MOVIMENTO CIRCULAR

1.723 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.723
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
64
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
20
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

MOVIMENTO CIRCULAR

  1. 1. Movimento Circular 1 – VELOCIDADE ANGULAR (ω) Um ponto material "P", descrevendo uma trajetória circular de raio "r", apresenta uma variação angular (Δφ) em um determinado intervalo de tempo (Δt). A relação entre a variação angular (Δφ) e o intervalo de tempo (Δt) define a velocidade angular do movimento. ω = Δφ Δt Em que: ω velocidade angular (rad/s) Δφ variação angular (rad) Δt variação de tempo (s) 2 – RADIANO (rad) É o arco de circunferência cuja medida é o raio. TECNOLOGIA MECÂNICA Página | 1
  2. 2. 3 – PERÍODO (T) É o tempo necessário para que um ponto material "P", movimentando-se em uma trajetória circular de raio "r", complete um ciclo. 2π ω = T Em que: T período [s] ω velocidade angular (rad/s) π constante trigonométrica 3,14 3 – FREQUÊNCIA (f) É o número de ciclos que um ponto material "P" descreve em um segundo, movimentando-se em trajetória circular de raio "r". A frequência (f) é o inverso do período (T), = f 1 T = ω 2π Em que: f frequência (Hz) T período (s) ω velocidade angular (rad/s) π constante trigonométrica 3,14 TECNOLOGIA MECÂNICA Página | 2
  3. 3. 4 – ROTAÇÃO (n) É o número de ciclos que um ponto material "P", movimentando-se em trajetória circular de raio "r", descreve em um minuto. Desta forma, podemos escrever que: n = 60 f Como f = ω , tem-se que: n = 60 ω , 2π portanto: 2π n = 30 ω π Em que: n rotação (rpm) f frequência (Hz) ω velocidade angular (rad/s) π constante trigonométrica 3,14 TECNOLOGIA MECÂNICA Página | 3
  4. 4. 5 – VELOCIDADE PERIFÉRICA OU TANGENCIAL (v) A velocidade tangencial ou periférica tem como característica a mudança de trajetória a cada instante, porém o seu módulo permanece constante. A relação entre a velocidade tangencial (v) e a velocidade angular (ω) é definida pelo raio da peça. A relação entre a velocidade tangencial (v) e a velocidade angular (ω) é definida pelo raio da peça. v ω = r , v = ω portanto = ω.r Isolando ω na expressão da rotação, chegamos a: n = 30 ω π π.n 30 Substituindo ω na expressão anterior, teremos: v = ω.r Onde: v n r ω = π.n.r 30 velocidade periférica (m/s) rotação (rpm = rotações por minuto) raio (m) velocidade angular (rad/s) π v constante trigonométrica 3,14 TECNOLOGIA MECÂNICA Página | 4

×