ANO I - julho de 2015
#TEMOSVAGAS...
Que tal você ser um jornalista em
potencial? Se você gosta ou deseja
aprender a desen...
Nome do Jornal2
Mascomoassim?
Por: Júnior - 4 C
Festa Junina e Música
Durante os meses de junho e julho há mui-
tas festas...
Nome do Jornal4
#Culinária
Bom, com a festa junina chegan-
do, qual é a expectativa de vocês
em relação aos pratos típicos...
Nome do Jornal 3
Tendências de inverno
#Ester Amorim da Silva
O inverno 2015 chega repleto de estam-
pas para tirar o look...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

JORNAL DO CIEJA

719 visualizações

Publicada em

Jornal do CIEJA - 1 Edição - uma produção de alunos e alunas do CIEJA, membros do projeto de Educomunicação da profa. Lourdes Silva.

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
719
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
544
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

JORNAL DO CIEJA

  1. 1. ANO I - julho de 2015 #TEMOSVAGAS... Que tal você ser um jornalista em potencial? Se você gosta ou deseja aprender a desenhar, escrever e co- mentar notícias, venha fazer parte do JORNAL DO CIEJA! As reuniões acontecem às quartas- feiras, das 13h às 14h30, na Informá- tica. Nosso jornal vai contar com colunas sobre Moda Culinária e Bem estar Crônicas A arte da semana Rolando por aí... Temas semanais com quadrinhos Classificados Resumo das novelas Esportes por você Mesmo que não tenha tempo, você poderá escrever e enviar seus textos através das professoras Aline, Con- ceição, Lourdes e Virgínia. #aicadêmeusprêmios ? Aonde foram parar? Bianca de Jesus S.S. Nós tivemos a festa junina, no dia 20 de junho de 2015, aqui no CIEJA, no período da manhã. O evento con- tou com a presença de vários alunos, professores, funcionários e também com o ilustre ETEVALDO. SIM, meu povo e minha gata, Etevaldo compareceu à festa e deixou má- goas! Tivemos relatos de que foram abduzidos alguns objetos e até mes- mo lanches! “Eu mordi o lanche e o coloquei sobre a mesa enquanto eu amarrava o tênis, mas quando me levantei o meu cachorro quente ti- nha sumido!” declarou uma garota. Uma outra garota afirmou que seus prêmios ganhos nas brincadeiras su- miram quando ela foi até a cantina pegar um arroz doce. O estranho é que a festa foi totalmente gratuita, brincadeiras e comidas de graça. En- tão como explicar o fato? Só pode ser brincadeira do Etevaldo!
  2. 2. Nome do Jornal2 Mascomoassim? Por: Júnior - 4 C Festa Junina e Música Durante os meses de junho e julho há mui- tas festas juninas ou julinas nas escolas, igrejas e clubes. Quem nunca participou, dançando ou comendo as delícias típicas dessas festas? Mas quando se refere à músi- ca, surge sempre uma confusão. Pôr ou não a música sertaneja? A confusão se explica pelo fato de algumas pessoas defenderem que só se deve tocar músicas caipiras de raiz. Já outras não veem problema algum em tocar também a serta- neja para agradar seus fãs. Os primeiros argumentam que o estilo sertanejo não faz parte da cultura brasileira, porque vem do “countryn” norte americano. Mas quem decidiu que não faz parte da cultura? Até onde sabemos não há aqui quem não conheça e nunca tenha ouvido sertanejo numa quermesse. Talvez essa prática esteja morrendo, isso sim que não é cultura. Lembro-me que na infância sempre ouvíamos e dançávamos sertanejo em épo- ca de São João”. Na verdade, hoje em dia é a música não é nenhum dos dois estilo que está sendo toca- do, mas o funk que está agitando as quer- messes. Respeitamos os admiradores do estilo, mas a nossa opinião é de que deve- mos manter a tradição das festas folclóri- cas. E aí galera, o que vocês acham disso? #Poesia Nessa coluna vamos revelar os vários talentos presentes no CIEJA e arredores. A primeira a ser revelada, nada mais é do que uma pessoa de uma doçura e delicadeza sem fim! Adivinharam? É a nossa ATE, Ju. Ela insiste em dizer que não escreve poesia, apenas registra o que vem à cabeça. Fonte de fecundidade Crescimento E imortalidade Inesgotável fonte de criação Personificação humana do amor Na semente que germina... Que aflora... Que cresce... Em contínua reencarnação... Fundamentalmente se baseia Assim... É o homem Nos caminhos da evolução... Responsável por si próprio Confrontando com as sombras... Luta consigo mesmo... Na conquista da consciência Delineia a sua ascensão... Princípios regem todo o universo A essência É Zeus! Que une homem e natureza À grande deusa... Inesgotável fonte de lições... Ju 06/15
  3. 3. Nome do Jornal4 #Culinária Bom, com a festa junina chegan- do, qual é a expectativa de vocês em relação aos pratos típicos? Hum... Já me deu fome só de ima- ginar! Rs Seguindo a tradição, aqui vai uma receita típica. Cuscuz de coco Ingredientes: ½ kg de tapioca 1 copo e ½ de leite Coco ralado 2 copos de açúcar 1 vidro de leite de coco 1 lata de leite condensado Modo de preparo Coloque numa panela o leite, leite de coco, leite condensado e o açú- car para ferver; Coloque num tabuleiro a tapioca, quando o leite ferver, despeje-o sobre a tapioca e mexa bem para que não empelote, a massa fica como se fosse um mingau mole; Cubra com um pano e coloque no forno (o forno não é acesso, é só para abafar um pouco); Depois de frio, coloque o coco ralado por cima e leve à geladeira; Sirva gelado. Panquecas de aveia e banana Ingredientes: 1 banana madura bem esmagada ; 1 chávena de farinha de aveia in- tegral ou não; 2 colher de chá de fermento em pó; 1 colher de café de bicarbonato de sódio; 2 colher de sopa de geleia de ar- roz ou agave ou mel; 1 iogurte natural; 1 ovo; mirtilos frescos para acompanhar, salpicados com ge- leia de arroz, agave ou mel. preparação 1. Numa taça, misturar bem a fa- rinha de aveia, o fermento e o bi- carbonato de sódio; 2. Adicionar a banana esmagada, a geleia de arroz, o iogurte e o ovo - e misturar bem com uma vara de arames; 3. Aquecer uma frigideira antia- derente e verter, com a ajuda de uma concha, um pouco de massa; 4. Deixar cozinhar até se forma- rem bolhas de ar na superfície e virar com a ajuda de uma espátu- la ; Retirar do calor e colocar a panqueca num prato, repetindo a operação anterior até a massa se esgotar;
  4. 4. Nome do Jornal 3 Tendências de inverno #Ester Amorim da Silva O inverno 2015 chega repleto de estam- pas para tirar o look do sério e deixar seu closet ainda mais divertido. Obser- vamos os desfiles de moda mais comen- tados dessa temporada, como Dol- ce&Gabbana, Burberry, Virgílio Coutu- re, entre outros, e separamos algumas dicas quentinhas para você ficar por dentro de todo este mix de estampas e ter muita inspiração na hora de criar seus looks. Confira abaixo! Moda Fina: Esses dois Looks, são mistu- ras de cores e estampas que se neutrali- za, formando uma harmonia entre elas. Estampas florais: Esse tipo de estampa, está em alta no inverno 2015, Dando um mix de cores e alegrando ainda mais o look. Bom aí está um pouquinho do que apa- receu nas passarelas. Geralmente quando chega essa estação, logo vem à mente aqueles sobretudos, blusas, moletom, calça Jens etc. Mas as cores e estampas invadiram o nosso inverno dando uma alegrada no nosso look, podemos sim usar e abusar de cores fortes vibrantes, mas tudo com cautela e harmonia. #dançar combate o estresse!! Quer um remédio saudável para comba- ter o estresse? Então aí vai uma solução das boas: dance! Isto mesmo, a dança garante a saúde física e mental. E de quebra, ainda é diversão garantida! Os efeitos benéficos para saúde são muitos: tonificação muscular, combate às gorduras extras, aumento da flexibili- dade, melhora da coordenação motora, da postura, da memória e do controle da respiração, enfim, é tanta coisa boa que a lista parece não ter fim. Fonte: Revista Saúde (Editora Abril) Equipe de Jornalistas: Bianca de Jesus S. S. 3H Bruno Luís R. R. dos Santos 4F Cinthia Saboya Pavoni 4B Ester Amorin da Silva 3A Vermunde S. A. Júnior 4C Colaboradores: Marcos Peter Pinheiros Eça Viviane Lemos Moreira Orientação Profª Lourdes Silva

×