Pai Natal

1.561 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação, Turismo
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.561
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
26
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
23
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Pai Natal

  1. 1. A história do Pai Natal
  2. 2. Nome: Pai Natal Profissão: Distribuidor de presentes Idade: Muita idade Local de nascimento: Vários Cores preferidas: Vermelho e branco
  3. 3. Pelo menos uma vez na vida alguém acreditou no Pai Natal… Essa vez, se calhar, foi no Natal, a data, por excelência, do Pai Natal… Redundante? Nem por isso, se pensarmos que a actual imagem do velhote barrigudo, vestido de vermelho e branco, remonta aos anos 30 do séc. XX. Uma invenção da “Cocal-Cola”. Nem mais…
  4. 4. Será que tudo não passa de uma lenda? Até pode ser, mas rezam as crónicas que o velhinho foi inspirado na figura de um bispo que realmente existiu. Chamava-se São Nicolau, nasceu no século III, em Patras, na Grécia. Era um homem de bom coração que ajudava as pessoas pobres, deixando saquinhos com moedas próximas às chaminés das casas.
  5. 5. A associação da imagem de São Nicolau ao Natal aconteceu na Alemanha e espalhou-se pelo mundo em pouco tempo. Santa Claus foi representado de várias maneiras até se tornar no velhinho barrigudo com barba branca. A actual imagem do Pai Natal foi inventada pela empresa Coca-Cola nos anos 30.
  6. 6. Apesar do prazer nostálgico com que muitos adultos vêem o acreditar das crianças no Pai Natal, a ideia do santo “dador de prendas” tem actualmente alguns detractores. A maioria das pessoas vê o Pai Natal como uma maneira meramente disfarçada do espírito de dar, e aceita a inevitável descoberta das crianças sobre o misticismo do Pai Natal como um ritual de passagem para o mundo adulto. Em 1969, devido ao facto de a vida do Santo estar pouco do-cumentada, o Papa Paulo VI or-denou que a festa de St. Nicholas fosse retirada do calendário ofi-cial Católico Romano.
  7. 7. O que é certo é que, todos os anos, na época do Natal, em muitos lugares do mundo, anúncios, cartões de boas festas, decorações sazonais e a presença de pessoas vestidas de Pai Natal documentam a lenda moderna de Santa Claus (Pai Natal). Crianças de todo o mundo escrevem cartas ao Pai Natal e na noite de Natal, algumas, deixam-lhe comida e bebida para uma rápida merenda a quando da sua passagem. Verdade ou invenção, o certo é que o Pai Natal está para ficar. Daqui a umas centenas de anos, mais interactivo do que agora, certamen-te, vai continuar a distribuír as pren-das… Fontes: Wilkes, A. (2007) O Meu Primeiro Livro de Natal , Porto, Civilização http:// www.cabanavc.com / painatal.html

×