Modelo de Dados: Entendendo e “re-”construindo...

1.394 visualizações

Publicada em

Apresentação realizada em 24 de Abril na iMasters no evento 7Masters especial OpenData.

Publicada em: Educação
2 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Obrigado Josué.

    Espero que tenha sido útil de alguma forma. Não sei se vc viu o vídeo para o qual fiz essa apresentação. Talvez ajude tmb.

    Abraços,
       Responder 
    Tem certeza que deseja  Sim  Não
    Insira sua mensagem aqui
  • Muito bom, Pena que não achei uns 2 dias antes quando precisei trabalhar com siglas partidárias. :D

    De todo o modo, Parabéns.
       Responder 
    Tem certeza que deseja  Sim  Não
    Insira sua mensagem aqui
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.394
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
6
Comentários
2
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Modelo de Dados: Entendendo e “re-”construindo...

  1. 1. Modelo de Dados:Entendendo e “re-”construindo...Wesley Seidel Carvalho@wseidelwesley.seidel@ltasks.comwesley.seidel@intelidados.com.br
  2. 2. Arquitetura de dados● Escopo/Contexto● Modelo de Negócios / Conceitual● Modelo de Sistema / Lógico● Modelo Tecnológico / Físico● Configuração de Componentes
  3. 3. Arquitetura de dados● Arquitetura Conceitual de Dados– Visão de alto nível que dá suporte ao atendimento dasnecessidades do negócio de uma organização● Arquitetura Lógica de Dados– Uma arquitetura lógica de dados descreve com precisão aspropriedades e os relacionamentos de cada uma das entidades dedados envolvidas em um domínio organizacional;● Arquitetura Física de Dados– Engloba "arquitetura de banco de dados", que vem a ser umesquema da tecnologia de banco de dados utilizado para viabilizar arealização de um projeto de arquitetura de dados;
  4. 4. Arquitetura de dados(Restrições e influências)● Requisitos organizacionais● Direcionadores tecnológicos● Fatores econômicos● Políticas de negócios● Necessidades de processamento de dados
  5. 5. Arquitetura de dados● O quê ?● Como ?● Onde ?● Quem ?● Quando ?● Por quê ?
  6. 6. M.E.R.● É um modelo abstrato cuja finalidade édescrever, de maneira conceitual, os dados aserem utilizados em um sistema de informaçõesou que pertencem a um domínio.
  7. 7. Dicionário de dados● É uma coleção de metadados que contêmdefinições e representações de elementos dedados.
  8. 8. Sistemas legados● Normalmente são aplicações– complexas;– antigas;– difícil manutenção;– que pelo grau de criticidade e custo para modernização,continuam ativas;
  9. 9. Tá, eae? E sobre os dados abertos?● dados são abertos quando qualquer pessoa podelivremente usá-los, reutilizá-los e redistribuí-los,estando sujeito a, no máximo, a exigência decreditar a sua autoria e compartilhar pela mesmalicença.Fonte: http://dados.gov.br/dados-abertos/
  10. 10. Tá, eae? E sobre os dados abertos?● Os dados abertos também são pautados ...– ...por três leis:1.Se o dado não pode ser encontrado e indexado na Web, elenão existe;2.Se não estiver aberto e disponível em formato compreensívelpor máquina, ele não pode ser reaproveitado; e3.Se algum dispositivo legal não permitir sua replicação, ele nãoé útil.Fonte: http://dados.gov.br/dados-abertos/
  11. 11. Tá, eae? E sobre os dados abertos?● Os dados abertos também são pautados ...– ...e oito principios:1.Completos.2.Primários.3.Atuais.4.Acessíveis.5.Processáveis por máquina.6.Acesso não discriminatório.7.Formatos não proprietários.8.Livres de licenças.Fonte: http://dados.gov.br/dados-abertos/
  12. 12. Dados governamentais.● Nem sempre estão bonitos como queríamos, poisgeralmente:– Não seguem todas as pautas do OpenData;– Não disponibilizam o dicionário de dados;● Talvez não tenha mesmo.– Não disponibilizam o M.E.R.● Também talvez não tenham...– Está em formato proprietário;– Está em formato antigo;– Etc, etc, etc....
  13. 13. Dados governamentais.● Em boa parte das vezes que está disponívelpodemos encontrá-los em:– XL$– CSV– DBF ( o.O )– GDB– TXT ( seja TSV ou campos posicionais )– PDF
  14. 14. Então...…
  15. 15. Engenharia Reversa...● ... consiste em usar a criatividade para, a partir deuma solução pronta, retirar os possíveis conceitosali empregados
  16. 16. Data IntegrationFONTE TRANFORMAÇÕES CARGA
  17. 17. Pentaho Data IntegrationFONTE TRANFORMAÇÕES CARGA-XL$-CSV-DBF-XML-JSON-TXT...-BLA-BLE-BLI-SGBD-MySQL-Postgre-MariaDB...AAAAA aaaaaa3337775522 33.37.77.55-22
  18. 18. Pentaho Data IntegrationFONTE TRANFORMAÇÕES CARGA
  19. 19. Pentaho Data IntegrationFONTE TRANFORMAÇÕES CARGA
  20. 20. Pentaho Data Integration
  21. 21. Pentaho Data Integration
  22. 22. Pentaho Data Integration
  23. 23. Pentaho Data Integration (kettle)● Onde obter:– http://kettle.pentaho.com/
  24. 24. Obrigado......se ainda tiver tempo...
  25. 25. Pesquisas realizadas:
  26. 26. Pesquisas realizadas:http://www.cgu.gov.br/sorteios/index1.asp
  27. 27. Pesquisas realizadas:Alocando Locais de votação em setores censitários.
  28. 28. Pesquisas realizadas:
  29. 29. 18.097.608
  30. 30. Agora sim...… Obrigado!Wesley Seidel Carvalho@wseidelwesley.seidel@ltasks.comwesley.seidel@intelidados.com.br

×