Aristóteles

326 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
326
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
7
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Aristóteles

  1. 1. Aristóteles (384 A.C.) Prof. Vítor
  2. 2. Biografia Nascido em Estagira, na Macedônica, em 384 a. C. ingressa na Academia de Platão aos 18 anos. Após a morte do seu mestre funda o Liceu, Academia de Filosofia com novos métodos investigativos. Enquanto a Academia de Platão privilegia estudos de geometria e música, o Liceu de Aristóteles prioriza as ciências experimentais. A maior parte da obra aristotélica que chegou até os tempos atuais são anotações de aula, visto que grande parte de sua obra propriamente dita foi perdida no decorrer dos anos.
  3. 3. Teoria do Conhecimento Aristóteles desvia-se do idealismo de seu mestre. Valoriza, então, o conhecimento pela experiência. Conhecer só é possível ao utilizar o arcabouço de experiência que temos. O conhecimento não é, portanto, inato. O Ser se encontra de várias formas. Tudo está pleno de Ser. Não há dois mundos, mas uma só Realidade, que é percebida em todas as coisas. O mundo físico não é, portanto, ilusório, mas parte da Existência que deve ser considerada. As sensações são úteis na medida em que trazem experiência.
  4. 4. Lógica Aristóteles é o pai da lógica formal. A palavra lógica vem do grego “logos” – que designa razão ou palavra. Lógica, para Aristóteles, é a ciência da demonstração. Silogismo – método lógico que busca coerência no discurso. Para Aristóteles, um modo de estabelecer critérios nas demonstrações científicas, de achar conclusões incontestáveis baseando-se num dado geral. EX: PREMISSA 1 - Todo cachorro late PREMISSA 2 – Nino Jorge é um cachorro CONCLUSÃO – Nino Jorge lateAs duas premissas, sendo verdadeiras e respeitando regras universais, ocasionarão uma conclusão absolutamente certa.
  5. 5. Lógica IIUso incorreto da fórmula.Todo herói é forteBatman é forteLogo, Batman é heróiUso incorreto do conteúdoTodo homem é forteJoão é homemLogo, João é forte A argumentação viciosa chama-se paralogismo, sofisma ou falácia. Quando há boa fé chama-se paralogismo; e sofisma ou falácia, em caso contrário. Essa é a acepção comumente aceita. Todo o silogismo que infringe as regras da lógica são viciosos. Exs. De sofismas: "O branco não pode ser encarnado, logo o papel não pode tingir-se de encarnado". Ignorância do assunto (ignoratio elenchi) é o paralogismo quando se responde a outra coisa diferente da que está em questão ou se prova, o que não correspondia provar. Por ex.: "Se é sábio, é laborioso; é laborioso, logo é sábio". Petição de princípio dá-se quando se supõem o mesmo que se há de provar. Ex.: "O fumo sobe, porque é mais leve que o ar, e é mais leve que o ar porque faz parte dos corpos leves".
  6. 6. Metafísica Para que um silogismo seja verdadeiro são necessários várias condições que dependerão de outras ciências. Mas, Aristóteles busca um saber que estude a verdade por ela mesma, o ser enquanto ser, sem relações, eis a metafísica. Todo silogismo válido baseia-se em um princípio indemonstrável, óbvio. O silogismo é DEMONSTRATIVO. Os princípios metafísicos são INDEMONSTRÁVEIS. Princípio de identidade: A=A, e não pode ser ao mesmo tempo não A. Princípio do terceiro excluído: Impossível A ser A e não A ao mesmo tempo. Ou é ou não é. Impossível uma mescla.

×