PROJETO DE APLICAÇÃO“ÉTICA, UM MOMENTO DE REFLEXÃO NAS    MICRO E PEQUENAS EMPRESAS”
PROJETO DE APLICAÇÃO“ÉTICA, UM MOMENTO DE REFLEXÃO NAS MICRO E PEQUENAS   2012                                            ...
PROJETO DE APLICAÇÃO“ÉTICA, UM MOMENTO DE REFLEXÃO NAS MICRO E PEQUENAS                2012                               ...
PROJETO DE APLICAÇÃO“ÉTICA, UM MOMENTO DE REFLEXÃO NAS MICRO E PEQUENAS   2012                                            ...
PROJETO DE APLICAÇÃO“ÉTICA, UM MOMENTO DE REFLEXÃO NAS MICRO E PEQUENAS   2012                                            ...
PROJETO DE APLICAÇÃO“ÉTICA, UM MOMENTO DE REFLEXÃO NAS MICRO E PEQUENAS    2012                                           ...
PROJETO DE APLICAÇÃO“ÉTICA, UM MOMENTO DE REFLEXÃO NAS MICRO E PEQUENAS   2012                                            ...
PROJETO DE APLICAÇÃO“ÉTICA, UM MOMENTO DE REFLEXÃO NAS MICRO E PEQUENAS          2012                                     ...
PROJETO DE APLICAÇÃO“ÉTICA, UM MOMENTO DE REFLEXÃO NAS MICRO E PEQUENAS    2012                                           ...
PROJETO DE APLICAÇÃO“ÉTICA, UM MOMENTO DE REFLEXÃO NAS MICRO E PEQUENAS   2012                                            ...
PROJETO DE APLICAÇÃO“ÉTICA, UM MOMENTO DE REFLEXÃO NAS MICRO E PEQUENAS   2012                                            ...
PROJETO DE APLICAÇÃO“ÉTICA, UM MOMENTO DE REFLEXÃO NAS MICRO E PEQUENAS        2012                                       ...
PROJETO DE APLICAÇÃO“ÉTICA, UM MOMENTO DE REFLEXÃO NAS MICRO E PEQUENAS    2012                                           ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

ÉTICA, UM MOMENTO DE REFLEXÃO NAS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS

6.503 visualizações

Publicada em

O presente Projeto, denominado “Ética, um momento de reflexão nas micro e pequenas empresas”, é um instrumento de apoio prático, didático, pedagógico e de consulta para a reposição de valores morais, éticos e cívicos, voltado para organizações em geral, porém mais especificamente para as micro e pequenas empresas, auxiliando na informação, formação e educação de gestores e colaboradores.

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
6.503
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
99
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

ÉTICA, UM MOMENTO DE REFLEXÃO NAS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS

  1. 1. PROJETO DE APLICAÇÃO“ÉTICA, UM MOMENTO DE REFLEXÃO NAS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS”
  2. 2. PROJETO DE APLICAÇÃO“ÉTICA, UM MOMENTO DE REFLEXÃO NAS MICRO E PEQUENAS 2012 EMPRESAS” PROJETO DE APLICAÇÃO “ÉTICA, UM MOMENTO DE REFLEXÃO NAS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS”Clayton Donizete FachiKenji Yokoigawa JuniorLarissa Ananda CostaLeandro Santos PradoLetícia Oliveira De MoraesMarcelo de Magalhães Rezende 2
  3. 3. PROJETO DE APLICAÇÃO“ÉTICA, UM MOMENTO DE REFLEXÃO NAS MICRO E PEQUENAS 2012 EMPRESAS” ÍNDICEII - CONCEITO GERAL DO CÓDIGO DE ÉTICA EMPRESARIAL: ........................... 6III - PARÂMETROS ÉTICOS PARA MICRO E PEQUENAS EMPRESAS: ................ 7IV - PARÂMETROS COM CARÁTER ESPECÍFICO: ................................................. 8IV. 1 - PROCEDIMENTOS ÉTICOS NAS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS: ........ 8IV.2 - INFRAÇÕES DE MARCAS E PATENTES: .................................................... 10IV.3 - CONCORRÊNCIA DESLEAL: ........................................................................ 10IV.4 - ÉTICA EM LICITAÇÕES: ................................................................................ 11V - REFERENCIAL TEÓRICO .................................................................................. 12VI - MATERIAL DE CONSULTA .............................................................................. 12 3
  4. 4. PROJETO DE APLICAÇÃO“ÉTICA, UM MOMENTO DE REFLEXÃO NAS MICRO E PEQUENAS 2012 EMPRESAS” PREFÁCIO O presente Projeto, denominado “Ética, um momento de reflexão nas micro epequenas empresas”, é um instrumento de apoio prático, didático, pedagógico e deconsulta para a reposição de valores morais, éticos e cívicos, voltado paraorganizações em geral, porém mais especificamente para as micro e pequenasempresas, auxiliando na informação, formação e educação de gestores ecolaboradores. O conteúdo apresentado foi baseado no Trabalho de Conclusão de Curso queaborda o tema “Ética profissional e normas de conduta organizacional em micro epequenas empresas”, desenvolvido no curso de Administração da FaculdadeAnhanguera de Campinas – Unidade III, cujo objetivo é desenvolver, no referidoâmbito, a conscientização e difusão de modelos de ética e normas de conduta comoimportantes constituintes de um instrumento de gestão. O principal objetivo, tanto do trabalho realizado quanto do presente projeto deaplicação, é a valorização da conduta ética e da conduta profissional dos indivíduosque fazem parte da organização, buscando a motivação, a solução de problemas e amaior transparência nas relações entre gestores e colaboradores, bem como entre aorganização e a sociedade. Para que seja possível alcançar tais objetivos, este guiacita princípios orientações, deveres e recomendações, formulados através dosestudos realizados, que satisfazem as necessidades encontradas na estrutura eadministração de micro e pequenas empresas. Embora o conteúdo apresentado não aborde o âmbito penal e judicial, ele écomposto essencialmente por sanções de ordem moral, ou seja, situações em que asociedade civil recrimina os comportamentos eticamente inconvenientes, porém nãoimplicando em verdadeiras penalidades. No entanto, em determinados casos, o rigorda lei é aplicável, ou até mesmo necessário, dependendo do caráter da infração. Este trabalho desenvolve-se visando aproximar-se de micro e pequenasempresas, bem como de seus colaboradores, através do compartilhamento deinformações e conhecimento, de modo que cada indivíduo, à sua maneira, contribuapara a obtenção de harmonia, justiça social, equilíbrio, transparência e honestidadeno ambiente organizacional, expandindo esse horizonte para todo o país. 4
  5. 5. PROJETO DE APLICAÇÃO“ÉTICA, UM MOMENTO DE REFLEXÃO NAS MICRO E PEQUENAS 2012 EMPRESAS” I - INTRODUÇÃO: Segundo o que informa a Lei Complementar nº 139 (Capitulo II, Artigo 2º),de 10 de Novembro de 2011, o critério econômico que distingue a dimensão dasmicro e pequenas empresas é: receita bruta igual ou inferior à R$ 360.000,00, paramicro empresas; receita bruta superior à R$ 360.000,00 e inferior à R$ 3.600.000,00,para pequenas empresas. Entretanto, tais valores não traduzem nem mensuram acapacidade de gestão ética destas organizações. Homogeneizando os patamares financeiros, busca-se abranger o modelo degestão compreendido em ambas as situações, já que, às vezes, não é possívelmicro e pequenas empresas diferenciarem-se completamente nos aspectos quedizem respeito às campanhas de incentivos, aos valores éticos e à utilização denormas de conduta. Eventualmente, porém, compartilham o fato de possuir modelosadministrativos inadequados para o contexto atual. Desta forma existe anecessidade de ter alguns parâmetros éticos para nortearem na condução ética dosprocessos empresariais, os quais tentamos exemplificar nesta projeto de aplicação. A ética pessoal e a ética empresarial são valores imprescindíveis einseparáveis. A adoção de princípios éticos e de códigos de conduta reflete aidentidade e cultura da organização, orientando a eficiência da gestão. Segundo oautor HARRISON (2005 p.123), “uma das declarações do código de ética especificaque a política corporativa proíbe retaliação contra os funcionários que fazemdenúncias de violação”. Diante desse argumento, verifica-se que o papel docolaborador é fundamental e, embora cada indivíduo tenha o seu próprio padrão devalores e princípios, eles devem ser compatíveis aos presentes na empresa no qualexerce seu trabalho. Nesse sentido, a adoção de princípios éticos e de condutacomuns é primordial para que a empresa e seus colaboradores atuem de formaintegrada e coerente nas relações e nos negócios com os diversos grupos deinteresse, garantindo o sucesso comum e respeitando à todos. 5
  6. 6. PROJETO DE APLICAÇÃO“ÉTICA, UM MOMENTO DE REFLEXÃO NAS MICRO E PEQUENAS 2012 EMPRESAS” II - CONCEITO GERAL DO CÓDIGO DE ÉTICA EMPRESARIAL: Ética empresarial é a conduta e o conjunto de valores morais, éticos ecívicos que devem ser seguidos em todos os processos da organização, podendoser interpretada como o comportamento através do qual empresa e seuscolaboradores agem. Porém, para o entendimento da ética empresarial é necessáriaa compreensão da ética filosófica. O autor SROUR (2008) a define da seguintemaneira: Em suma, a ética é uma disciplina teórica que se caracteriza pela generalidade de seus conceitos e investiga os fenômenos morais que são objetos singulares e reais; estuda, portanto, a moral praticada pelas coletividades, os modos de agir que afetam as pessoas para o bem ou para o mal. (SROUR. ROBERT HENRY 2008 p. 14) Como complemento, ressalta-se a importância de estar em conformidadecom os princípios morais e com as regras aceitas pela coletividade, tais como:  Cumprimento do seu dever empresarial de forma transparente, visando sempre o bem estar de todos os envolvidos.  Comprometimento com os objetivos, metas e desafios da organização visando o crescimento da mesma.  Exercício das suas atividades com responsabilidade social e ambiental, sempre pensando no bem estar geral da organização e sociedade.  Aperfeiçoamento profissional, buscando sempre conhecimentos e inovações para o crescimento continuo de seus colaboradores, melhorando a qualidade de vida e os aspectos que refletem na saúde ocupacional.  Respeito dos requisitos que envolvem a segurança do trabalho e manutenção da qualidade do ambiente laboral.  Tratamento igualitário entre colaboradores e desenvolvimento de práticas de repúdio à intolerância ou discriminação social, baseada 6
  7. 7. PROJETO DE APLICAÇÃO“ÉTICA, UM MOMENTO DE REFLEXÃO NAS MICRO E PEQUENAS 2012 EMPRESAS” em diferenças de etnia, classe social, crença religiosa, sexo, opção sexual, idade e outras características individuais ou sociais. III - PARÂMETROS ÉTICOS PARA MICRO E PEQUENAS EMPRESAS:1 – Exemplos de valores éticos para micro e pequenas empresas:  Deve-se respeitar a sociedade e o cliente, oferecendo serviços e produtos com a qualidade anunciada.  Deve-se respeitar o meio ambiente, buscando o crescimento sustentável, promovendo a educação e consciência ambiental.  Deve-se respeitar as pessoas através de práticas de gestão que as tratem de forma igualitária, independente da etnia, classe social, crença religiosa, sexo, opção sexual e idade, fortalecendo o comprometimento e a motivação.  Deve-se agir com integridade, praticando a justiça, legalidade, coerência e transparência em todas as decisões e ações praticadas pela organização.  Deve-se cumprir as obrigações legais e fiscais.  Deve-se apenas aceitar o pagamento do preço exato do serviço ou produto comercializado.  Deve-se estimular o sentimento de empatia, fazendo com que esteja associado à cultura organizacional, possibilitando a difusão e disseminação do conhecimento na sociedade.2 – Exemplo de valores antiéticos para micro e pequenas empresas:  Não zelar pela qualidade do produto ou serviço oferecido ao cliente.  Não esclarecer as condições de pagamento, manuseio e utilização do produto ou serviço, fazendo uso da prática de propaganda enganosa ou persuasão, a fim de garantir vantagens na negociação.  Não respeitar o meio ambiente. 7
  8. 8. PROJETO DE APLICAÇÃO“ÉTICA, UM MOMENTO DE REFLEXÃO NAS MICRO E PEQUENAS 2012 EMPRESAS”  Não respeitar os individuos integrantes da organização, tratando de forma diferente os que possuem opções divergentes da sua.  Não praticar a justiça, legalidade, coerência e transparência nas decisões e ações praticadas pela organização.  Não cumprir suas obrigações legais e fiscais.  Aproveitar de sua condição, como organização fornecedora ou consumidora, para obter vantagens ilegais.  Aproveitar da sua condição junto ao cliente para forçá-lo à adquirir produtos da organização com que possua ligação comercial privilegiada.  Praticar concorrência desleal.  Divulgar ou utilizar informações que sejam consideradas como confidenciais pelos seus fornecedores, sem que autorizem.  Não colocar em primeiro lugar a segurança coletiva e própria, desobedecendo normas e padrões de segurança, a fim de tirar vantagem ou qualquer razão que julgue como beneficitária. IV - PARÂMETROS COM CARÁTER ESPECÍFICO: IV. 1 - PROCEDIMENTOS ÉTICOS NAS MICRO E PEQUENASEMPRESAS: A conduta e os valores morais, éticos e cívicos constituem um atributoimportante no exercício da atividade empresarial e de prestação de serviços, focadona satisfação total das necessidades dos consumidores e colaboradores e precisamsempre ser desenvolvidos e promovidos. Há um custo de longo prazo para o comportamento antiético que tende a ser negligenciado. O custo é a confiança das pessoas envolvidas. As companhias hoje - devido ao aumento da concorrência global e ao avanço da complexidade tecnológica - são muito mais dependentes da confiança de trabalhadores, especialistas, gerentes, fornecedores, distribuidores, clientes, credores, proprietários, instituições locais governos nacionais. Parceiros de empreendimento e agências internacionais. Pessoas de qualquer um desses grupos que acreditam que tenham sido mal administradas por suborno, prejudicadas por emissões ou enganadas por produtos tendem, 8
  9. 9. PROJETO DE APLICAÇÃO“ÉTICA, UM MOMENTO DE REFLEXÃO NAS MICRO E PEQUENAS 2012 EMPRESAS” com o tempo a perder a confiança na empresa responsável por essas ações. (HARRISON. JEFFREY S. 2005) Diante dos aspectos que envolvem as atividades organizacionais e asrelações externas e internas, pretende-se destacar alguns deveres e obrigações quenão podem deixar de fazer parte do momento de reflexão nas micro e pequenasempresas, reforçando os princípios éticos pautados nos seguintes conceitosbásicos: Relação com o cliente:  Oferecer sempre o melhor produto ou serviço acompanhado das informações pertinentes.  Atendê-lo da melhor forma possível respeitando os prazos, e especificações contratuais.  Tratar a todos de forma isonômica, respeitando suas diferenças.  Disponibilizar canais para comunicação com a empresa.  Não divulgar ou violar as informações particulares sem a devida permissão ou orientação. Relação com os colaboradores:  Todos os colaboradores devem ser tratados com respeito, independente de qualquer opção cultural, religiosa ou sexual.  Devem ter liberdade para se expressar e exercer suas funções, desde que estejam conforme a conduta ética e normas organizacionais.  Deve existir um canal de comunicação aberto para que os colaboradores possam denunciar comportamentos antiéticos de forma sigilosa, prezando pelo clima organizacional.  Deve existir igualdade de oportunidades de crescimento para todos os colaboradores, sem qualquer tipo de favorecimento, criando mecanismos imparciais de avaliação de resultados.  Deve-se zelar pela boa saúde e segurança dos colaboradores quando estiverem no ambiente da empresa, fornecendo equipamentos de proteção individual e coletiva, quando necessário. 9
  10. 10. PROJETO DE APLICAÇÃO“ÉTICA, UM MOMENTO DE REFLEXÃO NAS MICRO E PEQUENAS 2012 EMPRESAS” Relação com os fornecedores:  Deve-se tratar os fornecedores com respeito e cordialidade, de maneira formal e obedecendo os padrões organizacionais.  Deve-se atuar de acordo com princípios éticos, respeitando o meio ambiente e a sociedade e verificando se o fornecedor atua de forma ética.  Cumprir e exigir que sejam cumpridas todas as obrigações contratuais, estabelecendo uma relação de parceria.  Negar brindes, prêmios ou qualquer benefício, por parte dos fornecedores, que não tenham formalmente apresentadas à organização suas caracteristicas e valores.  Não beneficiar-se de qualquer vantagem particular, com relação à corporativa, para influênciar nas escolhas dos fornecedores. IV.2 - INFRAÇÕES DE MARCAS E PATENTES: Praticas não ética com relação a marcas e patentes:  Violar direito de marca reproduzindo, indevidamente, no todo ou em parte, marca registrada em nome de outra empresa, ou imitando-a, de modo que possa induzir a um erro ou confusão.  Utilizando uma marca de outra empresa, vendendo ou expondo um produto o qual não foi fabricado pela empresa.  Usar em um produto uma marca que contenha procedência que não seja verdadeira para venda ou exposição. IV.3 - CONCORRÊNCIA DESLEAL: IV.3.1 - Concorrência desleal uma prática que fere a ética: Comete crime de concorrência desleal quem, com intenção de causarprejuízo a outros ou de alcançar para si ou para terceiro um benefício não legítimo, 10
  11. 11. PROJETO DE APLICAÇÃO“ÉTICA, UM MOMENTO DE REFLEXÃO NAS MICRO E PEQUENAS 2012 EMPRESAS”praticar qualquer ação de concorrência contrária às normas e uso honesto decomércio: Alguns exemplos de concorrência desleal:  Não se deve usar informações de empresas concorrentes obtidas por terceiros para conseguir vantagens para si.  Não se deve publicar ou disseminar uma informação mentirosa a respeito do concorrente que possa lhe causar prejuízos.  Não se deve obter, por meios não éticos, informações sobre clientes do concorrente.  Não se deve mentir jamais sobre a verdadeira procedência do produto assim como a qualidade dos produtos e serviços prestados.  Não se deve adquirir produtos falsificados para a venda como produto de procedência.  Não se deve sobrepor sua marca em um produto de uma marca concorrente. IV.4 - ÉTICA EM LICITAÇÕES: A licitação é um procedimento administrativo que ocorre de modo formal paraaquisição de insumos como produtos e serviços necessários por parte do licitante,compostos comumente pela Administração Pública direta ou indireta e seguida pelaAdministração Privada com o intuito de minimizar o tempo gasto com a formulaçãode cotações. As empresas que concorrem em licitações deveriam se pautar em padrõeséticos na negociação, porém nem sempre isso ocorre. Segue alguns exemplos não éticos em licitações:  Combinar preço com outras organizações para superfaturar e manipular a aprovação.  Entregar material com qualidade inferior à que foi anunciada/contratada. 11
  12. 12. PROJETO DE APLICAÇÃO“ÉTICA, UM MOMENTO DE REFLEXÃO NAS MICRO E PEQUENAS 2012 EMPRESAS”  Efetuar pagamento de qualquer tipo de propina para forçar a aprovação.  Participar de licitações, em qualquer modalidade, de maneira dissimulada, com a finalidade de prejudicar o processo de negociação e prejudicar a concorrencia.  Fraudular diagnósticos técnicos e operacionais com o intuito de beneficiar terceiros. V - REFERENCIAL TEÓRICOHARRISON. JEFFREY S. ADMINISTRAÇÃO ESTRATÉGICA DE RECURSOS ERELACIONAMENTOS/ JEFFREY S. HARRISON; TRAD. LUCIANA DE OLIVEIRA DA ROCHA. -PORTO ALEGRE : BOOKMAN. 2005SROUR, ROBERT HENRY 3.ED. ÉTICA EMPRESARIAL/ ROBERT HENRY SROUR. - 3.ED.REVISADA. RIO DE JANEIRO : ELSEVIER, 2008 VI - MATERIAL DE CONSULTALINKES PARA VIDEOS.PROGRAMA DO JÔ ENTREVISTA EM NOVEMBRO/2011 COM MARIO SERGIOCORTELLA: filósofo brasileiro, mestre e doutor em Educação pela Pontifícia Universidade Católica deSão Paulo, onde também é professor-titular do Departamento de Teologia e Ciências da Religião eda pós-graduação em Educação, além de professor-convidado da Fundação Dom Cabral edo GVpec da FGV-SPPARTE 1: http://www.youtube.com/watch?v=QK5LDsEKuEAPARTE2: http://www.youtube.com/watch?v=_D6KSnYtMFYENTREVISTA À TV MERCADO ÉTICO MARÇO/2010 COM LADISLAU DOWBOR: Ladislau Dowbor,formado em economia política pela Universidade de Lausanne, Suíça; Doutor em CiênciasEconômicas pela Escola Central de Planejamento e Estatística de Varsóvia, Polônia (1976).Atualmente é professor titular no departamento de pós-graduação da Pontifícia Universidade Católicade São Paulo, nas áreas de economia e administração. Continua com o trabalho de consultoria paradiversas agências das Nações Unidas, governos e municípios, além de várias organizações dosistema “S” (SEBRAE e outros). Atua como Conselheiro no Instituto Polis, CENPEC, IDEC, InstitutoPaulo Freire e outras instituições.http://www.youtube.com/watch?v=B4TOUyd-8wsENTREVISTA À CBN – MUNDO CORPARATIVO JULHO/2012 COM RICARDO CORRÊA: Com maisde 30 anos de carreira, Ricardo Correa Martins já foi pesquisador no Instituto Nacional de PesquisasEspaciais (Inpe); foi diretor técnico e vice-presidente da Avibrás Aeroespacial S.A.; e diretorda Promon durante vários anos. Ocupa também o cargo de diretor-executivo do Instituto deTecnologia Promon, presidente do Conselho Diretor da Fundação Casemiro Montenegro Filho ediretor voluntário da FNQ desde o início de 2008. Correa é formado em Engenharia Eletrônica pelo 12
  13. 13. PROJETO DE APLICAÇÃO“ÉTICA, UM MOMENTO DE REFLEXÃO NAS MICRO E PEQUENAS 2012 EMPRESAS”ITA, MSc em Computação Aplicada pelo INPE e PhD em Computação, Informação e Controle pelaUniversidade de Michigan em Ann Arbor , tendo também concluído o Stanford Executive Program.http://www.youtube.com/watch?v=pUQ5xlVlR3YACESSE TAMBÉM O CANAL MUNDO CORPORATIVO QUE CONTÉM INFORMAÇÕESPERTINENTES AO ASSUNTO.http://www.youtube.com/playlist?list=PLDE83A4A3D04FE560&feature=plcpMATERIAL LITERÁRIO.ARTIGOS POR LADISLAU DOWBOR: http://dowbor.org/category/artigos/ARTIGO FNQ MARÇO/2012, A EXPANSÃO ECONÔMICA E AS OPORTUNIDADES PARA MPES:http://www.fnq.org.br/site/ItemID=4423/366/default.aspxARTIGO FNQ JUNHO/2012, O ASSÉDIO MORAL NAS RELAÇÕES DE TRABALHO:http://www.fnq.org.br/site/ItemID=4509/366/default.aspxENTREVISTA FNQ NOVEMBRO/2012, SEBRAE COMEMORA 40 ANOS AUXILIANDO NA GESTÃODAS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS : http://www.fnq.org.br/site/ItemID=4722/367/default.aspxESTUDOS DE CASO SITE ÉTICA EMPRESARIAL; http://www.eticaempresarial.com.br/site/index.aspTEMA 01: UM GESTOR TEMPERAMENTALhttp://www.eticaempresarial.com.br/site/pg.asp?pagina=detalhe_artigo&codigo=381&tit_pagina=ESTUDO%20DE%20CASO&nomeart=s&nomecat=nTEMA 02: ÉTICA E CHOQUE CULTURAL NA EMPRESAhttp://www.eticaempresarial.com.br/site/pg.asp?pagina=detalhe_artigo&codigo=313&tit_pagina=ESTUDO%20DE%20CASO&nomeart=s&nomecat=nTEMA 03: ULTRAPASSANDO OS LIMITES DO PODERhttp://www.eticaempresarial.com.br/site/pg.asp?pagina=detalhe_artigo&codigo=69&tit_pagina=ESTUDO%20DE%20CASO&nomeart=s&nomecat=nTEMA 04: OS VALORES NA EMPRESA FAMILIAR:http://www.eticaempresarial.com.br/site/pg.asp?pagina=detalhe_artigo&codigo=68&tit_pagina=ESTUDO%20DE%20CASO&nomeart=s&nomecat=nREVISTA ÉTICA EMPRESARIAL PÚBLICADA PELA FUNDAÇÃO NACIONAL DA QUALIDADEEXCELÊNCIA EM GESTÃO ANO III, Nº03, OUTUBRO, 2010:http://www.fnq.org.br/Publicacao/ExcelenciaGestao/RevistaExcelencia2010.pdfREVISTA ÉTICA NOS NEGÓCIOS ANO IV, Nº 7 – JANEIRO A JULHO DE 2012:http://www.revistaeticanosnegocios.org.br/2011/pdf/Revista_7.pdfACESSE TAMBÉM EDIÇÕES ANTERIORES: http://www.revistaeticanosnegocios.org.br/2011/ 13

×