Disciplina: Medicina   Case:   Obesidade
DEFINIÇÃO: <ul><li>A  obesidade , nediez, ou pimelose (do  grego  pimelé  </li></ul><ul><li>= gordura e ose = processo  mó...
<ul><li>A   obesidade  é considerada pela OMS como uma doença, estando catalogada como tal no CID (código internacional de...
<ul><li>É caracterizada pelo excesso de massa gorda (gordura) de um indivíduo. Basicamente quando a quantidade de energia ...
COMO CALCULAR A OBESIDADE Índice de Massa Corporal (IMC) é  reconhecido internacionalmente  para determinar a faixa ideal ...
 
FISIOPATOLOGIA <ul><li>Ainda não esta completamente esclarecida e os últimos avanços vem ocorrendo no campo da biologia mo...
<ul><li>Duas são as linhas de abordagem: </li></ul><ul><li>Fisiológica-bioquímica </li></ul><ul><li>Biologia- molecular </...
FATORES QUE LEVAM A OBESIDADE <ul><li>Genético </li></ul><ul><li>Metabólico </li></ul><ul><li>Hormonal </li></ul><ul><li>A...
DISTRIBUIÇÃO DA MASSA :   <ul><li>Uma maneira de determinar a  distribuição da gordura é a circunferência da cintura.  </l...
<ul><li>A circunferência de cintura não está relacionada com a altura de uma pessoa  e é um método simples e prático de id...
AS “MAÇÃS” E AS “PÊRAS”.
Problemas causados ao organismo <ul><li>1. Psicológicos </li></ul><ul><li>2. Sistema Cardiovascular </li></ul><ul><li>3. S...
SAWAYA et al, Obes Res, 2002; S2, 107s- 115s.
Pirâmide dos alimentos
TRATAMENTO <ul><li>Dieta (reeducação alimentar) </li></ul><ul><li>Atividade física  </li></ul><ul><li>Uso de medicamentos ...
<ul><li>O tratamento cirúrgico é reservado para aqueles obesos mórbidos (IMC> 40) que não tenham tido sucesso com o tratam...
<ul><li>1) Aumente e varie o consumo de frutas, legumes e verduras.. </li></ul><ul><li>2) Coma feijão pelo menos 1 vez por...
<ul><li>3)  Reduza o consumo de alimentos gordurosos, como carnes com gordura aparente, salsicha, mortadela, frituras e sa...
<ul><li>5) Faça pelo menos três refeições e um lanche por dia. Não pule as refeições. Para lanche e sobremesa prefira frut...
<ul><li>7) Reduza o consumo de álcool e refrigerantes. Evite o consumo diário. A melhor bebida é a água! </li></ul><ul><li...
<ul><li>9) Mantenha seu peso dentro de limites saudáveis–controle o seu IMC (entre 18,5 e 24,9 kg/m 2).   </li></ul><ul><l...
CIRURGIA DO ESTÔMAGO Fonte: Dr. Kemmer , cirurgiao  HGeR , 2005. Sociedade Brasileira de cirurgia Bariatrica
Gastroplastia Vertical com  Bandagem Fonte: DR. Kemmer , cirurgiao HGeR , 2005 .Sociedade Brasileira de cirurgia Bariatrica
CONCLUSÃO <ul><li>O sobrepeso e a obesidade tem  aumentado muito em incidência nas duas últimas décadas  por uma série de ...
<ul><li>Tendo ocorrido uma verdadeira epidemia que atinge a maioria dos paises em desenvolvimento , não poupando nem mesmo...
<ul><li>A obesidade deve ser encarada como um problema de saúde publica de espectro mundial de causa multifatorial e campa...
REFERÊNCIAS <ul><li>1. Secretaria do Estado da Saúde de São Paulo. Mortalidade do município de São Paulo . São Paulo; 2002...
<ul><li>Fim </li></ul><ul><li>da   </li></ul><ul><li>Apresentação. </li></ul><ul><li>Mande suas apresentações para:  www.z...
<ul><li>Esta apresentação é fruto de uma pesquisa acadêmica, feita por um aluno, que ao publicar o seu o conhecimento cont...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Medicina / Case: Obesidade

4.831 visualizações

Publicada em

Este trabalho é do curso de medicina,case: obesidade.Esta apresentação é fruto de uma pesquisa acadêmica, feita por um aluno, que ao publicar o seu o conhecimento contribui com a educação e aprendizagem de outros alunos

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.831
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3.687
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
90
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Medicina / Case: Obesidade

  1. 1. Disciplina: Medicina Case: Obesidade
  2. 2. DEFINIÇÃO: <ul><li>A obesidade , nediez, ou pimelose (do grego pimelé </li></ul><ul><li>= gordura e ose = processo mórbido ). </li></ul>
  3. 3. <ul><li>A obesidade é considerada pela OMS como uma doença, estando catalogada como tal no CID (código internacional de doenças). </li></ul>
  4. 4. <ul><li>É caracterizada pelo excesso de massa gorda (gordura) de um indivíduo. Basicamente quando a quantidade de energia ingerida excede o gasto energético por um tempo considerável. </li></ul>
  5. 5. COMO CALCULAR A OBESIDADE Índice de Massa Corporal (IMC) é reconhecido internacionalmente para determinar a faixa ideal de peso.
  6. 7. FISIOPATOLOGIA <ul><li>Ainda não esta completamente esclarecida e os últimos avanços vem ocorrendo no campo da biologia molecular, que tem auxiliado na elucidação desta doença. </li></ul>
  7. 8. <ul><li>Duas são as linhas de abordagem: </li></ul><ul><li>Fisiológica-bioquímica </li></ul><ul><li>Biologia- molecular </li></ul>
  8. 9. FATORES QUE LEVAM A OBESIDADE <ul><li>Genético </li></ul><ul><li>Metabólico </li></ul><ul><li>Hormonal </li></ul><ul><li>Ambiental </li></ul><ul><li>Neurológico </li></ul>
  9. 10. DISTRIBUIÇÃO DA MASSA : <ul><li>Uma maneira de determinar a distribuição da gordura é a circunferência da cintura. </li></ul>
  10. 11. <ul><li>A circunferência de cintura não está relacionada com a altura de uma pessoa e é um método simples e prático de identificar as pessoas que têm um risco acrescido de complicações ligadas à obesidade. </li></ul>
  11. 12. AS “MAÇÃS” E AS “PÊRAS”.
  12. 13. Problemas causados ao organismo <ul><li>1. Psicológicos </li></ul><ul><li>2. Sistema Cardiovascular </li></ul><ul><li>3. Sistema Respiratório </li></ul><ul><li>4. Articulações </li></ul><ul><li>5. Sistema Digestivo </li></ul><ul><li>6. Sistema Reprodutivo </li></ul>
  13. 14. SAWAYA et al, Obes Res, 2002; S2, 107s- 115s.
  14. 15. Pirâmide dos alimentos
  15. 16. TRATAMENTO <ul><li>Dieta (reeducação alimentar) </li></ul><ul><li>Atividade física </li></ul><ul><li>Uso de medicamentos em determinados casos. </li></ul>
  16. 17. <ul><li>O tratamento cirúrgico é reservado para aqueles obesos mórbidos (IMC> 40) que não tenham tido sucesso com o tratamento clínico, que tenham doenças decorrentes da obesidade e que tenham sido submetidos a uma cuidadosa avaliação psicológica. </li></ul>
  17. 18. <ul><li>1) Aumente e varie o consumo de frutas, legumes e verduras.. </li></ul><ul><li>2) Coma feijão pelo menos 1 vez por dia, no mínimo 4 vezes por semana. </li></ul>Os 10 Passos Para Uma Alimentação Saudável
  18. 19. <ul><li>3) Reduza o consumo de alimentos gordurosos, como carnes com gordura aparente, salsicha, mortadela, frituras e salgadinhos, para no máximo uma vez por semana. </li></ul><ul><li>4) Reduza o consumo de sal e tire o saleiro da mesa. </li></ul>
  19. 20. <ul><li>5) Faça pelo menos três refeições e um lanche por dia. Não pule as refeições. Para lanche e sobremesa prefira frutas. </li></ul><ul><li>6) Reduza o consumo de doces, bolos, biscoitos e outros alimentos ricos em açúcar para no máximo duas vezes por semana. </li></ul>
  20. 21. <ul><li>7) Reduza o consumo de álcool e refrigerantes. Evite o consumo diário. A melhor bebida é a água! </li></ul><ul><li>8) Aprecie a sua refeição. Coma devagar. Faça das refeições um ponto de encontro da família. Não se alimente assistindo TV. </li></ul>
  21. 22. <ul><li>9) Mantenha seu peso dentro de limites saudáveis–controle o seu IMC (entre 18,5 e 24,9 kg/m 2).   </li></ul><ul><li>10) Seja ativo. Acumule 30 minutos de atividade física todos os dias. Caminhe pelo seu bairro. Suba as escadas. Não passe muitas horas assistindo TV. </li></ul>
  22. 23. CIRURGIA DO ESTÔMAGO Fonte: Dr. Kemmer , cirurgiao HGeR , 2005. Sociedade Brasileira de cirurgia Bariatrica
  23. 24. Gastroplastia Vertical com Bandagem Fonte: DR. Kemmer , cirurgiao HGeR , 2005 .Sociedade Brasileira de cirurgia Bariatrica
  24. 25. CONCLUSÃO <ul><li>O sobrepeso e a obesidade tem aumentado muito em incidência nas duas últimas décadas por uma série de fatores que não podem ser tratados individualmente,e chegou a índices alarmantes. </li></ul>
  25. 26. <ul><li>Tendo ocorrido uma verdadeira epidemia que atinge a maioria dos paises em desenvolvimento , não poupando nem mesmo os paises asiáticos como China que, apesar de ainda ter índices baixos de obesidade, vem também numa curva ascendente. </li></ul>
  26. 27. <ul><li>A obesidade deve ser encarada como um problema de saúde publica de espectro mundial de causa multifatorial e campanhas de orientação e conscientização devem ser feitos. </li></ul>
  27. 28. REFERÊNCIAS <ul><li>1. Secretaria do Estado da Saúde de São Paulo. Mortalidade do município de São Paulo . São Paulo; 2002. </li></ul><ul><li>2.LIMA, R.M. obesidade: o mal do século , campos dos Goytocase, V4, n8, p 86-99, julho/ dezembro 2005. </li></ul><ul><li>3. GARRIDO, A.B.; FERRAZ, E.M.; cirurgia da obesidade, p (100-126). Rio de janeiro: Sociedade Brasileira de Cirurgia Bariatrica. 2004. </li></ul><ul><li>4. ABRAANTES, M.M.; LAMUNIER, J.A.; Prevalência de Sobrepeso na Regiões Nordeste e Sudeste do Brasil, rev. assc. Med. Bras. , 49 : p 162-166. (2) 2003. </li></ul><ul><li>5. IVA, M.L.; MARTI, A.; MARTINEZ, A.; Aspectos geneticos da obesidade , rev. nutr., campinas ,17 (3): p 327-338, jul- set. 2004 </li></ul>
  28. 29. <ul><li>Fim </li></ul><ul><li>da </li></ul><ul><li>Apresentação. </li></ul><ul><li>Mande suas apresentações para: www.zemoleza.com.br e veja como ganhar super prêmios! </li></ul>
  29. 30. <ul><li>Esta apresentação é fruto de uma pesquisa acadêmica, feita por um aluno, que ao publicar o seu o conhecimento contribui com a educação e aprendizagem de outros alunos. </li></ul><ul><li>WWW.ZEMOLEZA.COM.BR O seu parceiro acadêmico! </li></ul>

×