Atividades física 2 ano prof. waldir montenegro

8.963 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
8.963
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
60
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
39
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Atividades física 2 ano prof. waldir montenegro

  1. 1. LISTA DE EXERCÍCIOS DE FÍSICA 1. (UCBA) Duas fontes de luz emitem feixes que se interceptam. Durante o cruzamento dos feixes há: a) reflexão do feixe menos intenso. b) reflexão do feixe mais intenso. c) refração do feixe menos intenso. d) refração do feixe mais intenso. e) propagação retilínea dos dois feixes. 2. (U.C.PE) O efeito das fases da Lua pode ser atribuído essencialmente à: a) reflexão da luz do Sol na Lua. b) refração da luz do Sol na Lua. c) reflexão da luz do Sol na Terra. d) refração da luz do Sol na Terra. e) Sombra da Terra sobre a Lua. 3. (FGV) Numa manhã de sol, um rapaz de 1,6 m de altura percebe que está projetando uma sombra de 2,4 m de comprimento. No mesmo instante, um prédio projeta uma sombra de 45 m. Com estes dados na mão, o rapaz calcula a altura do prédio que é: a) 67,5 m b) 40,0 m c) 35,4 m d) 30,0 m e) 28,4 m 4. (UFPA) Podemos considerar que a sombra que uma nuvem projeta sobre o solo tem a mesma forma e o mesmo tamanho que a própria nuvem em decorrência dos raios solares serem: a) luminosos e numerosos b) iluminados e infinitos c) convergentes em um ponto d) aproximadamente paralelos e) divergentes 5. (UFGO) Uma bandeira brasileira, tingida com pigmentos puros e iluminados com luz monocromática amarela, é vista na (s) cor (es): a) totalmente amarela b) verde e amarela c) azul e branca d) preta e branca e) amarela e preta 6. (PUC-SP) Um pedaço de tecido vermelho, quando observado numa sala iluminada com luz azul aparece: a) preto. b) branco. c) vermelho. d) azul. e) amarelo 7. (UFGO) Dadas as seguintes afirmações: I. A luz se propaga em linha reta num meio homogêneo. II. Dois feixes luminosos ao se cruzarem apresentam mudanças em suas direções de propagação. III. A velocidade da luz tem um mesmo valor, independente do meio em que se propaga. Podemos dizer que: a) I e II são corretas b) I e III são corretas c) II e III são corretas d) somente I é correta Aluno (a): ________________________________________ n° ______ 2°__ Ano/turma A/B_____ Professor (a): Waldir_Montenegro_______________________________Data: _____/_____/2013. ATIVIDADE: FÍSICA Valor:______________ QUESTÕES RASURADAS NÃO SERÃO VÁLIDAS PARA FINS DE CORREÇÃO
  2. 2. e) somente III é correta 8. (MOJI-SP) Um objeto plano pode ser visto num espelho plano por meio do fenômeno de: a) reflexão b) refração c) polarização d) difração e) interferência 9. (VUNESP) Um raio de luz, vertical, incide num espelho plano horizontal. Se o espelho girar 20o em torno de um eixo horizontal, o raio refletido se desviará de sua direção original de: a) 0o b) 20o c) 10o d) 60o e) 40o 10. (UFPA) Quanto a um espelho plano, pode-se dizer que ele forma: a) sempre imagens virtuais. b) sempre imagens reais. c) imagens reais de objetos reais. d) imagens virtuais de objetos virtuais. e) imagens reais de objetos virtuais e vice-versa. 11. (UFAC) Sentado na cadeira da barbearia, um rapaz olha no espelho a imagem do barbeiro, em pé atrás dele. As dimensões relevantes são dadas na figura. A que distância (horizontal) dos olhos do rapaz fica a imagem do barbeiro? a) 0,5 m b) 0,8 m c) 1,3 m d) 1,6 m e) 2,1 m 12. (FATEC-SP) Um homem de 1,80 m de altura quer ver-se, da cabeça aos pés, num espelho plano vertical tendo duas bordas horizontais. A altura do espelho deve ser no mínimo: a) 1,80 m b) 1,20 m c) 0,90 m d) 0,60 m e) n.d.a. 13. (UFPI) A figura abaixo representa um raio de luz que incide no espelho plano E e por ele é refletido. Os ângulos de incidência e reflexão desse raio de luz são, respectivamente: a) 25o e 25o b) 25o e 65o c) 65o e 65o d) 65o e 25o e) 90o e 90o 14. (PUC-RJ) Quais dos objetos A, B, C, D e E são vistos pelo observador P ao olhar pelo espelho plano esquematizado? a) A, B, C, D e E. b) A, E e B. c) A, B e C. d) B, C, D e E. e) C, D e E.
  3. 3. 15. (U.E. Londrina-PR) Durante um eclipse solar, um observador: a) No cone de sombra, vê um eclipse parcial. b) Na região de penumbra, vê um eclipse total. c) Na região plenamente iluminada, vê a Lua eclipsada. d) Na região da sombra própria da Terra, vê somente a Lua. e) Na região plenamente iluminada, não vê o eclipse solar. 16. (ENEM-MEC) Seu Olhar Na eternidade Eu quisera ter Tantos anos-luz Quantos fosse precisar Para cruzar o túnel Do tempo do seu olhar. (Gilberto Gil, 1984) Gilberto Gil usa na letra da música a palavra composta anos-luz. O sentido prático, em geral, não é obrigatoriamente o mesmo que na ciência. Na física, um ano-luz é uma medida que relaciona a velocidade da luz e o tempo de um ano e que, portanto, se refere a: a) Tempo b) Aceleração c) Distância d) Velocidade e) Luminosidade 17. (PUCCAMP-SP) Andrômeda é uma galáxia distante 2,3 anos-luz da Via - Láctea, a nossa galáxia. A luz proveniente de Andrômeda. Viajando a velocidade de 3,0. 105 Km/s percorre a distância aproximada até a Terra, em Km, igual a: a) 4,0. 1015 b) 6,0. 1017 c) 2,0. 1019 d) 7,0. 1021 e) 9,0. 1023 18. A figura representa, esquematicamente, uma câmara escura fornecendo uma imagem de um objeto colocado diante dela. Sabendo-se que a distância do objeto ao orifício de entrada da câmera vale p = 3,0 m, que a distância do orifício à parede posterior da câmara vale p’ = 40 cm e que a altura do objeto é 15 cm, determine a altura da imagem. 19. De um objeto real, um espelho esférico côncavo forma imagem virtual, direita e maior quando o objeto está colocado: a) No foco do espelho b) Entre o foco e o espelho c) No centro óptico do espelho d) Entre o foco e o centro óptico do espelho
  4. 4. e) Entre o centro óptico e o infinito. 20. Construa graficamente a imagem do objeto, classificando-a em real ou virtual, direita ou invertida e em maior, menor ou do mesmo tamanho. 21. Um rapaz utiliza um espelho côncavo, de raio de curvatura igual a 40,0 cm para barbear-se. Quando o rosto do rapaz esta a 10,0 cm do espelho o aumento linear transversal da imagem produzida é: a) 1,3 b) 1,5 c) 2,0 d) 4,0 e) 40 22. Um espelho côncavo projeta sobre uma parede a imagem vinte vezes maior de um objeto real colocado a 42,0 cm de seu vértice. Determine: a) A distância focal do espelho b) A distância do espelho à parede. 23. A distância entre o objeto e sua imagem fornecida por um espelho côncavo é 72,0 cm. Objeto e imagem são ambos reais e a imagem é cinco vezes maior que o objeto. Determine o raio de curvatura do espelho. 24. O espelho retrovisor de uma motocicleta fornece de uma pessoa situada a 60,0 cm dele, uma imagem direita quatro vezes menor. Qual o tipo de espelho e qual o seu raio de curvatura? 25. (C. CHAGAS) A figura mostra a trajetória de um raio de luz que passa do meio A para o meio B. “S” é a superfície de separação entre os dois meios. Das seguintes afirmações: (valor 1,0)
  5. 5. I. O índice de refração do meio “B” é maior do que o de “A”. II. A velocidade de propagação da luz no meio “A” é menor do que no meio “B”. III. Se o raio de luz passar de B para A, ou seja, do ar (n=1) para o vidro (n= 1,5), sua velocidade, no meio A, será igual a 2,0x108 m/s. IV. O índice de refração do meio “A” é maior que o do meio “B”. Estão corretas: a) Apenas a I, II e III b) Apenas a I e a II c) Apenas a I d) Apenas a II e) Apenas a II, III e IV. 26. A figura representa um raio de luz atravessando a fronteira entre dois meios A e B. Nessas condições, o índice de refração do meio B em relação ao meio A vale: (valor 1,0) 27. O índice de refração de uma substância é a razão entre: a) a massa e o volume dessa substância. b) o peso e o volume dessa substância. c) a velocidade de uma onda luminosa no vácuo e a velocidade dessa onda na substância. d) a velocidade de uma onda sonora no vácuo e a velocidade dessa onda na substância. e) a frequência da luz no vácuo e a frequência da luz na substância. 28. Um raio de luz monocromático violeta propaga-se sobre um vidro com velocidade v = 240.000 Km/s. O índice de refração absoluto do vidro para a onda luminosa é: a) 0,8 b) 1,25 c) 1,0 d) 1,5 e) 1,7 29. A figura apresenta um objeto colocado defronte a um espelho côncavo. C é o centro de curvatura e F, o foco do espelho. Onde se forma a imagem do objeto? a) À esquerda de o b) Entre o e C. c) Entre C e F. d) Entre F e o espelho. e) A direita do espelho.
  6. 6. I. O índice de refração do meio “B” é maior do que o de “A”. II. A velocidade de propagação da luz no meio “A” é menor do que no meio “B”. III. Se o raio de luz passar de B para A, ou seja, do ar (n=1) para o vidro (n= 1,5), sua velocidade, no meio A, será igual a 2,0x108 m/s. IV. O índice de refração do meio “A” é maior que o do meio “B”. Estão corretas: a) Apenas a I, II e III b) Apenas a I e a II c) Apenas a I d) Apenas a II e) Apenas a II, III e IV. 26. A figura representa um raio de luz atravessando a fronteira entre dois meios A e B. Nessas condições, o índice de refração do meio B em relação ao meio A vale: (valor 1,0) 27. O índice de refração de uma substância é a razão entre: a) a massa e o volume dessa substância. b) o peso e o volume dessa substância. c) a velocidade de uma onda luminosa no vácuo e a velocidade dessa onda na substância. d) a velocidade de uma onda sonora no vácuo e a velocidade dessa onda na substância. e) a frequência da luz no vácuo e a frequência da luz na substância. 28. Um raio de luz monocromático violeta propaga-se sobre um vidro com velocidade v = 240.000 Km/s. O índice de refração absoluto do vidro para a onda luminosa é: a) 0,8 b) 1,25 c) 1,0 d) 1,5 e) 1,7 29. A figura apresenta um objeto colocado defronte a um espelho côncavo. C é o centro de curvatura e F, o foco do espelho. Onde se forma a imagem do objeto? a) À esquerda de o b) Entre o e C. c) Entre C e F. d) Entre F e o espelho. e) A direita do espelho.

×