSSO QUADRO SOCIAL Alda Alves Barbosa de Almeida José Iran Evangelista de Almeida Procure a nossa secretaria e associe-se também Estamos cientes de nosso compromisso de crescimento –“Até a eternidade é preciso crescer!” Professores comprometidos, nos dois planos, não nos faltam. Mentores abnegados sempre prontos a direcionar-nos sempre presentes, basta que estejamos prontos a crescer, e para isso é indispensável entender que superar as falhas incrustadas em nós, não será sem esforço, por vezes com alguma dor e marcas, mas no final um Ser melhor se fará presente, nascido do erro e renascido dos ensinamentos de Jesus. E Aqueles que estão à frente de um trabalho em prol de Outros o compromisso é ainda maior : - Precisamos arregaçar as mangas e superar a “falta de entendimento de muitos”, porque só Jesus é capaz de entender-nos profundamente, fortalecendo-nos a cada pedra que sangra-nos o coração. É chegada à hora de revigoração! Estando nós em comum com a Espiritualidade Auxiliadora no cumprimento do trabalho de Educação - O Bem Maior se fará presente em todos nós. Deixo aqui minha admiração pessoal a todos Aqueles trabalhadores que são transmissores dos ensinamentos deixados por Jesus aos pequeninos onde tudo começa – No ensino da Evangelização das Casas Espíritas e, meu abraço respeitoso a nossa irmã Rosilda Caramez em nome de todos que não haveria como citá-los. E que Jesus esteja presente nos corações de Todos nós – Auxiliando em nosso empenho em Ser Melhor. Daisy Aparecida Cantareli EDUCAÇÃO PARA TODOS Em nosso meio de vida terrestre, já entendemos que sem educação não chegaremos a lugar algum. - E por que vós Espíritas não entendeis essa lição? Precisamos estar em constante renovação, buscando informações, adquirindo conhecimentos e deixando para trás vícios e atrasos morais perfeitamente superáveis, bastando abrir as porta para educação. A IGNORÂNCIA NÃO TEM MAIS VEZ!
  4. 4. DIA PLANTÃO DIRIGENTE EXPOSITOR TEMA 01 Graça José Marcos Adelson L.E. A Verdadeira Propriedade. Ev. Cap. XVI-9 a 15 02 J.Carlos Tomas Luiz Carlos ELAL – NOS DOMÍNIOS DA MEDIUNIDADE Gustavo Célia Escala Espírita – Segunda Ordem – LEP. 2 – Cap. 1 – 107 a 111 03 Edna José Marcos Celinha ESDE – Médiuns Precursores Rot. 2 e 3 – P 178/194 04 Ismael José Marcos Jovita Predições do Ev. Ninguém é Profeta. G – Cap 17 – 1 e 2 06 José Luiz Maria Inez Célio R.P. Reprodução e Reencarnação 08 Sonia Darciléa Emerson Sede Perfeitos – O Homem de Bem Ev. Cap. XVII – 1 a 3 09 Bonifácio Geraldina Cleuza ELAL – Nos Domínios da Mediunidade Werneck Gustavo Escala Espírita – Primeira Ordem – LEP. 2 – Cap. 1 – 112 a 113 10 Edna Marilda Maria Inez ESDE – Natureza/Evocações Rot. 4 e 5 – P. 195/210 11 Ismael José Luiz Humberto Predições – Morte e Paixão de Jesus G – Cap XVII –3 a 9 13 José Luiz Cláudia Maria Inez RP – Da Lei da Destruição. 15 Idalcir Werneck Roni Sede Perfeitos – Os Bons Espíritas Ev. Cap. XVII – 4,5 e 6 16 Paulo Eduardo Emerson ELAL- Nos Domínios da Mediunidade Aladim Edson Jr. Progressão dos Espíritos LEP. 2 – Cap I – 114 a 119 17 Edna Nariangela M. Helena ESDE – Classificação/Características – Rot. 1 – Pág. 211/220 18 Ismael Ismael José Luiz Predições – Pers. aos Apóstolos G – Cap XVII 10 a 13 20 José Luiz Rose Katia R.P. Educação Espírita 22 Dirceu Luiz Cláudio Darcy I.E. O Dever/A Virtude Ev CapXVII – 7 a 11 23 Bonifácio Vera Jeovane ELAL – Nos Domínios da Mediunidade Mônica Cèlio Progressão dos Espíritos - LEP. 2- Cap I 120 a 127 24 Edna Geraldina Geraldina ESDE – Afeições/Escolha das Provas – Rot. 9 a 10 – Pag. 95 a 112 25 Ismael José Luiz Jeovane Cidades Impenitentes. G – Cap. XVII – de 14 a 21 27 José Luiz Conceição Luciana RP – Examinai Tudo 29 Geraldina Cleuza Cândida Muitos são os Chamados. Ev Cap. XVIII– 1 ao 5 30 J.Carlos Silvia Cleuza E LAL – Nos Domínios da Mediunidade Edson Jr. Fialho Anjos e Demônios – LEP. 2 – Cap. I – 128 a 131 31 Edna José Marcos Guirlinzone ESDE – Influência Moral / Médium Rot. 3 – P. 230/242 DIA PLANTÃO DIRIGENTE EXPOSITOR TEMA 01 Ismael José Marcos Jovita Maldição aos Fariseus. G – Cap XVII – 22 a 23 03 José Luiz R.P. COMEMORAÇÃO DIA DOS PAIS 05 Graça Luiz Cláudio André Luiz Muitos são os Chamados Ev. Cap. XVIII – 6 a 12 06 Bonifácio Eduardo Luis Carlos ELAL – Nos Domínios da Mediunidade Gustavo Edson Jr. Encarnação dos Espíritos Objetivo LEP 2 Cap. II – 132/136b 07 Edna Nariangela Maria Helena ESDE – Qualidade e Identificação – Rot. 1 e 2 P 243/262 08 Ismael José Luiz Humberto Minhas Palavras Não Passarão G-Cap XVII – 24 a 26 10 José Luiz Aline Cleuza RP – Nossa Gênese Orgânica 12 Idalcir Darcilea Domingos I.E. Será Dado Aquele Que Tem – Ev. Cap XVIII – 13 a 16 13 Paulo Tomaz Emerson ELAL Nos Domínios da Mediunidade Werneck Gustavo Encarnação dos Espíritos Objetivo LEP 2 Cap. II – 137/146 14 Edna Marilda Maria Inêz ESDE – Contradições/Mistificações Rot. 3 P 263/273 15 Ismael Humberto José Luiz A Pedra Angular – G Cap XVII – 27 a 28 17 José Luis Agostinho Emerson RP. Bem-Aventurados Os Que São Brandos e Pacíficos 19 Sônia Cleuza Adelson A Fé Transporta Montanhas Ev. Cap. XIX 1 a 7 20 J. Carlos Geraldina Jeovane ELAL – Nos Domínios da Mediunidade Monica Fialho Encarnação dos Espíritos Objetivo LEP 2 Cap. II – 147/148 21 Edna Geraldina Celinha ESDE – Animismo Rot. 04 – P. 274/282 22 Ismael José Luiz Jeovane Parábola – Vinhateiros Homicidas G Cap. XVII – 29 a 30 24 José Luiz Surema Lúcia Lopes RP – Como Nossos Pais 26 Geraldina Darcy Emerson Parábola da Figueira Seca Ev Cap XIX – 8 a 10 27 Bonifácio Sílvia Cleuza ELAL – Nos Domínios da Mediunidade Aladim Célio Retorno da Vida Corp. L.E. P. 2 – Cap III – 149/153 28 Edna José Marcos Ghirlinzone ESDE – O Exercício Irregular da Mediunidade – Rot. 5 P. 283/290 29 Ismael Ismael José Luiz Teoria da Presciência G – Cap. XVI – 1 a 18 Impressos em Geral e Encadernação Rua Eduardo Junqueira, 1210 – Centro Tel: (**24) 3323-4800 – Barra Mansa-RJ Nossos Jovens 4 Elucidações Espíritas Jul/Ago 2013 AGOSTO 2013 JULHO 2013 LLOOUURRDDEESS BBIIAANNCCHHIINNII Confecção e lavagem de cortinas, persianas e capa para sofá. Tel: (24) 3340 7287 – Cel: 9996 1332

×