Alimento para os 12 - Parte 214 Outubro 2012Para os 12Texto:“Ouvindo alguém a palavra do reino, e não a entendendo, vem o ...
Alimento dos 12Os 12 precisam se alimentar com aquilo que a terra produz. Mas se eles forem rasos notrabalho, eles nunca f...
Jesus retruca afirmando que Ele os havia escolhido em número de 12, contudo, umdeles era diabo. Era como se estivesse dize...
Introdução: Precisamos trabalhar a terra com profundidade, porque está chegando ummomento muito grande de colheita, e não ...
Jesus fala nesse texto e também em João 6, sobre o discurso do arrebatamento; Ele dizque haverá o último dia. O último dia...
altar é levantar um memorial para Deus, e todos que são construtores de altar prosperamem quatro níveis:1. Prosperidade Em...
Quantas pessoas que conhecemos que demonstravam ter um casamento tão saudável,chamavam um ao outro de amor, de benzinho, e...
Em Hebreus 8:7, está escrito que, na verdade, os dízimos e ofertas entregues no altar,não são entregues a homens mortais, ...
Saiba quem você éSaiba quem você é de fato. Você é filho de Deus. Se nasceu de novo, é filho de Deus.Viva a essência do Re...
que são nascidos de Deus são testificados no espírito pelo Espírito de Deus. Se somosfilhos, somos herdeiros em Deus e co-...
mais copiosas bênçãos. Nossa atitude deve ser dirigida por Deus e baseada numapostura espiritual e não apenas mental.Neste...
2. SabedoriaDaniel foi um homem cheio de sabedoria. Não podemos realizar conquistas firmes egrandiosas se não formos sábio...
Uma história de conquista não se dá por acaso. Ela é resultado de algo conquistadoproporcionalmente, no tempo próprio e de...
. PresunçãoA pessoa presunçosa é orgulhosa, pensa que sabe tudo, por isso nunca se abre paraaprender. Essa é uma caracterí...
Para ser um grande líder, é preciso estar debaixo de cobertura. Seja um líder obediente esubmisso e, assim, você terá disc...
Introdução: O líder precisa estar convicto de que quem o escolheu foi Deus. Isso faztoda a diferença! Também é preciso sab...
Abimeleque chamou Abrão e o desmascarou na frente de todo mundo. Foi umavergonha terrível para ele. Abrão estava na frente...
Isso é claro, por exemplo, quando entregamos o dízimo. Sabemos que o dízimo é 10%de tudo que ganhamos. Isso representa 10%...
Cuidar da família é um princípio estabelecido pelo Senhor. Deus é o maior interessadoem que todas as famílias recebam a un...
Como líder, você precisa respeitar a chamada que tem! Ter integridade é se guardar nobom conceito da palavra e vencer os t...
Há líderes que desconhecem quem são em Deus e qual o potencial que receberam. Porisso, na hora da crise, abandonam o terri...
Dois testes na vida de AbrãoAbrão enfrentou vários testes em toda a sua vida. Não foram poucos e não foram fáceis.Mas houv...
Introdução: Costumamos ser precipitados em julgar as pessoas, o comportamento quetêm em determinadas situações, mas esquec...
Quem é discípulo sabe se você só mudou de ambiente, de nomenclatura, de visão, ou semudou de vida. O líder decide o ambien...
aberto ao tratamento. De você sairão milhares e centenas de milhares de líderes nasemelhança de Cristo Jesus.Revestidos de...
O fato de termos experiência com Deus nos dá a segurança de que nada poderá deter-nos todos os dias da nossa vida. “Assim ...
A chamada de Deus para nós, como filhos amados, é para vencermos em coragem. Aspromessas de Deus não incluem o medo, mas a...
É fácil detectar um líder de autoridade, que vence o medo: basta observar se ele se opõeao sistema que nos rege.Devemos bu...
Quando falamos de guerra, muitos tipos de conflitos vêm à nossa mente. Porém, estanão é uma guerra física, nem ideológica;...
Introdução: Quando você vir uma pessoa, um líder, um casal ou uma família freados,pode ter certeza que é por causa de um t...
Deus quer entrar na mente da família para que a Sua glória invada toda a casa. Épossível que a casa dos filhos de Deus sej...
Hoje é o basta de Deus. Ele mudará a sua sorte e restituirá a alegria da sua salvação.Somente Ele pode fazer isso, o Pai d...
A seleção do caráter dos 12Não há como ser um líder de honra com um caráter tortuoso. Os 12 de Jesus foramhomens seleciona...
O discurso duro de Jesus, que fez com que a multidão O abandonasse, foi um discursoproposital. Jesus queria mexer na alma ...
Muitos querem ser honrados, mas não trilham os caminhos da honra. Mas é fácilreconhecer um líder de honra. Sua postura sem...
cobrado. São aqueles líderes que batem no peito e dizem que querem ser honrados atodo custo.Líderes como Zafenate-PaneiaHá...
Alimento para os 12
Alimento para os 12
Alimento para os 12
Alimento para os 12
Alimento para os 12
Alimento para os 12
Alimento para os 12
Alimento para os 12
Alimento para os 12
Alimento para os 12
Alimento para os 12
Alimento para os 12
Alimento para os 12
Alimento para os 12
Alimento para os 12
Alimento para os 12
Alimento para os 12
Alimento para os 12
Alimento para os 12
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Alimento para os 12

478 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
478
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Alimento para os 12

  1. 1. Alimento para os 12 - Parte 214 Outubro 2012Para os 12Texto:“Ouvindo alguém a palavra do reino, e não a entendendo, vem o maligno, earrebata o que foi semeado no seu coração; este é o que foi semeado ao pé docaminho.” (Mateus 13:19)Verdade Central: Jesus estava mostrando que, ao ouvir a palavra da semeadura queproduz colheita, o inimigo pode arrebatar essa palavra.Introdução: Precisamos trabalhar a terra com profundidade, porque está chegando ummomento muito grande de colheita, e não podemos gerar filhos com palavra do Reinopara serem arrebatados pelo maligno. Você não pode aceitar gerar filhos para que omaligno os arrebate.Judas, o 12 que teve a semente arrebatada.Na equipe de Jesus, Judas, um dos 12, recebeu a semente do Reino, mas veio o malignoe a arrebatou, antes de Jesus arrebatar aquele discípulo. Para ele, o último dia comJesus, o inimigo veio e roubou a palavra do coração dele.Hoje, existem 12, discípulos e pessoas que andavam conosco e foram arrebatadas.Infelizmente, esse arrebatamento não foi por Jesus. Jesus disse que o inimigo tem umaespecialidade, que é roubar e arrebatar palavras do Reino. Não é o diabo, é o maligno.Então, o que arrebata a palavra do Reino no seu coração, é tudo aquilo que é maligno,que é indecente, imoral e tudo aquilo que é pornográfico e comprometedor. O quecompromete a sua essência como líder vira imoralidade.Imoral é tudo aquilo que quebra um princípio. Imoral não é só indecência sexual,porque estamos tão habituados a canalizar uma imoralidade ao ato sexual, quando aBíblia diz que maligno é tudo aquilo que se tornou uma indecência.Jesus começou o discurso em Mateus 13, na parábola do semeador. Jesus tinhaautoridade, entendia de grão, de semeadura, de colheita. Ele Se apresentou como o Pãoda Vida para todo aquele que nEle cresse. A estes, seria dada a vida eterna.Como eu posso entender que Jesus está ensinando tudo só para dizer que ele é o Pão daVida? Porque o pão só pode vir se a semente não for arrebatada. Se a semente forarrebatada, o trigo não vem, os frutos da terra não aparecem. A questão não é a terra, é osemeador. O semeador é responsável pelo local onde colocou a semente. Qualqueragricultor ou agrônomo sabe que primeiro, para se lançar a semente, precisa preparar aterra.A Visão Celular no Modelo dos 12 é uma ação de agricultores. Nós somos aqueles quetrabalham a terra para plantar a semente. A semente estará numa profundidade que oinimigo não vai arrebatar, porque a semente que Deus plantou, chamada Yeshua, oinimigo não arrebatou.
  2. 2. Alimento dos 12Os 12 precisam se alimentar com aquilo que a terra produz. Mas se eles forem rasos notrabalho, eles nunca farão uma colheita. Em compensação, eles nunca comerão daresposta da terra, nunca lograrão êxito da resposta da terra. Jesus começa a falar sobrecomo você pode tornar-se uma fonte de alimento.Você se transformará em celeiro de alimento. Todas as vezes que você abrir a boca vaialimentar alguém e matar a sede de alguém. Jesus dizia que a comida dEle era fazer avontade do Pai. Quando estou fazendo a vontade do Pai, eu me transformo em comida ebebida para aqueles que me cercam.Todas as vezes que você elucida, fala e lança a Palavra, ela se transforma em alimentopara quem ouve. É como se você fosse um grande cozinheiro, o garçom de Deus quealimenta a muitos. Você coloca a mesa e ela está farta para dar comida a todos quequiserem se alimentar, de forma que fiquem satisfeitos.Mas, a questão é que alguns ficam esperando que alguma migalha caia debaixo da mesa,para que sejam alimentados. Alguns não se sentem preparados nem dignos para sentar àmesa, e ficam procurando migalhas. Jesus disse que há muitos procuradores demigalhas. É como se fossem pessoas insanas que vão para um banquete de nobreza e,antes, passam em um fastfood e compram um sanduíche para comer, porque só estãoacostumadas a comer coisas comuns. Jesus é a Comida para comer, e a Bebida parabeber. Alimente-se dEle e jamais terá fome e sede.Disse Jesus: Seus pais foram no deserto e comeram maná, comeram pão do céu (João6:31). Jesus estava replicando que não era Moisés que dava pão do céu. O verdadeiropão do céu é o Pai quem dá. Moisés não tinha pão nenhum para dar, não tinha podernenhum para dar. A comida que comiam era o Seu Pai quem estava oferecendo.O pão que vem do céu é o Pai quem dá, porque o pão de Deus é o que desce do céu e dávida para toda humanidade. Então, os 12 disseram: „Senhor, dá-nos sempre desse pão‟.E Jesus declarou: „Eu sou o Pão da Vida, o que vem a mim jamais terá fome e o que crêem mim nunca mais terá sede‟.Jesus estava dizendo: „Eu sou a resposta para a ansiedade que você tem dentro de si. Sevocê não comer nem beber de Mim, nunca vai entender‟. Por isso, existe o ato proféticochamado Ceia do Senhor. A Ceia do Senhor é um ato profético que significa que dEleestamos nos alimentando, e dEle estamos saciando a nossa sede. Quem dEle come edEle bebe jamais terá fome e jamais terá sede.Se continuarmos a leitura, perceberemos que todo discurso de Jesus era para dizer quehaveria o último dia e todos que estão alimentados e saciados dEle, subirão a Suapresença, porque comeram e beberam dEle.No verso 67, Jesus pergunta aos 12 se entendiam o que Ele estava falando, pois muitosseguidores já haviam se retirado. Então, Jesus pergunta se eles também queriam irembora.
  3. 3. Jesus retruca afirmando que Ele os havia escolhido em número de 12, contudo, umdeles era diabo. Era como se estivesse dizendo que de um deles, o diabo haviaarrebatado a semente, o maligno havia entrado.O que Judas fez com Jesus foi imoral. Trair o líder é imoralidade. Trair o líder é açãomaligna. Desonrar o líder é ação maligna. Vituperar o líder é ação maligna. Desrespeitaro líder é ação maligna.A ação maligna recebe o nome de diabo, mas, em primeiro plano, a ação maligna éimoral, é indecente. Então, tem muito líder imoral e indecente que está querendo entrarem nosso arraial. Mas nós seremos blindados pelo Senhor, Jesus honrará a semente queestá sendo lançada no solo.Quando Jesus pergunta se, porventura, os 12 também querem ir embora, Pedro respondeque não, pois para onde iriam, se só Jesus tinha as palavras de vida eterna? Naquelemomento, Jesus os ensina a vigiar, abrir a mente, porque existe alguém interessado emarrebatar, tirar e arrancar a semente: o maligno. Coisas indecentes roubam a semente.Jesus disse que essa semente tem nome, é a semente do Reino. Não é uma sementevulgar, que está sem essência e sem vida. A Bíblia diz, em I Pedro 1:23, que fomosgerados por uma semente incorruptível. Não existe imoralidade, indecência nessasemente. Fomos gerados por uma semente incorruptível.Os 12 têm um tipo de alimento, a semente do Reino, a comida do Reino, comida ebebida da vontade do Pai. Então, a comida e a bebida dos 12 é fazer a vontade dAqueleque os enviou. Jesus não fez esse discurso isolado, como foi o discurso com a mulhersamaritana. Jesus ensinou e liberou essa palavra para os 12.Os 12 precisavam saber que comida e bebida não era fazer a vontade própria, masdaquele que os enviou, fazer a vontade de Deus. Jesus lhes mostra que era preferívelficar em jejum a comer o pão comprometido que os 12 haviam ido buscar na cidade deSamaria e não tiveram coragem de aplicar a vontade do Reino.Jesus estava fazendo a vontade do Pai, praticando a comida do Reino, que era libertaraquela mulher de demônios. Isso foi tão tremendo que a mulher vai e volta, descendo amontanha com a cidade toda atrás dEle, porque ela afirmava ter encontrado o Messias.Alimento para os 12 - Parte 107 Outubro 2012Para os 12Texto: “Ouvindo alguém a palavra do reino, e não a entendendo, vem o maligno, earrebata o que foi semeado no seu coração; este é o que foi semeado ao pé docaminho.” (Mateus 13:19)Verdade Central: Jesus estava mostrando que, ao ouvir a palavra da semeadura queproduz colheita, o inimigo pode arrebatar essa palavra.
  4. 4. Introdução: Precisamos trabalhar a terra com profundidade, porque está chegando ummomento muito grande de colheita, e não podemos gerar filhos com palavra do Reinopara serem arrebatados pelo maligno. Você não pode aceitar gerar filhos para que omaligno os arrebate.É interessante a expressão „arrebata‟ utilizada no texto de Mateus 13:19. Arrebatamentoé para Jesus fazer e não o maligno. Mas Jesus nos ensina que pode haver dois tipos dearrebatamento. Haverá o arrebatamento que se chama Parousia, último dia do Senhor, eo arrebatamento do maligno.O arrebatamento do maligno tem como objetivo comprometer a semente. Sabemos quepalavra é semente. Há poder em cada uma de nossas palavras. Há milagre na nossa bocaa partir das palavras que emitimos. Tudo o que sai da sua boca pode ser plantado ouarrebatado. O que não é plantado para Deus é arrebatado pelo maligno.Agora, a curiosidade é que a Bíblia diz que o maligno arrebata. Vindo o maligno, depoisque você recebe a semente do Reino, arrebata a semente. Satanás vem e rouba asemente? Não! O diabo vem e rouba a semente? Não! E os demônios, roubam asemente? Não! A Bíblia diz que o maligno arrebata a semente.Essa palavra é porneron. Vindo a imoralidade, rouba a semente plantada para impedir acolheita satisfatória. A palavra porneron é a matriarca da palavra pornô, pornografia,pornochanchada, etc. O que rouba e compromete a semente? A imoralidade, aindecência.O que arrebata a semente de toda sua conquista é a imoralidade, a indecência. Asemente é comprometida pela imoralidade e pela indecência. Observe por que umcasamento acaba. Por causa da imoralidade, da indecência! Por que conquistaspoderosas se acabam? Por causa da imoralidade, da indecência!Nossos pais, ao se escandalizarem com uma atitude errada de alguém, diziam: „Mas oque o fulano de tal fez foi muito indecente, foi muito imoral.‟ Tal afirmação não temnada a ver com sexo, correto? Sim, não tem nada a ver com imoralidade sexual, compornografia. Mas, estavam referindo-se a atitudes condenáveis.O que rouba a semente e a conquista de um líder são as atitudes condenáveis e que estãofora do padrão, fora da doutrina e da chamada. Fomos chamados para a colheita, mas sócolhe aqueles que se dedicam, que cuidam para que a semente não seja arrebatada pelomaligno.12 – chamados para colherOs 12 são chamados unicamente para colher. Os 12 são as máquinas ajustadas paraentrarem no campo e fazerem a maior colheita de todos os tempos. São chamadosapostoleus, enviados para colher.A responsabilidade da colheita, é minha, é sua, é nossa. Porém, é preciso vigiar com oadversário que vê a semente do Reino plantada e tenta arrebatá-la. A semente do Reino,quando cai na terra, quando cai no coração, é para ser arrebatada por Jesus, no últimodia.
  5. 5. Jesus fala nesse texto e também em João 6, sobre o discurso do arrebatamento; Ele dizque haverá o último dia. O último dia será para todos, para mim e para você. Haverá oúltimo dia, um dia inevitável para todos nós. É verdade que alguns esperam serarrebatados. Mas poucos tiveram esse privilégio. Alguns são até mesmo visitados pelatragédia.Algumas tragédias trazem por trás a beleza. Você pode estar pensando: é impossíveltragédia ter beleza. A Cruz do Calvário tem alguma beleza? Sim! A beleza é vocêlavado, redimido, justificado e salvo. A tragédia pode esconder por trás uma beleza!Quando um avião cai, por exemplo, a tragédia, por mais dolorosa que seja, traz algunscuidados que podem ser transformados em beleza. Normalmente, as empresas aéreascomeçam a reparar os aviões, dar manutenção, tudo para que não haja uma novatragédia.É por isso que afirmo que podemos tirar lucro do prejuízo, por mais triste que seja.Quando você estiver vivendo em meio às guerras, passando por um prejuízo tremendo,creia que é dessa boca de leão que quer tragar você, que Jesus vai tirar mel paraalimentá-lo. Onde há uma tragédia no nosso caminho, também há resposta de Deus paravingar o adversário.Você não nasceu para ser arrebatado pelo maligno, mas para fazer parte doarrebatamento no último dia. Seu último dia deve ser ouvindo a trombeta tocando,unindo-se àqueles que são lavados e redimidos pelo sangue do Cordeiro. A Igrejasubindo com milhares, e milhares, e milhares.O último dia virá, independente do que acontecer. Ou ele virá por arrebatamento, ou porchamada. Ninguém escapará do último dia. O discurso de Jesus é que haverá o últimodia. Ele nos alerta que devemos correr para os Seus braços.Existem dois tipos de arrebatamento espiritual: o do maligno e o de Jesus. Está escrito efalado pela boca de Jesus. Jesus disse que o arrebatamento do maligno é da Palavra doReino. Vindo a Palavra do Reino e entrando no coração, e não achando lugar nessecoração, o maligno vem e arrebata a semente, a semente do Reino.Construindo um Altar para Deus30 Setembro 2012Para os 12Texto: Gênesis 13Verdade Central: Deus encontra em você uma terra preparada para semear as sementesdo Reino. Você possui uma mente liberta para os decretos e favores do Reino. Vocêserá chamado líder de um tremendo avivamento realizado pelo Deus Todo Poderoso.Introdução: Em Gênesis 13, Abraão construiu um altar para o Senhor. E, por terconstruído um altar, Deus, ao contemplá-lo, fez com que ele prosperasse. Construir um
  6. 6. altar é levantar um memorial para Deus, e todos que são construtores de altar prosperamem quatro níveis:1. Prosperidade EmocionalO livro de I João diz que devemos ser prósperos em nossas emoções. É melhor ser riconas emoções do que ter muito dinheiro e ser infeliz, mal resolvido emocionalmente. Deigual modo, quem não é resolvido nas emoções não sabe trabalhar bem as riquezas queDeus acrescenta.Deus quer que Seus filhos sejam prósperos e, para isso, você precisa estarsaudavelmente resolvido para administrar as riquezas que Deus quer lhe entregar paranão fazer bobagens e não saber onde investir. Abraão recebeu, em primeiro lugar, aprosperidade emocional quando levantou o altar ao Senhor.2. Prosperidade AfetivaAbraão, após levantar um altar ao Senhor, teve o seu casamento restaurado. RemoveuAgar de sua vida e tantas outras situações nas quais os seus olhos estavam presos, porcausa da Mesopotâmia e dos cultos a deuses pagãos. Deus devolveu a Abraão umafamília saudável. Ele prosperou na afetividade. O amor dele para Sara, e de Sara paraele foi ajustado literalmente, e a vida daquela família foi transformada.Todos que constroem altar para o Senhor e memorial para Deus prosperam na família eno amor. No capítulo 13 de Gênesis, Abraão é recuperado na afetividade e, no 20, já éum eterno apaixonado por Sara, ou seja, prosperou seu coração porque levantou ummemorial ao Senhor.3. Prosperidade FinanceiraO terceiro nível de prosperidade que Abraão experimentou foi a financeira. A Bíblia dizque ele levantou um memorial ao Senhor e se tornou um homem rico (Gênesis 13). EmGálatas 4, o Senhor diz que quem é filho de Abraão tem direito à mesma semente daprosperidade.4. Prosperidade EspiritualAbraão alcançou prosperidade espiritual. Quem tem prosperidade espiritual gerenciabem qualquer tipo de prosperidade, seja emocional, afetiva e financeira. Porém, quemnão prospera espiritualmente é um candidato forte à falência em todas as áreas.Talvez você conheça pessoas que pareciam ser saudáveis emocionalmente, mas que emalguma situação se desequilibraram facilmente. É porque pareciam equilibradas, mas sópareciam, não eram de verdade. Algumas pessoas até prosperam em algumas áreas, masporque não têm vida com Deus perdem, pois caminham em uma linha tênue, muitoperigosa.
  7. 7. Quantas pessoas que conhecemos que demonstravam ter um casamento tão saudável,chamavam um ao outro de amor, de benzinho, e, de repente (na verdade, não é derepente!), o casamento acaba.O que ocorre é que podemos ter comportamentos que parecem sadios no casamento,mas absorvemos culturas que são do inferno e pensamos que são cultura de Deus. Acultura de Deus no casamento está escrita na Sua Palavra e para o nosso ensino foiescrita. Se há outra cultura inserida que não é de Deus nem humana, é do diabo.Abraão teve uma vida salutar para arrumar espiritualmente as suas emoções, por issoprosperou nas demais áreas. Você prosperará como filho de Abraão porque estáajustado na prosperidade espiritual. Você prosperará tanto que as pessoas o procurarãopara que você transfira essa unção que há sobre a sua vida.Deus quer que você seja próspero em todos os níveis para que, ao colocar as mãos naspessoas, elas sejam libertas e curadas no poder de Cristo Jesus. Através de sua vida,muitos casamentos serão curados. Você será uma ferramenta e um agente para curar asfamílias da terra. Você terá prosperidade financeira para emprestar a muitos e jamaisprecisar tomar emprestado.Se você, discipulador, está entristecido por causa de sua condição financeira, declaroque você sairá da humilhação de precisar financeiramente de discípulos. Deus iráprosperá-lo. Creia. Você é semente de Abraão e tem direito a esse legado por causa deuma promessa.E se você está se perguntando como isso será possível, saiba que é possível prosperarnestes quatro níveis: emocional, afetivo, financeiro e espiritual quando há sacrifício noaltar feito por você. O altar em si não é nada, a validade é o que está sendo sacrificadono altar.Quanto valeria a Cruz se Jesus não tivesse passado por ela? Por que a Cruz fala tanto?Ninguém sabia o que era Cruz, até Jesus ser colocado nela. O que importa não é o altar,mas o que está sobre o altar.Você pode construir quantos altares quiser para Deus, mas se não tiver sacrifício nele,nada vale, porque o importante no altar não é a figura do altar, mas o que colocamossobre ele.Quando você coloca sobre o altar o seu sacrifício, você obtém saúde emocional, afetiva,financeira e espiritual. Ao colocar no altar o seu sacrifício, no mundo espiritual éliberada a bênção. Quando aprendemos a sacrificar sobre o altar do Senhor, o altarcomeça a ter validade por causa do sacrifício. Todas as vezes que você olhar para oaltar, nele deve haver um sacrifício.A Bíblia diz para colocar no altar um sacrifício para que gere vida e bênção. Sacrifiqueno altar e o sacrifício gerará vida e você será poderosamente abençoado. Ao olhar para oaltar, você deve ter a certeza de que ali está o seu sacrifício ao Senhor. Você até pode,no momento do sacrifício, fazê-lo com dor, com sentimento de perda, mas depois, vocêterá um testemunho dizendo que hoje você tem um sentimento de alívio, de vida e debênção porque Deus o prosperou absurdamente.
  8. 8. Em Hebreus 8:7, está escrito que, na verdade, os dízimos e ofertas entregues no altar,não são entregues a homens mortais, mas Àquele que vive para todo sempre. Quandocolocamos o sacrifício sobre o altar, o propósito se cumpre. Qual o seu propósito? Eleprecisa vir sobre o altar construído. De nada vale ser um construtor de altar se nãosacrificar sobre ele. Altar sem sacrifícios são pedras amontoadas. Altar com sacrifício érecebido pelo Senhor. Seja um construtor de altar.Filhos de Deus, livres e curados23 Setembro 2012Para os 12Texto:“O mesmo Espírito testifica com o nosso espírito que somos filhos de Deus.”(Romanos 8:16). Somos filhos por um testemunho interior que afirma dentro de nós quetemos essa essência.Verdade Central: A Igreja de Cristo está sendo destraumatizada de tantos conceitoserrados que foram injetados em sua alma, essência como pessoa que tem cheiro, cor,pele e necessidade de se expressar.Introdução: O espírito de medo que ainda existe em algumas pessoas, pelailegitimidade de não reconhecerem a sua potencialidade, está sendo quebrado,destruído, para que os filhos de Deus saibam, de fato, quem são e o que podemconquistar.Parecidos com o PaiO nosso desejo deve ser o de parecer com o Pai, já que somos filhos. Há tantas pessoasdesejando ser parecidas com outras, porque têm medo de ser quem são. Mas nós temosAlguém muito especial com quem devemos nos parecer: o Pai.Você precisa mudar conceitos internos e externos acerca da sua vida, sua família, seutrabalho, seu ministério, sua cidade. Os conceitos que vêm de dentro ou de fora, masque não estão em linha com o que a Palavra diz sobre você, não servem para serabsorvidos.É verdade que alguns desses conceitos até podem melhorar a autoestima, mudar algunscontextos, históricos, mas o que fará mesmo a diferença é ter o entendimento de quemsomos por dentro. Dentro de nós há a essência de filhos de Deus. O Espírito testificaisso dentro de nós. E isso deve mudar todo nosso nível de percepção.Há filhos de Deus que não estão vivendo de acordo com as promessas que têm direitocomo filhos. Dentro deles não existe uma recepção verdadeira sobre o respaldo de quesão filhos, portanto têm direito a uma herança.
  9. 9. Saiba quem você éSaiba quem você é de fato. Você é filho de Deus. Se nasceu de novo, é filho de Deus.Viva a essência do Reino dentro da sua casa. É dentro de casa que denunciamos quemsomos, através da nossa personalidade, maneira de falar, agir, pensar.“Em quem também vós estais, depois que ouvistes a palavra da verdade, o evangelhoda vossa salvação; e, tendo nele também crido, fostes selados com o Espírito Santo dapromessa.” (Efésios 1:13). É o Espírito Santo quem imprime em nosso espírito quesomos verdadeiramente filhos de Deus. Ele é o penhor da nossa salvação.Imprimir significa tipografar, trazer para dentro de nós, como se fosse um carimbo, umamarca. Quem é filho de Deus leva uma marca por onde passa. Assim também os quenão são filhos levam uma marca. Caim levou uma marca que representava não ser maisdo Reino. Ele não era mais filho de Deus porque se desviou do seu papel.A Bíblia diz que todos que nascem de novo levam no espírito o sinal de que sãonascidos de novo, são filhos de Deus, têm a vida de Deus para liberar sobre outraspessoas. Deus tem esse legado para cada um de nós; precisamos tomar posse, poissomos filhos de Deus, selados pelo Espírito.Nosso êxito, como filhos de Deus, consiste em ter uma mudança de vida, em nosparecer com Ele. Muitos não conseguem êxito porque dizem uma coisa, mas possuemuma natureza contrária à Palavra.Quem de fato você é? Não se trata do que o mundo diz, a sociedade, as pessoas dotrabalho... Você tem consciência de que você é filho de Deus? A Bíblia diz que oEspírito testifica que você é nascido de novo, tem a vida de Deus. Então, mesmo que omundo, a sociedade, as pessoas do trabalho digam o contrário, o que vale é o que aBíblia diz sobre você.Quem é não precisa dizer que é, porque é. Quem não é precisa dizer que é, porque nãoé; é uma confusão de identidade. Mas os que sabem que são, ainda que lhes faltetestemunho exterior, sabem, interiormente, que são irremovíveis na chamada proféticaque Deus fez. Estes têm a voz e a palavra em linha com o discurso e com a prática.Um dia, Yeshua, Jesus, o Messias, terminou o Sermão do Monte (Mateus 7:27-29) etodos se levantaram, admirados da Sua doutrina porque falava como quem temautoridade, e não como os escribas.A autoridade de Jesus consistia no fato de que Ele vivia o que falava e falava o quevivia, por isso, em tudo o que colocava as mãos, havia êxito. Todo líder que fala o quevive e vive o que fala é um líder de autoridade.Para liderar sobre pessoas, precisamos primeiro exercer liderança na própria vida. Olíder não pode ter um discurso, uma palavra, uma liberação de linguagem contraditória àsua vida.A Bíblia diz que aqueles que são nascidos de Deus têm a testificação do Espírito. É umaconsolidação interior, no espírito, na alma, na essência. É saber que é consolidado. Os
  10. 10. que são nascidos de Deus são testificados no espírito pelo Espírito de Deus. Se somosfilhos, somos herdeiros em Deus e co-herdeiros em Cristo de todas as coisas.Ser herdeiro de Deus e co-herdeiros de CristoSer herdeiro de Deus e co-herdeiros de Cristo é saber que tem direito a uma herançapela qual você não trabalhou. Alguém trabalhou por você, Jesus. O fato dEle ser oprimogênito entre os irmãos, o primeiro, significa que viria o segundo, terceiro...Aqui estamos nós hoje, filhos ungidos de Deus, cristãos nascidos de novo, com aessência e a vida de Cristo. Essa é a unção que está sobre nós porque Jesus conquistouentregando a Sua vida.Jesus trabalhou na Cruz para que tivéssemos direito de morar no céu. Por Ele podemosherdar a herança que Deus nos deu: a vida eterna. Jesus é a ponte vertical e horizontalpara ligar o homem a Deus e Deus ao homem.O nosso Rei não está morto, Ele está vivo, reina e achou o lugar para falar na Terra.Você é a boca de Deus na Terra, o templo do Espírito Santo para liberar a legitimidadede filho regenerado, nascido da aliança. Jesus compartilhou a herança conosco, herançaque Deus entregou a Ele (Colossenses 1:13-18). Ele é Rei sobre toda a Terra.Jesus nos dá direito a todas as bênçãos espirituais que estão preparadas nos lugarescelestiais. Tome posse da bênção já. Você foi chamado por Deus para ser mais do quevencedor. Você nasceu para vencer. É filho e herdeiro.Conhecendo o perfil de um guerreiro16 Setembro 2012Para os 12Texto:“Quando Daniel soube que o edital estava assinado, entrou em sua casa, no seuquarto em cima, onde estavam abertas as janelas que davam para o lado de Jerusalém;e três vezes no dia se punha de joelhos e orava, e dava graças diante do seu Deus,como também antes costumava fazer.” (Dn6:10)Verdade Central: A Bíblia nos apresenta a história de grandes homens, homensvalentes e guerreiros que foram levantados por Deus. Com eles, podemos aprendersobre as estratégias de conquistas que trazem vitórias espirituais para as nossas vidas.Sabemos a importância da edificação nestes testemunhos bíblicos, pois a Bíblia diz que:"Ora, tudo isto lhes acontecia como exemplo, e foi escrito para aviso nosso, para quemjá são chegados os fins dos séculos.”(I Co 10:11)Introdução: O Reino de Deus é um Reino de conquistas. Isso significa que teremosmuitas batalhas, e das mais variadas formas. Porém, há uma Canaã que pertence a cadaum de nós. Lá desfrutaremos do leite e do mel que representam a provisão. No entanto,temos visto que gigantes sempre se levantarão para tentar nos impedir de herdarmos as
  11. 11. mais copiosas bênçãos. Nossa atitude deve ser dirigida por Deus e baseada numapostura espiritual e não apenas mental.Neste estudo, queremos enfatizar a vida de um guerreiro diferente, que lutou com todasas suas armas espirituais e atravessou dinastias cumprindo o propósito de Deus eexercendo influência sobre diferentes culturas.DanielDaniel foi um grande homem de Deus, um valente guerreiro. Sua história não envolveodisseias marcantes de lutas, guerras, estratégias militares, fuga de inimigos, destruiçãoou conquistas de reinos, mas demonstra um grande servo que foi levado inicialmentepara a Babilônia para servir em seus palácios e fez o seu nome na história. Ele agiudiplomaticamente dentro dos palácios reais. Apesar disso, enfrentou inimigos quetentavam destruí-lo dia e noite. Por isso, não podemos pensar que estamos ausentes daslutas espirituais. Onde quer que estivermos plantados, teremos que guerrear. Devemosmanter nossa postura em linha com a Palavra para estabelecermos o Reino de Deus.Daniel utilizou, discretamente, armas poderosíssimas que foram altamente eficazes etiveram efeitos letais sobre os seus inimigos. Como cordeirinho, passeava pelo palácio,mas como gigante de Deus, utilizava verdadeiros arsenais, tais como: intercessão,sabedoria e conhecimento. Ele desfrutou de grandes vitórias entrando para a galeria dafé citada em Hebreus e fazendo parte dos profetas maiores do Antigo Testamento.Vejamos com mais detalhes as armas usadas por Daniel:1. IntercessãoDaniel foi um homem que entendeu que os grandes gigantes que se levantam em nossasvidas podem cair ao toque de nossas intercessões. Ele descobriu que encontrava asestratégias para a conquista, na estrada que leva ao Trono de Deus. Ele oravaconstantemente. Quando os seus inimigos quiseram montar um esquema para destruí-lo,tentaram utilizar o próprio ato da oração como arma para incriminá-lo (Dn6:13). Mascomo pode alguém destruir aqueles que estão em intercessão debaixo das asas doAltíssimo? Isto é impossível!Daniel orava três vezes ao dia, clamava aos pés do Senhor, orava pelas conquistasdaquele reino e pela sobrevivência de seu povo (Dn6:10). Ele deteve os principados quehabitam nas regiões celestiais, apenas pelo poder da oração (Dn10:11-14). Quandoorava, movia a mão de Deus e movimentava os anjos que lutavam as suas guerras etraziam vitórias. Daniel viu o futuro e conheceu os projetos de Deus, porque sabiaesperar em oração pela vitória diante do Altíssimo (Dn 11 e 12).Quando seus inimigos se levantarem, lembre-se de Daniel que tinha a oração comoarma de defesa e de ataque. Nunca seremos um valente de Deus se não tivermos ohábito de orar, de buscar o conselho de Deus, de esperar em Sua presença e de receber olivramento. A oração move a mão de Deus. Os valentes recebem força para a guerra nomomento da intercessão, porque é nesta hora que o Senhor se levanta como poderosoGuibor para tomar as nossas causas e nos dar a conquista (Ex 15:3).
  12. 12. 2. SabedoriaDaniel foi um homem cheio de sabedoria. Não podemos realizar conquistas firmes egrandiosas se não formos sábios. O temor do Senhor é o princípio da sabedoria,somente os loucos a desprezam (Pv 1:7; 9:10). Daniel tinha livre acesso aos palácios porcausa da sabedoria que habitava nele.Muitas vezes, estamos sendo derrotados pelos gigantes malditos que adentram na nossamá administração porque não tomamos decisões debaixo de sábio conselho. Háguerreiros que vão à batalha e não pedem conselhos, pois são cheios de orgulho. Isso étolice (Pv 15:22). O homem sábio pede e sabe ouvir conselhos. O homem que temsabedoria sabe como falar, a hora em que deve falar e como se posicionar diante doinimigo.A sabedoria é um dom de Deus e Ele a dá liberalmente a todos que a pedem. "Ora, sealgum de vós tem falta de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá liberalmente e nãocensura, e ser-lhe-á dada." (Tg 1:5). A sabedoria é melhor do que a força. Ser umvalente de Deus não significa que precisamos ter força em nossos músculos, nem quedevemos rilhar os dentes para fazer calar o inimigo. É a sabedoria que vai enfraqueceros estratagemas dos gigantes que se levantam contra nós. Alcançaremos o pódio davitória e nos alegraremos, pois todo o valente de Deus aprende a tornar-se um homemsábio.3. ConhecimentoDaniel era um homem de oração, homem sábio e também tinha conhecimento. Danielera inteligente, foi colocado entre os sábios do reino - homens versados em toda culturae conhecimento da época (Dn 1:17). A guerra que Daniel enfrentava todos os diascontra os inimigos de Deus era diplomática e envolvia poderes místicos e filosóficosdaqueles tempos.Os crentes do mundo inteiro têm vivido dias semelhantes aos que Daniel enfrentou.Estamos em uma guerra em que os filhos das trevas invadem os nossos lares e tentamestabelecer os seus impérios através da mídia, conquistam cargos importantes atravésdas fraudes e estabelecem seus reinos pela falsidade ideológica. O conhecimento éimportante para todo guerreiro de Deus, pois servirá de arma contra essas ciladas.Devemos buscar na Palavra de Deus a fonte de sabedoria para conhecermos aquilo quese encontra à nossa disposição. A Bíblia é o manual de guerra de todo crente. Assim,devemos ter conhecimento da Palavra, não apenas aleatoriamente, mas profundamente,para não sermos iludidos pelo inimigo.No momento da tentação, Jesus venceu Satanás através da Palavra. Ele pôde citar aBíblia porque a conhecia. Não estamos falando de conhecimento superficial da Bíblia,ou do que ouvimos o Pastor pregar no domingo passado e que, talvez, na hora danecessidade lembremos. Não! O conhecimento deve ser mais aprofundado, consciente eponderado. Daniel fez um uso muito adequado do conhecimento e colheu os frutos dasua competência.
  13. 13. Uma história de conquista não se dá por acaso. Ela é resultado de algo conquistadoproporcionalmente, no tempo próprio e debaixo de determinação. Daniel era um homemvalente, mas tinha a mansidão de um cordeiro. Porém, mesmo sendo um cordeiro, nãofoi devorado pelos leões, porque a bênção do Senhor repousava sobre ele.Nem mesmo o poderio dos reis da terra foi suficiente para remover um ungido doSenhor. Isto fala diretamente sobre a necessidade de termos nEle a nossa convicção, departirmos para a guerra com as estratégias que dEle recebemos, de aplicarmos aintercessão para quebrar as cadeias, de agirmos com sabedoria e conhecimento paraassim desfrutarmos do melhor do Reino de Deus.Avance! Você é um valente guerreiro de Deus. Agora, não se esqueça das suas armas!A vitória é sua!Caminhando em vitória09 Setembro 2012Para os 12Texto: “Mas graças a Deus que nos dá a vitória por nosso Senhor Jesus Cristo.Portanto, meus amados irmãos, sede firmes e constantes, sempre abundantes na obrado Senhor, sabendo que o vosso trabalho não é vão no Senhor.” (I Coríntios 15:57,58)Verdade Central: A chamada de Deus para os Seus filhos é para caminhar em vitória.Isso não significa caminhar sem lutas. Mas, significa que, diante das adversidades, oSenhor irá à nossa frente e nos concederá a vitória contra o inimigo das nossas almas.Introdução: Quando entramos no reduto do inimigo sem o consentimento de Deus, nósnos envolvemos em armadilhas. Por isso, temos que treinar a fé e vigiar o tempo todo,porque o diabo sempre está procurando uma chance para nos atingir e nos flechar e,dessa forma, impedir-nos de caminhar em vitória.É impressionante como, em determinadas situações em que o líder deve seguir oscomandos de Deus para obter a vitória, no momento em que se faz mais necessáriovigiar, o diabo vem e flecha a alma de alguns com sentimentos contrários aosensinamentos do Messias. Os que trilham por eles caem em derrota.. DesânimoA falta de ânimo, o desânimo diante das dificuldades, tem freado muitos líderes e feitocom que pensem que não conseguirão ir até o fim. Mas, isso não é verdade. O ânimo dofilho de Deus vem do Senhor. É Ele quem dá o escape para todas situações.. IncredulidadeIncredulidade é falta de fé, é desconfiar do poder de Deus, pensar que Ele não está àfrente da batalha. A incredulidade é uma rota muito perigosa na vida do líder, pois semfé é impossível agradar a Deus.
  14. 14. . PresunçãoA pessoa presunçosa é orgulhosa, pensa que sabe tudo, por isso nunca se abre paraaprender. Essa é uma característica que o líder não deve ter jamais. A Bíblia diz que oorgulho foi um sentimento que permeou o coração de Lúcifer e o fez ser expulso do céu.. EmpáfiaA empáfia é um sentimento de altivez, é não conseguir se humilhar na hora em quedeve, por se sentir superior.. IndiferençaO líder indiferente é desinteressado pelos problemas, dificuldades que os outrosenfrentam. É agir com desdém, desprezo e insensibilidade. É olhar para as pessoascomo se fossem menor quando, na verdade, não são.Muito cuidado. Enquanto líder, você precisa vigiar. A Bíblia diz que, quando se está empé, é necessário vigiar para não cair (I Coríntios 10:12). O alvo mais visado pelo diabo éo líder. Por isso, vigiar e orar é imprescindível para sua liderança.É, também, de suma importância que o líder zele pela comunicação entre discipulador ediscípulo, pois Satanás sabe a importância da comunicação e cuida para que ela chegueao receptor de maneira errada.A comunicação com palavra ungida, palavra de vida é necessária para a conquista detodas as áreas, inclusive a celular. Cuidado com o que você fala, esteja atento ao quefala e ao que ouve. Deus nos chamou para flechar o diabo e não para sermos flechadosou flechar outros. Portanto, mantenha-se atento às armas que lhe darão a vitória:Ser vigilanteJesus foi muito claro em relação à vigilância. Ele disse: “Vigiai e orai, para que nãoentreis em tentação.” (Mt 26:41). Devemos estar atentos, vigilantes dia e noite, paranão cairmos nas ciladas do inimigo.A palavra cilada significa escândalo que, no original grego, quer dizer buraco comflechas pontiagudas, onde a pessoa desatenta cai e, se não morre, fica ferida. É como sefossem as minas de guerra, onde a vítima pisa e tem que ficar parada porque, se tirar opé, a mina explode e a pessoa morre, caso não haja quem a socorra.Estar sob coberturaPrecisamos de um escudo e de um Escudeiro, Jesus, para tomar nossa causa. Devemostrazer no nosso espírito a consciência profunda de que somos líderes e estamos debaixode liderança. E, se não queremos ser flechados, precisamos estar protegidos, debaixo desegurança através de uma cobertura.
  15. 15. Para ser um grande líder, é preciso estar debaixo de cobertura. Seja um líder obediente esubmisso e, assim, você terá discípulos também obedientes e submissos.Ter féO Senhor disse: “Sobre tudo tome o escudo da fé, com o qual você poderá apagar osdardos (as flechadas) do inimigo.” (Ef6:16).É pela fé que o líder vence o inimigo eobtém a vitória.O líder precisa ter um coração cheio de fé para ensinar seus discípulos a caminharempela fé, pois eles precisam saber que sem fé é impossível agradar a Deus, e o estilo devida deles deve estar respaldado nessa verdade.Ser santoDeus quer que cada um de Seus filhos seja um exemplo de santidade. Dessa forma,todos conhecerão o nome do Senhor Deus, o Todo Poderoso. Seja exatamente o que oPai quer que você seja: SANTO. Seja um exemplo para os fiéis e para aqueles queprecisam ter um encontro genuíno com Jesus. Esteja vigilante em relação à sua vida eem relação ao inimigo. Lembre-se de que a melhor arma contra os dardos de Satanás éviver em santidade.Deus o levanta como Josias para restaurar a Sua Casa. Quando Ele quer entregar algo namão de alguém, só procura um coração disposto, sem interessar a idade, raça, sexo... Dacriança ao mais idoso, homem ou mulher, se houver um coração aberto, Ele cumpre opropósito.Os testes do líder - Parte Final02 Setembro 2012Para os 12Texto:“Elevo os meus olhos para os montes, de onde vem o meu socorro. O meusocorro vem do Senhor que fez o céu e a terra. Não deixará vacilar o teu pé; aquele quete guarda não tosquenejará. Eis que não tosquenejará nem dormirá o guarda de Israel.O Senhor é quem te guarda; o Senhor é a tua sombra à tua direita. O sol não temolestará de dia nem a lua de noite. O Senhor te guardará de todo o mal; guardará atua alma. O Senhor guardará a tua entrada e a tua saída, desde agora e para sempre.”(Salmos 121)Verdade central: O líder enfrenta muitos testes na vida. E, por mais que algunspareçam difíceis e quase impossíveis de serem vencidos, a solução sempre é maior queo problema. Elevando os olhos para o monte, o líder de êxito recebe o socorro doSenhor. Se você quer crescer na unção da sua liderança, terá que passar por testes esaber que cada teste entra em fases e níveis diferentes. Portanto, se quiser crescer denível, prepare-se para entrar em novos testes.
  16. 16. Introdução: O líder precisa estar convicto de que quem o escolheu foi Deus. Isso faztoda a diferença! Também é preciso saber que, apesar dos testes e desafios que têm deenfrentar, seu espírito deve permanecer inabalável nAquele que fez o chamado.Teste 02 – IntegridadeIntegridade é o conceito que você tem de si mesmo, de se conhecer, perceber, saberquem você é, valorizar-se e se respeitar. Abrão passou pelo teste da integridade e nãofoi aprovado. Em Gênesis 20:1-14, ele continua mentindo e trazendo situações adversasa um homem que tinha o nível de chamada que ele havia recebido de Deus. Como líder,você precisa respeitar a chamada que tem e se guardar no bom conceito da Palavra, afim de vencer os testes como:Vencer o espírito de mentiraA mentira é um espírito. Toda mentira se associa com o inferno. Todo mentiroso é sóciodo inferno. Todo mentiroso assume uma filiação: torna-se filho do diabo (João 8:44). Odiabo foi mentiroso desde o princípio, nunca falou a verdade. A Bíblia diz que, quandoo diabo mente, fala do que lhe é próprio, porque é mentiroso. Consequentemente, todosque mentem viram filhos do diabo.A mentira tem sociedade com as trevas. Porém, a unção da integridade leva o líder avencer o espírito da mentira. O líder deve ser íntegro em todas as áreas, ter autoconceitoe falar sempre a verdade. Deus não precisa do seu jeitinho para ser Deus, Ele é Eu Sou!Gênesis 20:3,7,14 denuncia os sintomas de mentira na vida de Abrão e pode denunciaros sintomas de mentira na vida de qualquer líder. Era claro que faltava integridade paraAbrão, e a falta de integridade o derrubou, e derrubou os descendentes dele.Vencer o espírito de enganoA integridade nos capacita a vencer o espírito de engano. Vencemos o espírito deengano através do discernimento de espírito, dom pelo qual a Igreja precisa orar por ele.O espírito de engano tem derrubado diversos líderes em muitos ministérios. SobreAbrão, veio o espírito de engano, herança de seus pais. Ele conseguia ludibriar asituação de tal forma, que até mesmo Sarai entrava debaixo do mesmo espírito e ficavapresa.Se você tem esse problema enquanto líder e filho de Deus, saiba que Ele quer dar a cadaum de Seus filhos a capacidade da integridade para vencer o espírito de engano. Equando você tiver o discernimento de espírito, você colocará os olhos na situação e odiabo não mais o enganará.Vencer o espírito da perturbaçãoAbrão ficou perturbado. Você sabe o que é andar com um líder perturbado, um líderinquieto que diz que é e não é, que tem e não tem, que faz e não faz, um líder que vaimas não vai, um líder que disse e não disse? É horrível!
  17. 17. Abimeleque chamou Abrão e o desmascarou na frente de todo mundo. Foi umavergonha terrível para ele. Abrão estava na frente do rei, dos súditos, todos os servos doreino, afora as pessoas que o seguiam. Então, Abimeleque se levantou e disse que Deushavia revelado a ele o caráter de Abrão e que Abrão era um homem mentiroso! Todo oreino assistiu aquela cena. Que Deus o livre de uma perturbação como a que Abrãoenfrentou.O líder deve ser firme, forte em suas convicções pautadas na Palavra. Um líder firmesabe como falar, como se comportar aonde quer que vá. Não fala mentira nem tem naboca palavras equivocadas. É firme e constante em tudo o que faz e em tudo o que fala.Ao contrário de um líder forte e firme, o líder perturbado tem a promessa cancelada.Abimeleque tinha um trunfo contra Abrão. Ele poderia ter ficado com Sarai e matadoAbrão, já que ele havia mentido diante de todo o reino. Mas a misericórdia de Deusentrou em favor de Abrão, como a misericórdia dEle tem entrado na sua vida também.Abrão foi um homem que passou por esses dois testes. Fidelidade a Deus, como líder –e é fácil ser fiel a Deus: é só cuidar da família, cuidar da honra e cuidar da promessa.Integridade – vencer a mentira, o engano e a perturbação. Nos dois testes, ele não foiaprovado.Talvez você esteja se perguntando: Por que Abrão perdeu nesses dois testes? Porque asua identidade era deformada e toda identidade deformada leva o líder à derrota. Porisso, é importante ser um líder de personalidade firme e forte, não vacilar. Mesmodiante das perdas que possam se apresentar, porque toda guerra possui baixas, é precisoperder com integridade.Agora, não ter sido aprovado nos testes não significa que Abrão não teve aprendizadoem cada um deles. Creio, pela Palavra, que, no teste, Abrão mudou de nível, ele teve asua identidade mudada por Deus. Abrão muda de nível e Deus lhe dá uma novaidentidade: Abraão. Com a identidade transformada, Abraão conseguiria enfrentar ostestes e suportá-los.Abraão enfrentou muitos testes após a identidade mudada por Deus e foi aprovado emmuitos deles, mas houve um teste tremendo que ele teve de enfrentar e que, mesmo nãosendo fácil, foi aprovado.Teste da RenúnciaA identidade do líder firmada em Deus é maior do que qualquer teste que ele receba. Aidentidade forma o líder para vencer o teste. O primeiro teste na vida de Abraão, já coma nova identidade foi renunciar seu filho Isaque, a quem ele tanto amava. Para esseteste, não há líder preparado, apesar da identidade que tenha.Em Gênesis 22, Deus diz a Abraão que quer que ele entregue seu filho Isaque comosacrifício. Esse era o maior teste para Abraão. Deus poderia ter pedido apenas um filho,mas foi claro em Seu pedido: Ele queria Isaque. Se Deus dissesse a Abraão que eledeveria sacrificar um dos filhos, Abraão levaria Ismael. Porque é assim que agimosquando Deus nos permite optar. Sempre optamos por baixo, por aquilo que tem menosvalor para nós.
  18. 18. Isso é claro, por exemplo, quando entregamos o dízimo. Sabemos que o dízimo é 10%de tudo que ganhamos. Isso representa 10% não apenas do salário, mas dos presentes,da casa, do carro, dos móveis e imóveis; precisamos dizimar de tudo o que ganhamos.Quem não dizima de tudo o que ganha recebe um nome que está em Malaquias 3:ladrão. Ninguém quer esse nome, mas esse é o nome dado a quem rouba o dízimo doSenhor. Mas, e a oferta? A Bíblia diz que a oferta somos nós quem estipulamos o valorque entregaremos a Deus. O que fazemos então? Muitos, apesar de ter mais paraentregar, entregam o mínimo. Sempre limitam o mínimo quando é para Deus.Abraão passou no teste de renúncia. Renúncia é a graciosidade de dar, de entregar.Devemos aprender a medir pelo nível da fé que já alcançamos. Deus quer que, em cadateste, sejamos aprovados para glorificar o Seu nome em nós. Passaremos por testes, sim,afinal somos líderes, filhos de Deus, mas contamos com um escudo que nos protege ecom a mão do nosso Pai a nos guiar, a conduzir-nos para que não tropecemos emalguma pedra. Ele é por nós. Aleluia!Os testes do líder - Parte 226 Agosto 2012Para os 12Texto:“Elevo os meus olhos para os montes, de onde vem o meu socorro. O meusocorro vem do Senhor que fez o céu e a terra. Não deixará vacilar o teu pé; aquele quete guarda não tosquenejará. Eis que não tosquenejará nem dormirá o guarda de Israel.O Senhor é quem te guarda; o Senhor é a tua sombra à tua direita. O sol não temolestará de dia nem a lua de noite. O Senhor te guardará de todo o mal; guardará atua alma. O Senhor guardará a tua entrada e a tua saída, desde agora e para sempre.”(Salmos 121)Verdade Central: O líder enfrenta muitos testes na vida. E, por mais que algunspareçam difíceis e quase impossíveis de serem vencidos, a solução sempre é maior queo problema. Elevando os olhos para o monte, o líder de êxito recebe o socorro doSenhor. Se você quer crescer na unção da sua liderança, terá que passar por testes esaber que cada teste entra em fases e níveis diferentes. Portanto, se quiser crescer denível, prepare-se para entrar em novos testes.Introdução: O líder precisa estar convicto de que quem o escolheu foi Deus. Isso faztoda a diferença! Também é preciso saber que apesar dos testes e desafios que têm deenfrentar, seu espírito deve permanecer inabalável nAquele que fez o chamado.Na fidelidade, Deus exige três cuidados específicos:Cuidar da famíliaCuidar da família faz parte da aliança. Deus prometeu a Abrão uma família completa,pois ele e Sarai ainda não tinham filhos (Gênesis 2, 6, 12). Mas, no início, ele nãomanteve fidelidade e cuidado com a família.
  19. 19. Cuidar da família é um princípio estabelecido pelo Senhor. Deus é o maior interessadoem que todas as famílias recebam a unção de acompanhamento, de cuidado e ordempara que venha a cura da Terra. Em Malaquias 4:5,6, está escrito que nos últimos dias ocoração dos pais se converteria aos filhos e o coração dos filhos aos pais. Isso para que aTerra não fosse ferida com maldição.Quando há conversão de corações dentro da família, então a cura vem apressadamente.Isso é família feliz, família que vive sem maldição na vida dos pais e na vida dos filhos.A maldição é arrancada quando os corações são convertidos. A fidelidade ao líder estáem ensinar o princípio de cuidar da família.Cuidar da honraCuidar da honra é como guardar uma joia. Uma bijuteria você pode até guardar emqualquer lugar, mas uma joia de valor, não. Você precisa saber onde está guardada,porque é o seu tesouro.Deus disse a Abrão que Sarai era a sua honra. Portanto, ele não deveria permitir queninguém a tocasse. Ele precisava cuidar dela como o que possuía de mais precioso.Se você pensar agora no que possui de mais precioso em sua vida, saberá que pelo valorespiritual, emocional ou físico, deve ser valorizado e honrado. Não queremos perderalgo que tem valor para nós.Cuidar da promessaCuidar da promessa fala de não admitir negociação. Abrão esperou 30 anos para apromessa se cumprir em sua vida. Nesse período, muitas coisas aconteceram paraamadurecer o seu caráter.Cuidar da promessa é velar por ela, é ser um profeta da promessa, é não esperar queoutros cuidem da promessa que Deus lhe deu. É entender que um barco só se move nooceano se for levantado o velador.Em Gênesis 12:10-12, Abrão não tinha cuidado da promessa, por isso Deus permitiuque maldições viessem. Se você não cuidar da promessa, as maldições se instalam. Masa promessa velada anula o histórico de maldição. Quando você vela a promessa, anula apossibilidade da maldição chegar à sua porta.Teste 02 – IntegridadeIntegridade é o conceito que você tem de você mesmo. É o prazer de se conhecer a simesmo. Integridade é você se perceber, e saber quem você é, valorizar-se e se respeitar.Também é ter um autoconceito de si mesmo, não de soberba, mas de consciência.Abrão passou pelo teste da integridade e não foi aprovado. Em Gênesis 20:1-14, Abrãocontinua mentindo e trazendo situações que são totalmente adversas a um homem quetinha o nível de chamada que ele havia recebido de Deus.
  20. 20. Como líder, você precisa respeitar a chamada que tem! Ter integridade é se guardar nobom conceito da palavra e vencer os testes, as crises e as guerras como:Vencer o espírito de mentiraA mentira é um espírito. Toda mentira se associa com o inferno. Todo mentiroso é sóciodo inferno. Todo mentiroso assume uma filiação, torna-se filho do diabo (João 8:44). Odiabo foi mentiroso desde o princípio, nunca falou a verdade. A Bíblia diz que, quandoo diabo mente, fala do que lhe é próprio, porque é mentiroso. Consequentemente, todosque mentem viram filhos do diabo.A mentira tem sociedade com as trevas. Porém, a unção da integridade leva o líder avencer o espírito da mentira. O líder deve ser íntegro em todas as áreas, ter autoconceitoe falar sempre a verdade. Deus não precisa do seu jeitinho para ser Deus, Ele é Eu Sou!O texto de Gênesis 20:3,7,14 denuncia os sintomas de mentira na vida de Abrão e podedenunciar os sintomas de mentira na vida de qualquer líder.Os testes do líder - Parte 119 Agosto 2012Para os 12Texto:“Elevo os meus olhos para os montes, de onde vem o meu socorro. O meusocorro vem do Senhor que fez o céu e a terra. Não deixará vacilar o teu pé; aquele quete guarda não tosquenejará. Eis que não tosquenejará nem dormirá o guarda de Israel.O Senhor é quem te guarda; o Senhor é a tua sombra à tua direita. O sol não temolestará de dia nem a lua de noite. O Senhor te guardará de todo o mal; guardará atua alma. O Senhor guardará a tua entrada e a tua saída, desde agora e para sempre.”(Salmos 121)Verdade central: O líder enfrenta muitos testes na vida. E, por mais que algunspareçam difíceis e quase impossíveis de serem vencidos, a solução sempre é maior queo problema. Elevando os olhos para o monte, o líder de êxito recebe o socorro doSenhor. Se você quer crescer na unção da sua liderança, terá que passar por testes esaber que cada teste entra em fases e níveis diferentes. Portanto, se quiser crescer denível, prepare-se para entrar em novos testes.Introdução: O líder precisa estar convicto de que quem o escolheu foi Deus. Isso faztoda a diferença! Também é preciso saber que, apesar dos testes e desafios que têm deenfrentar, seu espírito deve permanecer inabalável nAquele que fez o chamado.Qualidades e importância do líderComo líder, você deve saber qual a sua importância no Reino e quais qualidades Deusconfiou a você para serem usadas, não em benefício próprio, mas em benefício doReino. Isso faz com que você não abandone os seus territórios, pelo contrário,conquiste-os.
  21. 21. Há líderes que desconhecem quem são em Deus e qual o potencial que receberam. Porisso, na hora da crise, abandonam o território, o posto que ocupam e, pior, a sua gente, opovo que confia que, através da sua vida, poderiam ser transformados no caráter deJesus.A característica mais forte na vida do líder, depois de ser um homem de intimidadeprofunda com Deus, deve ser a constância e a permanência. Infelizmente, encontramoslíderes que „pulam de galho em galho‟. Eu, Apóstolo Renê de Araújo Terra Nova, atéhoje, só fui membro de uma Igreja, Igreja Batista. Isso não significa que nunca passeipor crises ou que a Igreja Batista não enfrentou crises. Mas, apesar de todas as crises,continuei firme como Batista. Então, veio o mover do Espírito e, agora, a Visão Celular.E eu continuo Batista.Como líderes, não podemos ter espírito volúvel, ficar mudando, migrando de um lugarpara outro. A Bíblia diz que o homem incrédulo é como ondas do mar, que vão e quevoltam, e que nunca ficam nem lá, nem cá. Isso é incredulidade e não deve fazer parteda liderança do Corpo de Cristo. O líder precisa ser firme, ter caráter.Um líder firmeNa Bíblia, temos vários exemplos de líderes firmes, fortes. Nestes devemos pautar anossa liderança, sem esquecer de imitar, em tudo, o maior Líder de todos os tempos,Yeshua Ha Mashia. Podemos lembrar de Abraão, que apesar de todas as crises edificuldades que enfrentou, pode ser considerado um líder firme, quando olhamos para asua vida como um todo. Em Gênesis 12, Deus chama esse homem que pautou o seuchamado na fé. Para ele, a fé foi o resultado de uma chamada.Quando o líder sai de um teste, ele passa de um nível para outro bem maior. Só quequanto maior o nível que sobe, mais visível se torna. Por isso, é preciso tomar muitocuidado para não se tornar um líder vulnerável, já que fica mais visível.No MIR, por exemplo, somos muito expostos, tanto líderes quanto discípulos e até oTemplo. O nível da unção cresceu, tanto a unção dos líderes quanto da Igreja. Todoscrescemos, em unção, no ministério. Agora, se o nível da unção cresceu, cresceutambém o nível da guerra. Mas há um escudo que nos protege. Em todas as guerras, emtodos os testes, estamos protegidos. Se estivermos firmes em Deus, Ele não nos deixavulneráveis e desprotegidos.Deus é Pai. E assim como um pai não matricula seus filhos em uma escola, sabendo queas paredes e o teto cairão, de igual modo, o Senhor sabe que estamos em uma escola,sendo treinados, e Ele não permitirá que as paredes e o teto caiam.Você não está só neste teste. Se você pensava que estava sozinho, saiba que o diabomentiu mais uma vez. Deus é o seu escudo, a sua proteção. O escudo do Senhor oprotege na medida da unção que você tem. Cada um enfrenta testes em níveisdiferenciados. Os níveis são para amadurecimento, para que o líder administre as causase elimine os efeitos possíveis que possam aparecer.
  22. 22. Dois testes na vida de AbrãoAbrão enfrentou vários testes em toda a sua vida. Não foram poucos e não foram fáceis.Mas houve dois testes específicos na vida do pai da fé, pelos quais passou, dois testesmuito fracos, mas que ele perdeu.Percebemos que, quando estamos sob a mentalidade de Abrão, não podemos seraprovados nos testes, mesmo que sejam fracos, pequenos. Quando estamos na distorçãoda personalidade de Abrão, não conseguimos passar nos testes.Abrão e Sarai eram altamente vulneráveis, não suportavam os testes. Às vezes,encontramos líderes ou discípulos perdendo em meio aos testes, fracassando em meio àsguerras, e não compreendemos o porquê. É porque estão com a personalidade sendoformada, estão sendo transformados de Abrão e Sarai para Abraão e Sara.Teste 1 – Fidelidade ao líderQuem era o líder de Abrão? Deus. Você pode encontrar algum defeito em Deus? Não!Então, você pode perceber claramente que nem sempre o problema é do líder que estásobre o discípulo. Há situações em que o liderado não entende e não consegue ler olíder, mesmo que este se doe 100%.Abrão precisa passar no teste de fidelidade ao líder. Isso significava nunca abrir mão deprincípios. Ou seja, ele precisaria cortar relacionamentos com todos aqueles queatrapalhassem sua caminhada com Deus.Deus ensinou a Abrão que honrar aliança é algo muito sério. Deus lhe disse que seobedecesse aos princípios da aliança, teria um nome honrado e por onde passasse, todosseriam poderosamente abençoados. Abrão teve o privilégio de ter Deus, o TodoPoderoso, o Senhor da ciência e que rege o Universo como líder. Só que Abrãoarranhou o princípio da aliança (Gênesis 12:10). Abrão mexeu na aliança trocandovalores e algumas coisas aconteceram, por causa da fidelidade arranhada.Como devemos seguir a Jesus12 Agosto 2012Para os 12Texto:“Então disse Jesus aos seus discípulos: Se alguém quiser vir após mim,renuncie-se a si mesmo, tome sobre si a sua cruz, e siga-me.” (Mateus 16:24)Verdade Central: Precisamos avaliar como está nossa vida no quesito discipulado,descobrir o quanto estamos abertos ao tratamento no discipulado. Muito maisimportante do que ser impactado com a Visão Celular e dizer que é discípulo de alguém,que há um líder sobre você, é a mudança que o impacto causa em sua vida e do que odiscipulado lhe proporciona em nível de ensinamento.
  23. 23. Introdução: Costumamos ser precipitados em julgar as pessoas, o comportamento quetêm em determinadas situações, mas esquecemos de como, muitas vezes, o nossocomportamento também pode causar impacto negativo em outros, quando não nosdeixamos tratar.O ser humano tem a tendência de ver mais os erros dos outros do que os seus, e mais osseus próprios acertos do que os dos outros, mesmo que haja muitos acertos e apenas umerro. Devemos aprender a tirar os olhos dos defeitos dos outros e passar a observar asvirtudes. Procurar olhar mais para nós mesmos e buscar mudar de atitude. Infelizmente,na Igreja, existem muitos que só gostam de ver os defeitos, por isso nunca conseguemver as flores que o outro pode colher.Deus quer nos ensinar, através do discipulado, que precisamos estar abertos aotratamento. Só ganhamos quando nos abrimos a receber o que o Senhor tem para nós. Odiscipulado muda a nossa vida quando estamos abertos a ele, ao ensinamento do líder.Faz-nos acreditar que é possível mudar e crer que as pessoas, se quiserem, tambémpodem mudar.O ser humano é mutável. Muito o Senhor já fez em nós, mas isso não é tudo, muito maisainda tem para realizar em nossas vidas e através de nossas vidas na vida de outros.Quando fomos alcançados pela graça de Deus, sofremos transformações, não éramoscriaturas boazinhas, como talvez pensássemos ser.Mudamos porque Deus fez uma grande obra em nossa vida. Ao adotarmos a VisãoCelular, fomos criticados por uns, amados por outros. Porém, o que importa hoje é queprecisamos continuar avançando com as ferramentas que a Visão nos oferece como odiscipulado e, acima de tudo, ser fiel a Jesus e aos comandos que estão em Sua Palavra.E, onde houver barreiras, busque mudanças, pois o fato de um homem mudar seupensamento porque recebeu entendimento sobre algo não faz dele uma pessoavulnerável. Significa que é inteligente.Mudança X ImpactoUma característica da Visão é sermos alcançados em mudanças. Precisamos avaliarcomo está nossa vida, porque muito mais importante do que sermos impactados com aVisão, é a mudança que o impacto causa em nós. Alguns ficam apenas no impacto e nãoavançam, não dão resultados.Deus não quer apenas melhorar as pessoas. Ele quer mudá-las completamente. UmaIgreja sarada reconhece que sempre está precisando de uma mudança radical, queprecisa mais de Deus. Só haverá mudança no ambiente geográfico onde estou se eudecidir por esta mudança.Temos ensinado que as pessoas mudam para melhor ou para pior. Então, qual foi o nívelda sua mudança? Muitos líderes exigem de seus discípulos mudanças que nem elestiveram. Não podemos exigir das pessoas o que não somos. Não exija de seus discípuloso que você não alcançou, pois você será testado exatamente naquilo que você diz serforte.
  24. 24. Quem é discípulo sabe se você só mudou de ambiente, de nomenclatura, de visão, ou semudou de vida. O líder decide o ambiente geográfico onde vive, e as pessoas precisamver que você mudou. Quando o líder decide ser um paradigma diferente, a realidade dosdiscípulos fica distinta da realidade que viveram.As pessoas precisam de um líder com um discurso inovador, restaurador, que as tire doabismo e as traga para cima. Nós somos essas pessoas, somos a liderança que Deususará nestes últimos anos para mudar radicalmente a história de onde vivemos. Se olíder não mudar a mentalidade do povo, acaba sendo guiado por ele. Você deve ser areferência para levar o povo até Deus. Você deve ser diferente e fazer diferença. É umaquestão de decisão.O tratamento no discipulado nos ensina que podemos mudar para melhor. Mas, os quenão se deixam ser tratados mudam para pior. Quando você estiver com os discípulos,nas células ou com os 12, eles devem perceber o quanto você tem mudado para melhor.Impacto ou mudança? Deus quer promover mudança em sua vida, família, células,Equipe de 12. Ele quer que você seja um líder aberto a tratamento e ensine os seusdiscípulos a serem tratáveis, para que todos vejam e percebam que você não foi apenasimpactado, mas houve mudanças em sua vida.Peça para Deus formar sua personalidade e ajustar seu caráter. Ele quer moldar Suascaracterísticas dentro de cada um de Seus filhos. Devemos perceber que, ao nosso redor,existem flores, existem pessoas que, como nós, buscam ser diferentes e fazer a diferençanesse mundo que jaz no maligno.Nosso olhar, atitude, sentimento e essência devem estar numa só direção: o centro davontade de Deus, pois Ele quer nos ensinar o Seu caminho para andarmos na verdade(Salmos 86:10). Assim, todos os dias, Deus nos levará a experimentar o novo. Ninguémficará o mesmo. Seremos levados a dimensões ainda maiores.As pessoas nos avaliam pelo passado, mas Deus nos avalia pelo que somos e pelo queseremos. Ele sabe que se O buscarmos de todo o coração, seremos uma bênção,superaremos e ficaremos boquiabertos com o que Ele fará em nós. Sua vida seráchamada novidade de vida e de dias. Você andará nas novidades de Deus.Há líderes que perdem a unção porque se fecham, ficam ensimesmados, achando que jásão autossuficientes. Não permita que isso aconteça com você. Saiba que ovelhas ediscípulos percebem as mudanças na vida do líder, sejam elas boas ou más. Isso porquesão sensíveis e sabem quando o líder está cheio do Espírito ou não. Não deixe cair onível da unção de Deus em sua vida. São as nossas atitudes que preservam ou nos fazemperder a unção.Seja um líder-discípulo aberto ao tratamento sempre. Ninguém sabe tudo a ponto de nãoprecisar de um líder que o ensine. Seja humilde. Somente um líder humilde se permiteser tratado. Deixe que o Espírito Santo governe a sua vida para que você seja MODELOnesta Visão. Agindo assim, você será o líder mais ungido da Terra.Você, sua família, os discípulos, todos verão que a excelência de Deus está em sua vidae que você é alguém transformado por Deus em todos os aspectos porque é um líder
  25. 25. aberto ao tratamento. De você sairão milhares e centenas de milhares de líderes nasemelhança de Cristo Jesus.Revestidos de autoridade para vencer o medo - Parte final05 Agosto 2012Para os 12Texto:“Mas, quanto aos medrosos, e aos incrédulos... a sua parte será no lago ardentede fogo e enxofre, que é a segunda morte.” (Apocalipse 21:8)Verdade Central: É preciso trazer luz ao coração da Igreja de Jesus para gerar umanova mentalidade de Corpo Vivo de Cristo e, nesta unção, fazermos o melhor paraDeus. Para isso, é necessário vencer o medo e entender que somos revestidos deautoridade e poder.Introdução: Precisamos ser valentes, homens e mulheres, líderes revestidos deautoridade para vencer o medo. Nossa liderança deve estar respaldada pela coragempara caminharmos segundo o coração do Pai, pois os medrosos não herdarão o Reino.Quem nos respalda na caminhada é Deus, o Senhor Todo Poderoso, o Deus valente quenão conhece derrotas.Quando falamos em ser um líder valente, valoroso, referimo-nos a valores, muitos dosquais foram olvidados pela Igreja de Jesus e precisam ser recobrados. Estamos falandode uma posição de honra que quem nos confiou foi o Senhor. Não há o que temer,mesmo em meio a situações adversas.Você é um valente de DeusOs valentes de Deus precisam ser ministrados para reconhecerem estas duas armas – omedo e a ferida – a fim de que o inimigo não os controle. É tempo da Igreja caminharsabendo quem ela é de fato, e em quem ela crê. “Para que se saiba desde o nascente dosol, e desde o poente, que fora de mim não há outro; eu sou o Senhor, e não há outro.”(Isaías 45:6)Existem dois tipos de medo:. Medo espiritual. O medo espiritual é colocado por demônios.. Medo natural. O medo natural é instalado nas relações pessoais pouco sadias, e édifícil de ser governado.Devemos detectar qual o tipo de medo que nos rege para sermos libertos e nostransformarmos no valente que Deus projetou que sejamos. Afinal, só há uma maneirade vencer, tanto o espiritual quanto o natural: tendo a Jesus como o Mestre da nossavida. Aí saberemos a quem devemos temer.
  26. 26. O fato de termos experiência com Deus nos dá a segurança de que nada poderá deter-nos todos os dias da nossa vida. “Assim como fui com Moisés...” (Josué 1:5). Servimosa Deus por temor – reconhecimento de autoridade, e não por medo de castigo. Deus éamor, e o perfeito amor lança fora o medo... e quem tem medo não está aperfeiçoado noamor (I João 4:18).Treine a sua confiança em JesusA única forma de ser curado do medo é ser ministrado na confiança em Jesus. Ele é aminha confiança suficiente para que eu seja sarado de qualquer ataque maligno ouprejuízo relacional. A minha razão em Jesus é suficientemente boa para anular qualquertipo de medo, espiritual ou natural.Quando estamos passando por uma dificuldade ou um deserto, somos testados para verse estamos com a nossa confiança estabelecida em Deus ou nas situações que noscercam. Seremos aprovados! Quando? Quando passarmos pelo fogo, pela água, etc.“Quando passares pelas águas, eu serei contigo; quando pelos rios, eles não tesubmergirão; quando passares pelo fogo, não te queimarás, nem a chama arderá emti.” (Isaías 43:2)Devemos treinar a nossa confiança em Jesus. Recebemos uma ministração de coragemdo Apóstolo Paulo, quando diz: “Quanto a mim... avançando... prossigo para o alvo."(Filipenses 3:13,14). Quanto mais batalha, mais combustível para prosseguir para oalvo. Prossiga, independentemente da prova; não pare o projeto por causa do teste. Étempo de sermos treinados para uma conquista maior.Deus está acima de tudo e de todos. A nossa provação não é maior do que o nosso Deus. Todas as provações que vêmaté nós já têm, da parte de Deus, o amém do Trono. Se não somos aprovados, é porcausa de uma decisão errada que tomamos no percurso da caminhada. Deus está acimadas provações e é Ele mesmo quem nos sustenta com a Sua destra.. Nenhum problema é tão grande que Ele não possa resolver. O nosso problema nãoé o problema. São as nossas atitudes diante do problema, como reagimos, que tornam oproblema grande ou pequeno. A nossa solução é maior que tudo. Tire os olhos dascircunstâncias e coloque-os na sua esperança.Guerreiros, homens e mulheres de valor e de valentia, que a unção da graçamultiplicadora os alcance e os faça mais do que vencedores (Romanos 8:37). A sua vidadeverá ser um instrumento para o louvor e a glória do nome dAquele que os chamou:Cristo, esperança nossa.Lembrem-se de que o ferido e o medroso não conquistam territórios. Saibam que vocêssão valentes de Deus e, por isso, devem avançar para a batalha. “Porque não recebesteso espírito de escravidão, para outra vez estardes com temor, mas recebestes o Espíritode adoção, pelo qual clamamos: Aba, Pai!”(Romanos 8:15)“E desde os dias de João, o Batista, até agora, o reino dos céus é tomado à força, e osviolentos o tomam de assalto.” (Mateus 11:12)
  27. 27. A chamada de Deus para nós, como filhos amados, é para vencermos em coragem. Aspromessas de Deus não incluem o medo, mas a ousadia que cada conquista requer para,no final da guerra, trazermos o despojo.Somos revestidos de autoridade para vencer o medo, porque o nosso Deus assim nosconstitui. Ao formar o homem, após soprar sobre ele o fôlego da vida, as palavras deordem foram:“E disse Deus: Façamos o homem à nossa imagem, conforme a nossa semelhança; edomine sobre os peixes do mar, e sobre as aves dos céus, e sobre o gado, e sobre toda aterra, e sobre todo o réptil que se move sobre a terra. E criou Deus o homem à suaimagem: à imagem de Deus o criou; homem e mulher os criou.E Deus os abençoou, eDeus lhes disse: Frutificai e multiplicai-vos, e enchei a terra, e sujeitai-a; e dominaisobre os peixes do mar e sobre as aves dos céus, e sobre todo o animal que se movesobre a terra.” (Gênesis 1:26-29)Desde o início, você é revestido de autoridade para vencer o medo.Revestidos de autoridade para vencer o medo - Parte 129 Julho 2012Para os 12Texto:“Mas, quanto aos medrosos, e aos incrédulos... a sua parte será no lago ardentede fogo e enxofre, que é a segunda morte.” (Apocalipse 21:8)Verdade Central: É preciso trazer luz ao coração da Igreja de Jesus para gerar umanova mentalidade de Corpo Vivo de Cristo e, nesta unção, fazermos o melhor paraDeus. E, para isso, é necessário vencer o medo e entender que somos revestidos deautoridade e poder.Introdução: Precisamos ser valentes, homens e mulheres, líderes revestidos deautoridade para vencer o medo. Nossa liderança deve estar respaldada pela coragempara caminharmos segundo o coração do Pai, pois os medrosos não herdarão o Reino.Quem nos respalda na caminhada é Deus, o Senhor Todo Poderoso, o Deus valente quenão conhece derrotas.Quando falamos em ser um líder valente, valoroso, referimo-nos a valores, muitos dosquais foram olvidados pela Igreja de Jesus e precisam ser recobrados. Estamos falandode uma posição de honra que quem nos confiou foi o Senhor. Não há o que temer,mesmo em meio a situações adversas.Entenda que você é um líder de autoridadeEntender que Deus nos constitui como um líder de autoridade é transicionar a mentepela Palavra de Deus, vivendo exatamente o que o Senhor tem para nós. É oreconhecimento da autoridade e a ação na autoridade que nos faz diferentes.
  28. 28. É fácil detectar um líder de autoridade, que vence o medo: basta observar se ele se opõeao sistema que nos rege.Devemos buscar em Deus uma coragem sobrenatural para não nos contaminarmos comesse mundo maligno – “O mundo inteiro jaz no maligno.” (I João 5:19); e andarmossegundo o fruto do Espírito – “Mas o fruto do Espírito é: o amor, o gozo, a paz, alonganimidade, a benignidade, a bondade, a fidelidade, a mansidão, domínio próprio;contra estas coisas não há lei.” (Gálatas 5:22,23)O inimigo poderá nos vencer se usar com êxito duas das suas armas: o medo e a ferida.Um dos homens mais corajosos da Bíblia foi Josué. No entanto, estava possuído de umespírito de medo e precisava de uma ministração direta do Senhor, para que fosseliberto.“Depois da morte de Moisés, servo do Senhor, falou o Senhor a Josué, filho de Num,servidor de Moisés, dizendo: Moisés, meu servo, é morto; levanta-te pois agora, passaeste Jordão, tu e todo este povo, para a terra que eu dou aos filhos de Israel. Todolugar que pisar a planta do vosso pé, vo-lo dei, como eu disse a Moisés. Desde odeserto e do Líbano, até o grande rio, o rio Eufrates, toda a terra dos heteus, e até ogrande mar para o poente do sol, será o vosso termo. Ninguém te poderá resistir todosos dias da tua vida. Como fui com Moisés, assim serei contigo; não te deixarei, nem tedesampararei. Esforça-te, e tem bom ânimo, porque tu farás a este povo herdar a terraque jurei a seus pais lhes daria. Tão-somente esforça-te e tem mui bom ânimo,cuidando de fazer conforme toda a lei que meu servo Moisés te ordenou; não te desviesdela, nem para a direita nem para a esquerda, a fim de que sejas bem sucedido poronde quer que andares. Não se aparte da tua boca o livro desta lei, antes medita neledia e noite, para que tenhas cuidado de fazer conforme tudo quanto nele está escrito;porque então farás prosperar o teu caminho, e serás bem sucedido.” (Josué 1:1-8)No texto acima, vemos que o Senhor ministra coragem para Josué, um líder que foraministrado por Moisés, o discipulador mais admirável do Antigo Testamento, que fezmilagres, prodígios e maravilhas, sob o comando do Senhor.Após a morte de Moisés, Deus levanta Josué. Esse líder se sentiu totalmenteincapacitado e fora de chance para concorrer com o antecessor. Porém, Deus lhe diz:“Assim como fui com Moisés, meu servo, Eu serei contigo, porém, esforça-te e nãotenha medo.” Todo medo deve ser renunciado. Se o valente de Deus quiser vencer asdificuldades, deve vencer o medo.Nós estamos lutando para tomar uma cidade, e Satanás não a entregará facilmente. Nósentraremos nessa guerra espiritual e vamos vencer, pois à nossa frente vai o General dosgenerais, o Senhor dos senhores. Não tenha medo! “... o perfeito amor lança fora omedo... e quem tem medo não está aperfeiçoado no amor.” (I João 4:18)Estamos numa guerra. A batalha é muito difícil, mas sabemos que é umaresponsabilidade nossa. Muitas vezes, humanamente falando, estaremos sozinhos noprocesso. No entanto, se você estiver com Deus, será maioria. “Não to mandei eu?Esforça-te e tem bom ânimo; não te atemorizes, nem te espantes; porque o Senhor teuDeus está contigo, por onde quer que andares.” (Josué 1:9)
  29. 29. Quando falamos de guerra, muitos tipos de conflitos vêm à nossa mente. Porém, estanão é uma guerra física, nem ideológica; é espiritual. “Pois não é contra carne e sangueque temos que lutar, mas sim contra os principados, contra as potestades, contra ospríncipes do mundo destas trevas, contra as hostes espirituais da iniquidade nasregiões celestes.” (Efésios 6:12). Por isso, precisamos ser valentes e nutrir a coragem. Acoragem não é uma opção, é uma exigência de Deus para quem foi chamado à batalha.Você é um de nós? Então lute!Muitas vezes não vencemos a nossa guerra porque estamos com medo. O medo écolocado por um espírito maligno; o medo paralisa a fé e neutraliza a ação. A coragem éo oposto da covardia. A coragem está em você agir, independente do medo. “Não temaso que hás de padecer. Eis que o diabo está para lançar alguns de vós na prisão, paraque sejais provados; e tereis uma tribulação de dez dias. Sê fiel até a morte, e dar-te-eia coroa da vida.” (Apocalipse 2:10)Resista! Isso é uma ordem dada por Deus: não tenha medo. Se você não controlar omedo, será controlado por ele e, desta forma, deixará de ser fiel e negará a Cristo. Omedo nos leva a negar o Mestre.“Ora, Pedro estava sentado fora, no pátio; e aproximou-se dele uma criada, que disse:Tu também estavas com Jesus, o galileu. Mas ele negou diante de todos, dizendo: Nãosei o que dizes. E saindo ele para o vestíbulo, outra criada o viu, e disse aos que aliestavam: Este também estava com Jesus, o nazareno. E ele negou outra vez, e comjuramento: Não conheço tal homem. E daí a pouco, aproximando-se os que ali estavam,disseram a Pedro: Certamente tu também és um deles pois a tua fala te denuncia. Entãocomeçou ele a praguejar e a jurar, dizendo: Não conheço esse homem. Eimediatamente o galo cantou.” (Mateus 26:69-74)Alguns são tão covardes que encabeçam a lista daqueles que não herdarão o Reino deDeus. “Mas, quanto aos medrosos, e aos incrédulos ... a sua parte será no lago ardentede fogo e enxofre, que é a segunda morte.” (Apocalipse 21:8)Se você leva uma vida controlada pelo medo espiritual, não herdará os céus. Osmedrosos vêm antes dos incrédulos, e os incrédulos geralmente são resultantes datimidez espiritual, que os leva a uma vida de descrédito da fé. Nós somos chamados porDeus para controlarmos o medo; não fomos chamados para ser controlados por ele.A unção de alegria22 Julho 2012Para os 12“Amaste a justiça e odiaste a iniquidade; por isso, o teu Deus te ungiu com o óleo daalegria mais do que a teus companheiros.” (Hebreus 1:9)Verdade Central: As pessoas precisam receber a unção do óleo da alegria, porquemuitas vivem debaixo de traumas. E o trauma freia a vida de uma pessoa, de um líder,de um casal e de uma família.
  30. 30. Introdução: Quando você vir uma pessoa, um líder, um casal ou uma família freados,pode ter certeza que é por causa de um trauma. Tais pessoas precisam ter suas vidasmudadas por Deus para viverem uma vida em abundância, como a Palavra promete.Se há uma pergunta chave para o Planeta neste tempo, é saber das pessoas se elas sãofelizes. Se você não é completamente feliz, o que está faltando? Você pode dizer:dinheiro. Mas quantas nações como a América do Norte, o Japão e a Suíça tinham tantodinheiro e, mesmo assim, foram recordistas em suicídios?Dinheiro não é a soluçãoApesar de muitos pensarem que a solução para as suas vidas e para a cura dos traumas éo dinheiro, sabemos que isso não é verdade. O dinheiro não é solução.No Brasil, apesar de ainda não sermos reconhecidos com uma Nação rica, somos felizese temos nossas emoções bem ordenadas, pelo menos, se olharmos do ponto de vista dasemoções dos europeus. Estes são ricos, detentores da história, do conhecimento, massão infelizes; claro que não estamos generalizando.Então, a pergunta chave é: O que faz uma pessoa, um líder, um casal, uma família serfeliz? Todos têm o direito de ser felizes. A verdadeira alegria está em Deus, na unçãodEle derramada sobre uma pessoa, um líder, um casal, uma família. E é essa obra lindaque Deus quer realizar no Seu povo. Acredite: Deus quer que você seja feliz, que sejapossuído pela alegria do Senhor.O óleo da alegriaEm Hebreus 1:8, diz que “o Senhor te ungiu muito mais do que todos os teus amigos ederramou sobre a tua cabeça o óleo da alegria”. Como a Bíblia é um livro depromessa, essa é uma promessa para a sua vida, a vida do líder, a vida do casal e a vidada família.Deus quando olha para os Seus filhos, independente da condição em que se encontram,a intenção do coração dEle é sempre a de colocá-los por cabeça e não por cauda. Eleabençoa todas as obras das nossas mãos quando acrescentamos o Reino com nossotrabalho.É verdade que toda a Palavra contém inúmeras promessas para a nossa vida. Mas seessas promessas são verdadeiras, como usufruirmos a verdadeira alegria? Por quemuitos cristãos vivem tristes, frustrados, traumatizados?Para experimentarmos o óleo da alegria com o qual o Senhor quer-nos ungir, énecessário que haja remoção de muitas situações, lembranças, mágoas, traumas. Tudoisso freia a vida e, às vezes, paralisa até à morte. Precisamos de cura na vida pessoal, naliderança, no casamento e na família.Quando o casal é curado, por exemplo, na figura do sacerdote e da sacerdotisa, umministra e anima ao outro; há cumplicidade. E ambos encorajam os filhos. Aí está a curado casamento e da família. Deus quer remover todos os traumas que impedem aconquista e quer fazer de você um vencedor.
  31. 31. Deus quer entrar na mente da família para que a Sua glória invada toda a casa. Épossível que a casa dos filhos de Deus seja a sede e a arca do avivamento, a base daprofecia de Deus. A glória de Deus vai encher a sua casa por dentro e por fora. Ablindagem do Altíssimo vai invadir a sua casa e a mente da família será sarada nopoderoso Nome de Jesus.Por que a mente da família ainda não foi mudadaA mente da família ainda não foi mudada por causa da ausência da glória de Deus nacasa, porque está faltando a unção do óleo da alegria. Mas quando o óleo da alegriachegar a sua casa, então, ela se tornará o recanto da paz. Todos que entrarem na sua casanão vão mais querer sair dela, porque a presença de Deus os atrairá.Infelizmente, muitas casas têm mais de inferno que de céu. Mas quando a alegria doSenhor for derramada sobre a sua vida e sua família, então o céu virá para sua casa.Deus fará esse milagre. Só depende de você.Evangelho, a glória de CristoO Evangelho, a glória de Cristo, quando chega à vida de alguém, é sempre paratransformar o dia, mudar a sorte, criar uma nova história. Então, considere que hojepode ser o dia da sua mudança em todas as áreas. Talvez, você olhe para a sua vida e sóveja guerra, esteja parado olhando para o dia mau, mas lembre-se de que a Bíblia dizque existe o dia difícil, o chamado dia mau, mas também está escrito no Salmo que oSenhor fez o dia para você se alegrar.E o dia do Senhor na sua vida é hoje. Este é o dia em que o Senhor quer curar vocêcomo pessoa, como líder, como casal e como família. Ele quer curá-lo de todos ostraumas que prendem sua vida.O Evangelho é a glória de Cristo. A Bíblia diz em Apocalipse que quando entrarmos nocéu, não haverá noite nem trevas, porque o Senhor é o Grande Sol que brilharáeternamente. É claro que sabemos que, nos dias atuais, deparamo-nos com tantostraumas na vida das pessoas...Jesus disse que as pessoas que são infelizes denunciam no olhar. Há tanta doençamatando o homem. Há homens feridos por mulheres e mulheres feridas por homens.Tais feridas os fazem arrogantes e prepotentes, tanto homem quanto mulher, e fazemcom que vivam matando um ao outro.O casamento está a um passo da falência, porque os traumas do passado ainda estãovivos. Porém, o Senhor está dizendo hoje que Ele vai mudar sua sorte. O Evangelho daglória de Cristo entrou na sua casa, por isso ela será a manifestação do poder de Deus.Todos os seus traumas podem ser apagados através da confissão e arrependimento comministração específica. Você pode hoje fazer uma liberação no seu coração do traumaque seu pai, sua mãe, seus familiares e autoridades causaram e que tem sugado eroubado sua paz, alegria, prazer de viver.
  32. 32. Hoje é o basta de Deus. Ele mudará a sua sorte e restituirá a alegria da sua salvação.Somente Ele pode fazer isso, o Pai dos pais, o Senhor dos senhores, Yeshua, o Messias.Hoje Yeshua toma a figura do Pai do Céu e cura os traumas para fazer de você a melhorpessoa do Planeta.Receba a unção do óleo da alegria sobre sua vida, sua liderança, seu casamento, suafamília. Você precisa ser feliz, você tem essa necessidade e esse direito!Líder de Honra - Parte Final15 Julho 2012Para os 12Texto: “Portanto, dai a cada um o que deveis: a quem tributo, tributo; a quem imposto,imposto; a quem temor, temor; a quem honra, honra.” (Romanos 13:7)Verdade Central: Ser um líder de honra é um chamado e um privilégio que recebemosde Deus, Aquele que nos capacita a viver a Sua vontade e o Seu propósito, confiando anós o que Ele tem de mais precioso: as vidas.Introdução: Como um líder de honra, é necessário compreender que para ser honrado,você tem que ser forte, corajoso, viver acima das crises e lutar diariamente contra acarne para ser homem e mulher de Deus, independente de toda e qualquer situação.O princípio da honra é um princípio que, quando cumprido e obedecido, alegra ocoração de Deus e faz muito bem a quem recebe e a quem presta a honra, porque todahonra prestada é revertida como sementes de honra.A hora do confrontoA hora do confronto sempre chega. Ela é necessária para que nos transformemos em umlíder de honra, pois no caráter do líder de honra não cabe desajuste, desorganização naalma. Portanto, uma característica do líder de honra é enfrentar a hora do confronto,compreendendo a relevância desse momento para haver uma mudança genuína.O líder de honra é um 12 maduro, que não abandona o líder ou o Pastor por causa deuma palavra de confronto. Antes, entende que, por mais que doa, o confronto énecessário e se transforma em semente para a cura. Os que se permitem serconfrontados, que decidem ouvir e obedecer, são curados. Na hora do confronto, Jesusolhou para os 12 e perguntou se eles teriam o mesmo comportamento dos discípulos, setambém O abandonariam. Os 12 são líderes preparados para ouvir palavras deexortação, para ouvir palavra de orientação e para ouvir palavra de ajuste. Jesus sabiadisso e queria que eles também aprendessem que estavam em outro nível.
  33. 33. A seleção do caráter dos 12Não há como ser um líder de honra com um caráter tortuoso. Os 12 de Jesus foramhomens selecionados. Diante de muitos seguidores, o Mestre escolheu 12 homens paraandar lado a lado com Ele e receber do Seu caráter. Em meio a tantas situações queviveram e que ainda viveriam, Jesus sabia que apenas um deles iria traí-lO, Judas, o quese fez traidor. Quanto aos outros, permaneceriam firmes e cumpririam a missão deApóstolos, de homens que mudariam as nações, a partir do Evangelho de Cristo.Os 12 têm um caráter indesistível e é esse caráter que faz deles líderes de honra. Elesnão desistem por causa de uma palavra, mesmo que seja dura; também não desistemdiante de situações difíceis. Sabemos que, mesmo após a morte de Jesus, os 12continuaram a missão que haviam recebido, enfrentando muitas lutas e dificuldades,inclusive pagando com a própria vida... Porém, permaneceram firmes e inabaláveis.Em vida, eles não abandonaram o Messias, apesar de terem fraquejado em algunsmomentos. Eles entenderam que o Líder Jesus tinha as palavras de vida eterna. O queprecisamos entender é que o líder que está sobre nós, que está sobre os 12, também tema Palavra de Vida Eterna, a Palavra de Jesus em sua boca, pois este não fala do que épróprio, mas de assuntos concernentes ao Reino.Liderar sem perder o focoTodo 12, todo líder de honra, gosta de seguir outro 12 e outro líder de honra que tem aunção de Deus sobre a sua vida. A unção, além de quebrar o jugo na vida das pessoas,também conduz ao foco certo, permite que o líder caminhe e lidere sem perder adireção.Quando você é um líder de honra, caminha debaixo da unção, não perde o foco e nãodesiste em meio às intempéries da vida. E todos que não desistem e não perdem o focosão abençoados e honrados no território onde estão plantados. Os que desistem eperdem o foco não são abençoados, pois abandonam a unção e param no meio docaminho, antes de ver cumprida a bênção do Senhor em suas vidas e liderança. E estenão foi o Modelo ensinado por Jesus. Ele, em tudo, foi indesistível e não perdeu o focoda missão que havia de cumprir.No texto de João, Jesus nos dá uma lição. Ele ensina que precisamos aprender um poucomais. Jesus olha os discípulos indo embora, vendo que mudaram o foco e se tornaramdesistentes. Então, olha para os 12 na convicção de que estavam preparados para ouvir odiscurso difícil, e pergunta se farão o mesmo.Os 12 são líderes forjadosO líder de honra é forjado para vencer. Chegou a hora de levantar um exército de 12,líderes forjados, maduros. Assim, andaremos para frente e entraremos numa conquista enum mover sobrenatural. Toda a Igreja entrará num crescimento sem limites, porqueatrás de cada líder, de cada 12, haverá equipes selecionadas, homens e mulheresdispostos a caminhar recebendo libertação, cura e levando este mesmo mover paraoutras gerações que também serão libertas e curadas. Deus usará o seu caráter, líder deêxito, para tocar em muitas vidas.
  34. 34. O discurso duro de Jesus, que fez com que a multidão O abandonasse, foi um discursoproposital. Jesus queria mexer na alma do povo, tanto que a Bíblia diz que os discípulosficaram escandalizados, porque as palavras de Jesus foram confrontadoras. Hámomentos em que não podemos ser muito brandos, porque corremos o risco de perderos verdadeiros, os que caminham conosco por convicção de chamada e não apenas porconveniência. É verdade que precisamos discernir e saber como tratar cada situação,mas há uma hora em que não podemos passar a mão na cabeça, senão perdemos toda adescendência. Lembre-se de que Jesus os confrontou, mas não os feriu, porque eraApascentador.O verdadeiro líder tem em uma mão o cajado e, na outra, a vara. Vara e cajadoconsolidam e consolam, como diz o Salmo 23. O caráter nasce com vara e cajado. É nahora do confronto e do apascentamento, vara e cajado, que descobrimos quem quercontinuar conosco ou desistir. Não se preocupe: haverá alguém com a voz correta pararesponder que quer permanecer, porque reconhece que você é seguidor do Messias. Olíder de honra sabe que, apesar do confronto, virá o apascentamento, porque quem ochamou foi Jesus.A chamada é para uma missão indesistível e para saber que somos dEle e para Ele.Você é o transporte do Deus Todo Poderoso. Você é mais que discípulo, você é 12,você faz parte do Modelo de Jesus, portanto é indesistível, porque entende a posição quetem e que foi confiada pelo Senhor, Aquele que veio a esta Terra, deu a Sua vida econtinua operando sinais, milagres, prodígios e maravilhas através dos 12, através decada um que se dispõe a ser um Líder de Honra.Líder de Honra - Parte I09 Julho 2012Para os 12Texto:“Portanto, dai a cada um o que deveis: a quem tributo, tributo; a quem imposto,imposto; a quem temor, temor; a quem honra, honra.” (Romanos 13:7)Verdade Central: Ser um líder de honra é um chamado e um privilégio que recebemosde Deus, Aquele que nos capacita a viver a Sua vontade e o Seu propósito, confiando anós o que Ele tem de mais precioso, as vidas.Introdução: Como um líder de honra, é necessário compreender que para ser honrado,você tem que ser forte, corajoso, viver acima das crises e lutar diariamente contra acarne para ser homem e mulher de Deus, independente de toda e qualquer situação.Temos aprendido e ensinado sobre honra. O princípio da honra é um princípio quequando cumprido, quando obedecido, alegra o coração de Deus e faz muito bem a quemrecebe e a quem presta a honra. Porque toda honra prestada é revertida como sementesde honra de santidade.Reconhecendo um líder de honra
  35. 35. Muitos querem ser honrados, mas não trilham os caminhos da honra. Mas é fácilreconhecer um líder de honra. Sua postura sempre difere da maioria, são capacitados esabem reconhecer hierarquia. Não se esforçam para honrar, pois a honra é, para estes,um estilo de vida.Também é fácil reconhecer um líder que não é de honra. Ele, por mais que concorde,aparentemente, sempre resiste para obedecer e, automaticamente, honrar. A honra nãofaz parte do seu caráter, do seu estilo. Mas isso pode mudar, tudo depende do coração.Interessante que estes são os que mais reivindicam honra. Exigem o que não dão.Nenhum discípulo quer honrar um líder que não é um líder de honra. A Bíblia é clara:honra a quem honra. Você tem o direito de ser honrado, sim. Mas a honra é umaconsequência dos que plantam honra primeiramente.Se você quiser, será muito honrado, mas essa não pode ser a motivação principal do seucoração. O que é de Deus, é de Deus; o que é do homem, é do homem. Então, dê a Deuso que é de Deus; dê a Cesar o que é de Cesar.A honra prestada é uma ação a ser recebida pelo outro, mas que sempre tem um retorno,mesmo que não seja de quem recebeu a honra. Honre sempre, mesmo quando as pessoasnão reconhecerem a sua honra. O importante é cumprir princípio. Porque como Deusnunca fica devendo nada a ninguém, Ele mesmo o honrará.A honra é uma ação da alma, de um líder que tem uma alma de honra na direção deoutro líder. Mas a honra também deve ser de líder para liderado. A Palavra diz que édando que se recebe. Você não pode ser um líder que quer apenas ser honrado, mas quenão sabe honrar. Todos querem ser honrados, mas a honra deve ser uma via de mãodupla e não em um único sentido apenas.O líder de honra não trabalha pela honra fútil, interesseira, comprometida. Você sabeque há liderados que „honram‟ os líderes com a intenção de fazê-los ficarem presos a si,visando comprometê-los, prendendo-lhes em laços. A intenção é errada, é fazer comque o líder se torne devedor de algumas ações benéficas que lhes foram prestadas.O Líder de Honra vence suas limitaçõesO líder de honra vence as suas limitações. Provérbios 24:10 diz: “Se te mostrares fracono dia da angústia, é que a tua força é pequena.” O líder de honra não se mostra fracono dia da angústia, mesmo que se sinta fraco busca forças em Deus para vencer todas asbarreiras e intempéries da vida.O líder de honra é reconhecido porque conseguiu vencer as suas limitações e porqueprossegue vencendo, é alguém que foi preparado para ser honrado por Deus porque évencedor. Todas as pessoas que são honradas recebem honra porque estão sendoreconhecidas. E reconhecimento é algo que faz parte do currículo do líder de honra, dodiscípulo de honra.Quando um líder ainda não venceu as suas limitações, ele exige, de forma indevida,uma honra na sua direção. Mas essa exigência traz um reconhecimento fútil, barato e
  36. 36. cobrado. São aqueles líderes que batem no peito e dizem que querem ser honrados atodo custo.Líderes como Zafenate-PaneiaHá líderes que não apenas vencem as suas limitações como também explodem emadministração de sabedoria e inteligência, como foi com José. Líderes que são capazesde resolver problemas específicos, assim como nós que somos líderes de células e deEquipes de 12, e temos que resolver muitos problemas.Como líder, você precisa ter essa unção para resolver problemas. Todo problema quevier a sua mão, Deus o capacitará para que você resolva. Foi assim com José, ele foi umlíder de honra e um líder honrado.Em Gênesis 41, José teve a sensibilidade de aproveitar o tempo e a oportunidade. Elefoi reconhecido como um homem sábio e inteligente por Faraó e por todo o conselhodos magnatas. Ele foi honrado e reconhecido como um homem que tinha capacidade equalidades não vistas em homens comuns.O espírito de sabedoria e inteligência também visitará a sua vida. Você será conhecidona sua família, no meio da liderança e por onde você for como um Zafenate-Paneia. Nãoencontramos em dicionário algum o significado, mas se você chegar no Egito e buscarnos compêndios, nos papiros, você encontra que Zafenate-Paneia quer dizer líder quetem habilidade de resolver causas impossíveis.Prosperando como um Líder de HonraZafenate-Paneia, José, foi também um líder muito próspero. José foi um homem quenão conheceu mediocridade em sua vida. Ele foi muito além das suas forças. Comcerteza, não foi fácil para ele. Um menino que foi arrancado à força da casa do pai,maltratado por seus irmãos... Um vencedor!A Bíblia diz que José não apenas enriqueceu, como prosperou a si, seus irmãos e aFaraó. Quantas pessoas ficam presas a situações tão pequenas e desnecessárias, quandopoderiam prosperar e enriquecer como José.Pense no que você já conquistou e tente dimensionar, apesar de não ser possível, o queDeus ainda entregará as suas mãos se você decidir obedecê-lO e se transformar em umlíder de honra, independente das circunstâncias. Não deixe de fazer a sua parte, e a suaparte é fazer o que a Bíblia diz que deve ser feito.

×