Planodeaula

332 visualizações

Publicada em

plano de aula de Física

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
332
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Planodeaula

  1. 1. PLANO DE AULADATA: 26/11/2012DISCIPLINA: FÍSICACONTEÚDO ESTRUTURANTE: MOVIMENTOCONTEÚDO BÁSICO: FORÇACONTEÚDO ESPECÍFICO: MASSA INERCIAL OU GRAVITACIONAL E PESOOBJETIVO GERAL: Permitir ao aluno entender o conceito de peso como sendo uma força denatureza gravitacional, ou seja, obtido pelo produto da massa (m) de um corpo pela aceleraçãoda gravidade (g) de um planeta.OBJETIVO ESPECÍFICOS:- Mostrar que mesmo na Terra a aceleração da gravidade sofre uma pequena variação quandocomparamos a região dos pólos e a do Equador.- Definir que um corpo terá sempre a mesma massa em qualquer lugar, mas terá o seu pesomedido de acordo com a aceleração da gravidade de cada local, portanto, um corpo pode ficarsem o peso na ausência da gravidade.ENCAMINHAMENTOS METODOLÓGICOS: PARA 50 MINUTOS DE UMA AULA:- Durante os 20 minutos iniciais verificar quais informações prévias os alunos possuem arespeito de massa e peso e, a partir dessa análise, encaminhar as explicações dos conceitoscom embasamento científico.- Na sequência mais 20 minutos para a utilização dos aparelhos (balança e dinamômetro), paraa comprovação do fenômeno através das medidas.- Nos 10 minutos finais da aula, apresentar um vídeo de curta duração que a diferença entre osconceitos de massa e peso, e estipular como tarefa atividades complementares no livro didáticoou a confecção de um mapa conceitual com as palavras chaves do conteúdo apresentado emsala.DESENVOLVIMENTO:Há alguém no Japão com os pés no chão, mas decabeça para baixo?A Terra, planeta onde a imensa variedade de que conhecemos pôde desenvolver-se, originou-se de uma pequena massa, que foi aumentando de tamanho graças à atração que exerciasobre massas menores. À medida que essa massa aumentava de tamanho, acumulando mais
  2. 2. massa, a atração foi capaz de manter “presos” ao redor da nova massa os gases que estavampróximos a ela, formando uma atmosfera e completando, assim, o processo de formação doplaneta Terra. Se não fossem atraídos pela Terra, ao gases, a água dos oceanos, os satélitesartificiais, a Lua e até mesmo nós já teríamos escapado para o espaço. Essa interação atrativa,que não só na Terra, mas todas as massas – objetos grandes ou pequenos, visíveis ouinvisíveis – exercem uma sobre as outras, é entendida pelos físicos como manifestação deuma força de natureza gravitacional conhecida como peso ou força peso. Assim o peso de umcorpo pode ser obtido pelo produto da sua massa cuja medida, no Sistema Internacional é o Kg(quilograma), e o valor do campo gravitacional ou aceleração gravitacional, medida no SistemaInternacional em N (Newton).A expressão matemática que calcula o peso é dada por: P = m.gAtividade experimentalCom o auxílio de um globo terrestre, localize pelo menos três regiões habitadas,diametralmente opostas, e responda à questão do início deste item: há alguém no Japão comos pés no chão, mas de cabeça para baixo? Por que será que quem está de cabeça parabaixo não cai?EXEMPLOS:01) Se um corpo tem massa igual a 50 Kg, qual será o valor de seu peso na Lua onde aaceleração da gravidade é aproximadamente igual a 1,6 m/s²?Resolução:m= 50 Kg P = m.g = 50 . 1,6 = 80 Ng= 1,6 m/s²02) Suponha que o peso de uma pessoa em Marte seja igual a 296 N, considerando que aaceleração da gravidade nesse planeta seja aproximadamente igual a 3,7 m/s², calcule amassa dessa pessoa, em Kg.Resolução:P= 296 N P = m.gg= 3,7 m/s² 296 = m . 3,7 296/3,7 = m m = 80 KgEXERCÍCIOS:01) Na Terra, uma caixa tem peso igual a 49 N onde a aceleração da gravidade é deaproximadamente 9,8 m/s². Considere os valores aproximados das acelerações da gravidadede Mercúrio igual a 3,7 m/s² e de Júpiter igual a 26 m/s² e calcule:a) a massa da caixa em Mercúrio e em Júpiter.b) Em que planeta, dentre os citados anteriormente, o peso da caixa é maior? Justifique a sua02) Um elevador de 2 500 Kg está parado no terceiro andar de um prédio, num local onde agravidade é 10N/Kg. Determine:a) o valor da força gravitacional exercida pela Terra sobre o elevador.
  3. 3. b) o valor da força que sustenta esse elevador enquanto ele permanece parado.Observação: Considere a gravidade como campo gravitacional e, na situação de equilíbrio, aforça resultante sobre o elevador igual a zero.LINK: DO PORTAL OU YOUTUBE.http://www.youtube.com/watch?v=CfTKcsbvQA4http://www.fisica.seed.pr.gov.br/modules/galeria/detalhe.php?foto=407&evento=3REFERÊNCIAS:GONÇALVES FILHO, Aurelio; TOSCANO, Carlos. Física e realidade. 1. ed. Scipione:SãoPaulo, 2011.SAN`TANNA, Blaidi, et al. Conexões com a Física. 1. ed. Moderna: São Paulo, 2010.

×