Grupo 1

2.379 visualizações

Publicada em

0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.379
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
494
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
42
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Grupo 1

  1. 1. UNIVERSIDADE COMUNITÁRIA DA REGIÃO DE CHAPECÓ UNOCHAPECÓESQUADRIAS DE ALUMÍNIOESQUADRIAS DE PVC Acadêmicos: Ricardo Bazzi Tailini S. Vitali Walquíria Brandt
  2. 2. ESQUADRIAS EM ALUMÍNIO
  3. 3. ESQUADRIAS EM ALUMÍNIO O Alumínio É um metal leve, flexível e resistente. Sua flexibilidade permite com ele sejamecanizado e fundido. Apresenta excelente resistência àcorrosão e durabilidade devido à camadaprotetora de óxido.
  4. 4. ESQUADRIAS EM ALUMÍNIO
  5. 5. ESQUADRIAS EM ALUMÍNIO Por ser abundante na crosta terrestre ede valor não muito elevado, o uso do alumínioé maior do que qualquer outro metal, excetoaço. É importante em múltiplas atividadeseconômicas; Na construção civil, é usado emjanelas, portas, grades e outros.
  6. 6. ESQUADRIAS EM ALUMÍNIO As Esquadrias Apresentam boa resistência à corrosão, oque garante longa vida útil para as mesmas,sem muitas preocupações com conservação emanutenção.
  7. 7. ESQUADRIAS EM ALUMÍNIO O alumínio pode receber tratamentos emsua superfície, como anodização e pinturaeletrostática, o que implica em variadas corese reforçam ainda mais a resistência àcorrosão.
  8. 8. ESQUADRIAS EM ALUMÍNIO A leveza desse material, facilita afabricação, instalação e operação dasesquadrias, além de diminuir a sobrecarga nasestruturas dos edifícios.
  9. 9. ESQUADRIAS EM ALUMÍNIO Isolamento Acústico e Térmico Não atingem bons níveis de isolamentoacústico e térmico. Porém, novas tecnologias vem sendoaprimoradas, para solucionar os problemas decomportamento térmico.
  10. 10. ESQUADRIAS EM ALUMÍNIO Uma delas seria o uso de perfis com"thermal break" (ruptura ou barreiratérmica), que são elementos de baixacondutividade térmica colocados em umamontagem para reduzir ou evitar o fluxo deenergia térmica entre materiais condutores.
  11. 11. ESQUADRIAS EM ALUMÍNIO
  12. 12. ESQUADRIAS EM ALUMÍNIO Manutenção Exigem baixa manutenção e sua limpezase resume à água e sabão neutro. É necessário ter cuidado com aexposição prolongada à aderência e à sujeira,que podem levar a incrustações capazes deagredir a superfície do alumínio.
  13. 13. ESQUADRIAS EM ALUMÍNIO Variedade de acabamentos e padrões Apresentam acabamentos variados,desde a anodização natural e o uso das cores,como a pintura em resinas e coresdiversificadas, imitando inclusive outrosmateriais, como mármore e madeira.
  14. 14. ESQUADRIAS EM ALUMÍNIO Coloração A coloração pode ser feita por doisprocessos: • Por imersão em anilinas orgânicas ou inorgânicas. Recomendada para o acabamento do alumínio para uso interno decorativo.
  15. 15. ESQUADRIAS EM ALUMÍNIO• Coloração Eletrolítica, por eletrólise de sais de metais.Consiste na obtenção de uma camada deóxido, com ácido sulfúrico e subsequentetratamento eletrolítico em uma soluçãoácida de um sal de metal, com uso decorrente alternada.
  16. 16. ESQUADRIAS EM ALUMÍNIO Pintura A pintura eletrostática é o processo maisconhecido e utilizado na decoração e proteçãodo alumínio. Utiliza a tecnologia de tintas evernizes.
  17. 17. ESQUADRIAS EM ALUMÍNIO A secagem das tintas ocorre pelo efeitodo calor em estufas ou fornos, sujeitos a umatemperatura que varia entre 120º e 200º, numciclo de aproximadamente 20 minutos.
  18. 18. ESQUADRIAS EM ALUMÍNIO Tipos de EsquadriasJanelas de Correr Janela de Correr (4 folhas) com vidro comum
  19. 19. ESQUADRIAS EM ALUMÍNIOJanela de Correr (4 folhas) com vidro comum e veneziana
  20. 20. ESQUADRIAS EM ALUMÍNIOJanelas de Abrir Janela de Abrir (2 folhas) em vidro comum.
  21. 21. ESQUADRIAS EM ALUMÍNIOJanelas Maxim Ar Janela Maxim Ar com vidro comum
  22. 22. ESQUADRIAS EM ALUMÍNIOPortas de Correr Porta de Correr (2 folhas) com vidro comum.
  23. 23. ESQUADRIAS EM ALUMÍNIOPortas de Giro Porta de Giro (1 folha) com vidro comum, veneziana e grades.
  24. 24. ESQUADRIAS EM ALUMÍNIO Execução É importante lembrar que os vãoalvenaria devem ter alguma folga de 10 cm. O tamanho da seção do contramarco éde 3cm, por isso ele pode ser instalado deduas maneiras: • Pelo centro da parede ou • Faceando a parede
  25. 25. ESQUADRIAS EM ALUMÍNIO A instalação inicia-se com orecebimento dos contra marcos.
  26. 26. ESQUADRIAS EM ALUMÍNIO Após, começa-se a instalaçãocolocando-os nos vãos de alvenaria.
  27. 27. ESQUADRIAS EM ALUMÍNIO Em edifícios altos, é imprescindível quehaja duas linhas de nylon dispostas nasparalelas dos vãos indicando onde todas asdemais deverão ser instaladas,acompanhando o prumo de todas
  28. 28. ESQUADRIAS EM ALUMÍNIO
  29. 29. ESQUADRIAS EM ALUMÍNIO
  30. 30. ESQUADRIAS EM ALUMÍNIO Inicia-se então o chumbamento comargamassa de traço 1:3. Após 3 (três) dias do chumbamento docontra marco, começa-se o requadramento dovão sendo ele com arremate alto externo einterno, ou com arremate interno abaixo.
  31. 31. ESQUADRIAS EM ALUMÍNIO
  32. 32. VIDROTEMPERADO
  33. 33. VIDRO TEMPERADO Surge no século 20, a têmpera do vidro,que garantia mais resistência térmica emecânica para o produto.
  34. 34. VIDRO TEMPERADO Qualidades É um vidro de segurança. Apresenta facilidade de utilização e nãonecessita de caixilhos e esquadrias para ainstalação. Pode-se escolher as cores, tanto do vidroquanto do alumínio.
  35. 35. VIDRO TEMPERADOJanela de Correr (4 folhas) com vidro temperado 8 mm
  36. 36. VIDRO TEMPERADOJanela Maxim Ar com vidro temperado 8 mm
  37. 37. VIDRO TEMPERADOPorta de Correr (6 folhas- 4 fixas;2 móveis) em vidro temperado
  38. 38. VIDRO TEMPERADO Execução O vão da esquadria precisa estarrequadrada. Faz-se então a instalação do perfil guia,com o auxílio de parafusos. Logo depois, fixaro trilho superior, também com parafusos. Omesmo processo ocorre com os perfis laterais.
  39. 39. VIDRO TEMPERADO
  40. 40. VIDRO TEMPERADO• Posicionar os vidros fixos;• Instalar os vidros móveis;• Encaixar as capas dos trilhos, para proporcionar um melhor acabamento.• Fazer a vedação total na esquadria com silicone, em todo o perímetro da mesma, por dentro e por fora.
  41. 41. VIDRO TEMPERADO
  42. 42. FACHADAS
  43. 43. FACHADAS A fachada é o primeiro impacto visual deum edifício. As placas de alumínio atuam como umrevestimento estrutural e estão substituindo ouso do concreto aparente devido suatecnologia, facilidade de aplicação emanutenção, leveza, alta resistência edurabilidade.
  44. 44. FACHADAS A fachada estrutural glazing é caracterizadapela colagem de vidro em caixilhos de alumínio. A caixilharia é a parte mais tradicional doalumínio. Uma vantagem dos painéis de alumínio éagilidade no processo construtivo.
  45. 45. FACHADAS Execução Para iniciar a instalação, verificar se osvãos estão corretos e requadrados. Colocação dos perfis de alumínio, fixadoscom parafusos. Encaixar as peças de vidro e fixá-las umaapós a outra, na posição vertical.
  46. 46. FACHADASCaixilhos prontos para receber as peças.
  47. 47. FACHADASPeças prontas para a instalação.
  48. 48. FACHADASFachada pronta
  49. 49. ESQUADRIAS EM PVC
  50. 50. ESQUADRIAS EM PCV O PVC A fabricação do PVC ocorre com os apenasdois recursos naturais, sal e petróleo ou gásnatural. O que difere os ‘’tipos’’ para cada utilização,são os aditivos. No caso de esquadrias, utiliza-seaditivos especiais que conferem o balançoadequado de resistência ao intemperismo, rigideze resistência mecânica.
  51. 51. ESQUADRIAS EM PCV Esquadrias As esquadrias em PVC surgiram no anode 1959 na Alemanha, com o objetivo deoferecer ao mercado um produto superior aosoutros. No Brasil, elas foram introduzidas nadécada de 80, pela empresa Irmãos Petroll.
  52. 52. ESQUADRIAS EM PCV São consideradas a quarta geração deesquadrias. A primeira delas, foi as esquadriasde madeira; a segunda foi as esquadrias deferro, e a terceira foi as esquadrias dealumínio.
  53. 53. ESQUADRIAS EM PCV Como matéria-prima para produção deesquadrias, o PVC é o produto mais vendidodo mundo, representando mais de 50 % devendas no mercado europeu, norte-americanoe do sudeste asiático. O restante é divididoentre madeira, ferro e alumínio.
  54. 54. ESQUADRIAS EM PCV Características Isolamento Acústico; Isolamento Térmico; Economia de energia; Estanqueidade; Alta Resistência; Ferragens; Manutenção; Conservação e Limpeza; Fogo.
  55. 55. ESQUADRIAS EM PVC Tipos de EsquadriasJanelas de Correr Janela de Correr (2 folhas) com vidro comum
  56. 56. ESQUADRIAS EM PCVJanelas de Abrir Janela de abrir (2 folhas) com vidro comum e grades
  57. 57. ESQUADRIAS EM PCVJanela Maxim Ar Janela maxiar (1 folha) com vidro temperado
  58. 58. ESQUADRIAS EM PCVPortas de Correr Porta de correr (2 folhas) com vidro comum.
  59. 59. ESQUADRIAS EM PCVPortas de Giro
  60. 60. ESQUADRIAS EM PCV Execução Podem ser feitas de três maneiras:• Contra Marco;• Grapas ou Chumbadores ou• Espuma Expansiva
  61. 61. ESQUADRIAS EM PCVContra Marco
  62. 62. ESQUADRIAS EM PCVTipo de Instalação
  63. 63. ESQUADRIAS EM PCVMétodo de Instalação
  64. 64. ESQUADRIAS EM PCVGrapas ou Chumbadores
  65. 65. ESQUADRIAS EM PCVEspuma Expansiva

×