Répteis

742 visualizações

Publicada em

Slide sobre Répteis

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
742
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
8
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Répteis

  1. 1. R É P T E I S EXEMPLOS.: Tartarugas, Cobras, Jacarés, lagartixas etc.  Por que eles não dependem da água?  Pele seca.  Fecundação interna.  Ovo com casca que evita a desidratação.  Respiração pulmonar durante toda a vida.
  2. 2.  A Pele dos Répteis É seca e impermeável com células ricas em queratina, podendo ser:  Escamas  Placas  Carapaça Exemplos: Lagartixas, lagartos e cobras. Exemplos: Jacarés e crocodilos. Exemplos: Jabuti, tartarugas e cágados.
  3. 3.  Nutrição e outras funções  NUTRIÇÃO – Os répteis possuem mandíbula mais forte com dentes e músculos mais desenvolvidos que os anfíbios.  RESPIRAÇÃO – A pele impermeável não permite trocas gasosas. Apresentam respiração pulmonar, tendo o pulmão dobras que aumentam a superfície de contato com o ar.
  4. 4.  CIRCULAÇÃO – Os répteis possuem 3 cavidades no coração (2 átrios e 1 ventrículo, parcialmente separado), com exceção dos jacarés e crocodilos, que têm o coração com 4 cavidades (2 átrios e 2 ventrículos).  EXCREÇÃO – Os répteis utilizam pouca água na função renal, por isso a urina é pastosa, o que é uma adaptação para a vida terrestre
  5. 5.  OS SENTIDOS – Esses animais apresentam todos os sentidos, sendo controlados pelo sistema nervoso.  Reprodução dos Répteis Os répteis possuem reprodução sexuada com fecundação interna. Podendo ser: OVÍPAROS  Quando põem ovos, que contêm uma reserva nutritiva para o desenvolvimento do embrião.
  6. 6.  OVOVIVÍPAROS  Quando o embrião permanece no corpo da mãe, alimentando-se da reserva nutritiva do ovo e sai já formado.  VIVÍPAROS  Quando o embrião se desenvolve no útero da mãe, recebendo alimento através da placenta.
  7. 7.  A Temperatura dos Répteis Quanto à temperatura corporal, os répteis como os anfíbios e os peixes são animais PECILOTÉRMICOS, isto é, a temperatura corporal desses animais acompanha mais ou menos a temperatura do ambiente
  8. 8.  As Ordens dos Répteis QUELÔNIOS CROCODILIANOS Jabuti Crocodilo Tartaruga Cágado Jacaré
  9. 9. ESCAMADOS  LACERTÍLIOS Iguana Teju Camaleão  OFÍDIOS Cascavel Jibóia
  10. 10.  Como diferenciar uma Cobra Peçonhenta de uma Não-Peçonhenta? Cobra Peçonhenta Cobra Não-Peçonhenta Cabeça achatada e Cabeça estreita e longa triangular Cauda curta afilando bruscamente Cauda longa afilando gradualmente Escamas ásperas Escamas lisas Pupila em forma de fenda Pupila redonda Possui fosseta loreal Não possui fosseta loreal
  11. 11. Cobra Peçonhenta Cobra Não-Peçonhenta Hábito noturno Hábito diurno Presença de dentes inoculadores (presa) Sem dentes inoculadores (presa) Existem cobras que apresentam exceções para essas características: • A coral verdadeira é uma cobra peçonhenta, mas tem a cabeça redonda, olhos com pupila redonda, escamas lisas e não possui fosseta loreal.
  12. 12. • A jibóia é uma serpente não-peçonhenta, mas possui cabeça triangular, olhos com pupilas em forma de fenda e cauda com terminação brusca.  A Evolução dos Répteis
  13. 13.  Controlando a Temperatura Corporal Quanto à temperatura corporal, as aves são animais HOMEOTÉRMICOS, isto é, a temperatura corporal permanece constante graças à energia liberada na respiração celular.
  14. 14. CIÊNCIAS NO DIA-A-DIA O que aconteceria com uma ave aquática se fosse dado um banho nela com água e sabão e, depois de seca, ela fosse colocada na água? a) Ela ficaria apenas cheirosa e perfumada. b) Ela iria se afogar. c) Ela não iria querer entrar na água novamente.
  15. 15.  As Penas e o Esqueleto  PENAS - São formadas principalmente por queratina. Contribuem para diminuir a perda de água e ajudam a manter constante a temperatura corporal, pois evitam a perda de calor. A pele das aves não possui glândulas, exceto a GLÂNDULA UROPIGEANA, localizada na cauda e que produz um óleo que as aves passam com o bico nas penas para impermeabilizá-las.
  16. 16.  ESQUELETO  São bípedes, estando os pés relacionados à forma de vida.  Possuem ossos pneumáticos (ocos e cheios de ar).  As aves voadoras têm o osso do peito em forma de quilha de barco.
  17. 17.  Nutrição O tipo de alimento varia com a espécie, podendo ser frutas, sementes, néctar, insetos ou vertebrados. Faringe Esôfago Bico Papo Proventrículo Intestinos Moela Cloaca Sistema Digestório das Aves
  18. 18.  Respiração As aves possuem respiração pulmonar, sendo seu sistema respiratório mais complexo que o de outros animais. Ligados aos pulmões existem SACOS AÉREOS. Sacos Aéreos Traquéia Estes acumulam o ar inspirado, depois o bombeiam para os pulmões, ampliando a respiração.
  19. 19.  Circulação As aves possuem coração com 4 cavidades: 2 átrios e 2 ventrículos, sem comunicação entre o lado esquerdo e direito, portanto não há mistura entre o sangue venoso (rico em CO2) e arterial (rico em O2).
  20. 20. CIÊNCIAS NO DIA-A-DIA Você saberia explicar por que as fezes das aves são sempre moles.
  21. 21.  Excreção As aves não possuem bexiga urinária para armazenar a urina, o que ajuda a diminuir seu peso. Os rins eliminam uma urina pastosa, que sai com as fezes pela cloaca.  Sistema Nervoso Seu sistema nervoso é formado pelo encéfalo, medula nervosa e nervos, que formam uma rede em todo o corpo.
  22. 22.  Os Sentidos As aves apresentam os sentidos bem desenvolvidos, captando de longe o som de sua presas, como também o canto de outras aves. O canto é produzido em um órgão localizado na traquéia chamado SIRINGE.  Reprodução As aves têm reprodução sexuada com fecundação interna. São ovíparas e seu ovo é semelhante ao dos répteis.
  23. 23.  Partes do Ovo Casca – Formada por sais de cálcio. Membrana da Casca – Protege o conteúdo interno do choque com a casca. Clara – Reserva de albumina (proteína). Gema – rica em colesterol Disco Germinativo – é o que vai originar o embrião. Calaza – sustenta a gema no centro do ovo. Câmara de ar – reserva de ar para o embrião.
  24. 24.  As aves e o Ambiente  Participam das cadeias alimentares e das relações ecológicas.  Disseminam sementes.  São polinizadoras.  O Ser Humano e as Aves  Alimentação  Fertilização do solo (húmus de galinha)  A Evolução das Aves
  25. 25.  Característica Exclusiva  As fêmeas possuem GLÂNDULAS MAMÁRIAS que produzem leite para alimentar o filhote.  A Temperatura Corporal Quanto à temperatura corporal, os mamíferos, semelhantes às aves, são animais HOMEOTÉRMICOS, isto é, a temperatura corporal permanece constante graças à energia liberada na respiração celular.
  26. 26.  A Pele dos Mamíferos  Pêlos cobrindo o corpo (Baleia e golfinho só têm pêlo quando embrião).  Glândulas sudoríparas e sebáceas.  Possui tecido adiposo.
  27. 27.  Sistema Digestório
  28. 28.  Sistema Respiratório  Sistema Circulatório Os mamíferos possuem coração com 4 cavidades: 2 átrios e 2 ventrículos, sem comunicação entre o lado esquerdo e direito, portanto não há mistura entre o sangue venoso (rico em CO2) e arterial (rico em O2).
  29. 29.  Sistema Excretor  Sistema Nervoso
  30. 30.  Os Sentidos
  31. 31.  Reprodução Feto Endométrio Placenta Cordão Umbilical Colo do Útero
  32. 32.  As Ordens dos Mamíferos 1) Monotremados Ornitorrinco Equidna 2) Marsupiais Canguru Coala Gambá
  33. 33. 3) Xenartros Tamanduá Tatu 4) Insetívoros Toupeira Musaranho
  34. 34. 5) Roedores Capivara Rato 6) Lagomorfos 7) Quirópteros Coelho Morcego
  35. 35. 8) Carnívoros Leão Onça 9) Proboscídeo 10) Sirênio Elefante Peixe-boi
  36. 36. 11) Artiodáctilos Boi Cabra 12) Perissodáctilos Cavalo Anta
  37. 37. 11) Cetáceos Baleia Golfinho 12) Primatas Macaco Ser Humano
  38. 38. Amigo é... aquela pessoa que o tempo não apaga, que a distância não esquece, que a maldade não destrói. É um sentimento que vem de longe, que ganha lugar no seu coração e você não substitui por nada. É alguém que você sente presente, mesmo quando está longe... que vem para o seu lado quando você está sozinho e nunca nega um sentimento sincero. Ser amigo não é coisa de um dia, são atos, palavras e atitudes que se solidificam no tempo e não se apagam mais. Que ficam para sempre como tudo que é feito com o coração aberto.

×