A informática como recurso pedagógico:  entre o tecnológico e o social Núcleo de Tecnologia Educacional (NTE) Rio Grande /...
Rafinha 2.0 e a cybercultura Fonte: http://www.youtube.com/watch?v=UI2m5knVrvg
Educação e sociedade: a inversão de valores Imagem: http://flaviasampaiosilva.blogspot.com
A inversão de valores (1969-2009): educação e sociedade - Mais do que coincidência, a partir de 1969, o modelo familiar mu...
A inversão de valores (1969-2009): educação e sociedade - Se a geração de nossos pais, foi como Erico Veríssimo escreveu e...
“ A leitura de mundo antecede à leitura da palavra”. Paulo Freire em Pedagogia da Autonomia. Imagens: http://marcellefaria...
“ A leitura de mundo antecede à leitura da palavra”. Paulo Freire em Pedagogia da Autonomia. Imagem: http://www.radiocesum...
Pedagogia da Autonomia, de Paulo Freire: Não há docência sem discência. Ensinar exige pesquisa, respeito aos saberes dos e...
Pedagogia da Autonomia, de Paulo Freire: Ensinar não é transferir conhecimento. Exige consciência do inacabamento, bom sen...
Pedagogia da Autonomia, de Paulo Freire: Ensinar é uma específicidade humana. Exige segurança, competência profissional e ...
Pedagogia da Autonomia, de Paulo Freire: Ensinar exige reconhecer que a educação é ideológica. Exige querer bem os educand...
Qual será a nossa forma de intervenção no mundo do aluno? Imagem: http://www.fnde.gov.br/home/img/maquete_laboratorio_info...
Precisamos aprender a humanizar a máquina e não robotizar as pessoas... “ O mundo, tal como o conhecemos, tem sido feito p...
Errar é humano! Se aprende por experimentação, repetição, reprodução e produção. Informática é a informação automática. A ...
“ Educar é ter a consciência de seu inacabamento”. Paulo Freire em Pedagogia da Autonomia. Imagem: http://blogdebrinquedo....
Algumas considerações (1969-2009): - O aluno-modelo para a escola tradicional, que ainda replica os procedimentos da educa...
Algumas considerações (1969-2009): - O aluno-problema para a escola atual - e justamente confundido como hiperativo, de ba...
Alguns conceitos “Além da Imaginação” na Educação e na Tecnologia: O choque de gerações entre professores e alunos, pais e...
REDES SOCIAIS Trabalho colaborativo;  Convergência tecnológica e humana;  Multifuncionalidade;  Multifocalidade... de prof...
A experiência construtivista em ambientes virtuais de aprendizagem: Flexibilidade cognitiva e aprendizagem significativa. ...
Wiki (página) da especialização em TICs na Promoção da Aprendizagem 2007. Projeto de Aprendizagem com alunos da 2ª DM, da ...
 
 
A experiência construtivista em ambientes virtuais de aprendizagem: Flexibilidade cognitiva e aprendizagem significativa. ...
A experiência construtivista em ambientes virtuais de aprendizagem: Flexibilidade cognitiva e aprendizagem significativa. ...
A experiência construtivista em ambientes virtuais de aprendizagem: Flexibilidade cognitiva e aprendizagem significativa. ...
Discurso de posse do presidente dos EUA – 2009, Barack Obama... “ O mundo mudou e nós precisamos também mudar...” Imagem: ...
Geração Interativa: video Educarede.org.br  sobre uso fone celular por alunos. “ Celular: a tela digital do futuro”. Fonte...
O eterno debate: educação utilitária versus educação libertária. Educação  utilitária é meio, visa a preparação para o tra...
Exemplo de educação utilitária: Na opinião do prof. Osvaldo Biz é o preparar para o simples apertar de botões e parafusos,...
http://www.comunicacaoalternativa.com.br/adcaa/imagens/adequacaocomputador.jpg Exemplos de educação libertária. Acessibili...
O futuro que nos aguarda logo ali na esquina do tempo... A vida não é um videogame, não dá pra pular fases... (password)‏ ...
Professores Transformers versus educadores transformadores Fonte: http://www.blogauto.com.br/transformers-chineses-ate-iss...
Educadores transformadores são aqueles que entre as condições ideias e as possíveis, utilizam-se da realidade local para t...
Convergência de equipamentos, programas, professores e alunos. “ Estimular, essa é a grande arte de quem pretende ensinar....
HagáQuê desenvolvido pelo NIED – UNICAMP - SP Fonte: http://www.nied.unicamp.br/~hagaque/
Além de cenários, personagens e objetos do HQ, pode-se usar imagens próprias. Exemplo de HQ criada com o software
YOU TUBE – UM CANAL DE VÍDEOS que os educadores podem usar na pesquisa e produção de vídeos educacionais Fonte: http://www...
Google Earth – imagens de satélite / São José do Norte - RS Pode ser utilizado para abordagem de aspectos históricos, geog...
Blogs educacionais – ambientes de aprendizagem a distância https://www.blogger.com
Educa Tube, de José Antonio Roig (RS) http://educa-tube.blogspot.com Criado para divulgar vídeos educacionais e recursos t...
NTE Itaperuna – RJ, editor Robson Freire  http://nteitaperuna.blogspot.com Vencedor do Best Blogs Brasil 2008, como melhor...
Blogosfera Marli, de Marli Fiorentin, Nova Bassano – RS http://blogosferamarli.blogspot.com Premiada nacional e internacio...
Caminhos, de Bernardete Motter – Caxias do Sul  http://caminhosparapensar.blogspot.com Vencedora do Prêmio Professores do ...
Sobre Educação, de Elis Zampieri, Curitibanos-SC  http://sobreeducacao.blogspot.com Blog educacional que trata de temas li...
Educação Sem Fronteiras, de Flávia Sampaio – Barra Mansa – RJ http://flaviasampaiosilva.blogspot.com   Reflexão crítica so...
Rafael Nink, de Rondônia    http://rafaelnink.com/blog Espaço para divulgação de diversos recursos tecnológicos com fins e...
Blog do NTE Rio Grande/18ª CRE -  http://nteriogrande18cre.blogspot.com Divulgar cursos, atividades e projetos do NTE, na ...
“ Eu sonho com uma sociedade reinventando-se de baixo para cima (...) este é um sonho que acho possível, mas que demanda o...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

A informática como recurso pedagógico: entre o tecnológico e o social

5.596 visualizações

Publicada em

Palestra proferida por José Antonio Klaes Roig, especialista em TICs na Promoção da Aprendizagem e integrante do NTE Rio Grande/18ª CRE, em 20/7/2009, durante a jornada pedagógica dos professores estaduais do município de São José do Norte - Rio Grande do Sul - Brasil.

Publicada em: Educação, Tecnologia
0 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
5.596
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1.054
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
115
Comentários
0
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A informática como recurso pedagógico: entre o tecnológico e o social

  1. 1. A informática como recurso pedagógico: entre o tecnológico e o social Núcleo de Tecnologia Educacional (NTE) Rio Grande / 18ª CRE São José do Norte – RS, 20 de julho de 2009. por José Antonio Klaes Roig Especialista em Tecnologias da Informação e da Comunicação (TICs) na Promoção da Aprendizagem (UFRGS); pós-graduando em Mídias na Educação (CTI-FURG). e-mail: joseroig7@hotmail.com ( MSN)‏
  2. 2. Rafinha 2.0 e a cybercultura Fonte: http://www.youtube.com/watch?v=UI2m5knVrvg
  3. 3. Educação e sociedade: a inversão de valores Imagem: http://flaviasampaiosilva.blogspot.com
  4. 4. A inversão de valores (1969-2009): educação e sociedade - Mais do que coincidência, a partir de 1969, o modelo familiar mudou, com a revolução sexual (a pilula anticoncepcional), o maior ingresso da mulher no mercado de trabalho; em 1977, a aprovação da Lei do Divórcio; de alunos, filhos de pais separados; do afastamento dos pais da escola e da própria educação familiar, deixada a cargo da televisão, etc. Imagens: http://www2.oabsp.org.br/asp/jornal/fotos/guarda305.jpg http://petragaleria.files.wordpress.com/2007/11/2007_school_escola.jpg
  5. 5. A inversão de valores (1969-2009): educação e sociedade - Se a geração de nossos pais, foi como Erico Veríssimo escreveu em sua autobiografia, uma “educação cinematográfica”; a nossa educação (da maioria dos educadores contemporâneos), a partir dos anos 1970, foi “televisiva”; e a educação de nossos filhos e netos é “informática”. A atual geração é alfabetizada em imagens, antes mesmo de adentrar aos bancos escolares. Se alfabetizam no videogame, computador, celular, mp3, câmera digital, DVD, etc. Imagem: http://midiaeducao.blogspot.com/2009/01/mdia-televisiva.html
  6. 6. “ A leitura de mundo antecede à leitura da palavra”. Paulo Freire em Pedagogia da Autonomia. Imagens: http://marcellefarias08.files.wordpress.com/2008/01/011716313-ex00.jpg O caçador de pipas, de Kalhed Hosseini http://www.adorocinema.com/filmes/cacador-de-pipas/cacador-de-pipas05.jpg
  7. 7. “ A leitura de mundo antecede à leitura da palavra”. Paulo Freire em Pedagogia da Autonomia. Imagem: http://www.radiocesumar.com.br/megafone/cultura.php?subaction=showfull&id=1192046781&archive=&start_from=&ucat=4& “ Nunca diga às pessoas como fazer as coisas. Diga-lhes o que deve ser feito e eles surpreenderão você com sua engenhosidade”. George Patton
  8. 8. Pedagogia da Autonomia, de Paulo Freire: Não há docência sem discência. Ensinar exige pesquisa, respeito aos saberes dos educandos; criticidade, estética e ética. Ensinar exige reflexão crítica sobre a prática; risco, aceitação do novo e rejeição a qualquer forma de discriminação. Sociedade dos Poetas Mortos, de Peter Weir Imagem: http://www.blogtribuna.com.br/Cinelide/Postagem/CARPE-DIEM,54
  9. 9. Pedagogia da Autonomia, de Paulo Freire: Ensinar não é transferir conhecimento. Exige consciência do inacabamento, bom senso, alegria e esperança. Ensinar exige apreensão da realidade, curiosidade e a convicção de que a mudança é possível. Entre a escola ideal e a possível está a escola real... O Sorriso de Mona Lisa, de Mike Newell Imagem: http://kirstendunstnu.de/post.aspx?FeedID=320988&hl=0
  10. 10. Pedagogia da Autonomia, de Paulo Freire: Ensinar é uma específicidade humana. Exige segurança, competência profissional e generosidade. Exige comprometimento, liberdade e autenticidade. Escritores da Liberdade, de Richard LaGravanese Imagem: http://www.cinelog.com.br/arquivo/escritores_liberdade3.jpg
  11. 11. Pedagogia da Autonomia, de Paulo Freire: Ensinar exige reconhecer que a educação é ideológica. Exige querer bem os educandos. E compreender que a educação é uma forma de intervenção no mundo". O Clube do Imperador, de Michael Hoffman Imagem: http://educarparacrescer.abril.com.br/imagens/gestao-escolar/clube-imperador.jpg
  12. 12. Qual será a nossa forma de intervenção no mundo do aluno? Imagem: http://www.fnde.gov.br/home/img/maquete_laboratorio_info.gif Cabe ao professor dar significação às máquinas no ambiente escolar. Se o aluno aprende por experimentação e erro que gera aprendizagem, que troca informações, cabe ao educador copiar esse modelo de conduta que é eficaz. Qual é a nossa intervenção nesse novo mundo ?
  13. 13. Precisamos aprender a humanizar a máquina e não robotizar as pessoas... “ O mundo, tal como o conhecemos, tem sido feito pelos livros.” Jean d’ Ormesson. (Penso que tal processo ocorre ultimamente também pela TV, cinema e agora a web.)‏ Eu, Robô, de Isaac Asimov Imagem: http://anjosboemios.blogspot.com/2009_03_17_archive.html Inteligencia Artificial, de Steven Spielberg Imagem: http://www.adorocinema.com/filmes/ai/ai02.jpg “ As máquinas, um dia, talvez venham a pensar. Mas nunca terão sonhos”. Theodor Heuss
  14. 14. Errar é humano! Se aprende por experimentação, repetição, reprodução e produção. Informática é a informação automática. A máquina também falha, trava. É preciso reinicializá-la quando isso acontece... O erro faz parte do processo de aprendizagem e da vida. Imagem: http://vontadeseplanos.blogspot.com/2009/04/vontades-filosoficas.html Aluno 2.0 Arte Educador
  15. 15. “ Educar é ter a consciência de seu inacabamento”. Paulo Freire em Pedagogia da Autonomia. Imagem: http://blogdebrinquedo.com.br/wp-content/uploads/2007/09/3d-puzzle-globe1.jpg
  16. 16. Algumas considerações (1969-2009): - O aluno-modelo para a escola tradicional, que ainda replica os procedimentos da educação de 1969 é o aluno-problema da escola inovadora, que trabalha com conceitos como multifuncionalidade, multifocalidade; Imagem clip The Wall, Pink Floyd, fonte: http://passapalavra.info/wp-content/uploads/2009/04/alunos-the-wall.jpg
  17. 17. Algumas considerações (1969-2009): - O aluno-problema para a escola atual - e justamente confundido como hiperativo, de baixo rendimento, etc - é o aluno-modelo para a escola e/ou educador que adota o conceito de “informática educativa”, ou seja, que utiliza-se de atividades em laboratório de informática, permitindo que ocorra a troca de experiências e o trabalho colaborativo, dentro da convergência entre máquinas e pessoas. Imagem: http://www.iwb.net.au/advice/images/digital_hub.jpg
  18. 18. Alguns conceitos “Além da Imaginação” na Educação e na Tecnologia: O choque de gerações entre professores e alunos, pais e filhos. O que para os adultos é memória (vivenciada), para os jovens é apenas história (recontada)... Lembra famoso episódio do seriado Além da Imaginação, em que um dia um pai de família acorda e descobre que todos passaram a falar uma língua estranha e só ele não consegue se comunicar; até que, sendo o único que não se faz entender, pega a cartilha do filho menor e resolve aprender o novo idioma... (poderia ser hoje uma metáfora para o famoso “internetês”, cheio de expressões como: blz, tb, vc, ;-) ... ?)‏ Imagem: http://alemdaimaginacaobrasil.blogspot.com/
  19. 19. REDES SOCIAIS Trabalho colaborativo; Convergência tecnológica e humana; Multifuncionalidade; Multifocalidade... de professores e alunos. Construção do conhecimento e a experiência construtivista. Proporcionam a interação entre pessoas. São alguns exemplos: orkut, msn, twitter, blog, facebook, etc. Através das redes sociais, as pessoas interagem a distância, trocam experiências. As informações geram conhecimento. O conhecimento socializado entre os educadores promove a inclusão digital... Imagem: http://conteudo.imasters.uol.com.br/8876/FiguraRedeSocial.jpg
  20. 20. A experiência construtivista em ambientes virtuais de aprendizagem: Flexibilidade cognitiva e aprendizagem significativa. Como escreveu Carl Rogers: “A aprendizagem é muito mais significativa à medida que o novo conteúdo é incorporado às estruturas de conhecimento de um aluno e adquire significado para ele a partir da relação com seu conhecimento prévio” . D’outra forma, torna-se um processo repetitivo e mecânico. Imagens: http://janainaejose.pbworks.com Especialização TICs na Promoção da Aprendizagem
  21. 21. Wiki (página) da especialização em TICs na Promoção da Aprendizagem 2007. Projeto de Aprendizagem com alunos da 2ª DM, da Educação Especial.
  22. 24. A experiência construtivista em ambientes virtuais de aprendizagem: Flexibilidade cognitiva e aprendizagem significativa. São destacadas por D. P. Ausubel para que ocorra a AS: “a disposição do aluno em aprender e o conteúdo escolar significativo”. Nos dois pólos em questão, cabe ao professor estimular o interesse do alunado a partir da elaboração de um conteúdo que seja atrativo, aliando a informática e os multimeios como ferramentas deste processo. Imagem: Projeto de informática na Educação Especial (2005-2007), turma de alunos surdos da EEEF Barão de Cêrro Largo, parceria com o NTE Rio Grande/18ª CRE, destacada pelas revistas A Rede e Carta na Escola, e jornais da região.
  23. 25. A experiência construtivista em ambientes virtuais de aprendizagem: Flexibilidade cognitiva e aprendizagem significativa. O modelo de FC propõe, entre outras coisas, que “(...) para que os estudantes desenvolvam esta flexibilidade cognitiva é preciso que os ambientes de aprendizagem repliquem esta complexidade e permitam a abordagem multidimensional a estudos de casos realistas”. Os jogos educacionais replicam em parte essa complexidade... imagem: http://noreset.wordpress.com/2009/05/01/uma-pequena-historia-dos-videogames/
  24. 26. A experiência construtivista em ambientes virtuais de aprendizagem: Flexibilidade cognitiva e aprendizagem significativa. A construção do conhecimento ocorre de forma mais ampla, quando o aluno, além de sujeito, passa a ser encarado também como agente do próprio processo de ensino-aprendizagem, em que o educador atua mais como mediador do que detentor do conhecimento. Em ambientes virtuais de aprendizagem tal referencial parece o ideal. A questão tecnológica não pode se desassociar da questão social. Imagem: http://www.educarede.org.br/educa/img_conteudo/Image/aluno-monitor.jpg
  25. 27. Discurso de posse do presidente dos EUA – 2009, Barack Obama... “ O mundo mudou e nós precisamos também mudar...” Imagem: http://pensaremburrece.wordpress.com/ Novos paradigmas e velhos paradoxos
  26. 28. Geração Interativa: video Educarede.org.br sobre uso fone celular por alunos. “ Celular: a tela digital do futuro”. Fonte: http://www.youtube.com/watch?v=eLvwsqv3cFk
  27. 29. O eterno debate: educação utilitária versus educação libertária. Educação utilitária é meio, visa a preparação para o trabalho e a máquina (o computador, etc) é também meio de atingir esse objetivo; Educação libertária é fim (finalidade), visando a emancipação para a vida em comunidade, e a máquina é um entres tantos meios (como o livro etc) para atingir tal objetivo. (...) Criamos a época da velocidade, mas nos sentimos enclausurados dentro dela. A máquina, que produz abundância, tem-nos deixado em penúria. Nossos conhecimentos fizeram-nos céticos; nossa inteligência, empedernidos e cruéis. Pensamos em demasia e sentimos muito pouco. Mais do que máquinas, precisamos de humanidade. Mais do que inteligência, precisamos de afeição e doçura. Sem essas virtudes, a vida será de violência, e tudo será perdido. CHARLES CHAPLIN, fragmento de O Último Discurso, no filme O Grande Ditador (EUA, 1940).
  28. 30. Exemplo de educação utilitária: Na opinião do prof. Osvaldo Biz é o preparar para o simples apertar de botões e parafusos, como na cena antológica do filme Tempos Modernos, de Charles Chaplin. Imagem: http://cafehistoria.ning.com/photo/1980410:Photo:3557
  29. 31. http://www.comunicacaoalternativa.com.br/adcaa/imagens/adequacaocomputador.jpg Exemplos de educação libertária. Acessibilidade e inclusão tecnológica, pedagógica e social
  30. 32. O futuro que nos aguarda logo ali na esquina do tempo... A vida não é um videogame, não dá pra pular fases... (password)‏ Mas há que se reconhecer que em matéria de equipamentos e principalmente de jogos, os alunos são autodidatas, descobrem por experiência, erro e acerto e socializam o conhecimento. Vídeo: http://www.youtube.com/watch?v=I9tmr8VDqN8 Xbox 360
  31. 33. Professores Transformers versus educadores transformadores Fonte: http://www.blogauto.com.br/transformers-chineses-ate-isso-eles-copiam/ Transformers são aqueles que se dividem em diversas funções em um mesmo local: professor, assistente social, enfermeiro, psicólogo, pai, etc. Nenhuma escola funcionaria sem eles!
  32. 34. Educadores transformadores são aqueles que entre as condições ideias e as possíveis, utilizam-se da realidade local para transformar a prática educacional. Imagem: http://janainaejose.pbworks.com Tornam a biblioteca escolar mais que um depósito de livros; o espaço de aprendizagem está além da sala de aula convencional; motivam os colegas e os alunos e se automotivam diariamente; são solidários e socializam aos demais o que descobrem; escrevem certo por linhas tortas...
  33. 35. Convergência de equipamentos, programas, professores e alunos. “ Estimular, essa é a grande arte de quem pretende ensinar. E para isso é preciso adivinhar aquilo que realmente interessa, ler a mente infantil como quem interpreta uma partitura musical”. HENRI-FRÉDÉRIC AMIEL, Imagem: http://adwebfreak.files.wordpress.com/2007/03/n95.jpg Música, jogos, web fazem parte do imaginário do aluno
  34. 36. HagáQuê desenvolvido pelo NIED – UNICAMP - SP Fonte: http://www.nied.unicamp.br/~hagaque/
  35. 37. Além de cenários, personagens e objetos do HQ, pode-se usar imagens próprias. Exemplo de HQ criada com o software
  36. 38. YOU TUBE – UM CANAL DE VÍDEOS que os educadores podem usar na pesquisa e produção de vídeos educacionais Fonte: http://www.youtube.com.br
  37. 39. Google Earth – imagens de satélite / São José do Norte - RS Pode ser utilizado para abordagem de aspectos históricos, geográficos, ambientais etc
  38. 40. Blogs educacionais – ambientes de aprendizagem a distância https://www.blogger.com
  39. 41. Educa Tube, de José Antonio Roig (RS) http://educa-tube.blogspot.com Criado para divulgar vídeos educacionais e recursos tecnológicos aos educadores.
  40. 42. NTE Itaperuna – RJ, editor Robson Freire http://nteitaperuna.blogspot.com Vencedor do Best Blogs Brasil 2008, como melhor blog corporativo do país.
  41. 43. Blogosfera Marli, de Marli Fiorentin, Nova Bassano – RS http://blogosferamarli.blogspot.com Premiada nacional e internacionalmente com o projeto Voo BPF (Brasil, Portugal e França)‏
  42. 44. Caminhos, de Bernardete Motter – Caxias do Sul http://caminhosparapensar.blogspot.com Vencedora do Prêmio Professores do Brasil 2008 / MEC, no Ensino Médio
  43. 45. Sobre Educação, de Elis Zampieri, Curitibanos-SC http://sobreeducacao.blogspot.com Blog educacional que trata de temas ligados à Educação Especial e à acessibilidade
  44. 46. Educação Sem Fronteiras, de Flávia Sampaio – Barra Mansa – RJ http://flaviasampaiosilva.blogspot.com Reflexão crítica sobre a educação e o educador.
  45. 47. Rafael Nink, de Rondônia http://rafaelnink.com/blog Espaço para divulgação de diversos recursos tecnológicos com fins educacionais.
  46. 48. Blog do NTE Rio Grande/18ª CRE - http://nteriogrande18cre.blogspot.com Divulgar cursos, atividades e projetos do NTE, na jurisdição da 18ª CRE.
  47. 49. “ Eu sonho com uma sociedade reinventando-se de baixo para cima (...) este é um sonho que acho possível, mas que demanda o esforço fantástico de criá-lo”. PAULO FREIRE Aprender em parceria Vídeo: http://www.youtube.com/watch?v=SSBBmfAxsBk&feature=channel

×