Infância e educação

545 visualizações

Publicada em

Palestra sobre educação infantil, abrangendo a definição de educação, a história das creches e pré-escolas, as mudanças culturais das últimas décadas e os desafios impostos a pais e educadores na atualidade.

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
545
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
16
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Infância e educação

  1. 1. WAGNER LUIZ GARCIA TEODORO Psicólogo / Psicopedagogo PROJETO DE APOIO PARA PAIS E EDUCADORES
  2. 2. O QUE É EDUCAR?  Do latim “educare” (instruir) e “educere” (conduzir para fora), ou seja, levar uma pessoa para fora de si mesma, mostrar o que existe além dela, preparar para a vida.  Acompanhar a criança em suas experiências e descobertas, orientando e estimulando novas conquistas.  É estimular o desenvolvimento intelectual, afetivo, físico e moral.
  3. 3. BREVE HISTÓRICO CONTEXTO MUNDIAL  No passado, os valores e os conhecimentos eram transmitidos pela mãe ou representante dela  Séc. XVIII, Inglaterra: Surgem as escolas preparatórias para crianças de 1 a 6 anos, que visavam a socialização e combater o sistema fabril que explorava o trabalho infantil (14 h/dia)  Fim do séc. XVIII surgem os “refúgios”. Mulheres cuidavam de filhos de operárias
  4. 4. CONTEXTO MUNDIAL (cont.)  As creches (berço) surgem na França em 1840, mas só ofereciam cuidados (higiene, alimento...)  Com a Segunda Guerra Mundial aumenta o número de creches. Mulheres ocupando o lugar dos homens enviados para a guerra  Surgem as creches particulares e a necessidade de regulamentar o serviço  Na década de 50, nos EUA, a evasão e o fracasso escolar fizeram com que as creches começassem a preparar as crianças para a escola elementar, dando origem à pré-escola
  5. 5. CONTEXTO BRASILEIRO  Fim do séc. XIX: abolição da escravidão (1888), aumento da imigração e do número de crianças  No início do séc. XX a educação se dividia em Ensino primário 7-13 e Ensino secundário 13-15  O primeiro jardim de infância particular (1875)  A primeira creche pública surge em 1896, em SP  Creches e jardins de infância separavam classes  Em 1921 eram 30 creches e jardins de infância  Em 1932: regulamentação do trabalho feminino  Em 1965 já eram 3.320 instituições
  6. 6. CONTEXTO BRASILEIRO (cont.)  Anos 60-70: movimento feminista  Anos 80: Ideias de Piaget no Brasil e a psicologia escolar atuando também preventivamente  Constituição de 1988 inclui as creches e pré-escolas no sistema educacional e cita: “A educação é direito de todos e dever do estado e da família”  A educação infantil foi regulamentada em 1996 pela LDB como etapa da educação básica (0-6 anos)  Em 1998 surge o “Referencial Curricular”  Atualmente: creches (0-3), pré-escolas (4-5), mas a obrigatoriedade é apenas a partir dos 4 anos.
  7. 7.  A RELIGIÃO  A FAMÍLIA  A ESCOLA O PAPEL DAS INSTITUIÇÕES
  8. 8. DESENVOLVIMENTO INTEGRAL  NEUROLÓGICO: estruturas do cérebro em formação, favorecendo os demais aspectos evolutivos  MOTOR: locomoção, coordenação grossa e fina  COGNITIVO: raciocínio, atenção, memória, fala, percepção, cultura  SOCIOAFETIVO: autoestima, personalidade, valores éticos e morais, socialização, cidadania
  9. 9. MUDANÇAS CULTURAIS  Acontecimentos históricos (décadas 60-70-80) - Feminismo: mudanças no cenário familiar - Papéis sociais: confusos, indefinidos - Hippies: ideais de liberdade, paz e amor - Ditadura: imagem negativa das regras sociais - Tecnologia: rápido desenvolvimento (imediatismo, intolerância, consumismo, ...) - Teorias: da psicologia e da pedagogia - ECA (1990) e Lei da Palmada  Perda de referências (valores, educação, família)
  10. 10. DESAFIOS DA INFÂNCIA  Pais confusos com as configurações culturais  Formação restrita a questões pedagógicas  As dificuldades de quem educa  Desenvolvimento socioafetivo  Resgate de valores (respeito, limites, erotização)  Convivência entre tecnologia e contato pessoal  Achar e estabilizar novos parâmetros para educar
  11. 11. O mundo agradece a coragem daqueles que aceitaram a sublime tarefa de acompanhar outras vidas pelos caminhos do desenvolvimento, ajudando crianças a se descobrirem SERES HUMANOS !
  12. 12. Um bom desenvolvimento infantil começa com adultos que conhecem a si mesmos, sabem o que fazem e amam a vida ! saudeglobalpsicologia.blogspot.com.br

×