Revolução inglesa e absolutismo

11.017 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
11.017
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1.563
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
68
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Revolução inglesa e absolutismo

  1. 1. ABSOLUTISMO EREVOLUÇÃO INGLESA
  2. 2. ABSOLUTISMO
  3. 3. FORMAÇÃO DOS ESTADOS NACIONAIS MODERNOS• Aliança burguesia/Rei  centralização (política e territorial)• Métodos para garantir o controle político: – Formação de exército profissional – Imposição da justiça real – Centralização e unificação administrativa – Unificação de pesos e medidas – Arrecadação de impostos reais – Formação de burocracia
  4. 4. ANTIGO REGIME• Autoridade do rei tornou-se incontestável• Sociedade no Antigo Regime: – Desigual – Estamental – Privilégios 1º Estado = Rei 2º Estado = Clero 2º estado = nobreza 3º Estado = burguesia e camponeses
  5. 5. TEÓRICOS DO ABSOLUTISMO• Nicolau Maquiavel (1469-1527) Livro: O Príncipe Teoria: O absolutismo é necessário para um governo forte “Os fins justificam os meios”• Jean Bodin (1530-1596) Livro: Seis Livros da República Teoria: A obediência dos súditos deve ser como a dos filhos para os pais
  6. 6. TEÓRICOS DO ABSOLUTISMO• Thomas Hobbes (1588-1679) Livro: O Leviatã Teoria: O poder absoluto é condição necessária à paz e ao progresso da sociedade “Os fins justificam os meios”• Jacques Bossuet (1627-1704) Livro: Política tirada da sagrada Escritura Teoria: Os reis têm origem divina “Um rei, uma lei, uma fé”
  7. 7. REVOLUÇÃO INGLESA
  8. 8. ANTECEDENTES• Desejo da burguesia em limitar o poder do rei e atender seus interesses políticos e socioeconômicos.• Fim da Guerra das 2 Rosas (1455-1485): – Lancaster X York – Início da Dinastia Tudor (com Henrique VII)• Governo Elizabeth I (1558-1603): – Fortalecimento do Absolutismo – Início da expansão colonial inglesa
  9. 9. • Século XVI = PAZ => interesses comuns entre monarquia, burguesia e a Gentry (nobreza Rural): – Centralização do poder – Unificação do sistema de pesos e medidas – Permissão concedida aos corsários – Incentivo à expansão marítima comercial• MORTE DE ELIZABETH I = fim dos Tudor• Assume Jaime I (primo) = dinastia Stuart
  10. 10. • Início dos Conflitos: – Jaime X Parlamento – Puritanos = Igreja desligada do Estado – Morte de Jaime I, assume Carlos I – Petição dos Direitos (1628) = Rei precisa de autorização do Parlamento – Carlos I fecha o Parlamento – Em 1640 Carlos I precisa convocar o Parlamento que se aproveita e limita o poder do Rei. Esse acontecimento dá início ao Processo Revolucionário
  11. 11. Elizabeth I Jaime I Carlos I
  12. 12. PROCESSO REVOLUCIONÁRIO1. Guerra Civil (1642-1648):• Invasão do Parlamento• Oliver Cromwell (comandante das tropas) = New Model Army• Vitória do Parlamento = prisão e morte de Carlos I (30/01/1649) Oliver Cromwell
  13. 13. 2. Protetorado (1649-1659):• Regime republicano governado por Cromwell• Principais acontecimentos: – Formação da Comunidade Britânica (1651) – Ato de Navegação (1651) – Guerra contra a Holanda (1652-1654) – Título de Lorde Protetor para Cromwell (1653)3. Restauração Monárquica (1660-1688):• Carlos II assume para manter a ordem (até 1685)• Jaime II: Restabelecer o absolutismo Ampliar a influência do Catolicismo
  14. 14. 4. Revolução Gloriosa (1688-1689)• Lutas entre Jaime II e Guilherme de Orange (apoiado pela Burguesia)• Declaração de Direitos (Bill of Rights)• Monarquia Parlamentar com Guilherme de Orange Principais Conseqüências da Revolução Inglesa• Fim do absolutismo na Inglaterra• Avanço capitalista
  15. 15. Jaime II Carlos II Guilherme de Orange

×