Os direitos dos animais

389 visualizações

Publicada em

Espero que que gostem e que fiquem mais informados sobre o assunto.

Publicada em: Educação
0 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
389
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
6
Comentários
0
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Os direitos dos animais

  1. 1. Os Direitos dos Animais TRALHO DE CIDADANIA
  2. 2. Introdução Tal como os humanos, os animais são seres vivos e também têm direitos. Com este trabalho pretendo sensibilizar-vos sobre “Os Direitos dos Animais”. • “Os animais não têm consciência de si e existem apenas como meio para um fim. Esse fim é o Homem.” Kant
  3. 3. Os Direitos dos Animais Com a evolução dos tempos temo-nos vindo a aperceber que muitos animais domésticos são abandonados ou mal tratados. Devido a acontecimentos como estes foi criado uma declaração proclamada em 15 de outubro de 1978 e aprovada pela UNESCO, e posteriormente pela ONU. Declaração essa que contem 14 Artigos.
  4. 4. Alguns Direitos dos Animais Artigo 3º • 1. Nenhum animal será submetido a maus tratos nem a atos cruéis. • 2. Se a morte de um animal é necessária, esta deve ser instantânea, indolor e não geradora de angústia. Artigo 7º • 1. Todo o animal de trabalho tem direito a um limite razoável de tempo e intensidade de trabalho, a uma alimentação reparadora e ao repouso. Artigo 10º • 1. Nenhum animal deve ser explorado para entretenimento do homem. • 2. As exibições de animais e os espetáculos que se sirvam de animais, são incompatíveis com a dignidade do animal.
  5. 5. Abandono dos Animais. • Antes de adotar-mos um animal devemos estar conscientes se temos condições ou não para manter o animal. Se a casa tem condições minimamente boas para o animal, condições financeiras e vida estável. • Ter um animal não é simplesmente alimenta-lo! É leva-lo a passear, dar-lhe carinho, atenção, levá-lo ao veterinário.
  6. 6. Espetáculos • Desde que o Homem descobriu que com a força conseguia manipular os animais, mal tratando-os, começou a utiliza-los em vários espaços de lazer onde os direitos destes são brutalmente violados. O único objetivo é o bem- estar humano, não importa se se com isso o próprio animal morra, o mais importante é bater palmas e gritar “Bravo!” ao sofrimento do mesmo, apenas a felicidade e entretenimento humano contam.
  7. 7. Espetáculos • Os circos são normalmente conhecidos por serem espetáculos fantásticos. • No entanto, no meio de tanta magia, acabamos por esquecer que os animais usados são prisioneiros, forçados a um comportamento não natural e terem de praticar atos que se revelam extremamente dolorosos. A partir da sua entrada num circo, o animai deixa de ser livre, é submetido a treinos extremos onde chicotes, correntes, entre outras ferramentas, são usadas para os obrigar a isso mesmo.
  8. 8. • Os Grandes Felinos são acorrentados e uma corda é-lhes envolvida no pescoço para provocar uma sensação de tensão devido ao sufoco; aos ursos é-lhes queimadas as patas dianteiras de forma a adquirir a postura essencial à tarefa que têm de desempenhar. Para além deste tratamento específico para cada animal, existe uma terapia de choque que consiste no espancamento contínuo meses a fio.
  9. 9. • Assim criam-se no animal sentimentos de pânico e terror pelo treinador, evitando qualquer desobediência; vivem-se comportamentos psicóticos como cabeçadas nas paredes das jaulas e constante rotação sobre si mesmos até o cansaço os deter. Os ferimentos resultantes raramente são tratados e a alimentação é desleixada. Sendo o circo um espetáculo ambulante, os animais têm ainda de enfrentar longas viagens, feridos, famintos e enfraquecidos pelas variações climatéricas bruscas.
  10. 10. Espetáculos • Muitas famílias visitam zoos mas esquecem-se que estes não são mais do que meros espaços de aprisionamento e sofrimento animal. • O seu papel nesta mesma recuperação é bastante questionável pois com o aparecimento dos zoos muitas espécies entraram em perigo de extinção devido à caça excessiva precisamente para poderem estar enjaulados e serem aí objetos de “museu”. Uma maneira autêntica de recuperar e preservar animais é com a criação de santuários sem fins lucrativos, com o acesso proibido ao público e situados nos habitats naturais de onde os animais provêm. Só assim se pode desenvolver um trabalho eficaz de recuperação.
  11. 11. Espetáculos • A manipulação começa na criação dos touros; a reprodução é monitorizada para que sejam preferidos os animais mais lentos, simples e previsíveis. Mais tarde, quando vão ser utilizados em touradas, os cornos dos animais são cortados, o que implica que fiquem sem uma das suas principais defesas o que cria dor e castração psicológica. Porque é que a 1ª imagem é caso de notícia e a 2ª imagem não?!
  12. 12. • A tortura por que os touros passam não começa nem acaba na arena. Antes do espetáculo são, muitas vezes, administradas drogas hipnóticas, tranquilizantes e substâncias paralisadoras. Na arena são utilizados vários utensílios como espadas e punhais que perfuram a carne do touro causando a sua morte. E não são os touros os únicos animais a sofrer nas arenas, os cavalos utilizados nos espetáculos sofrem inúmeros ferimentos.
  13. 13. Espetáculos • As lutas de cães são eventos bárbaros que revelam mais uma faceta do ser humano violento, cruel e insensível. Os combates são levados ao extremo da resistência dos animais e terminam quase sempre com a morte de um deles, que é o objetivo do próprio evento.
  14. 14. Espetáculos • Estes animais tornam-se autênticas máquinas de matar que não recuam perante qualquer perigo, como seria natural segundo o seu instinto animal de proteção. A procura de um campeão começa nas ninhadas onde são escolhidos apenas aqueles que revelem desde início alguma agressividade, sendo os restantes muitas vezes mortos para evitar gastos excessivos na sua criação.
  15. 15. Conclusão • Eu fiquei chocada com a informação que encontrei, pois nunca pensei que os humanos chegassem ao ponto de serem tão cruéis com os animais. Havia coisas que eu não sabia que os humanos faziam com os animais. • Como e que há pessoas tão cruéis neste mundo. Por favor peço às pessoas que cometem estes atos para pararem, se ainda existir algo de humano dentro destes mesmos. Trabalho realizado por: • Beatriz

×