Your SlideShare is downloading. ×
  • Curtir
Pregando as parábolas de jesus   o semeador
Próximos SlideShare
Carregando em...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×

Now you can save presentations on your phone or tablet

Available for both IPhone and Android

Text the download link to your phone

Standard text messaging rates apply

Pregando as parábolas de jesus o semeador

  • 14,234 visualizações
Published

 

Published in Espiritual
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Tem certeza que quer?
    Sua mensagem vai aqui
    Seja o primeiro a comentar
Sem downloads

Visualizações

Visualizações totais
14,234
On SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
0

Ações

Compartilhamentos
Downloads
119
Comentários
0
Curtidas
2

Incorporar 0

No embeds

Conteúdo do relatório

Sinalizado como impróprio Sinalizar como impróprio
Sinalizar como impróprio

Selecione a razão para sinalizar essa apresentação como imprópria.

Cancelar
    No notes for slide

Transcript

  • 1. Pregando as Parábolas de Jesus.O Semeador [os quatro solos]. (Mt 13:3-9,18-23) Jean-François Millet – O Semeador – 1850 – Em exposição no Walters Art Museum – Baltimore-EUA Esta mensagem visa mostrar aos semeadores - irmãos, missionários e pastores, pregadores em geral, que o ser humano reage de diferentes maneiras à pregação da Palavra de Deus conforme Jesus mostrou nos 4 diferentes tipos de solos desta 1 conhecida parábola. Página
  • 2. Pregando as Parábolas de Jesus.O Semeador [os quatro solos]. (Mt 13:3-9,18-23)INTRODUÇÃO. 1. Quando Jesus pregava o evangelho do Reino dos Céus (Mt 4:17,23), Ele nem sempre encontrava um público tão receptivo... a. Mesmo quando fez milagres, alguns não se arrependeram - Mt 11:20-24. b. Alguns tentaram enganá-lo, para então terem motivos de acusá-lo - Mt 12:9-14.Foi certamente por esta razão que Jesus passou a ensinar publicamente pormeio de parábolas - Mt 13:10-13. 2. O problema que Jesus enfrentava era que muitas pessoas, apesar de terem ouvidos para ouvir, seus corações se tornaram endurecidos - Mt 13:14-15. 3. Para ilustrar esse problema Jesus contou uma parábola que veio a ser conhecida como A Parábola do Semeador. a. Também pode ser adequadamente chamada de: A Parábola dos Quatro Solos. b. Ou ainda: A Parábola da Semente.Foi dita para ilustrar as diferentes reações à mensagem do evangelho. 4. A parábola em si é registrada em Mateus 13:3-9 (também em Marcos 4:3-9 e Lucas 8:4-8) - LEIA! a. É uma das poucas parábolas em que temos a interpretação do próprio Jesus no contexto. b. A importância desta parábola em particular é reforçada pelas palavras de Jesus registradas em Marcos 4:13... “Não compreendeis esta parábola? Como, então, compreender todas as parábolas?”O valor desta parábola se torna mais evidente à luz da explicação de Jesus. 2Por ela podemos nos ver como realmente somos no que diz respeito ao Páginamodo como recebemos a Palavra em nossa vida.
  • 3. I. A PARÁBOLA EXPLICADA.A. O semeador. 1. Não é especificamente mencionado aqui, mas comparando com Mt 13:37... a. Este texto é a explicação da Parábola do Joio e o Trigo... b. No qual Jesus explica: “O que semeia a boa semente é o Filho do Homem”. 2. Por isso, é provável que o semeador nesta parábola faça referência imediata ao próprio Senhor Jesus Cristo. 3. Mas também é possível aplicar, por inferência, a todo aquele que, nos dias de hoje, proclama fielmente a mensagem do Filho do Homem.B. A semente. 1. A semente é a palavra do Reino - Mateus 13:19a. 2. Isto é, o evangelho do Reino, que era o tema recorrente da pregação de Jesus - Mt 4:23. 3. E foi também um elemento importante da pregação apostólica - At. 8:12; 28:30-31.C. A beira do caminho (o primeiro solo). 1. Este solo representa aquele que “...ouve e não entende” - Mt 13:19a. 2. Muito provavelmente, estes são os que endureceram o coração antes mesmo de ouvir a Palavra - Mt 13:15. 3. As aves representam o maligno (chamado de diabo em Lc 8:12). a. Que arrebata a Palavra daqueles cujo coração está endurecido. b. Sua condição, portanto, é de estar cego para o evangelho pela ação do diabo - 2Co 4:3-4. 4. Ainda que Satanás contribua para a sua cegueira espiritual, ela acontece também pela dureza do seu próprio coração!D. O solo rochoso (o segundo solo). 1. Este solo representa aquele que... 3 a. “Ouve a palavra e logo a recebe com alegria” - Mt 13:20. Página b. “Mas não tem raiz em si mesmo, por isso dura apenas pouco tempo” - Mt 13:21a.
  • 4. c. “Quando surge a tribulação ou a perseguição por causa da palavra, logo se escandaliza” - Mt 13:21b. 2. Alguns ouvem a Palavra e a recebem com muita alegria... a. Mas, estão sem raiz, pois não são fundamentados na Palavra, b. De modo que quando os problemas surgem, não há resistência e o tropeço ocorre. 3. Aqui aprendemos que uma recepção emocional, sem uma base sólida na Palavra de Deus não permitirá uma posição firme contra a tribulação e a perseguição.E. Entre os espinhos (o terceiro solo). 1. Este solo representa o que... a. “Ouve a palavra” - Mt 13:22a. b. Mas cuja capacidade de dar frutos é sufocada por: 1) “cuidados deste mundo” - Mt 13:22b; 2) “sedução das riquezas” - Mt 13:22c; 3) “prazeres da vida” (acrescentado em Lc 8:14). 2. Como esses três espinhos podem nos tornar infrutíferos é explicado em outras partes da Palavra de Deus... a. Cuidados deste mundo. 1) Podem nos levar a ficar despreparados para o dia da vinda de Cristo - Lc 21:34-36. 2) O perigo nos cuidados e ansiedades é que eles podem distrair nossa mente do que é realmente importante - Lc 12:29-32. b. Sedução das riquezas. 1) Este perigo é descrito em 1 Timóteo 6:9-10. 2) Mais uma vez, o perigo das riquezas é que ela desvia nossa atenção para longe de Deus, fazendo- nos sentir auto-suficientes - 1Tm 6:17. c. Prazeres da vida. 1) Estes envolvem os prazeres da carne em especial, para desviar nossa mente das coisas do Espírito - Gl 5:17. 2) O apóstolo Paulo nos adverte seriamente: O que se 4 semeia na carne é impossível colher no Espírito! - Página Gl 6:7-9.
  • 5. F. A boa terra (o quarto solo). 1. Este solo representa o que... a. “Ouve a palavra e a compreende” - Mt 13:23a. b. “Dá fruto e produz muito” - Mt 13:23b. c. Lucas acrescenta que ele ouve “a palavra com um coração bom e reto”, e “retém a palavra e dá fruto com perseverança” - Lc 8:15. 2. Aqueles com “um coração bom e reto”, então, são os... a. Que vão entender a Palavra de Deus, e... b. Que vão guardá-la, e com paciência, produzir frutos em sua vida! 3. Eles serão como os bereanos, que foram elogiados por serem nobres, cuja nobreza é vista na forma como eles: a. “Receberam a palavra com toda prontidão”. b. “Examinando diariamente as Escrituras para descobrir se estas coisas eram assim” - Atos 17:11. 4. Note a importância do “entendimento” em relação aos “frutos”... a. Jesus fez a conexão entre os dois nesta parábola - Mt 13:23. b. Paulo liga os dois quando escreve sobre o evangelho que produz frutos entre os Colossenses: “... desde o dia em que ouviste e entendeste a graça de Deus em verdade” - Colossenses 1:6.Quando alguém entende, frutifica mais facilmente, mas a chave para acompreensão está em ter um “coração bom e reto”, disposto a ouvir e aprender! 5. E que tipo de fruto será esse? Existem diferentes tipos... a. O fruto da conquista de almas para Cristo - Rm 1:13. b. O fruto da santificação - Rm 6:22. c. O fruto do Espírito (isto é, o caráter de Cristo) - Gl 5:22-23. 6. Uma observação importante é que nem todos vão ter a mesma produtividade... a. “Alguns cem, outros sessenta, e outros trinta” - Mt 13:23. b. Como ilustrado na Parábola dos Talentos, uns podem ter mais, de acordo com a capacidade que Deus lhes deu - Mt 25:14-15. c. Seja qual for a nossa capacidade, devemos exercê-la em conformidade - 1Pe 4:10-11.Com a explicação dada pelo próprio Senhor Jesus, devemos ter poucos 5 Páginaproblemas de compreensão na Parábola do Semeador e nas verdadesespirituais Jesus estava ensinando.
  • 6. II. A PARÁBOLA APLICADA.No entanto, uma coisa é compreendê-lo, outra muito diferente é fazer aaplicação do mesmo. Precisamos fazer a aplicação de maneira instigante, porisso, deixe-me perguntar-lhe: Que tipo de solo você é?A. Você é como o “solo à beira do caminho”? 1. Se você já ouviu o evangelho de Cristo e seu Reino, mas ainda não é um cristão... 2. Você pode estar no processo de endurecimento do seu coração! 3. Desse modo está suscetível ao engano de Satanás, que de alguma forma, quer cegá-lo e não permitir que a Palavra de Deus tenha o efeito desejado em você!B. Você é como o “solo rochoso”? 1. Se você recebeu o evangelho alguma vez, mas não está sendo fundamentado na fé... 2. Você provavelmente vai cair quando a perseguição ou tentação vier pelo caminho!C. Você é como o “solo com espinhos”? 1. Se você recebeu o evangelho alguma vez, mas está se tornando muito preocupado com os cuidados, as riquezas e os prazeres deste mundo... 2. Você não será capaz de dar fruto!Lembre-se do que Jesus disse sobre ramos que não produzem frutos! - Jo 15:1-6.D. Você é como “a boa terra”? 1. Se você tiver recebido o evangelho, e está dando frutos... 2. Então você tem demonstrado várias coisas importantes: a. Você tem um coração bom e reto! b. Você veio a entender a Palavra de Deus! c. Você manteve a perseverança! 3. E assim a Palavra de Deus tem sido capaz de produzir o efeito pretendido em sua vida! 6 Página
  • 7. CONCLUSÃO. 1. Quando Jesus terminou de contar sua parábola do Semeador, Ele clamou: “Quem tem ouvidos para ouvir, ouça!” - Mt 13:9. 2. É evidente, a partir da explicação do próprio Jesus, que nem todos realmente ouvem! 3. É importante que nós escutemos bem, quando a Palavra de Deus é proclamada, por que é o modo como a fé é obtida - Rm 10:17. 4. Como você tem ouvido esta parábola de Jesus e Sua explicação? a. Se você é outra coisa que não seja “boa terra”, você precisa arrepender-se hoje! b. Para que na próxima ocasião, aprenda o que Jesus fará quando voltar para reunir o Seu Reino! - Mt 13:24-30,36-43.Caro amigo e irmão, você pode realmente ter um coração bom e reto.Ouça, analise, compreenda e aceite o evangelho de Jesus Cristo, o evangelhodo Seu Reino! 7 Página
  • 8. O Rev. Giovanni M. Guimarãesé formado no SPN – SeminárioPresbiteriano do Norte, emRecife no ano 2000 e ordenadoao sagrado ministério emdezembro do mesmo ano.Casado com a pedagoga emissionária Abilene é pai deGiulia e Arthur e atualmente épastor na Igreja Presbiterianado Carnaubal, em Mossoró.Contatos: (84) 9660-9271 webminst@ig.com.br 8 Página