TCC- Arrastão do Bem - Walter Gleisson

2.067 visualizações

Publicada em

TCC- SEGURANÇA PUBLICA, Operação Policial combate as drogas

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.067
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
23
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

TCC- Arrastão do Bem - Walter Gleisson

  1. 1. Faculdade Lions Gestão em Segurança PúblicaTRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO OPERAÇÃO POLICIAL ARRASTÃO DO BEM GOIÂNIA 2012
  2. 2. Faculdade Lions Gestão em Segurança PúblicaTRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO OPERAÇÃO POLICIAL ARRASTÃO DO BEM Trabalho de conclusão de curso apresentado á Faculdade Lions, como requisito para obtenção do título de Gestor em Segurança Pública, sob a orientação do Profº André Luiz Digues da Costa. GOIÂNIA 2012
  3. 3. Walter Gleisson Oliveira Ribeiro TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO OPERAÇÃO POLICIAL ARRASTÃO DO BEMAprovado em ____/____/______Nota_______________________ Banca Examinadora ______________________________________________ Profº André Luiz Digues da Costa – Orientador Faculdade Lions ______________________________________________ Profª Arenize Alves Santana Faculdade Lions ______________________________________________ Profº Rosidan Divino Abreu Faculdade Lions
  4. 4. Deus está em primeiro lugar em nossa vida, por issotoda a honra e glória deste, são para Ele.Agradecemos também aos nossos amigos, porfornecer-nos informações para conclusão deste. E aonosso querido Professor André Luiz Digues, nossoorientador, que esteve disposto a nos capacitar.
  5. 5. “A violência quando organizada, é por vezes, confundida com justiça.” Ediel
  6. 6. SUMÁRIOINTRODUÇÃO...................................................................................................7REFERÊNCIA DO LEVANTAMENTO REALIZADO................................81. FINALIDADE.................................................................................................82. SITUAÇÃO.....................................................................................................83. MISSÃO.........................................................................................................103.1 Forças amigas e Elementos Favoráveis.........................................................123.3 Elementos adversos.......................................................................................124. CONDIÇÕES DE EXECUÇÃO..................................................................134.1 Local.............................................................................................................134.2 Efetivo...........................................................................................................134.3 Alimentação..................................................................................................144.4 Supervisão da Operação...............................................................................144.5 Comandante da Operação.............................................................................145. MISSÕES DO COMANDANTE DA OPERAÇÃO..................................146. VIGÊNCIA....................................................................................................16CONCLUSÃO...................................................................................................17REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS............................................................18
  7. 7. 7 INTRODUÇÃO A pesquisa em tela é de suma importância, tendo em vista que a mesma, ouseja, operações policiais, juntamente com outros procedimentos, vem para trazera sociedade mais segurança também uma qualidade de vida mais tranqüilanesta localidade e sem qualquer dano a população. O agente de segurança, ou seja, as operações policiais enfrentam diariamenteum grande dilema: ela tem a obrigação de defender a integridade do cidadão,mas ao mesmo tempo, tem de defender a sua própria integridade e de seusparceiros bem como garantir a aplicação da lei. Toda operação policial deve ser analisada usando a aplicação dos três níveisorganizacional: Operacional, Tático e Estratégico, onde cada etapa deve serrespeitada para o bom Êxito da operação. Segundo Álvaro Lazzarini (2003) e Maria Silvia Zanela (2007) destacam-se aPolícia de Segurança Pública, que na Lição de Jose Cretilla Junior (apudÁlvaro) tem a atribuição de prevenir a criminalidade em relação à vida, aincolumidade pessoal, propriedade e a tranqüilidade pública e social, ou seja, éorientada para a proteção dos bens supremos, da ordem pública. Essa atividade é exclusiva das Polícias militares que também exercem afunção Polícia Judiciária Militar. Um bom êxito das Operações Policiais depende de cada cidadão em conjuntocom os OPERADORES em SEGURANÇA PÚBLICA.
  8. 8. 8 PLANEJAMENTO DE OPERAÇÃO Nº 001/2012 – Gestão em Segurança Pública (OPERAÇÃO ARRASTÃO DO BEM)REFERÊNCIA: LEVANTAMENTO REALIZADO1. FINALIDADE Diminuir em curto tempo a propagação de produtos entorpecentes noParque Atheneu. Visando assim dar tranqüilidade a população do referido setor comrelação às drogas usando o principio de Pareto, combatendo os 20% de causapara ter 80% de redução da criminalidade. Nesta operação sugerimos bloqueiosa fim de localizar possíveis traficantes transportando drogas em seus veículos ouem suas vestes.2. SITUAÇÃO Localizado no extremo sudeste da capital goiana, fundado em 1982, oConjunto Habitacional Parque Atheneu é considerado o maior conjuntohabitacional da América Latina com população estimada em torno de 40.000(quarenta mil) habitantes. Foi criado inicialmente, para atender aos policiaismilitares e bombeiros militares que não possuíam residência própria e as pessoasdesabrigadas ou sem condições de conquistar o sonho da casa própria. Reveladocomo um dos bairros mais calmos e tranqüilos da cidade de Goiânia, o bairrocom o passar dos anos veio sofrendo muitas transformações, positivas enegativas. Com a chegada do progresso, como a vinda de postos de gasolina,farmácias, supermercados, dentre vários outros comércios, despertou noscriminosos, a idéia que tal bairro seria cliente em potencial da criminalidade,desde então, a criminalidade passou a ocupar o bairro e reprimiu a idéiainaugural de policia comunitária à serviço da sociedade, implantados com osurgimento do bairro, que por sua vez, seria o setor mais protegido da cidade por
  9. 9. 9haver tantos policiais em uma mesma região, agora tomados pela incerteza dodia de amanhã. “Pois uma cidade abandonada pelo público se torna uma cidade propícia atodo tipo de violência” como podemos lembrar-nos da Teoria das JanelasQuebradas de Wilson e Kelling (1981). O Parque Atheneu não tem um índice de roubos ou furtos em residênciasou veículos considerado, mas em contra partida existe um alto índice de tráficode drogas. Por esse motivo devemos reduzir esses índices, indo atrás de projetosque devem envolver o governo, para combater essa prática criminosa juntandoesforços com os órgãos estaduais, municipais, federais, entidades religiosas etambém a sociedade com um todo, só assim podemos reduzir a comercializaçãode entorpecentes, com o objetivo principal da redução da violência. Sabendo daviolência que existe no bairro citado acima, a segurança pública que tem o deverda preservação da ordem pública e da incolumidade de pessoa e do seupatrimônio deve combater essa violência através de operações policiais decombate as drogas, tentando realizar prisões de traficantes e investindo em umaestrutura adequada para que os profissionais de segurança pública possamrealizar seu trabalho com mais eficiência. Visando também o triângulo do crime que começa pela vitima que são asociedade de certa forma desamparada pelo poder publico, depois essestraficantes que são criminosos e por último o ambiente que podemos dar algunsexemplos como as ruas que não tem iluminação adequada, e podemos tambémcitar que o bairro possui varias matas em adjacências (reservas ecológicas) ondefacilita a fuga dos criminosos. O referido setor é palco de uma mega festa que ocorre todos os anos, esteevento costuma ocorrer no mês de agosto ou setembro. A festa é denominadarave, que tem duração de três dias consecutivos e é organizada no espaço da
  10. 10. 10antiga pedreira bela vista. Este evento é regado de bebidas alcoólicas e váriostipos de drogas inclusive com drogas sintéticas. Como consta no jornal diário da manha do dia 29-01-08, relata que aDENARC prendeu 71 pessoas em uma das festas denominada rave no localmencionado com idades de 18 e 25 anos. "A DENARC já fiscaliza este evento acerca de 3 anos, relata o delegado titular". Todas as pessoas que foram presasforam autuadas com base no art. 33 da lei 11.343/20063. MISSÃO Toda missão tem um propósito e um dos nossos propósitos como gestoresde segurança pública é combater a venda e o uso de entorpecentes e drogas afinse contribuir com a paz social que a sociedade tanto almeja. Para prevenir de forma proativa a pratica desse crime de tráfico de drogasdevemos saber quais são os pontos mais propícios que esse ato ilícito acontece etrabalhar com programas educativos tentando impedir que crianças eadolescentes se tornem novos viciados. Será realizado inicialmente nos colégios: Instituto San Damiano, ColégioEstadual Major Oscar Alvelos, Escola Municipal Padre Zezinho, EscolaMunicipal José Alves Vila Nova e Escola Estadual Senador Onofre Quinan. Um programa de conscientização entre os alunos desses estabelecimentosde ensino, e posteriormente o projeto se estenderá a outras escolas; esteprograma consiste em confecção de cartilhas educativas e palestras com o tema"Não as drogas". O conteúdo dessas cartilhas terá informações sobre os perigosque as drogas nos traz e as conseqüências negativas que os usuários de drogasterão.
  11. 11. 11 Além desse trabalho de conscientização nos colégios citados acimairemos realizar um arrastão em um feira livre que é realizada todas as sextasfeiras no parque Atheneu no período noturno. Esse arrastão será denominado"Arrastão do bem” que terá como objetivos coibir a prática de vendas deprodutos de entorpecentes que ocorre com frequência durante e no término dafeira que se encerra por volta das 22h30min.Vejamos as Imagens de alguns doslocais da nossa atuação. Figura 1 Instituto San Damiano e Escola M. Padre Zezinho Figura 2 Colégio E. Onofre Quinan e Colégio E. Major Oscar Alvelos
  12. 12. 12 Figura 3 Escola M. José Alves Vila Nova e Feira Livre Na Av. Parque Atheneu3.1 Forças Amigas e Elementos Favoráveis • Polícia Civil • Ministério Público • Prefeitura Municipal • Guardas Municipais • Entidades Religiosas • Comerciantes3.2 Elementos Adversos • O bairro faz limite com a cidade de Aparecida de Goiânia, com o Jardim Mariliza, Parque Trindade e Vale das Pombas. Situa-se nas proximidades da GO-020, do Autódromo Internacional Ayrton Senna, bem como do Campus II da Universidade Católica de Goiás. • O bairro é dividido em unidades: 101, 103, 105, 201, 203, 205, 207, 301, 305. O que acarreta um maior número de pessoas para poder atender toda a demanda do bairro.
  13. 13. 13 • Criminosos comuns: São os opressores da Lei, aqueles que querem morar na rua sem responsabilidade com os deveres de cidadão. Os praticantes de furtos simples, traficantes, contrabandistas, assassinos e pedófilos. • Usuários de drogas: Serão autuados em acordo com a Lei pertinente. • Aproveitadores da situação de presença de grande público: São aqueles que visam praticar seus delitos sempre que possuem a oportunidade de fazê-lo, devido à aglomeração de pessoas e tumultos.Todos os casos serão analisados individualmente e apreciados aos olhos daJustiça e da Constituição Federal/88, sendo encaminhados para os órgãos a queo caso couber.4. CONDIÇÕES DE EXECUÇÃO a. DIA 23 DE FEVEREIRO DE 2012 - Horário de Início Às 07h00min - Horário de Enquadramento Às 06h00min 4.1 Local 6ª CIPM 4.2 Efetivo 80 policiais sendo 10% deste policiais feminino.
  14. 14. 14 4.3 Alimentação Será custeada pelos Órgãos a que os envolvidos pertencerem, devendo seus comandantes ou diretores enviar aos respectivos departamentos de finanças para devidas providências, com antecedência mínima de 48 (quarenta e oito) horas. 4.4 Comandante da Operação Será exercida por Comandante do Policiamento da Capital. CPC – CEL. MAX 4.5 Supervisão da Operação O responsável geral pela operação será CAP. ROSANA5. MISSÕES DO CMT DO POLICIAMENTOA) Planejamento: • Chefe do setor de planejamento da Organização Policial Militar – (OPM) José dos AnzoisB) Montagem da Operação: • Palestras educativas e entrega de panfletos nas escolas do setor; • Abordagens e Bloqueios denominados Arrastão do Bem, próximos à feira livre;
  15. 15. 15C) Locais Escolhidos: • FEIRAS LIVRES que Ocorre às 6ª feiras, devido ao alto índice de homicídios praticados com uso de armas de fogo, motivados por envolvimento com drogas. • COLÉGIOS: Instituto San Damiano, Colégio Estadual Major Oscar Alvelos, Escola Municipal Padre Zezinho, Escola Municipal José Alves Vila Nova e Escola Estadual Senador Onofre Quinan, devido à denúncia de alunos estarem fazendo uso e comércio de entorpecentes.D) Iniciar o bloqueio na Avenida Parque Atheneu antes da curva e rotatóriapara evitar fuga;E) Colocar no mínimo três viaturas de pequeno porte no bloqueio com umPM com arma longa na segurança e uma viatura no início para identificar obloqueio e para segurança dos policiais.F) Disponibilizar 80 policiais para realizar abordagens, sendo 08 policiaisfemininas para abordagens às mulheres;G) Posicionar viaturas em pontos estratégicos para evitar fuga;H) No caso de haver confronto providenciar socorro das vítimas (transeuntese/ou agressor da sociedade).I) Conduzir os infratores ao 8º DP e veículos produtos de roubo/furto àDERFRV;
  16. 16. 16J) Relatório circunstanciado das visitas comunitárias nas escolas, bloqueios eabordagens realizados e encaminhados ao Comando de Policiamento da Capital– (CPC).6 – VIGÊNCIA A partir desta data. Goiânia-GO, 23 de fevereiro de 2012. Walter Gleisson Oliveira Ribeiro Acadêmico responsável pelo planejamento
  17. 17. 17 CONCLUSÃO Concluímos que o trabalho foi desenvolvido com dedicação e seriedade eos objetivos almejados foram alcançados. Porém não podemos parar por aqui. É válido frisar o dito popular: “Prevenir é melhor que remediar”. O Maisbarato e eficaz é evitar que crianças, jovens e adultos adoeçam por causadas drogas. Impedir que a pessoa experimente a droga constitui desafio a serperseguido sem vacilos e sem tréguas. Concluimos que a tarefa, além da açãodecisiva do Estado, necessita da colaboração da sociedade em geral. Por issoconvocamos as famílias, escolas, igrejas, clubes, redes sociais para arregaçar asmangas e combater este mal. A resposta vem tarde, mas não pode ser maisadiada.
  18. 18. 18 REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICASBRASIL. Constituição Federal. 1988. Vade Mecum. São Paulo: EditoraRevista dos Tribunais, 2011.BRASIL. A Síndrome da Rainha Vermelha. 2006. Marcos Rolim Rio deJaneiro: Jorge Zahar EditorSINPOL-GO, Matheus Álvares Ribeiro. DENARC faz operação em festa rave.Um traficante é preso e 70 usuários autuados. Disponível em:<http://www.sinpolgo.org.br/v2/index.php?option=com_content&task=view&id=200&Itemid=63> acesso no dia 01/02/2012 ás 12h28min

×