A ESCUTA
São muitas as ocasiões Nas quais ao falar de comunicação,
colocamos a ênfase na capacidade de oratória. Não obsta...
Escutar requer uma decisão consciente e a vontade de nos
livrarmos da distração que procede da necessidade de “ ter
razão”...
Escuta Surda : É quando quem escuta prepara uma resposta sem
prestar atenção à mensagem que recebe. Nela se dão respostas
...
Escuta impaciente: As pessoas que “ praticam” esta escuta, não captam as mensagens . A
pressa é percebida por quem fala. L...
Tipos de escuta
Tipos de escuta
Tipos de escuta
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Tipos de escuta

111 visualizações

Publicada em

Reunião de professores

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
111
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Tipos de escuta

  1. 1. A ESCUTA São muitas as ocasiões Nas quais ao falar de comunicação, colocamos a ênfase na capacidade de oratória. Não obstante, a comunicação não é um processo unidirecional, pois aquilo que se diz deve também ser entendido por quem escuta. O único modo de entender o que a outra pessoa quer nos contar, é escutando ativamente.
  2. 2. Escutar requer uma decisão consciente e a vontade de nos livrarmos da distração que procede da necessidade de “ ter razão”. Ao aprender a escutar, desenvolve-se a paciência, incluindo a humildade. Escuta intervencionista: nela a pessoa que escuta tende que gerar ideias com muita profusão. É palpável sua dificuldade de manejar silêncios, manifestar uma tendência continua de dar conselhos e oferecer soluções.
  3. 3. Escuta Surda : É quando quem escuta prepara uma resposta sem prestar atenção à mensagem que recebe. Nela se dão respostas sem prestar atenção à mensagem que se recebe. Nela são dadas respostas gerais que denotam uma clara falta de interesse. Escuta julgadora: A semelhança da escuta surda, o interlocutor devolve uma mensagem prematuramente, antes mesmo de compreender o que a outra pessoa quis dizer. Provém das pessoas que outorgam “ a si mesmas “ o direito de criticar o outro com base no conteúdo de sias mensagens.
  4. 4. Escuta impaciente: As pessoas que “ praticam” esta escuta, não captam as mensagens . A pressa é percebida por quem fala. Logicamente, o interlocutor também não se sentirá compreendido. Diariamente enfrentamos situações que nos Exigem prestar atenção e entender a pessoa que fala. Isto não será possível se recorrermos a algum dos tipos de escuta mencionados. Uma das prioridades da escuta é conseguir que o interlocutor sinta que estão prestando atenção nele. Para tal, devemos recorrer à escuta ativa. Escuta Ativa: escutar é uma ferramenta de comunicação que consiste em entender a mensagem desde o ponto de vista da pessoa que fala. Exige que se realize um esforço para captar com atenção a totalidade da mensagem emitida, tratando de escutar não somente o que a pessoa expressa, mas também os sentimentos e emoções subjacentes à mensagem. A escuta requer a confirmação de que a mensagem escutada coincide com o emitido evitando interpretação.

×