Deputado dormevil faria

384 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
384
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Deputado dormevil faria

  1. 1. ESCOLA ESTADUAL DEPUTADO DORMEVIL FARIA SEQUÊNCIA DE ATIVIDADES MATEMÁTICAS PROFESSORA : BETHANIA VASCONCELOS Turma : 1º ANO C ORIENTADORA: Andrea Perez Leinat
  2. 2. CONTANDO COM OS DEDINHOS PONTES E LACERDA MT ANO 2014
  3. 3. Aprender a manipular, contar, ordenar em seqüencia, perceber e fazer movimentos coordenados, desenvolver a memória, resolver operações matemáticas com as mãos é muito significativo para as crianças. Imagem, corpo e conhecimento envolvendo a matemática. Diante disso a proposta em utilizar as mãos na construção do conhecimento matemático.
  4. 4. Direitos de aprendizagem Utilizar caminhos próprios na construção do conhecimento matemático, como ciência e cultura construídas pelo homem, através dos tempos, em resposta as necessidades concretas e a desafios próprios dessa construção.
  5. 5. Os eixos estruturantes Números e operações.
  6. 6. PERFIL/CAPACIDADE DE MATEMÁTICA  Reconhecer, ler e escrever os numerais até 10; (mas as atividades e objetivos vão bem além);  Adicionar e subtrair pequenas quantidades com materiais manipuláveis;  Comunicar quantidades obtidas, utilizando a linguagem oral, os dedos da mão ou materiais substitutivos aos da coleção;
  7. 7. Estabelecer relações de semelhanças e de ordem, utilizando critérios diversificados para classificar, seriar e ordenar coleções; Comparar e indicar a que tem maior quantidade de elementos (intuitivo e contagem); Utilizar de situações próprias para resolução de situações problema; Aprender através de músicas e histórias contadas; Lateralidade (direita e esquerda).
  8. 8. Objetivo Aprender a manipular, contar, ordenar em sequência, perceber e fazer movimentos coordenados, desenvolver a memória, resolver operações matemáticas com as mãos é muito significativo para as crianças. Imagem, corpo e conhecimento envolvendo a matemática. Diante disso a proposta em utilizar as mãos na construção do conhecimento matemático.
  9. 9. Conteúdo:  Sequência numérica;  Probleminhas de adição e subtração;  Dezena;  Antecessor e Sucessor; Adição e Subtração;  Formas Geométricas;  Escrita numérica.  Material manipulavel
  10. 10. Tempo estimado: Esta sequência terá a duração em média de um mês, é claro, que no decorrer serão acrescidas ou retiradas algumas atividades, bem como a realização de joguinho que posteriormente serão disponibilizados em fotos. Serão relacionadas atividades do livro didático compatíveis com estas.
  11. 11. Material Necessário Folha de sulfite, lápis de cor, atividades impressas, jogos pedagógicos, tesoura, régua, cola, palitos de picolé e fósforo; som.
  12. 12. RELATÓRIO A exploração das mãos como ferramenta no registro de quantidades e para realizar medições é uma aprendizagem social. São exemplos disso o uso dos dedos para representar a idade (desde os primeiros anos de vida).
  13. 13. O uso dos dedos deve ser valorizado na prática pedagógica como uma das práticas mais importantes na construção do número pela criança, pois, contando nos dedos, as crianças começam a construir uma base simbólica, que é essencial neste processo, assim como na estruturação do número no sistema de numeração decimal.
  14. 14. Ao contar nos dedos, a criança em alfabetização está efetivamente fazendo Matemática e se constituindo em um ser matemático.
  15. 15. Aprender a manipular, contar, ordenar em sequencia, perceber e fazer movimentos coordenados, desenvolver a memória, resolver operações matemáticas com as mãos é muito significativo para as crianças. Imagem, corpo e conhecimento envolvendo a matemática. Diante disso a proposta em utilizar as mãos na construção do conhecimento matemático.
  16. 16. Ao realizarmos essa sequencia, objetivamos por aprofundar e consolidar o conhecimento dos números naturais até 20, bem como, aprofundar os conceitos de adição e subtração com o auxílio dos dedos e objetos manipuláveis. A ideia inicial foi de realizar a sequencia didática através de mãos confeccionadas com EVA. Sendo assim, confeccionei pares de mãos para cada aluno onde puderam manipular.
  17. 17. A princípio ficaram empolgados com a novidade, mas queriam que as mãos feitas para eles também tivesse o velcro, depois foram manipulando e gostando, alguns, os mais adiantados digamos assim, ficaram meio tímidos alegando não precisar, depois resolveram, deixei bem a vontade para o uso ou não do material
  18. 18. Achei interessante que eu colei as mãos em papel sulfite deixando somente os dedos soltos, mas não tinha atentado para alguns detalhes, tais como, planejei que segurariam os dedos na hora da contagem, mas eles já dobraram os dedos, coisa simples, mas que eu não havia falado fiquei surpresa, e é claro, quando elogiei a iniciativa todos queriam ser o autor da idéia.
  19. 19. Com esse jogo foi trabalhado a adição e a subtração, o reconhecimento e utilização dos sinais (adição +, subtração – e igual). Foi incentivado o cálculo mental assim como qualquer outra estratégia pessoal para realizar a atividade. Todas as crianças participaram do jogo com entusiasmo
  20. 20. Alguns optaram pela contagem nos próprios dedos.
  21. 21. Outros precisaram do auxílio de dedos a mais.
  22. 22. Foi interessante observar os caminhos que eles vão descobrindo para as contagens.
  23. 23. Em relação aos trabalhos em grupo achei valido que eles mesmos foram pedindo ajuda aqueles que estavam assimilando melhor, nem sempre com os parceiros em que estavam. Foi bem socializado os conhecimentos adquiridos.
  24. 24. FOI TRABALHADO...
  25. 25. CONTAGEM: pedindo aos alunos que representassem nas mãozinhas os numerais que foram sendo pedidos de 0 a 10 e os utilizados em atividades escritas em folhas e livro didático. Através de musicas relacionando os dedos das mãos.
  26. 26. OPERAÇÕES DE ADIÇÃO E SUBTRAÇÃO SIMPLES: onde as crianças utilizaram as duas mãozinhas e palitos para somar e subtrair as quantidades requeridas. .
  27. 27. DEZENA E MEIA DEZENA: com esse material foi trabalhado também o conceito de dezena (10 unidades) as duas mãos e meia dezena (5 unidades) ou uma mão. ARTE E A MATEMÁTICA: Utilizando a contagem e figuras geométricas planas.
  28. 28. Alunos PNE desenvolvendo as atividades
  29. 29. Resultados obtidos
  30. 30. Quanto aos resultados obtidos, fiquei feliz, pois alcancei os objetivos propostos, que foi o reconhecimento dos números além do esperado. As noções de adição e subtração foram bem concretizadas no sentido de juntar e retirar, um momento que achei interessante também foi uma fala da aluna Emily quando ela disse "tia essa conta é de subtração", ou seja, já utilizando os termos corretos das operações.
  31. 31. Enfim, o uso de jogos e sequencias, contribuem em muito para a ''consciência numérica'‘, fazendo com que a criança lide livremente com os números, construindo caminhos próprios na resolução das atividades.
  32. 32. AVALIAÇÃO Avaliar o aluno através de avaliações contínua com atividades propostas, possibilitando a reflexão e observação da criança, produzir a partir de hipóteses a respeito dos objetivos propostos.
  33. 33. ANEXOS
  34. 34. Conhecendo os dedos com a música - OS DEDINHOS
  35. 35. Conhecendo partes do meu corpo
  36. 36. Conhecendo partes do meu corpo.
  37. 37. Reconhecendo os números relacionando quantidades
  38. 38. Adicionar, subtrair e registrar
  39. 39. INTRODUZINDO A DEZENA
  40. 40. Parlendas e Cantigas

×