PERFIL DO CANDIDATO APROVADO NO CONCURSO DE AFC/CGU 2008       A hora do feedback            Brasília – DF            Març...
SUMÁRIO–EXECUTIVOObjetivos  1. Traçar o perfil do candidato aprovado em 2008 no concurso para o cargo     de AFC/CGU;  2. ...
h) 51% dos aprovados não praticaram alguma atividade física. Dentre as      pessoas que se exercitavam, de 3 a 4 vezes na ...
Os fatores que não contribuíram para um melhor desempenho nas provasforam:      a) Participar de grupo de estudo presencia...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Sumário executivo - perfil do aprovado - anafic

689 visualizações

Publicada em

Breve descrição dos resultados.

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
689
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
5
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Sumário executivo - perfil do aprovado - anafic

  1. 1. PERFIL DO CANDIDATO APROVADO NO CONCURSO DE AFC/CGU 2008 A hora do feedback Brasília – DF Março/2012
  2. 2. SUMÁRIO–EXECUTIVOObjetivos 1. Traçar o perfil do candidato aprovado em 2008 no concurso para o cargo de AFC/CGU; 2. Servir como subsídio à tomada de decisão para a CGU, no que tange à organização de novas seleções de servidores em concursos públicos, bem como à gestão de pessoas; 3. Identificar os fatores que contribuíram para um melhor desempenho nas provas do concurso de 2008 para o cargo de AFC/CGU; 4. Auxiliar candidatos na preparação para o concurso público de AFC/CGU 2012.OrganizaçãoO trabalho foi divido em duas partes:  Parte 1: censo dos alunos matriculados no 1o curso de formação da CGU em 2008, aprovados em ampla concorrência (209 alunos);  Parte 2: amostra dos alunos matriculados no 1o curso de formação da CGU em 2008, aprovados em ampla concorrência (124 alunos).Perfil do AprovadoAs estatísticas descritivas revelaram a predominância de pessoas: a) do sexo masculino (73%); b) com idade menor ou igual a 35 anos (85%); c) com namoradas, companheiras ou esposas (72%); d) sem filhos (81%); e) com nível superior apenas (58%); f) que cursaram instituição pública de ensino superior (87%); g) com renda líquida familiar superior a R$ 4.000,00 (80%).Quanto à preparação para o concurso da CGU: a) 70% dos aprovados exerceram alguma atividade remunerada em paralelo aos estudos. Dentre os que trabalhavam, 77% atuavam no setor público; b) 86% dos aprovados não participaram de grupo de estudos presenciais; c) 77% dos aprovados já estudaram em cursos preparatórios para concursos públicos; d) 62% dos aprovados não fizeram curso com aula presencial voltado especificamente para o concurso da CGU; e) 88% dos aprovados acessaram a internet para buscar algum tipo de informação em fóruns ou comunidades sobre concursos; f) 69% dos aprovados não participaram ativamente desses fóruns ou comunidades sobre concursos; g) 56% dos aprovados não leram entrevistas/depoimentos ou assistiram a palestras sobre técnicas de estudo de pessoas aprovadas em outros certames; 2
  3. 3. h) 51% dos aprovados não praticaram alguma atividade física. Dentre as pessoas que se exercitavam, de 3 a 4 vezes na semana, em média, eram dedicadas à prática de exercícios físicos; i) 40% dos aprovados iniciaram sua preparação para concursos estudando para a área fiscal; j) 67% dos aprovados direcionaram seus estudos para o concurso da CGU após a publicação do edital.Quanto a concursos prestados: a) 4% dos aprovados nunca haviam prestado concurso; b) 56% nunca haviam prestado concurso de nível médio; c) 70% dos aprovados no concurso da CGU já haviam obtido aprovação, dentro do nº de vagas, em pelo menos um outro concurso.Quanto ao tempo de estudo semanal: a) Tempo médio de estudo semanal entre 29,6 e 35,4 horas líquidas; b) Tempo médio de estudo semanal de quem apenas estudava (dedicação exclusiva) entre 36,9 e 46,6 horas líquidas; c) Tempo médio de estudo semanal de quem trabalhava (setor público e privado) entre 25,1 e 31,9 horas líquidas; d) O candidato aprovado que se preparou para o concurso da CGU em regime de dedicação exclusiva estudou, em média, 14 horas a mais por semana do que o candidato que trabalhava.Quanto ao tempo de estudo acumulado para concursos: a) Tempo médio de estudo acumulado ao longo da jornada de “concurseiro” entre 17,7 e 22,7 meses; b) O candidato aprovado que tinha filho(s) estudou para concursos, em média, 7,5 meses a mais do que o candidato sem filho(s); c) O candidato aprovado e formado em faculdade privada estudou para concursos, em média, 7 meses a mais do que o candidato formado em faculdade pública; d) O candidato aprovado com graduação ou especialização estudou para concursos, em média, quase 11 meses a mais do que o candidato com mestrado ou doutorado.Fatores de Desempenho nas ProvasOs fatores que contribuíram para um melhor desempenho nas provas foram: a) Já ter estudado em cursos preparatórios para concursos públicos com aulas presenciais ou transmitidas por satélite; b) Acessar a internet para buscar informação em fóruns ou comunidades sobre concursos; c) Participar ativamente em fóruns ou comunidades sobre concursos; d) Ler entrevistas/depoimentos ou assistir palestras sobre técnicas de estudo de pessoas aprovadas em concursos. 3
  4. 4. Os fatores que não contribuíram para um melhor desempenho nas provasforam: a) Participar de grupo de estudo presencial; b) Fazer curso com aula presencial voltado especificamente para o concurso da CGU; c) Praticar alguma atividade física.Conclusões I. A divisão das vagas do concurso de 2008 para o cargo de AFC/CGU em diversas áreas de atuação foi um meio eficaz para selecionar candidatos com determinada formação acadêmica (vide, por exemplo, o preenchimento das vagas nas áreas de Obras Públicas, Saúde e Estatística e Cálculos Atuariais), mesmo sem a exigência de formação acadêmica específica no edital do concurso. Dessa forma, os candidatos tiveram a possibilidade de escolher naturalmente as áreas que conjugavam afinidade vocacional ou pessoal com as vagas ofertadas, de modo a maximizar suas chances de sucesso; II. Embora a maioria dos aprovados não tenha participado ativamente de fóruns (69%) nem lido entrevistas/depoimentos ou assistido a palestras sobre técnicas de estudo (56%), quem fez uso desses recursos obteve um desempenho melhor;III. Com respeito à atividade física, embora não tenha sido observado um desempenho estatisticamente superior no conjunto das provas comuns a todas as áreas (P1+P2+P4), foi prática frequente em quase metade dos aprovados. Logo, é possível deduzir que, para estes, a atividade física, na pior das hipóteses, não interferiu negativamente;IV. O perfil do aprovado no concurso da CGU/2008 aponta, em tese, para alguém com certo tempo de preparação (1 ano e 8 meses, em média), experiência em vários certames (96% já haviam prestado concurso) e elevado empenho e dedicação (32,5h líquidas de estudo semanal, em média). Além disso, 70% já haviam sido aprovados em, pelo menos, um outro concurso; V. Dos 33% de alunos matriculados no 1º Curso de Formação da CGU em 2008, e que não compõem, atualmente, o quadro de servidores da CGU, 2/3 desse total (66%) estão lotados na carreira de Controle Externo (TCU). Um dos prováveis motivos dessa significativa atração exercida pelo TCU seja em função, principalmente, da menor jornada de trabalho (7 horas corridas);VI. Apesar de 40% dos aprovados ter iniciado sua preparação para concursos estudando para a área fiscal, apenas 3% dos alunos matriculados no 1º curso de formação da CGU em 2008 estão atualmente na carreira Fiscal. Portanto, a valorização, em termos remuneratórios, da carreira de Finanças e Controle no último aumento salarial concedido pelo governo federal (de 84% para 95% do subsídio de AFRFB) contribuiu para a pequena perda de servidores para a carreira Fiscal. Isso, na prática, fortaleceu a carreira de Finanças e Controle (CGU). 4

×