RISCOS AMBIENTAIS 
Constituem, atualmente, em 
preocupação nas decisões dos 
empresários e nos programas de 
imagem instit...
Os Riscos Ambientais podem ser 
classificados em quatro tipos 
• Riscos internos: contaminação local, saúde e 
segurança d...
RISCOS EXTERNOS 
• Contaminação de 
comunidades vizinhas e 
outras áreas. 
• Punição: multas, interdições 
por órgãos públ...
RISCOS DE CONTAMINAÇÃO DOS 
PRÓPRIOS PRODUTOS 
• acarretando sérios problemas de 
marketing e vendas e, em certos 
casos, ...
certifica: alimentos, 
cosméticos e 
algodão orgânicos. 
certifica: equipamentos 
eletrônicos e 
eletrodomésticos. 
certif...
riscos relacionados com a imagem 
institucional 
• se trata de empresa que exporta para países onde os temas 
ecológicos s...
Reduções dos Riscos Ambientais 
• Práticas de auditorias ambientais periódicas, 
• Tratamento adequado dos resíduos gerado...
Sustentabilidade
Conceitos e definições 
• Meio ambiente é ”o conjunto de condições, leis, influências e 
interações de ordem física, quími...
HISTÓRICO 
• Conferência Estocomo 72 
• Clube de Roma 72, cientistas publicaram o estudo Limites do 
Crescimento. O estudo...
PILARES 
• A Declaração de Política de 2002 
da Cúpula Mundial sobre 
Desenvolvimento Sustentável, 
realizada em Joanesbur...
tripé da sustentabilidade ou 3`Ps 
• Profit ( economico) não adianta 
lucrar devastando, por exemplo. 
• Planet (ambiental...
Como medir o desenvolvimento 
sustentável 
• Distribuição da receita – mede o quanto do PIB 
vai para as classes menos fav...
• Poluição – Fumaça nas cidades, rios 
cheios de poluentes, barulho. Tudo 
isso gera custo. 
• Degradação ambiental a long...
• Dimensão da natureza do produto – empresas que têm 
produtos que causam dependência física ou ameaçam a 
integridade do ...
Como se alcança um DS 
• qualidade em vez de quantidade, com a redução 
do uso de matérias-primas e produtos e o 
aumento ...
Educação Ambiental 
• Educação Ambiental é promover 
mudanças de mentalidade, tanto de 
proteção à vida no planeta, quanto...
RECICLAGEM
COLETA SELETIVA
FONTES DE ENERGIA
USO RACIONAL DOS RECURSOS 
NATURAIS
CICLOVIAS
Combate ao desmatamento
Combate à ocupação irregular em 
regiões de mananciais
Criação de áreas verdes nos grandes 
centros urbanos
AGENDA 21 
• Rio 92 – construída por 179 países; 
• é um plano de ação para ser adotado global, 
nacional e localmente, po...
Riscos ambientais e desevenvolvimento sustentável
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Riscos ambientais e desevenvolvimento sustentável

249 visualizações

Publicada em

Constituem, atualmente, em preocupação nas decisões dos empresários e nos programas de imagem institucional das organizações. A legislação poderá punir uma empresa que transgrida padrões de qualidade em suas descargas e emissões ou que introduza modificações indesejadas no meio ambiente. Essas punições vão desde simples multa quanto uma interdições.

Publicada em: Ciências
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
249
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
12
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Riscos ambientais e desevenvolvimento sustentável

  1. 1. RISCOS AMBIENTAIS Constituem, atualmente, em preocupação nas decisões dos empresários e nos programas de imagem institucional das organizações. A legislação poderá punir uma empresa que transgrida padrões de qualidade em suas descargas e emissões ou que introduza modificações indesejadas no meio ambiente. Essas punições vão desde simples multa quanto uma interdições.
  2. 2. Os Riscos Ambientais podem ser classificados em quatro tipos • Riscos internos: contaminação local, saúde e segurança dos funcionários, que dar motivos a processos trabalhistas e autuacões por órgãos fiscalizadores. • Contaminacão ou intoxicações de funcionários por produtos químicos, níveis excessivos de ruídos locais, etc.
  3. 3. RISCOS EXTERNOS • Contaminação de comunidades vizinhas e outras áreas. • Punição: multas, interdições por órgãos públicos, pressões da sociedade ou ONGs. • Descargas de poluentes ao redor da organização, emissões gasosas que causem intoxicações na população vizinha.
  4. 4. RISCOS DE CONTAMINAÇÃO DOS PRÓPRIOS PRODUTOS • acarretando sérios problemas de marketing e vendas e, em certos casos, resultando em processos movidos em defesa dos consumidores. • o consumidor adote uma postura mais exigente quanto à qualidade dos produtos que consome, passando a preferir os que se rotulam ambientalmente corretos. São os chamados produtos “verdes” ou “naturais” ou “ecológicos”
  5. 5. certifica: alimentos, cosméticos e algodão orgânicos. certifica: equipamentos eletrônicos e eletrodomésticos. certifica: áreas e produtos florestais, como toras de madeira, móveis, lenha, papel, nozes e sementes.
  6. 6. riscos relacionados com a imagem institucional • se trata de empresa que exporta para países onde os temas ecológicos são tratados de forma mais rigorosa. • Ex.: Organizações que trabalham com materiais e processos perigosos, ou instaladas em áreas de risco e regiões com índices elevados de poluição, devem adotar uma postura avançada e criativa, devem investir na promoção de uma imagem correta. Política de portas abertas à comunidade, campanhas de coleta seletiva e reciclagem, apoio aos moradores vizinhos para melhoria de sua qualidade de vida, podem ser iniciativas que contribuirão com a captação de uma imagem positiva na sociedade.
  7. 7. Reduções dos Riscos Ambientais • Práticas de auditorias ambientais periódicas, • Tratamento adequado dos resíduos gerados, visando sua efetiva eliminação através de neutralização ou reciclagem. • Identificação e quantificação de passivos ambientais, existentes ou potenciais, nas áreas ocupadas pela organização. • Adoção de tecnologia limpa • Contratação de seguros para cobertura de riscos ambientais. • Treinamento e capacitação a todos os envolvidos e criação de condições de trabalho capazes de prevenir o surgimento de situações de risco.
  8. 8. Sustentabilidade
  9. 9. Conceitos e definições • Meio ambiente é ”o conjunto de condições, leis, influências e interações de ordem física, química e biológica, que permite, abriga e rege a vida em todas as suas formas”. • é a ciência ou o estudo dos organismos em "sua casa", isto é, em seu meio. • Ecossistema é o sistema aberto que inclui, em uma certa área, todos os fatores físicos e biológicos (elementos bióticos e abióticos) do ambiente e suas interações, o que resulta em uma diversidade biótica com estrutura trófica claramente definida e na troca de energia e matéria entre esses fatores. • Recursos Naturais são os elementos naturais bióticos e abióticos de que dispõe o homem, para satisfazer suas necessidades econômicas, sociais e culturais. • Desenvolvimento Sustentável é o desenvolvimento capaz de suprir as necessidades da geração atual, sem comprometer a capacidade de atender as necessidades das futuras gerações. É o desenvolvimento que não esgota os recursos para o futuro.
  10. 10. HISTÓRICO • Conferência Estocomo 72 • Clube de Roma 72, cientistas publicaram o estudo Limites do Crescimento. O estudo concluía que, mantidos os níveis de industrializaçào, poluição, produção de alimentos e exploração dos recursos naturais, o limite de desenvolvimento do planeta seria atingido, no máximo, em 100 anos • 1973, o canadense Maurice Strong lançou o conceito de ecodesenvolvimento. Os caminhos do desenvolvimento seriam seis: • satisfação das necessidades básicas;solidariedade com as gerações futuras; participação da população envolvida; preservação dos recursos naturais e do meio ambiente; • elaboração de um sistema social que garanta emprego, segurança e respeito a outras culturas; • programas de educação. • Protocolo Kioto redução CO2 • Rio 92 agenda 21
  11. 11. PILARES • A Declaração de Política de 2002 da Cúpula Mundial sobre Desenvolvimento Sustentável, realizada em Joanesburgo, afirma que o Desenvolvimento Sustentável é construído sobre “três pilares interdependentes e mutuamente sustentadores” — desenvolvimento econômico, desenvolvimento social e proteção ambiental.
  12. 12. tripé da sustentabilidade ou 3`Ps • Profit ( economico) não adianta lucrar devastando, por exemplo. • Planet (ambiental) empresa ou a sociedade deve amenizar os impactos e compensar o que não é possível amenizar. Uma empresa que usa matéria-prima deve planejar formas de repor os recursos ou diminuir o máximo possível o uso desse material. • People (social) pensando na saúde do trabalhador e da sua família, pensar na comunidades ao redor e também os problemas gerais da sociedade como educação, violência e até o lazer.
  13. 13. Como medir o desenvolvimento sustentável • Distribuição da receita – mede o quanto do PIB vai para as classes menos favorecidas. • Trabalho doméstico e voluntário – a dona-de-casa faz não rende dinheiro, assim como o trabalho voluntário. • Nível educacional • Custo do crime • Exaustão de recursos
  14. 14. • Poluição – Fumaça nas cidades, rios cheios de poluentes, barulho. Tudo isso gera custo. • Degradação ambiental a longo prazo – Mudanças climáticas, lixo nuclear, buraco na camada de ozônio. Os custos desses problemas contemporâneos são contabilizados. • Diminuição do tempo de lazer • Gastos defensivos – mede os custos de se defender contra vários problemas de ordem ambiental e/ou social, seja a erosão ou um acidente de carro. • Tempo de vida útil dos bens de consumo
  15. 15. • Dimensão da natureza do produto – empresas que têm produtos que causam dependência física ou ameaçam a integridade do consumidor não podem participar. • Governança corporativa – empresas que adotam o modelo de governança que, basicamente, amplia a transparência dos dados divulgados pela empresa. • Plano de contingência – as empresas devem estar preparadas para ocasionais problemas que cessem sua produção. • Dimensão ambiental – além de atender às exigências da legislação ambiental, é importante que as empresas pensem e procurem melhorias que ajudem a amenizar os impactos das suas ações. • Dimensão social – Além de atender às exigências da legislação trabalhista, as empresas devem incluir políticas de inclusão da diversidade social (como negros ou portadores de necessidades especiais), além de ter uma política para tentar inibir a corrupção.
  16. 16. Como se alcança um DS • qualidade em vez de quantidade, com a redução do uso de matérias-primas e produtos e o aumento da reutilização e da reciclagem.
  17. 17. Educação Ambiental • Educação Ambiental é promover mudanças de mentalidade, tanto de proteção à vida no planeta, quanto de melhoria do meio ambiente. É preciso investir em atividades que levem a mudanças de atitudes, à formação de valores, de habilidades e procedimentos conseqüentes dentro de um determinado contexto. EA tem como prioridade a participação da população. Exemplos
  18. 18. RECICLAGEM
  19. 19. COLETA SELETIVA
  20. 20. FONTES DE ENERGIA
  21. 21. USO RACIONAL DOS RECURSOS NATURAIS
  22. 22. CICLOVIAS
  23. 23. Combate ao desmatamento
  24. 24. Combate à ocupação irregular em regiões de mananciais
  25. 25. Criação de áreas verdes nos grandes centros urbanos
  26. 26. AGENDA 21 • Rio 92 – construída por 179 países; • é um plano de ação para ser adotado global, nacional e localmente, por organizações do sistema das Nações Unidas, governos e pela sociedade civil, em todas as áreas em que a ação humana impacta o meio ambiente. • Agenda 21 Global ( 40 capítulos) - Uso das Florestas, a Diversidade Biológica e Mudanças Climáticas.

×