ARTE

CONCEPTUAL

Trabalho realizado por:
Beatriz Agostinho
Ygor Castro
Quando surgiu?
Esta perspetiva artística teve os seus inícios em meados da década de
1960, parcialmente em reação ao forma...
Arte Conceptual
Nesta arte valoriza-se mais a ideia da obra do que o produto acabado, sendo que
às vezes este (produto) ne...
Arte Conceptual
Em alguns casos, como no de Sol Lewitt, Yoko Ono e Lawrence Weiner, reduz-se a
um conjunto de instruções e...
Artistas Conceptuais
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Arte conceptual - (Pintura - Cinema - Fotografia)

1.371 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
2 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.371
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
16
Comentários
2
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Arte conceptual - (Pintura - Cinema - Fotografia)

  1. 1. ARTE CONCEPTUAL Trabalho realizado por: Beatriz Agostinho Ygor Castro
  2. 2. Quando surgiu? Esta perspetiva artística teve os seus inícios em meados da década de 1960, parcialmente em reação ao formalismo, sendo depois sistematizada pelo crítico nova-iorquino Clement Greenberg. Contudo, já a obra do artista francês Marcel Duchamp, nas décadas de 1950 tinha prenunciado o movimento conceptualista, ao propor vários exemplos de trabalhos que se tornariam o protótipo das obras conceptuais, como os readymades, ao desafiar qualquer tipo de categorização, colocando-se mesmo a questão de não serem objetos artísticos.
  3. 3. Arte Conceptual Nesta arte valoriza-se mais a ideia da obra do que o produto acabado, sendo que às vezes este (produto) nem mesmo precisa de existir. É bastante expressada através de meios como o Cinema, a Pintura, a Fotografia e a Literatura. Não existem limites muito bem definidos para que uma obra seja considerada Arte Conceptual já que esta abrange vários aspetos tendo como intenção desafiar as pessoas a interpretar uma ideia, um conceito, uma crítica ou uma denúncia. O objetivo é que o observador reflita sobre a obra. Esta arte é vivenciada por todos os observadores do mesmo modo ou seja, ela não possui nenhuma singularidade aos olhos de quem a vê.
  4. 4. Arte Conceptual Em alguns casos, como no de Sol Lewitt, Yoko Ono e Lawrence Weiner, reduz-se a um conjunto de instruções escritas que descrevem a obra, sem que esta se realize de fato, dando ênfase à ideia no lugar do artefacto. Alguns artistas tentam, também, desta forma, mostrar a sua recusa em produzir objetos de luxo função geralmente ligada à ideia tradicional de arte - como os que podemos ver em museus.
  5. 5. Artistas Conceptuais

×