Apresentação - Grupo do Zinco

1.777 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.777
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
33
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apresentação - Grupo do Zinco

  1. 1. Grupo do Zinco Licenciatura em Química – 4º Período Disciplina: Química Inorgânica de Coordenação Docente: Maria Elenir Nobre Pinho Ribeiro Componentes: Marília Carla, Pedro Canario e Viviane Mayara. 26 de Fevereiro de 2014 Currais Novos - RN
  2. 2. Introdução  Apresentação do grupo  Classificação do grupo na tabela periódica  Características e Propriedades físico-químicas dos elementos  Configuração eletrônica
  3. 3. Imagens dos Elementos do Grupo Zinco Cádmio Mercúrio
  4. 4. Introdução  Estado de Oxidação + 2  Massa (u)- 65.39  Densidade (g/cm3)- 7.13  Configuração     Eletrônica- [Ar]3d10 4s2 E.I- 9.39 Eletronegatividade- 1.65 Estrutura CristalinaHexagonal Raio Atômico- 134 pm
  5. 5. Introdução  Estado de Oxidação + 2  Massa (u)- 112.4  Densidade (g/cm3)- 8.65  Configuração     Eletrônica- [Kr] 4d10 5s2 E.I- 8.99 Eletronegatividade- 1.69 Estrutura CristalinaHexagonal Raio Atômico- 151 pm
  6. 6. Introdução  Estados de Oxidação - 1, 2  Massa (u)- 200.59  Densidade (g/cm3)- 13.55  Configuração     Eletrônica[Xe] 4f14 5d10 6s2 E.I- 10.43 Eletronegatividade- 2 Estrutura CristalinaRomboédrica Raio Atômico- 150 pm
  7. 7. Abundância e Ocorrência  O zinco é o vigésimo-quarto elemento mais abundante. A produção mundial de zinco foi de 7,3 milhões de toneladas, em 1992.  Os principais produtores foram: Canadá, Austrália, China, ex-URSS, Peru e Estados Unidos.  Quando a terra foi formada, o zinco foi depositado na forma de sulfetos.
  8. 8. Abundância e Ocorrência  ZnS é explorado comercialmente, sendo conhecido como esfarelita nos Estados Unidos e como blenda na Europa;  Minérios de cádmio são muito mais raros. Pequenas quantidades de Cd acompanham zinco, sendo extraído dos mesmos. os minérios de  O mercúrio é obtido do cinábrio, HgS, um mineral relativamente raro, encontrado sobre URSS, Espanha, México e Argélia. tudo na ex-
  9. 9. Obtenção  Obtenção do zinco:  A produção do zinco começa com a extração do mineral que pode ser realizada tanto a céu aberto como em jazidas subterrâneas.  Os minerais extraídos são triturados e, posteriormente, submetidos a um processo denominado flotação para a obtenção do mineral concentrado.  As reações por etapas são: Por via úmida o minério é calcinado (queimado) para a obtenção do óxido, posteriormente lixiviado com ácido sulfúrico diluído.
  10. 10. Obtenção  Obtenção do cádmio:  É encontrado em qualidade traço (2 a 3 partes por mil) na maioria dos minérios de zinco, sendo extraído dos mesmos.  O cádmio é um elemento encontrado de forma natural na crosta terrestre.  Em geral, este metal é encontrado ligado a outros elementos, tais como oxigênio, cloro ou enxofre, formando compostos.
  11. 11. Obtenção  Obtenção do mercúrio:  É extraído na forma do minério cinábrio, vermelho-vivo, de fórmula HgS, principalmente URSS, Espanha, México e Argélia. na ex-  Outra forma de obtenção de mercúrio se dá por ustulação do sulfeto ou cinábrio.  Os depósitos de mercúrio são de origem relativamente recente, mas aparecem em rochas de todas as idades.
  12. 12. Usos  Usos do zinco:  O zinco é usado em grandes quantidades para revestir objetos de ferro e evitar a corrosão.  ZnO pode ser usado como pigmento branco em tintas. É particularmente brilhante, pois absorve luz ultravioleta e a reemite como luz branca.
  13. 13. Usos  Usos do cádmio:  A maior parte do Cd produzido é empregada para proteger o aço da corrosão  Também é usado em baterias de Ni/Cd, empregadas em locomotivas a diesel e nas pilhas recarregáveis de Ni/Cd, usadas em rádios e outros equipamentos eletrônicos.
  14. 14. Usos  Usos do mercúrio:  O mercúrio é usado em grandes quantidades principalmente em células eletrolíticas, destinadas à fabricação de NaOH e Cl2.  Entre os usos do mercúrio em pequena escala estão a fabricação de termômetros, barômetros e manômetros, a preparação de amálgamas, de fulminato de mercúrio (usado como detonador) e em alguns medicamentos.
  15. 15. Estados de Oxidação  Zn e Cd não tem nox variável  Números de oxidação I+ e II+
  16. 16. Energias de Ionização  Influência do raio na energia de ionização  1 energia de ionização  2 energia de ionização  3 energia de ionização
  17. 17. Principais Óxidos e Di-Haletos  ZnO usado principalmente na indústria de borracha, CdO e HgO.
  18. 18. Complexos  Os Íons 2+ formam complexos com ligantes doadores de O, com ligantes doadores de N e S, e também com haletos.  Hg (II+) formam complexos com ligantes doadores de N, P e S, mas menos facilmente com doadores de O.
  19. 19. Importância Biológica do Zinco  Qual sua importância  Onde ele pode ser encontrado biologicamente  Problemas acarretados com a carência de Zinco no nosso corpo.
  20. 20. Toxicidade do Cd e Hg  São extremamente tóxicos  Maiores riscos de intoxicação  Problemas causados pela toxicidade do Cd e Hg
  21. 21. Referência  LEE, J. D. Química inorgânica não tão concisa. In: (Ed.). São Paulo: Ed. Edgard Blucher, 1999. p.425-434. ISBN 9788521201762.

×