Introdução microbiologia

1.197 visualizações

Publicada em

É a ciência que estuda os seres microscópicos e suas atividades.

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.197
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
76
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Introdução microbiologia

  1. 1. Superior de Tecnologia em Alimentos Profª. Tatiane Bernardon INTRODUÇÃO A MICROBIOLOGIA A diversidade microbiana Classificação dos microrganismos Breve histórico Setembro, 2014
  2. 2. MICROBIOLOGIA • Definição 2 É a ciência que estuda os seres microscópicos e suas atividades. Derivação grega: MIKROS – pequeno BIOS – vida LOGOS - ciência
  3. 3. MICROBIOLOGIA • Estuda 3  Forma, estrutura, reprodução, fisiologia, metabolismo e identificação dos seres microscópicos;  Sua distribuição natural;  Sua interação com outros seres vivos;  Seus efeitos benéficos e prejudiciais sobre os homens;  Alterações físicas e químicas que provocam em seu meio ambiente.
  4. 4. MICROBIOLOGIA 4  Na sua maior parte a microbiologia trata de organismos unicelulares (bactérias, protozoários, algas, alguns fungos);  MAS, alguns são multicelulares (maioria dos fungos);  Vírus – “organismos” que estão no LIMITE entre um ser vivo e a matéria bruta.
  5. 5. O QUE SÃO MICRORGANISMOS? Organismos vivos ou agentes que na maioria dos casos não são visualizados a olho nu. Bactérias, Algas, Protozoários e Fungos. 5
  6. 6. HISTÓRICO DA MICROBIOLOGIA • Curiosidades  EGÍPCIOS: protegiam tumbas com esporos de Aspergillus.  Grécia (~400 aC): Tucídides verificou que os pacientes que sobreviviam à praga ficavam protegidos e podiam cuidar dos doentes.  China (50 aC): uso de sandálias mofadas para controle de infecções bacterianas nos pés.  Roma (100 dC): Varro propôs que diminutas criaturas entravam no corpo e causavam doenças. 6
  7. 7. HISTÓRICO DA MICROBIOLOGIA  Origem dos microrganismos: aproximadamente 4 milhões de anos – ancestrais de todas as formas de vida.  Primeira observação: somente há 300 anos.  Após 200 anos: reconhecimento de sua importância.  Surgimento da microscopia: Robert Hook (1665) – células, estruturas de frutificação de bolores. Leewenhoek (1674) – bactérias). 7
  8. 8. HISTÓRICO DA MICROBIOLOGIA Lentes 200 a 300 X As primeiras observações: Leeuwenhoek (em 1674) 8
  9. 9. LEEUWENHOEK E SEUS MICROSCÓPIOS ≠ 1632 – 1723. ≠ Dono de armazém, construtor amador de microscópios (fez mais de 250); ≠ Apesar de rudimentares foi capaz de visualizar bactérias (aumento – 300 vezes); ≠ Observou: água de rios, saliva, fezes etc.; ≠ Chamou os corpos minúsculos de “animálculos”; ≠ Relatou suas observações em 300 cartas para a Corte Real Inglesa. 9
  10. 10. HOOK e LEEUWENHOEK Microscópio de Robert Hook Observação de cortiça 10 Microscópio de Leeuwenhoek Desenho de “animálculos”
  11. 11. ORIGEM DOS ANIMÁLCULOS DOIS GRUPOS  Estas estruturas eram resultantes da decomposição de plantas e animais – GERAÇÃO ESPONTÂNEA ou ABIOGÊNESE – a vida surgia de objetos inanimados.  Os animálculos se originavam de pais como as formas de vida superiores – BIOGÊNESE. 11
  12. 12. ORIGEM DA VIDA GERAÇÃO ESPONTÂNEA (ABIOGÊNESE) SURGIMENTO DE SERES VIVOS POR MECANISMOS NÃO REPRODUTIVOS 12 Até meados do século XVII: Criacionismo e Geração espontânea
  13. 13. ORIGEM DA VIDA ARISTÓTELES (384 – 322 a.C.) RENÉ DESCARTES (1596– 1650) ISAAC NEWTON (1642 – 1727) BAPTISTE VAN HELMONT (1577 – 1644) “RECEITA DE RATOS” (ROUPAS SUJAS + GRÃOS 13 DE TRIGO)
  14. 14. BIOGÊNESE SURGIMENTO DE SERES VIVOS POR MECANISMOS REPRODUTIVOS 14 ORIGEM DA VIDA
  15. 15. ORIGEM DA VIDA FRANCESCO REDI (1626 – 1697) DECOMPOSIÇÃO DE VERMES EM CADÁVERES ERAM ORIGINADOS DE OVOS DE MOSCA E NÃO DA TRANSFORMAÇÃO DA CARNE 15 CADÁVERES FRASCO ABERTO – PRESENÇA DE VERMES FRASCO FECHADO – AUSÊNCIA DE VERMES
  16. 16. ANTONIE LEEUWENHOEK (1632 – 1723) DESCOBERTA DOS MICROORGANISMOS (VOLTA DA ABIOGÊNESE PARA EXPLICAR A ORIGEM DOS MICROORGANISMOS) 16 ORIGEM DA VIDA
  17. 17. ORIGEM DA VIDA LOUIS JOBLOT (1645 - 1723) 17 CALDO NUTRITIVO PREVIAMENTE FERVIDO. FRASCO ABERTO –PRESENÇA DE VERMES FRASCO FECHADO (PERGAMINHO) – AUSÊNCIA DE VERMES MICRORGANISMOS SURGIAM A PARTIR DE “SEMENTES” PRESENTES NO AR E NÃO ESPONTANEAMENTE.
  18. 18. ORIGEM DA VIDA JOHN NEEDHANN (1713 - 1781) 18 CALDO NUTRITIVO FERVIDO POR 30 MIN. FRASCO FECHADO (ROLHA DE CORTIÇA) – PRESENÇA DE VERMES  FERVURA ELIMINA MICRORGANISMOS  NENHUM SER PENETROU NO RECIPINTE  SURGIRAM POR GERAÇÃO ESPONTÂNEA
  19. 19. ORIGEM DA VIDA LAZZARO SPALLANZANI (1729 - 1799) CALDO NUTRITIVO FERVIDO 1h. FRASCOS GARGALO DERRETIDO FRASCOS FECHADOS (ROLHA DE 19 –AUSÊNCIA DE VERMES CORTIÇA) – PRESENÇA DE VERMES  FERVURA E/OU VEDAÇÃO INEFICIENTES
  20. 20. ORIGEM DA VIDA NEEDHAM FERVURA ELIMINOU 20 “FORÇA VITAL” PRINCÍPIO ATIVO SE RESTABELECEU EM CONTATO COM AR MICRORGANISMOS SURGIRAM ESPONTANEAMENTE SPALLANZANI QUEBROU GARGALO PRESENÇA DE MICRORGANISMOS FERVURA NÃO DESTRUIU A “FORÇA VITAL” FICOU SEM ARGUMENTOS
  21. 21. LOUIS PASTEUR (1822 – 1895) “RESOLVEU” A POLÊMICA DA ORIGEM DOS MICRORGANISMOS 21 ORIGEM DA VIDA
  22. 22. AMOLECEU COM FOGO GARGALOS DE VIDROS COM CALDO NUTRITIVO CURVANDO-OS NA FORMA DE PESCOÇO DE CISNE (FIM DA GERAÇÃO ESPONTÂNEA) 22 ORIGEM DA VIDA LOUIS PASTEUR (1822 – 1895)
  23. 23. LOUIS PASTEUR (1822 – 1895) “O SURGIMENTO DE MICRORGANISMOS EM CALDOS NUTRITIVOS DÁ-SE PELA CONTAMINAÇÃO DE AGENTES EXTERNOS E NÃO POR GERAÇÃO ESPONTÂNEA”. 23 ORIGEM DA VIDA
  24. 24. LOUIS PASTEUR (1822 – 1895) “Não há condição conhecida hoje em dia pela qual vocês possam afirmar que seres microscópicos vêm ao mundo sem germes, sem pais iguais a eles. Os que defendem isto exercitam o esporte das ilusões, das experiências malfeitas, viciadas por erros que não foram capazes de reconhecer e que não souberam como evitar”. “o papel dos infinitamente pequenos é infinitamente grande” 24 ORIGEM DA VIDA
  25. 25. FATOS HISTÓRICOS MARCANTES SÉCULO XIX:  Desenvolvimento de técnicas laboratoriais para o estudo dos microrganismos;  Cientistas provaram que os microrganismos originam-se de pais iguais a eles. SÉCULO XX:  Cientistas aprenderam que os micróbios são capazes de realizar grande variedade de reações químicas;  Desenvolvimento nos processos de prevenção de doenças;  Metabolismo dos microrganismos é muito semelhante ao das formas de vida superiores. 25
  26. 26. DESENVOLVIMENTO DE TÉCNICAS  Alemães - conceito de meio de cultura: colônias em batatas - isolamento  Meios: caldos, leite, frutas, etc.  Koch: ágar-ágar  Petri: placa para cultura  Erlich: coloração das células  Lister: fenol primeiro desinfetante, técnicas assépticas 26

×