CDM Filosofia e História

1.693 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.693
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
468
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
88
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

CDM Filosofia e História

  1. 1. <ul><li>Corrente do séc.XX principais questões ligadas as problemáticas humanas; </li></ul><ul><li>Liberdade individual; </li></ul><ul><li>A responsabilidade; </li></ul><ul><li>A subjetividade. </li></ul>
  2. 2. <ul><li>Eixo central: a existência precede a essência . </li></ul><ul><li>Esta última como um ato de construção humana mediante as experiências vividas. </li></ul><ul><li>A espécie humana é livre para escolher </li></ul><ul><li>A vida é uma série de escolhas </li></ul><ul><li>As decisões possivelmente tem consequencias negativas. </li></ul><ul><li>Algumas coisas são absurdas ou irracionais, sem explicação. </li></ul><ul><li>Cada indivíduo é definido por aquilo que faz. </li></ul>
  3. 3. <ul><li>Kiekegaard- “o homem é uma síntese de infinito e finito, de temporal e de eterno, de liberdade e de necessidade”. </li></ul><ul><li>Heidegger- “ O existente é o ser no mundo”. </li></ul><ul><li>Jean Paul Sartre- “&quot;... se Deus não existe, há pelo menos um ser, no qual a existência precede a essência, um ser que existe antes de poder ser definido por qualquer conceito, e que este ser é o homem” ( O existencialismo é um Humanismo). </li></ul>
  4. 4. <ul><li>O ser humano possui apenas a sua realidade; </li></ul><ul><li>A essência é um ato construtivo e esta como uma soma de suas ações; </li></ul><ul><li>Portanto o homem é nada e passa a ser na medida em que se faz. </li></ul><ul><li>Consequencia: O indivíduo como único responsável por si mesmo: fracassos e vitórias. </li></ul>
  5. 5. <ul><li>Nascido em Paris em 21 de Junho de 1906_ Paris 15 de Abril de 1980. </li></ul><ul><li>Linha- Filosofia Existencialista </li></ul><ul><li>Preocupação filosófica deve partir da existência, partindo de questões cotidianas, e caminhando em direção à universalidade. </li></ul>
  6. 6. <ul><li>O existencialismo sartriano procura explicar os aspectos da experiência humana. Sistematizada em dois livros: </li></ul><ul><li>&quot;O ser e o nada&quot; e &quot;Crítica da razão dialética”. </li></ul>
  7. 7. <ul><li>“ CADA UM É DETERMINADO PELO AMBIENTE E PELAS CIRCUNSTANCIAS”. </li></ul><ul><li>“ ... Mas tenho liberdade de mudar minha vida deste momento em diante. </li></ul>
  8. 8. <ul><li>“ O importante não é o que o mundo faz de você, mas o que você faz com aquilo que o mundo fez de você”. </li></ul><ul><li>&quot; Uma vez que a liberdade explode no peito de um homem, contra este homem nada mais podem os deuses“ </li></ul>
  9. 9. <ul><li>O Em-si </li></ul><ul><li>(fenomenologia e o existencialismo) </li></ul><ul><li>O mundo é povoado de seres Em-si . </li></ul><ul><li>São objetos existente no mundo e que possui uma essência definida . </li></ul><ul><li>Uma caneta, por exemplo, é um objeto criado para suprir uma necessidade: a escrita. </li></ul>
  10. 10. <ul><li>Um ser Em-si não tem potencialidades nem consciência de si ou do mundo. Ele apenas é . Os objetos do mundo apresentam-se à consciência humana através das suas manifestações físicas ( fenómenos ). </li></ul>
  11. 11. <ul><li>A consciência humana é um ser com forma diferente, possui conhecimento de si e do mundo. É o Para-si faz relações temporais e funcionais entre os seres Em-si e ao fazer isso constrói um sentido para o mundo em que vive. </li></ul>
  12. 12. <ul><li>O Para-si não tem uma essência definida. Ele não é resultado de uma idéia pré-existente . Como o existencialismo sartriano é ateu, ele não admite a existência de um criador que tenha predeterminado a essência e os fins de cada pessoa. </li></ul>
  13. 13. <ul><li>O Em-si apenas é. Os objetos se manifestam à cosnciencia humana. Apresentam-se à consciência humana através das suas manifestações físicas. </li></ul><ul><li>O Para-si Ele não é resultado de uma idéia pré-existente. É a consciência humana na efetivação do ser no governo de sua existência. </li></ul>
  14. 14. <ul><li>Ser livre é responsabilizar-se. </li></ul><ul><li>liberdade irrestrita= angústia em escolher. </li></ul><ul><li>O indivíduo escolhe sozinho= desamparo. </li></ul><ul><li>Porém, a &quot;não ação&quot;, o &quot;nada fazer&quot;, por si só, já é uma escolha; a escolha de não agir.=desespero (inevitável) </li></ul>
  15. 15. <ul><li>“ Cada escolha que faço, torno-me responsável não só por mim, mas por toda a humanidade”. </li></ul><ul><li>“ E faço isso por minha própria escolha, para que o mundo se torne mais como eu o projetei”. </li></ul><ul><li>Eis a essência da responsabilidade: </li></ul><ul><li>“ Eu, por minha vontade e escolha, ajo no mundo e afeto o mundo todo. Ser livre é ser responsável </li></ul>
  16. 16. <ul><li>Cada escolha carrega consigo uma responsabilidade . Se escolho ir a algum lugar, falar alguma coisa, escrever um artigo, tenho que ter consciência de que qualquer conseqüência desses atos terá sido resultado de minha própria escolha. </li></ul>
  17. 17. <ul><li>“ A responsabilidade é um fardo pesado”. </li></ul><ul><li>A angústia existencial decorre da consciência que “ as escolhas definem o que você é ou se tornará” . Estas escolhas podem afetar, de maneira irreparável, o próprio mundo . A &quot;angústia&quot; decorre da consciência da liberdade e do receio de usá-la de forma errada. </li></ul>
  18. 18. <ul><li>Existencialismo: a existência precede a essência. </li></ul><ul><li>A essência é uma construção cotidiana. </li></ul><ul><li>Escolha como inerente a realidade humana por conseqüência: angústia, desamparo e desespero. </li></ul><ul><li>A responsabilidade como um ato de autenticidade perante a vida. </li></ul><ul><li>Filme:Quando Nietzsche Chorou </li></ul><ul><li>(EUA - 2006) </li></ul>
  19. 19. <ul><li>Professor: William Ferreira. </li></ul><ul><li>Escola Estadual Cidade dos Meninos. </li></ul><ul><li>Turmas: 309,310,311 e 312. </li></ul>

×