Sequenciade atividades cleidiane

1.191 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.191
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
8
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Sequenciade atividades cleidiane

  1. 1. “Ensinar não é transferir conhecimento, mas criar as possibilidades para a sua produção ou a sua construção. Quem ensina aprende ao ensinar e quem aprende ensina ao aprender.” Paulo Freire
  2. 2. O PACTO NACIONAL PELA ALFABETIZAÇÃO NA IDADE CERTA TURMA:1º FASE DO 1º CICLO DO ENSINO FUNDAMENTAL DA ESCOLA ESTADUAL SÃO JOSÉ PONTES E LACERDA - MT. DOCENTES: ANA JOSÉ, CAMILA, CLEIDIANE E HORLANDINA SEQUÊNCIA DIDÁTICA LA NA CASA DA VIZINHA JANE EMIRENE EIXOS NÚMEROS E OPERAÇÕES TRATAMENTO DA INFORMAÇÃO/ESTATÍSTICA E PROBABILIDADE
  3. 3. Direitos de Aprendizagem - Perceber a importância da utilização de uma linguagem simbólica universal na representação e modelagem de situações matemáticas como forma de comunicação. - Desenvolver o espírito investigativo, crítico e criativo, no contexto de situações problema, produzindo registros próprios e buscando diferentes estratégias de solução.
  4. 4. Capacidades  Resolver situações problemas envolvendo as operações matemáticas;  Utilizar informação disponível para resolução de problemas;  Associa número ao numeral;  Reconhece, lê e escreve numeral;  Realiza correspondência entre diferentes ordens do sistema numérico (unidade, dezena e centena);  Conta e registra quantidades utilizando estratégia própria;  Identifica informações numéricas contidas em texto;  Agrupa e reagrupa usando diversos materiais.
  5. 5. Metodologia/Recursos  O texto “Lá na casa da vizinha”, utilizando cartaz de cartolina para escrever a Parlenda, pincel atômico colorido e figuras para enfeita.  Atividades xerocadas envolvendo as capacidades previstas.  Atividades extras elaboradas, repassados no quadro que intensifique as capacidades previstas.  Utilizar material dourado e/ou outros disponíveis.  Cardápio semanal dos alimentos servidos na merenda e fazer uma pesquisa com os alunos de cada ano sobre seu alimento preferido, registrando depois uma tabela e gráfico de barras a preferência de cada turma. Os registros serão feitos no caderno do aluno e num cartaz de cartolina para expor no mural da escola.  Brincadeira de pular , jogo de trilha confeccionada pelo professor.
  6. 6. Avaliação Será observado o desenvolvimento de cada aluno, acompanhando e respeitando o tempo de construção de conhecimento do mesmo através da participação nas atividades desenvolvidas.
  7. 7. 1º dia Segunda - feira No primeiro momento foi apresentado aos alunos como deleite o cartaz com a parlenda “La na casa da vizinha”, em seguida cantei com eles a música, fazendo sempre algumas pausas de acordo que mencionava a escrita dos numerais e também as palavras que rimava na parlenda.
  8. 8. Após terem aprendido a parlenda foi entregue o texto para cada aluno pudesse relacionar o numeral com a quantidade e também a escrita numérica de cada número mencionado na parlenda.
  9. 9. No decorrer da aula foi observado que os alunos participaram da aula, demonstrando maior interesse nas realizações das atividades do dia.
  10. 10. No segundo momento foi realizado com os alunos uma atividade de adição e subtração com ideia de juntar e de tirar, com auxílio de materiais concreto como palito de picolé, material dourado e alguns recursos próprios utilizado pelos alguns alunos como o lápis de cor e os dedos das mãos e um caça resultado onde o aluno teria que achar a escrita do resultado de cada adição. Palito de picolé e lápis de cor. Material dourado.
  11. 11. No momento da realização da atividade adição e subtração foi necessário atendimento individualizados com alguns alunos que demonstrou algumas dificuldades como relacionar a quantidade dos palitos no momento de registrar o resultado do numeral.
  12. 12. Momento de colorir as atividades desenvolvidas.
  13. 13.  No segundo dia como deleite cantamos a musiquinha dos indiozinhos em seguida foi apresentado como rotina diária o calendário e quantos alunos somos hoje? Depois foi dado a seqüência nas atividades do dia.
  14. 14. Foi realizado com os alunos uma seqüência numérica com o auxílio do material dourado, onde os alunos teriam que registrar através dos desenhos a quantidades dos numerais que pedia em casa casinha e fazendo a troca quando for necessário dos cubinhos pelas barrinhas, nesse momento pude avaliar algumas dificuldades que alguns alunos tiveram para realizar a troca dos cubinhos pela dezena representada pela a barrinha no momento de registrar na atividade. Esse momento, tive que buscar novas metodologias para o desenvolvimento de aprendizagem.
  15. 15. Momento artístico!
  16. 16.  Foi realizado uma nova atividade sobre as unidades e dezenas, utilizando o material dourado e palitinhos de picolé e pequenos cartazes com representações das casas decimais, onde foi organizado em grupo. Além disso foi realizado atividades extras para melhor compreensão.  Após as realizações dessas atividades pude avaliar que os alunos tiveram avanços na medida que foram realizando as atividades com os materiais alternativos, havendo mais envolvimento dos mesmos no momento que estavam manipulando os palitos de picolé e no momento dos registros realizados por eles. 3º Dia
  17. 17.  Após as atividades foi realizado o jogo da trilha com na seqüência numérica até 49, onde os alunos jogavam o dado representado por numeral do 1 até 6, de acordo com as regrinhas do jogo como avançar, voltar uma casinha, momento de descansar... O grupo que avançasse primeiro a última casinha era o ganhador. Depois do jogo os alunos pularam corda cantando a parlenda La na casa da vizinha. Momento do jogo da trilha!
  18. 18. 4º dia Fizemos um breve diálogo sobre a alimentação saudável e os cuidados higiênico que devemos ter antes de comer os alimentos e como também sobre o desperdício da merenda escolar no momento do lanche. Após a conversa foi apresentado a tabela do cardápio da primeira semana do mês, com os dias da semana juntamente com alimentos oferecido naquele dia. Após os alunos puderam escolher e votar no lanche preferido, em seguida foi mencionado na tabela o lanche mais votado e o menos votado, além disso foi proposto aos alunos que cada aluno fizesse o registro através do gráfico de barra.
  19. 19. Cardápio da 1º semana do mês.
  20. 20. 5 º dia - Construindo gráfico Ao iniciar a aula foi realizado como deleite a história a “galinha felicidade” pela a professora Horlandina, Logo após foi distribuído para cada aluno um folha sufite quadriculada, para a realização do gráfico, foi organizada uma legenda dos alimentos com auxílio das cores para cada barra com a seqüência do dia da semana.
  21. 21. A caixa de história da Galinha felicidades. No momento da história os alunos ficaram ansiosos para ouvir a história de Felicidades ao verem a caixa foi observando a importância das atividades diferenciadas, pois os alunos ficaram compenetrados e entusiasmados com o desfecho da história. Conta se a história que Felicidade era uma galinha que saiu para cacarejar em outro quintal... Mas felicidades não conseguiu voltar para casa, no entanto teve a sorte de encontrar o menino Paulinho, que imediatamente levou-a para a sua casa, pois estava franzininha e faminta... Depois de algum tempo, percebeu o quanto era feliz, pois o futuro havia reservado muitos ovinhos para ela chocar. Um belo dia... Saiu do ninho para ciscar...
  22. 22. Conclusão  No decorrer desta semana foi desenvolvido com os alunos do 1º ano uma seqüência de atividades, cujo título:L a na casa da vizinha de Jane Emirene. Com os Eixos Números E Operações e Tratamento da Informação/Estatística e Probabilidade, com intuito de levar o aluno a desenvolver o espírito investigativo, crítico e criativo, no contexto de situações problema, produzindo registros próprios e buscando diferentes estratégias de solução. No momento da realizações das atividades para melhor compreensão dos alunos foi optado dar continuidades a rotina da sala de aula, como por exemplo, organização da sala de aula, oração de agradecimento, musiquinhas folclóricas como deleite mencionado na seqüência de atividades de acordo com o dia da semana facilitando então o trabalho pedagógico.  Após a realizações das atividades, foi observado a interação dos alunos nas atividades lúdicas, havendo envolvimento de todos, porém nas realizações das atividades didáticas, foram realizadas para alguns alunos, atividades individualizadas com objetivo de atender cada criança com suas especificidades.  Diante disso o resultado foi bom, pois os alunos desenvolveram as atividades com mais interesse, tornando a aula mais prazerosa e também havendo mais participação de todos envolvidos no processo de aprendizagem.
  23. 23. “Ensinar não é transferir conhecimento, mas criar as possibilidades para a sua produção ou a sua construção. Quem ensina aprende ao ensinar e quem aprende ensina ao aprender.” Paulo Freire

×