1 8-velocidade-e-aceleracao-vetoriais

227 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
227
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

1 8-velocidade-e-aceleracao-vetoriais

  1. 1. 1 Os fundamentos da Física • Volume 1 Menu Exercícios propostos Testes propostos Teste sua leitura Resumo do capítulo Capítulo 8 Velocidade e aceleração vetoriais VETOR DESLOCAMENTO Vetor deslocamento (d) de um ponto material entre os instantes t1 e t2 é o vetor representado por um segmento orientado de origem em P1 (posição do ponto material no instante t1) e extremidade em P2 (posição do ponto material no instante t2). P2 (t2) ∆s P1 (t1) d ϩ s ϩ ∆s d P1 • Trajetória curvilínea P2 s • Trajetória retilínea ͉d ͉ Ͻ ͉∆s͉ ͉d ͉ ϭ ͉∆s͉ VELOCIDADE VETORIAL MÉDIA (vm) É o quociente entre o vetor deslocamento d e o correspondente intervalo de tempo ∆t. vm ϭ d ∆t vm tem a mesma direção e o mesmo sentido de d. VELOCIDADE VETORIAL INSTANTÂNEA A velocidade vetorial (v ) de um móvel num instante t tem as características: • Módulo: igual ao módulo da velocidade escalar no instante t. ͉v ͉ ϭ ͉v ͉ • Direção: da reta tangente à trajetória pelo ponto P (posição que o móvel ocupa no instante t). • Sentido: do movimento. P Sentido do movimento v Trajetória
  2. 2. 2 Os fundamentos da Física • Volume 1 • Capítulo 8 Resumo do capítulo ACELERAÇÃO VETORIAL MÉDIA (am) É o quociente entre a variação de velocidade vetorial ∆v ϭ v2 Ϫ v1 e o correspondente intervalo de tempo ∆t. am ϭ ∆v ∆t am tem a direção e o sentido de ∆v. v2 v1 ∆v v1 P2 (t2) am v2 P 1 ( t1 ) ACELERAÇÃO VETORIAL INSTANTÂNEA (a) Aceleração centrípeta (acp) É a aceleração que indica variação na direção da velocidade vetorial. Existe aceleração centrípeta sempre que o móvel percorre trajetória curva. Características de acp: 2 • Módulo: ͉acp͉ ϭ v , em que v é a velocidade escalar e R, o raio da curva descrita. R • Direção: perpendicular à velocidade vetorial em cada ponto. • Sentido: orientado para o centro (C ) de curvatura da trajetória. v P acp Trajetória C Aceleração tangencial (at) É a aceleração que indica a variação no módulo da velocidade vetorial. Existe aceleração tangencial nos movimentos variados. Características de at: • Módulo: ͉at͉ ϭ ͉α͉, em que α é a aceleração escalar. • Direção: tangente à trajetória.
  3. 3. 3 Os fundamentos da Física • Volume 1 • Capítulo 8 Resumo do capítulo • Sentido: o mesmo de v, se o movimento for v v at acelerado, ou oposto ao de v, se o P movimento for retardado. P at Movimento acelerado Movimento retardado Aceleração vetorial (a) É a soma vetorial da aceleração centrípeta e da aceleração tangencial: a ϭ acp ϩ at Seu módulo é dado por: at Trajetória P ͉a͉2 ϭ ͉acp͉2 ϩ ͉at͉2 a acp Velocidade Aceleração Módulo Direção at acp a MRU constante constante nula nula nula MRUV variável constante não-nula nula a ϭ at MCU constante variável nula não-nula a ϭ acp MCUV variável variável não-nula não-nula a ϭ at ϩ acp COMPOSIÇÃO DE MOVIMENTOS vres. ϭ vrel. ϩ varr. B 1 Rio abaixo vrel. 2 Rio acima vres. varr. vrel. varr. vres. 3 Eixo do barco perpendicular à correnteza vrel. vres. 4 Barco parte de A e chega a B vrel. vres. varr. varr. |vres.| ϭ |vrel.| ϩ |varr.| |vres.| ϭ |vrel.| Ϫ |varr.| |vres.|2 ϭ |vrel.|2 ϩ |varr.|2 A |vrel.|2 ϭ |vres.|2 ϩ |varr.|2

×