Para alémPara alémdo conflitodo conflitoda retóricada retóricado discursodo discursoFaculdade Casper LíberoWilliam A.Ceran...
 Nosso percurso... Para trazer mais sentido ao fazer humano Na construção da identidade Para resignificar a organizaçã...
O gesto antes dafalaO desenho antes daescritaCaverna de Chaveaux - França34 mil anos
A dança comoritmoO canto como memória
 Diálogo interno Consciência de si, do outro e das coisas Manifestação diante da realidade Celebração da natureza Per...
 Dialética de Sócrates como origem do diálogogrego Dialética como contraposição de idéias Platão e o Diálogo na constru...
 Diálogo interno que é exteriorizado para o outro Retórica ritualizada e institucionalizada linguagem, tempo e lugar de...
 Diálogo = através de + sentido/ palavra Quando um significado passa através de alguém Compartilhamento de significado...
 Complexidade = tecido junto (complexus),= heterogêneo mas ligados entre si Complexidade busca superar: estigma da disj...
 Princípios da Complexidade Dialógico Complementaridade e antagonismo Hologramático Parte reseprenta o todo e o todo ...
 Organização como entidade complexa, sistêmica eadaptativa Comunicação nas organizações trata das relações internas e c...
 Comunicar é por si um processo de organização Organização e comunicação são duas das maiscomplexas atividades humanas (...
 Habermas propõe a esfera pública nasorganizações: Espaço de legitimação social Mediação dos laços sociais Superar o c...
Fonte: Boden
NaturezaPolíticaRelações mais simétricasInfluência dos atores emquestões publicamenterelevantesOrganização Sociedade
Diálogo:Visa entendimentoAmplia osrelacionamentosOrganizaçãoEntendimentoEntendimentoGrupoSocialGrupoSocialGrupoSocialGrupo...
 Nova Filosofia: nova maneira de pensar e ver oque são nossas organizações, como “mistérios” adescobrir e “livros abertos...
 Reconhecer o melhor nas pessoas e no mundo Afirmar forças, sucessos e potenciais passados epresentes Perceber aquilo q...
Discovery (Descoberta)Discovery (Descoberta)O que dá vida?O que dá vida?(O melhor de si)(O melhor de si)AvaliarDiscovery (...
Método tradicional Teoria apreciativa Identificação de problemas Análise de causas Plano de ação(tratamentos)Planejamen...
Mudamos muito emsociedade, cultura,tecnologia ...Mas permanece anecessidadede diálogo interno e de
Dialogo - para alem do conflito, da retorica e do discurso
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Dialogo - para alem do conflito, da retorica e do discurso

1.540 visualizações

Publicada em

Reflexão abrangente sobre o diálogo e suas manifestações. O diálogo como retórica, o desdobramento no discurso e sua contextualização no pensamento complexo e na abordagem apreciativa. Comprehensive reflection on the dialogue and its manifestations. Dialogue as rhetoric, the split in the speech and its context in complex thinking and appreciative inquiry approach

Publicada em: Negócios
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.540
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
28
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Dialogo - para alem do conflito, da retorica e do discurso

  1. 1. Para alémPara alémdo conflitodo conflitoda retóricada retóricado discursodo discursoFaculdade Casper LíberoWilliam A.Cerantola27 de maio de 2013
  2. 2.  Nosso percurso... Para trazer mais sentido ao fazer humano Na construção da identidade Para resignificar a organização Como possibilidade na comunicação organizacional
  3. 3. O gesto antes dafalaO desenho antes daescritaCaverna de Chaveaux - França34 mil anos
  4. 4. A dança comoritmoO canto como memória
  5. 5.  Diálogo interno Consciência de si, do outro e das coisas Manifestação diante da realidade Celebração da natureza Perplexidade pelo desconhecido
  6. 6.  Dialética de Sócrates como origem do diálogogrego Dialética como contraposição de idéias Platão e o Diálogo na construção de argumentos erelatos Diálogo na construção da retórica Retórica como diálogo unidimensional persuasão e capacidade de comover apela para a descrição de estórias
  7. 7.  Diálogo interno que é exteriorizado para o outro Retórica ritualizada e institucionalizada linguagem, tempo e lugar definidos Discurso como método e disciplina na construçãoteórica linearidade teórico-temporal argumentos que antecedem o autor caráter de verdade e legitimação apropriação social Instrumento de poder
  8. 8.  Diálogo = através de + sentido/ palavra Quando um significado passa através de alguém Compartilhamento de significado participação escuta inclusão da subjetividade diversas opiniões trabalho de atenção suspensão de pressupostos pensamento coletivo
  9. 9.  Complexidade = tecido junto (complexus),= heterogêneo mas ligados entre si Complexidade busca superar: estigma da disjunção reducionismo simplificação de modelos Complexidade restabelece: transdisciplinaridade sistema aberto interdependente com o ambiente
  10. 10.  Princípios da Complexidade Dialógico Complementaridade e antagonismo Hologramático Parte reseprenta o todo e o todo está emcada parte Recursividade Produtos e efeitos são causas e produtores
  11. 11.  Organização como entidade complexa, sistêmica eadaptativa Comunicação nas organizações trata das relações internas e com ambiente cria espaços de práticas dialógicas com maiorsignificação auxilia na construção de uma identidade coletiva promove o diálogo sensível baseado nas experiências suporta uma comunicação humanizada
  12. 12.  Comunicar é por si um processo de organização Organização e comunicação são duas das maiscomplexas atividades humanas (Morin) Uma leva a outra, uma depende da outra Organização só atinge seu ponto máximo quandocomunica Diálogo é relação e comunicação é relacionamento Comunicação organizacional é a organização complexada comunicação na complexidade da organização(Machado da Silva)
  13. 13.  Habermas propõe a esfera pública nasorganizações: Espaço de legitimação social Mediação dos laços sociais Superar o caráter ideológico e promover embate deopiniões Manutenção do equilíbrio emocional no ambiente detrabalho Dar inteligibilidade aos comportamentos Atuar na interdependência dos indivíduos
  14. 14. Fonte: Boden
  15. 15. NaturezaPolíticaRelações mais simétricasInfluência dos atores emquestões publicamenterelevantesOrganização Sociedade
  16. 16. Diálogo:Visa entendimentoAmplia osrelacionamentosOrganizaçãoEntendimentoEntendimentoGrupoSocialGrupoSocialGrupoSocialGrupoSocial
  17. 17.  Nova Filosofia: nova maneira de pensar e ver oque são nossas organizações, como “mistérios” adescobrir e “livros abertos” a serem escritos Nova Teoria: nova maneira de explicar e promovera mudança nas organizações, descobrindo o queexiste de positivo e imaginar maneiras detrabalhar e organizar-se Nova Metodologia: nova maneira de promover amudança e recursos para construir organizações
  18. 18.  Reconhecer o melhor nas pessoas e no mundo Afirmar forças, sucessos e potenciais passados epresentes Perceber aquilo que traz vida aos sistemas vivos Acrescentar em valor Sinônimos: Valorizar Prezar Estimar Honrar
  19. 19. Discovery (Descoberta)Discovery (Descoberta)O que dá vida?O que dá vida?(O melhor de si)(O melhor de si)AvaliarDiscovery (Descoberta)Discovery (Descoberta)O que dá vida?O que dá vida?(O melhor de si)(O melhor de si)AvaliarDream (Sonho)Dream (Sonho)Como poderia ser?Como poderia ser?InovarDream (Sonho)Dream (Sonho)Como poderia ser?Como poderia ser?InovarDesign (Desenho)Design (Desenho)Como vai ser a organizaçãoComo vai ser a organizaçãoideal?ideal?Co-construirDesign (Desenho)Design (Desenho)Como vai ser a organizaçãoComo vai ser a organizaçãoideal?ideal?Co-construirDestiny (Destino)Destiny (Destino)Como aprender, delegar,Como aprender, delegar,executar, e improvisar?executar, e improvisar?ManterDestiny (Destino)Destiny (Destino)Como aprender, delegar,Como aprender, delegar,executar, e improvisar?executar, e improvisar?ManterFocoFocoEstratégicoEstratégico
  20. 20. Método tradicional Teoria apreciativa Identificação de problemas Análise de causas Plano de ação(tratamentos)Planejamento básico Uma organização é umproblema que tem sersolucionado Descobrir o que de melhorexiste Imaginar o que pode chegara ser Construir o que deveria serPlanejamento básico Uma organização é um livroaberto que está por serescritoFonte: Profa. Dra. Margarida M. Krohling Kunsch
  21. 21. Mudamos muito emsociedade, cultura,tecnologia ...Mas permanece anecessidadede diálogo interno e de

×