Concepções de mundo e geografia

325 visualizações

Publicada em

Essa apresentação;o discorre sobre como as correntes filosóficas, com suas concepões de mundo (especialmente após o Iluminismo), trouxeram subsídios para a formação do pensamento geográfico. Discute-se sobre os traços marcantes de várias correntes e pensadores da Filosofia e da Geografia, tais como Empirismo, Idealismo, Kant, Herder, Montesquieu, Rousseau, Marx, Vidal de La Blache, Hartshorne.

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
325
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
9
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Concepções de mundo e geografia

  1. 1. As Concepções de Mundo e a Geografia Vitor Vieira Vasconcelos PUC-Minas Novembro de 2012
  2. 2. Separação Sujeito X Natureza Caçadores Colonizadores Racionalistas e Empiristas Ingleses Positivismo Ratzel Espaço Vital Geografia Militar Geografia Quantitativa
  3. 3. Abordagens Holísticas Agricultores Idealistas Fenomenologia Existencialismo Hermenêutica Geografia Humanista Geografia Regionalista Francesa Romantismo
  4. 4. Iluminismo • Contexto histórico – Século XVIII – Entre a Revolução Inglesa e a Revolução Francesa – Transição europeia do Feudalismo para o Capitalismo. – Expansão do Capitalismo (liderado pela Inglaterra)
  5. 5. Correntes de Pensamento Empirismo Racionalismo Kant Criticismo Positivismo Idealismo Romantismo Fenomenologia Hermenêutica
  6. 6. Modelos de Pensamento • Racionalistas e Empiristas Ingleses Divisão sujeito – objeto Natureza é algo externo ao homem Base para a exploração capitalista da natureza
  7. 7. Modelos de Pensamento • Enciclopedistas Franceses Concepção materialista da natureza Unidade e conexão dos fenômenos naturais e sociais Cadeia causal entre Natureza e Sociedade Determinismo
  8. 8. Montesquieu 1689-1755
  9. 9. Montesquieu • Ligação entre História, ambiente e sociedade • Relação inversa entre: Qualidade do Meio X Qualidade das Pessoas • Bases para a Geografia Determinista
  10. 10. Rousseau 1712-1778
  11. 11. Rousseau • Rousseau (Romantismo) – O bom selvagem – A civilização degrada o homem Retorno ao natural – Primado do sentimento Espontaneidade Natural
  12. 12. Immanuel Kant (1724 – 1804)
  13. 13. Geografia Kantiana • Geografia como disciplina introdutória – Sumário da natureza – Propedêutica ao conhecimento do mundo – Utilidades: • Quadro geral do saber • Dados empíricos como base para os raciocínios das ciências • Conhecimento do mundo como uma arquitetônica unificada
  14. 14. Definições de Geografia • Descrição das coisas em termos de espaço • Ciência da diferenciação regional da crosta terrestre
  15. 15. Principais Obras Filosóficas • Crítica da Razão Pura • Crítica da Razão Prática • Crítica da Faculdade do Juízo
  16. 16. Crítica da Razão Pura Objetos Exteriores (Númenon) Fenômenos (sensações do aparato perceptivo) Tempo Espaço Categorias Lógicas Conhecimento (nous) Intuições Puras:
  17. 17. Classificação das Ciências Objetos Exteriores (Númenon) Fenômenos (sensações do aparato perceptivo) Tempo Espaço Categorias Lógicas Conhecimento (nous) Ciências Especulativas Lógica Matemática Ciências Empíricas Física Geografia (descrição do espaço) História (descrição do tempo)
  18. 18. Classificação das Ciências • Ciências Específicas • Ciências de Síntese – Geografia: Fenômenos naturais – Antropologia: Estrutura humana
  19. 19. Observação da Natureza • Os passeios matinais e o trabalho filosófico • “A Arte de Passear” de Karl Gottlob Schelle • Obras de Kant – Observações sobre o Sentimento do Belo e do Sublime (1764) – Fundamentações Metafísicas da Ciência Natural (1781) – Crítica da Faculdade do Juízo (1790)
  20. 20. Crítica da Faculdade do Juízo • Observação da Natureza – Estética (Belo e Sublime) – Desenvolvimento das Ciências Naturais • Pressupostos do Juízo – Natureza como ordem e harmonia – Unidade na diversidade – Conceitos de Arquitetônica, Sistema, e Orgânico – Como se existisse um propósito maior na própria Natureza
  21. 21. Crítica da Faculdade do Juízo • Duplo método de investigação da Natureza Juízo Teleológico (Observação da Natureza) Determinismo Causal (Física)
  22. 22. Atualidade da Crítica da Faculdade do Juízo Kantiana na Geografia Geografia Sistêmica (Juízo Teleológico) Geografia Quantitativa (Determinismo Causal)
  23. 23. Herder 1744-1803
  24. 24. Herder Ambiente Tradições Históricas Gêneros de Vida Comunidade Territorial Nação Desejos Inteligência Necessidades Gênio O mundo é o teatro da humanidade
  25. 25. Herder • Teoria do Lugar Próprio ( Contexto Geográfico (Diversidade primordial da Natureza) Contexto Histórico (Opções culturais – Possibilidades de expressão humana) Singularidade das Nações
  26. 26. Herder • Plano global divino e teleológico – finalidade e diversidade das nações • Nenhuma cultura é melhor que a outra Valores auto-centrados Relativismo Cultural Contra a dominação e colonização • Comparação com o outro para descobrir o essencial da humanidade
  27. 27. Paul Vidal de La Blache • Traz de Herder – Gêneros de Vida – Possibilismo • Paisagem – Expressão da relação holística Homem X Meio – Ação do homem confere sentido ao espaço em que vive – Método descritivo, construído a partir da vivência da paisagem 1845-1918
  28. 28. Richard Hartshorne • Traz de Kant – Geografia como ciência da diferenciação regional do mundo – Organização dos fenômenos na categoria mental de espaço – Geografia como ciência de síntese das outras disciplinas (Método Corológico) • Balanço entre abordagens Idiográfica – descrição da singularidade de cada lugar Nomotética – algumas características podem ser comparadas como padrões espaciais 1888-1975
  29. 29. Karl Marx • Materialismo dialético Relações de produção Exploração entre classes Filosofia revela e critica essa exploração Luta de Classes Perspectiva de uma sociedade melhor 1818-1883
  30. 30. Geografia Crítica Uso do espaço para relações de produção Segregação e marginalização espacial Geografia revela e critica os problemas Sociedade pode lutar pelos seus direitos Perspectiva de uma sociedade melhor
  31. 31. Geografia Socioambiental Romantismo (Natural é Bom) Geografia Crítica Revela e critica os impactos de empreendimentos capitalistas sobre o meio ambiente e sobre a qualidade de vida das pessoas
  32. 32. Tendências da Geografia Moderna • Determinismo Probabilidade • Causas lineares Abordagem Sistêmica • Estudos aplicados dialogando com metodologias de várias correntes geográficas.
  33. 33. Bibliografia • ALMEIDA, Aires de – Filosofia e Ciências da Natureza: alguns elementos históricos – Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas, disponível em http://www.cfh.ufsc.br/~wfil/aires.htm, 24/06/2006. • BROOK, Andrew - Kant’s View of the Mind and Consciousness of Self - Standford University, 2004. • CIDADE, L.C.F. Visões do Mundo, Visões da Natureza e Formação dos Paradigmas Geográficos. Revista Terra Livre, Sào Paulo, n. 17, p. 99-118, segundo semestre, 2011. • CORRÊA, R.L. Espaço: um conceito-chave da Geografia. In: CASTRO, I.L.E., GOMES, P.C.C., CORREÊA, R.L. (orgs). Geografia: Conceitos e Temas, Quinta Edição, Bertrand: Rio de Janeiro, 2003. • CORRÊA, R.L. Região e Organização Espacial. 4 ed. São Paulo: Ática, 1991. • DICKINSON, R. E.; Kant e a Geografia: uma síntese – in The Makers of Modern Geography. London, Routledge and Kegan Paul, 1978 • GOMES, Paulo C. da C. O conceito de região e sua discussão. In: CASTRO, Iná E.; GOMES, Paulo C.; CORRÊA, Roberto L. Geografia: conceitos e temas. Rio de Janeiro, Bertrand Brasil, 1995, p. 49-76. • GOMES, Paulo Cesar da Costa. Geografia e Modernidade. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 1996. • MORAES, A. C. R.. Geografia - Pequena História Crítica. São Paulo: Hucitec, 1981. • PASCAL, Georges - O Pensamento de Kant - trad. Raimundo Vier - Petrópolis, Editora Vozes, 2001. • SANGUIN, André Louis – Redescobrir o Pensamento Geográfico de Kant – Traduzido e Adaptado por Oswaldo Bueno Amorim Filho – Annales de Géographie, nº 576, pages 134-151. Paris, Armand Colin, 1994 • THOUAR, Denis (1965) - Kant - trad. Tessa Moura Lacerda - São Paulo: Estação Liberdade, 2004. • VITTE, Antônio Carlos – Da Metafísica da Natureza à Gênese da Geografia Morderna – em Contribuições à História e à Epistemologia da Geografia, Rio de Janeiro, Ed. Bertrand Brasil, 2007.
  34. 34. Bibliografia • KANT Emmanuel – Géographie – Traduction de Michèle Cohen-Halimi, Max Marcuzzi et Valérie Seroussi – Ed. Aubier, Paris, 1999 • KANT, Emmanuel. Crítica da Razão Pura. Trad. de J. Rodrigues de Merege. Rio de Janeiro, Ediouro, s/d. • KANT, I., Crítica da Faculdade do Juízo, trad. Marques, A./ Rohden, V., Lisboa, Imprensa Nacional, 1998 • SCHELLE, Karl Gottlob – A Arte de Passear – Trad. De Irene A. Paternot - Ed. Martins Fontes, São Paulo, 2001

×