Romanos 4

3.182 visualizações

Publicada em

Lição do estudo da Carta de Paulo aos Romanos. Revista Compromisso 2o trimestre de 2010, n.414. Igreja Batista Memorial de BH - www.igmemorial.org

Publicada em: Educação
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.182
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
36
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
104
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Romanos 4

  1. 1. Lição 4: Cristo morreu pelos ímpios<br />A maravilhosa graça de Deus<br />
  2. 2. Porque a promessa de que havia de ser herdeiro do mundo não foi feita pela lei a Abraão ou à sua posteridade, mas pela justiça da fé. Romanos 4.13<br />
  3. 3. Capítulo 3:<br />Fim do discurso sobre a justiça de Deus e apresentação <br />da provisão <br />divina<br />
  4. 4. 23 Porque todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus, 24 sendo justificados gratuitamente pela sua graça, pela redenção que há em Cristo Jesus, 25 ao qual Deus propôs para propiciaçãopela fé no seu sangue, para demonstrar a sua justiça pela remissão dos pecados dantes cometidos, sob a paciência de Deus; 26 para demonstração da sua justiça neste tempo presente, para que ele seja justo e justificador daquele que tem fé em Jesus. Romanos 3.23-26<br />
  5. 5. 27 Onde está, logo, a jactância? É excluída. Por qual lei? Das obras? Não! Mas pela lei da fé. 28 Concluímos, pois, que o homem é justificado pela fé, sem as obras da lei. 29 É, porventura, Deus somente dos judeus? E não o é também dos gentios? Também dos gentios, certamente. 30 Se Deus é um só, que justifica, pela fé, a circuncisão e, por meio da fé, a incircuncisão, 31 anulamos, pois, a lei pela fé? De maneira nenhuma! Antes, estabelecemos a lei. Romanos 3.27-31<br />
  6. 6. Capítulo 4:<br />Um precedente do Velho Testamento<br />
  7. 7. 1 Que diremos, pois, ter alcançado Abraão, nosso pai segundo a carne? 2 Porque, se Abraão foi justificado pelas obras, tem de que se gloriar, mas não diante de Deus. 3 Pois, que diz a Escritura? Creu Abraão em Deus, e isso lhe foi imputado como justiça. 4 Ora, àquele que faz qualquer obra, não lhe é imputado o galardão segundo a graça, mas segundo a dívida. 5 Mas, àquele que não pratica, porém crê naquele que justifica o ímpio, a sua fé lhe é imputada como justiça.Romanos 4.1-5<br />
  8. 8. 8 Mas tu, ó Israel, servo meu, tu Jacó, a quem elegi, semente de Abraão, meu amigo, 9 tu, a quem tomei desde os confins da terra e te chamei dentre os seus mais excelentes e te disse: tu és o meu servo, a ti te escolhi e não te rejeitei; 10 não temas, porque eu sou contigo; não te assombres, porque eu sou o teu Deus; eu te esforço, e te ajudo, e te sustento com a destra da minha justiça. Isaías 41.8-10<br />
  9. 9. Vós sereis meus amigos, se fizerdes o que eu vos mando. João 15.14<br />
  10. 10. 4 E multiplicarei a tua semente como as estrelas dos céus e darei à tua semente todas estas terras. E em tua semente serão benditas todas as nações da terra, 5 porquanto Abraão obedeceu à minha voz e guardou o meu mandado, os meus preceitos, os meus estatutos e as minhas leis. Gênesis 26.4,5<br />
  11. 11. E creu ele no SENHOR, e foi-lhe imputado isto por justiça. Gênesis 15.6<br />
  12. 12. 6 Assim também Davi declara bem-aventurado o homem a quem Deus imputa a justiça sem as obras, dizendo: 7 Bem-aventuradosaqueles cujas maldades são perdoadas, e cujos pecados são cobertos. 8 Bem-aventurado o homem a quem o Senhor não imputa o pecado.Romanos 4.7,8<br />
  13. 13. Bem-aventuradoaquele cuja transgressão é perdoada, e cujo pecado é coberto. Bem-aventuradoo homem a quem o SENHOR não imputa maldade, e em cujo espírito não há engano. Salmo 32.1,2<br />
  14. 14. Porque Cristo, estando nós ainda fracos, morreu a seu tempo pelos ímpios. Romanos 5.6<br />
  15. 15. 9 Vem, pois, esta bem-aventurança sobre a circuncisão somente ou também sobre a incircuncisão? Porque dizemos que a fé foi imputada como justiça a Abraão. 10 Como lhe foi, pois, imputada? Estando na circuncisão ou na incircuncisão? Não na circuncisão, mas na incircuncisão. 11 E recebeu o sinal da circuncisão, selo da justiça da fé, quando estava na incircuncisão, para que fosse pai de todos os que crêem (estando eles também na incircuncisão, a fim de que também a justiça lhes seja imputada), Romanos 4.9-11<br />
  16. 16. 12 e fosse pai da circuncisão, daqueles que não somente são da circuncisão, mas que também andam nas pisadas daquela fé de Abraão, nosso pai, que tivera na incircuncisão. 13 Porque a promessa de que havia de ser herdeiro do mundo não foi feita pela lei a Abraão ou à sua posteridade, mas pela justiça da fé. 14 Pois, se os que são da lei são herdeiros, logo a fé é vã e a promessa é aniquilada. Romanos 4.12-14<br />
  17. 17. 8 Pela fé, Abraão, sendo chamado, obedeceu, indo para um lugar que havia de receber por herança; e saiu, sem saber para onde ia. 9 Pela fé, habitou na terra da promessa, como em terra alheia, morando em cabanas com Isaque e Jacó, herdeiros com ele da mesma promessa. 10 Porque esperava a cidade que tem fundamentos, da qual o artífice e construtor é Deus. Hebreus 11.8-10<br />
  18. 18. 15 Porque a lei opera a ira; porque onde não há lei também não há transgressão. Romanos 4.15<br />NVLLA POENA SINE LEGE<br />
  19. 19. 16 Portanto, é pela fé, para que seja segundo a graça, a fim de que a promessa seja firme a toda a posteridade, não somente à que é da lei, mas também à que é da fé de Abraão, o qual é pai de todos nós 17 (como está escrito: Por pai de muitas nações te constituí.), perante aquele no qual creu, a saber, Deus, o qual vivifica os mortos e chama as coisas que não são como se já fossem. 18 O qual, em esperança, creu contra a esperança que seria feito pai de muitas nações, conforme o que lhe fora dito: Assim será a tua descendência. Romanos 4.12-15<br />
  20. 20. 19 E não enfraqueceu na fé, nem atentou para o seu próprio corpo já amortecido (pois era já de quase cem anos), nem tampouco para o amortecimento do ventre de Sara. 20 E não duvidou da promessa de Deus por incredulidade, mas foi fortificado na fé, dando glória a Deus; 21 e estando certíssimo de que o que ele tinha prometido também era poderoso para o fazer. 22 Pelo que isso lhe foi também imputado como justiça. Romanos 4.19-22<br />
  21. 21. 23 Ora, não só por causa dele está escrito que lhe fosse tomado em conta, 24 mas também por nós, a quem será tomado em conta, os que cremos naquele que dos mortos ressuscitou a Jesus, nosso Senhor, 25 o qual por nossos pecados foi entregue e ressuscitou para nossa justificação.Romanos 4.23-25<br />
  22. 22. Mas ele foi ferido pelas nossas transgressões e moído pelas nossas iniqüidades; o castigo que nos traz a paz estava sobre ele, e, pelas suas pisaduras, fomos sarados. Todos nós andamos desgarrados como ovelhas; cada um se desviava pelo seu caminho, mas o SENHOR fez cair sobre ele a iniqüidade de nós todos. Isaías 53.5,6<br />
  23. 23. Pelo que lhe darei a parte de muitos, e, com os poderosos, repartirá ele o despojo; porquanto derramou a sua alma na morte e foi contado com os transgressores; mas ele levou sobre si o pecado de muitos e pelos transgressores intercedeu.<br />Isaías 53.12<br />
  24. 24. Logo, muito mais agora, sendo justificados pelo seu sangue, seremos por ele salvos da ira. Romanos 5.9<br />
  25. 25. 1 Disseram os néscios no seu coração: Não há Deus. Têm-se corrompido, fazem-se abomináveis em suas obras, não há ninguém que faça o bem. 2 O SENHOR olhou desde os céus para os filhos dos homens, para ver se havia algum que tivesse entendimento e buscasse a Deus. 3 Desviaram-se todos e juntamente se fizeram imundos; não há quem faça o bem, não há sequer um. Salmo 14.1-3<br />
  26. 26. Sendo, pois, justificados pela fé, temos paz com Deus por nosso Senhor Jesus Cristo; Romanos 5.1<br />
  27. 27. Referências<br /><ul><li>BRUCE, Frederick Fyvie. Romanos, Introdução e Comentários. Série Cultura Bíblica, vol. 06. São Paulo: Mundo Cristão, 1985.
  28. 28. DAVIS, John D. Dicionário da Bíblia. Rio de Janeiro, Junta de Educação Religiosa e Publicações da CBB, 1989.
  29. 29. TheGreekNewTestament. Münster, Institute for NewTestamentResearch, 1975.
  30. 30. TheWestminsterHistorical Atlas oftheBible. Vários autores. Philadelphia, TheWestminsterPress, 1945.
  31. 31. Wikipédia - Enciclopédia Livre. www.wikipedia.org</li>

×