A Missão Artística Francesa
Missão Artística Francesa
1807
Napoleão Bonaparte inicia a invasão à
Portugal, D. João VI, com apoio dos
Ingleses, decide...
Missão Artística Francesa
1808
Chega a comitiva real, primeiro na Bahia,
logo depois, Rio de Janeiro, D. João traz
na sua...
Missão Artística Francesa
1814
 O Império de Napoleão perde o poder
e ele é exilado. D. João contrata alguns
artistas fra...
Missão Artística Francesa
1816
 Chega no Brasil A “Missão Artística
Francesa” chefiada por LebretonLebreton, traziam
a mo...
Missão Artística Francesa
1816
A primeira escola para o ensino das
artes plásticas no Brasil foi criada por D
João, com o...
Missão Artística Francesa
1822
D João, pressionado, volta para
Portugal. D Pedro fica e proclama a
Independência do Brasi...
Missão Artística Francesa
1826
É então inaugurada a Academia
Imperial de Belas-Artes.
Missão Artística Francesa
Artistas da Missão
 Nicolas-Antonine Taunay: (1775-1830)
pintor francês de grande destaque na c...
Missão Artística Francesa
Artistas da Missão
 Jean-Baptiste Debret: (1768-1848) foi
chamado de "a alma da Missão Francesa...
Debret – Viagem pitoresca ao Brasil
 1º volume – indígenas – 36
ilustrações
 2º volume – sociedade do Rio de
Janeiro – 4...
Pintores independentes – Rugendas
(Viagem Pitoresca ao Brasil)
Thomas Ender
(Paisagista)
Arquitetura
 materiais nobres (pedra, mármore, granito,
madeiras);
 processos técnicos avançados;
 sistemas construtivo...
Arquitetura
 uso de cúpulas, com frequência marcadas pela
monumentalidade;
 espaços interiores organizados segundo
crité...
Academicismo no Brasil
Uma das características gerais da arte
acadêmica é seguir os padrões de
beleza da Academia de Belas...
Primeiros alunos importantes
 Manuel de Araújo Porto Alegre: Primeiro
nome realmente profícuo na Academia de
Belas Artes....
Academicismo no Brasil
Artistas Acadêmicos: Pedro Américo de
Figueiredo e Melo.
(Retratos, temas bíblicos e históricos).
Academicismo no Brasil
Artistas Acadêmicos: Vitor Meireles de Lima.
(Temas históricos, bíblicos e retratos)
Academicismo no Brasil
Artistas Acadêmicos:
José Ferraz de
Almeida Júnior.
(Temas regionalistas,
históricos e
paisagens).
A superação do academicismo
 A partir da segunda metade do século XIX, a
rigidez formal Neoclássica vai se tornando
menos...
Belmiro de Almeida
Eliseu Visconti
Antônio Parreiras
EXERCÍCIOS
Sobre a arquitetura do século XIX, assinale o que
for correto.
01) O estilo denominado Historicismo é um retorn...
04) O denominado Palácio de Cristal foi um marco
na história da arquitetura do século XIX.
O palácio de cristal foi uma en...
No início do século XIX, a Corte de Portugal,
fugindo das guerras napoleônicas, chega ao Brasil.
Instalada no Rio de Janei...
02) A influência da Missão Artística Francesa sobre a
cultura brasileira foi efêmera e não teve grande
significado, pois s...
08) Na pintura, o principal expoente foi Franz Prost
que, em seus trabalhos, retratou o cotidiano das
principais cidades d...
MISSÃO ARTÍSTICA FRANCESA, ACADEMIA DE BELAS ARTES E SUPERAÇÃO DO ACADEMICISMO
MISSÃO ARTÍSTICA FRANCESA, ACADEMIA DE BELAS ARTES E SUPERAÇÃO DO ACADEMICISMO
MISSÃO ARTÍSTICA FRANCESA, ACADEMIA DE BELAS ARTES E SUPERAÇÃO DO ACADEMICISMO
MISSÃO ARTÍSTICA FRANCESA, ACADEMIA DE BELAS ARTES E SUPERAÇÃO DO ACADEMICISMO
MISSÃO ARTÍSTICA FRANCESA, ACADEMIA DE BELAS ARTES E SUPERAÇÃO DO ACADEMICISMO
MISSÃO ARTÍSTICA FRANCESA, ACADEMIA DE BELAS ARTES E SUPERAÇÃO DO ACADEMICISMO
MISSÃO ARTÍSTICA FRANCESA, ACADEMIA DE BELAS ARTES E SUPERAÇÃO DO ACADEMICISMO
MISSÃO ARTÍSTICA FRANCESA, ACADEMIA DE BELAS ARTES E SUPERAÇÃO DO ACADEMICISMO
MISSÃO ARTÍSTICA FRANCESA, ACADEMIA DE BELAS ARTES E SUPERAÇÃO DO ACADEMICISMO
MISSÃO ARTÍSTICA FRANCESA, ACADEMIA DE BELAS ARTES E SUPERAÇÃO DO ACADEMICISMO
MISSÃO ARTÍSTICA FRANCESA, ACADEMIA DE BELAS ARTES E SUPERAÇÃO DO ACADEMICISMO
MISSÃO ARTÍSTICA FRANCESA, ACADEMIA DE BELAS ARTES E SUPERAÇÃO DO ACADEMICISMO
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

MISSÃO ARTÍSTICA FRANCESA, ACADEMIA DE BELAS ARTES E SUPERAÇÃO DO ACADEMICISMO

3.082 visualizações

Publicada em

0 comentários
4 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.082
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
10
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
112
Comentários
0
Gostaram
4
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

MISSÃO ARTÍSTICA FRANCESA, ACADEMIA DE BELAS ARTES E SUPERAÇÃO DO ACADEMICISMO

  1. 1. A Missão Artística Francesa
  2. 2. Missão Artística Francesa 1807 Napoleão Bonaparte inicia a invasão à Portugal, D. João VI, com apoio dos Ingleses, decide partir para colônia com toda Côrte, transferindo assim o poder de Portugal para o Brasil.
  3. 3. Missão Artística Francesa 1808 Chega a comitiva real, primeiro na Bahia, logo depois, Rio de Janeiro, D. João traz na sua bagagem todos os recursos para a transformação da nova Metrópole. Abre os portos, funda o Banco do Brasil, a Imprensa Real, a Biblioteca Real, o Jardim Botânico e o Museu Nacional.
  4. 4. Missão Artística Francesa 1814  O Império de Napoleão perde o poder e ele é exilado. D. João contrata alguns artistas franceses que desejavam sair da França, pois tinham apoiado Napoleão.
  5. 5. Missão Artística Francesa 1816  Chega no Brasil A “Missão Artística Francesa” chefiada por LebretonLebreton, traziam a modernização desejada pelo soberano. Vieram pintores, escultores, arquitetos,músicos, artífices, mecânicos, ferreiros e carpinteiros. Embora os brasileiros tenham reagido à “invasão” estrangeira, esses deixaram uma profunda influência na arte brasileira.
  6. 6. Missão Artística Francesa 1816 A primeira escola para o ensino das artes plásticas no Brasil foi criada por D João, com o auxílio de Lebreton: A Academia de Ciências, Artes e Ofícios. 10 anos mais tarde essa instituição foi intitulada:Academia Imperial de Belas- Artes, projeto de Grandjean de Montigny.
  7. 7. Missão Artística Francesa 1822 D João, pressionado, volta para Portugal. D Pedro fica e proclama a Independência do Brasil.
  8. 8. Missão Artística Francesa 1826 É então inaugurada a Academia Imperial de Belas-Artes.
  9. 9. Missão Artística Francesa Artistas da Missão  Nicolas-Antonine Taunay: (1775-1830) pintor francês de grande destaque na corte de Napoleão Bonaparte e considerado um dos mais importantes da Missão Francesa.
  10. 10. Missão Artística Francesa Artistas da Missão  Jean-Baptiste Debret: (1768-1848) foi chamado de "a alma da Missão Francesa". Era desenhista, aquarelista, pintor cenográfico, decorador, professor de pintura na Acedemia de Belas Artes.
  11. 11. Debret – Viagem pitoresca ao Brasil  1º volume – indígenas – 36 ilustrações  2º volume – sociedade do Rio de Janeiro – 48 ilustrações  3º volume – paisagens, retratos imperiais, retratos da flora – 66 ilustrações
  12. 12. Pintores independentes – Rugendas (Viagem Pitoresca ao Brasil)
  13. 13. Thomas Ender (Paisagista)
  14. 14. Arquitetura  materiais nobres (pedra, mármore, granito, madeiras);  processos técnicos avançados;  sistemas construtivos simples;  linhas ortogonais (retas);  formas regulares, geométricas e simétricas;  volumes corpóreos, maciços, bem definidos por planos murais lisos;  uso de abóbada de berço ou de aresta;
  15. 15. Arquitetura  uso de cúpulas, com frequência marcadas pela monumentalidade;  espaços interiores organizados segundo critérios geométricos e formais de grande racionalidade;  pórticos colunados; frontões triangulares;  a decoração recorreu a elementos estruturais com formas clássicas, à pintura rural e ao relevo em estuque (ornamental);  valorizou a intimidade e o conforto nas mansões familiares;  decoração de caráter estrutural.
  16. 16. Academicismo no Brasil Uma das características gerais da arte acadêmica é seguir os padrões de beleza da Academia de Belas Artes, ou seja, o artista não deve imitar a realidade, mas tentar recriar a beleza ideal em suas obras, por meio da imitação dos clássicos, principalmente os gregos, na arquitetura e dos renascentistas, na pintura.
  17. 17. Primeiros alunos importantes  Manuel de Araújo Porto Alegre: Primeiro nome realmente profícuo na Academia de Belas Artes.  Augusto Muller: Retratista famoso de grandes nomes do momento.  Agostinho José da Mota: destacou-se por paisagens e naturezas mortas.
  18. 18. Academicismo no Brasil Artistas Acadêmicos: Pedro Américo de Figueiredo e Melo. (Retratos, temas bíblicos e históricos).
  19. 19. Academicismo no Brasil Artistas Acadêmicos: Vitor Meireles de Lima. (Temas históricos, bíblicos e retratos)
  20. 20. Academicismo no Brasil Artistas Acadêmicos: José Ferraz de Almeida Júnior. (Temas regionalistas, históricos e paisagens).
  21. 21. A superação do academicismo  A partir da segunda metade do século XIX, a rigidez formal Neoclássica vai se tornando menos importante para os pintores brasileiros.  Isso se deve ao contato de alguns com os movimentos europeus do Impressionismo e Pontilhismo.  Nomes importantes: Belmiro de Almeida, Eliseu Visconti e Antônio Parreiras.
  22. 22. Belmiro de Almeida
  23. 23. Eliseu Visconti
  24. 24. Antônio Parreiras
  25. 25. EXERCÍCIOS Sobre a arquitetura do século XIX, assinale o que for correto. 01) O estilo denominado Historicismo é um retorno apenas aos valores plásticos praticados no Renascimento e no Maneirismo. Arquitetura historicista ou revivalista é um conjunto de estilos arquitetônicos que buscava recriar a arquitetura dos tempos passados. Dentre os estilos historicistas pode-se citar: Neogótico, Neoclássico, Neo-renascimento, Neo - românico, neo-barroco, entre outros. 02) Durante esse século, o Brasil não conheceu o Historicismo porque ainda estava sob a influência da Missão Artística Francesa. A arquitetura historicista chegou ao Brasil no século XIX e se popularizou até finais da década de 1930.
  26. 26. 04) O denominado Palácio de Cristal foi um marco na história da arquitetura do século XIX. O palácio de cristal foi uma encomenda do Conde d’Eu e imita os palácios de cristal de Porto e Londres. (foto no slide a seguir) 08) Com o surgimento do Neoclassicismo, o Historicismo deixou de ser praticado na Europa. O neoclássico é um estilo de arquitetura historicista. 16) A produção em larga escala de novos materiais de construção afetou, paulatinamente, a prática da arquitetura. Otimizou-se bastante a construção, visto que o acesso ao mármore, pedras, granitos e madeiras ficou mais fácil.
  27. 27. No início do século XIX, a Corte de Portugal, fugindo das guerras napoleônicas, chega ao Brasil. Instalada no Rio de Janeiro, a Coroa realizou uma série de reformas e promoveu a vinda de uma Missão Artística Francesa. A esse respeito, assinale a(s) alternativa(s) correta(s). 01) A Missão Artística Francesa desenvolveu o estilo Neoclássico, abandonando os princípios barrocos. Sim, ela desenvolveu no Brasil o estilo vigente na Europa.
  28. 28. 02) A influência da Missão Artística Francesa sobre a cultura brasileira foi efêmera e não teve grande significado, pois se limitou à pintura. Houve muita influência sobre a cultura, visto que a Missão Artística Francesa erigiu no Rio de Janeiro a Academia de Belas Artes, tornando esta cidade um centro cultural brasileiro. 04) O grupo de artistas que compunha a Missão Artística Francesa organizou a Escola Real de Ciências, Artes e Ofícios que, posteriormente, deu origem à Academia Imperial de Belas Artes. Exato, em 1816 eles organizaram a Escola e dez anos depois, em 1826, a Academia.
  29. 29. 08) Na pintura, o principal expoente foi Franz Prost que, em seus trabalhos, retratou o cotidiano das principais cidades do Nordeste brasileiro. Debret e Taunay foram os principais nomes. 16) Além dos artistas da Missão Francesa, outros pintores europeus vieram para o Brasil no século XIX. Embora a UEM não considere certa, pode-se afirmar sim que outros europeus vieram, como Thomas Ender e Rugendas.

×