Almuten (1)

428 visualizações

Publicada em

Almuten, conceito e aplicações.

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
428
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
7
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Almuten (1)

  1. 1. 2008 Astrosphera Rodolfo Veronese [ALMUTEN]O que ele representa e as diversas opiniões sobre o modo de encontrá-lo.
  2. 2. ALMUTEN O QUE ELE REPRESENTA E AS DIVERSAS OPINIÕES SOBRE O MODO DE ENCONTRÁ-LO. INTRODUÇÃO. Dentre as diversas ambigüidades que fariam um aluno impaciente desistir de aprender Astrologia Medieval, há o conceito astrológico denominado Almuten ou Almuten, que será discutido com maiores pormenores nesse artigo. A palavra latina “Almuten” origina-se do árabe Albmutazz, que significa, “o vitorioso”, ”o eleito”, dentre outros significados analógicos. Dentro do contexto de interpretação do mapa, o Albmutazz 1 será o planeta que tiver maior expressão no assunto que analiso; assim sendo, ele sempre será relativo a um assunto ou ponto do mapa, e nunca será absoluto. Por exemplo, quando se analisa a vida matrimonial do nativo, o planeta com maior expressão DENTRO DESSE TÓPICO será o Almuten do Casamento. Durante algum tempo, concluí precipitadamente que o Almuten representaria a síntese de um tema, como se ele ditasse o veredicto do tema. Acreditava que o Almuten da Substancia aflito indicaria que o nativo seria sempre infeliz na aquisição de finanças, e assim sucessivamente com os outros Almutens. Essa visão não é corroborada por nenhum texto clássico, tampouco com a minha experiência. No momento eu descarto essa idéia para concluir que o Albmutazz é um ponto como outro qualquer que tenha relação com o tópico estudado (no exemplo que citaremos a seguir, a vida matrimonial) e que traz informações complementares aos outros pontos e planetas do mesmo assunto. 1 Os termos “Almuten”, “Almutem” e “Albmutazz” serão usados ao longo do texto para se referir ao mesmo conceito, não havendo diferença de significado entre eles nas suas diversas citações neste texto. Preferencialmente, usarei a expressão ”Almuten”.
  3. 3. O CONCEITO DE “AUTORIDADE” E “DIGNIDADE”, CONCERNENTES AO ALMUTEN. Na Astrologia Medieval, apenas um planeta é incapaz de descrever tudo que acontecerá com o pai, ou com os irmãos, etc. A idéia do Almuten, portanto é encontrar o planeta que verdadeiramente possua a maior autoridade sobre o assunto estudado, sobre todos os pontos que o compõem. Para que isso seja feito, é preciso analisar mais de um planeta ou ponto e somar quantas dignidades cada um dos sete planetas tem sobre todos os pontos do assunto. Para sermos justos e considerarmos todas as dignidades, não basta apenas as dignidades mais comuns – domicílio e exaltação. É necessário averiguar também as dignidades de triplicidade, termo e face para cada ponto referente ao tema. Para um Astrólogo Medieval ou Clássico, as expressões “autoridade” e “dignidade” sempre guardarão relação com a porção do zodíaco que é alocada a um planeta por regência. Se um planeta, cúspide ou parte estiver no Signo de Peixes, o planeta que possui autoridade de Regência Domiciliar sobre eles é Júpiter, pois é o regente do domicílio de Peixes. Venus também possui em Peixes dignidade de exaltação. Dessa forma, um planeta que ocupe esse signo terá como autoridade esses dois planetas, DE UM MODO GERAL, PORQUE OUTROS PLANETAS PODEM TER AUTORIDADE MENOR EM PEIXES SEM CONTUDO DEIXAREM DE SER IMPORTANTES, COMO VEREMOS A SEGUIR. HÁ APENAS UM ALMUTEN PARA CADA CASA? O leitor pode vir a pensar que, havendo 12 Casas Astrológicas, há 12 tipos de Almuten, porém cada Casa possui mais de um significado, abrindo espaço para mais de um tipo de Almuten por Casa. Ao analisarmos a Casa 6 do nativo, podemos inquirir acerca dos seus servos ou das doenças que ele pode vir a sofrer, e com isso temos dois Almutens diferentes. Da mesma forma, a Casa 7 representa alianças, matrimonio e inimigos declarados, havendo a possibilidade de três tipos de Almutens diferentes. Como foi explicitado acima, o conceito de Almuten é simples, porém as maneiras de se chegar a ele divergem entre os diversos autores através dos tempos. Com a nova onda de traduções de textos clássicos e medievais, porém, experimenta-se hoje a revisão de conceitos que podem mudar o rumo das interpretações baseadas naqueles textos. Muitas mudanças no cálculo do Almuten foram deturpações dos cálculos inicialmente idealizados por Astrólogos Árabes e
  4. 4. Helenísticos, podendo induzir a erros crassos de interpretação. O MÉTODO MEDIEVAL - RENASCENTISTA Predominam nos textos medievais, principalmente aqueles que se aproximam da Renascença, um conceito de almuten no qual se leva em conta os diferentes pesos entre as dignidades. É IMPORTANTE FRISAR QUE O SISTEMA MEDIEVAL-RENASCENTISTA NÃO É AQUELE AO QUAL O ARTIGO SE REFERE, MAS SERÁ DESCRITO AQUI A TÍTULO DE COMPARAÇÃO. De acordo com este esquema, as dignidades possuem os seguintes valores:  Domicílio: 5 pontos.  Exaltação: 4 pontos.  Triplicidade: 3 pontos.  Termo: 2 pontos.  Face: 1 ponto. Para entendermos o que esse sistema representa, suponha que eu tenho a Lua no terceiro grau de Touro e gostaria de saber qual é o almuten lunar. Ora, a Lua está no domicílio de Venus, logo esse planeta ganha 5 pontos sobre a Lua. Em seguida, a Lua ganha 4 pontos por estar no signo da sua exaltação. Em seguida, temos que Touro é uma triplicidade de terra, regida por Venus, lua e Marte, cada um recebendo três pontos cada. A Lua está nos termos de Venus, que novamente recebe pontos – 2 dessa vez. Finalizando, a Lua no terceiro grau de Touro está na Face de Mercúrio, que recebe seu único ponto. Computando as fortitudes para cada planeta citado, temos:  Venus: 5 + 3 + 2 = 10 pontos.  Lua: 4 + 3 = 7 pontos.  Marte: 3 pontos  Mercúrio: 1 ponto. De acordo com esse sistema, VENUS é Almuten da Lua. Se quiséssemos calcular um Albmutazz para a Lua que seguisse os métodos dos árabes e gregos, ele seria o mesmo que foi encontrado acima – Venus. A maneira de encontrá-lo, contudo, difere e, em alguns casos, pode mostrar um resultado diferente.
  5. 5. O MÉTODO HELENÍSTICO – ÁRABE Finalmente, analisaremos o mesmo caso acima, porém sob uma nova perspectiva. A grande diferença entre o método medieval-renascentista e o método gregro-árabe (o motivo deste artigo) é o peso entre as diferentes dignidades: OS GREGOS E ÁRABES ATRIBUÍAM O MESMO VALOR A TODAS AS DIGNIDADES. ALÉM DISSO, DAVAM UM PONTO PARA CADA PLANETA QUE ASPECTASSE O PLANETA, PARTE ÁRABE OU CÚSPIDE ANALISADA. Para a mesma lua no terceiro grau de Touro, achemos seu Albmutazz, mas dessa vez de acordo com os Astrólogos gregos e árabes. PARA CADA DIGNIDADE PLANETÁRIA, DÁ-SE APENAS UM PONTO. ALÉM DISSO, CONSIDERA-SE OS PLANETAS QUE ASPECTAM A LUA. Feito isso, o esquema de pontos ficaria assim:  Venus: 1+1+1 = 3 pontos.  Lua: 1+1 = 2 pontos.  Marte: 1 ponto  Mercúrio: 1 ponto  Júpiter: 1 ponto. Além da diferença de atribuição dos pontos, o segundo esquema difere pela inclusão de Júpiter. Isto porque ele aspecta a lua por oposição no meu mapa natal. Talvez o leitor esteja se perguntando: se não há diferença de resultado entre os dois, por que você insiste em defender método árabe em detrimento do renascentista? A resposta é simples. Neste exemplo em particular, os resultados para os dois métodos são idênticos: Venus é o albmutazz da Lua tanto para os gregos quanto para os renascentistas, mas existem casos em que isso pode diferir radicalmente, como no segundo exemplo abaixo: Suponha que a Lua esteja no grau 27 de Peixes, em oposição estreita a Marte em 28 de Virgem. De acordo com o esquema renascentista, as dignidades lunares seriam:  Domicílio: Júpiter – 5 pontos.  Exaltação: Venus – 4 pontos.  Triplicidade: Venus, Marte e Lua – 3 pontos cada.  Termo: Marte – 2 pontos.  Face: Marte – 1 ponto. Venus seria a Albmutazz da Lua, com 7 pontos. Marte viria em segundo lugar, com 6 pontos. O mesmo resultado não
  6. 6. aconteceria se estivéssemos analisando do ponto de vista da Astrologia Helenística:  Domicílio: Júpiter – 1 ponto.  Exaltação: Venus – 1 ponto.  Triplicidade: Venus, Marte e Lua – 1 ponto cada.  Termo: Marte – 1 ponto.  Face: Marte – 1 ponto.  Aspecto: Marte – 1 ponto Desse modo, Marte é Albmutazz da Lua, com 4 pontos contra apenas dois de Venus! Marte ganha muito mais pontos do que Venus e os outros planetas citados. Como visto, a atribuição diferente de pontos entre os dois sistemas pode gerar resultados diferentes, aumentando vertiginosamente a ênfase sobre alguns planetas em detrimento de outros.
  7. 7. UM EXEMPLO DE GUIDO BONATTI. Vamos citar aqui um texto do Astrólogo italiano Guido Bonatti, no qual ele dá instruções para encontrar o Almuten do Casamento. Em seguida, calcularemos o Almuten do Casamento para a minha natividade, acrescido de comentários. A despeito de Guido ser italiano, as evidencia indicam que ele aplicava em seus mapas o cálculo de Almuten de acordo com os árabes e gregos do período clássico. No trecho abaixo, ele não ensina a calcular o Almuten, porém cita os pontos e planetas necessários para encontrarmos o Albmutazz do Casamento. "Considere o 7º signo, os planetas que podem ser achados nele, podendo ser um ou muitos, o regente do sétimo signo, a Lua bem como Vênus e também a Parte do Casamento e o planeta regente de cuja casa você a encontrar; e olha para o planeta que é ALMUTEN sobre estes lugares ou sobre os signos angulares e sucedentes da figura da natividade na qual você olha. Você verá se eles estão livres de impedimentos como nós dissemos muitas vezes e afortunado e forte: o qual, se o único ou alguns deles se unirem ao senhor do Ascendente da natividade ou seu Almuten2 e especialmente o senhor dos 7º ou o Almuten em cima disto por trígono ou aspecto de sextil e ainda mais se uma recepção intervém e planeta dito for mais leve que o senhor do Ascendente, significa que o nativo se casará com uma esposa boa e apropriada, com quem que ele se alegrará de acordo com seu desejo. Porém se o aspecto supracitado estiver sem recepção, ou for uma quadratura com recepção, significa que o nativo se casa mas as felicidades matrimoniais dele serão muito abaixo que as supracitadas. Se porém for uma quadratura sem recepção, ainda será muito mais inferior a isto (i.e. suas felicidades conjugais)." O Almuten do Casamento é o planeta que tem a maior autoridade sobre todos os planetas, Casas e Partes que possuam relação com o matrimonio do nativo. 2 Almuten do Ascendente, representando o nativo. Não confundir com o Almuten do Casamento.
  8. 8. O CALCULO DO ALMUTEN DO CASAMENTO (DE ACORDO COM OS GREGOS E ÁRABES). Citaremos aqui os “ingredientes” que compõem o Albmutazz do Casamento. Em seguida, descobriremos o planeta que possui a maior autoridade em relação a este assunto no mapa da Figura 1. De acordo com Bonatti, os planetas e pontos relativos a Casamento são:  Venus  Lua  Sétimo Signo3 ou a Cúspide da Sétima Casa.  Planetas que ocupam o Sétimo Signo  Regente do Sétimo Signo  Parte do Casamento Para realizar o método mais comum entre os Árabes e Gregos, cada tipo de dignidade sobre cada planeta ou ponto (Cúspide ou Parte) acima terá apenas um ponto de “fortitude”. Além disso, os planetas que aspectarem os pontos supracitados receberão um ponto de fortitude também, porque A GRANDE DIFERENÇA ENTRE O ALMUTEN ARABE E O MEDIEVAL TARDIO É A CONSIDERAÇÃO DOS PLANETAS QUE ASPECTAM OS PONTOS RELATIVOS AO TEMA. Uma tabela é interessante para organizar os dados: 3 Descobrir qual planeta predomina sobre um signo inteiro é muito relativo, pois o signo é subdividido em várias dignidades e em suas diferentes porções pode mais de um planeta que predomine. Dessa forma, é mais provável que o autor esteja se referindo ao planeta que mais tenha autoridade sobre a cúspide da Casa 7.
  9. 9. Ponto Grau G F E A D C B Venus 20k05 1,1,1 1 1 1 1 Lua 02b30 1,1 1 1,1 1 1,1 Cúspide da Casa 7 17g42 1,1,1 1,1 1,1 1 Regente da Casa 7 20k05 1,1,1 1 1 1 1 Planetas no 7ºsigno. Marte 11g54 1,1,1 1 1 1 1,1 Saturno 19g53 1,1 1,1 1,1 1 Parte do Casamento 17e54 1,1 1 1 1 Regente da Parte 06ª24 1 1 1,1,1 1,1 1 Total 17 11 6 4 9 7 4 Tabela 1- Albmutazz do Casamento Para que entender a tabela acima, vamos escolher uma de suas linhas e delineá-la: um dos planetas que entram no cálculo é Marte (sexta linha da tabela, de cor rosa), por virtude de se encontrar no Sétimo Signo. Marte está no domicílio de Venus, então damos um ponto a ela (ver a sétima coluna da sexta linha, da esquerda para a direita). Marte também está na exaltação de Saturno, que recebe um ponto. A Triplicidade de Libra é regida por Saturno, Mercúrio e Júpiter, que recebem um ponto cada, ou seja, Saturno (terceira coluna da sexta linha, da direita para a esquerda) recebe mais um ponto. Marte está nos termos de Mercúrio, que recebe mais um ponto e agora tem dois no total. Saturno recebe mais um ponto por marte se encontrar na sua Face. Finalmente, Marte está em aspecto próximo com o Sol, que recebe um ponto. Seguindo o mesmo procedimento acima para todos os pontos que guardam relação com Casamento, temos a tabela acima, com somas para cada Planeta. O resultado final é que SATURNO é o ALBMUTAZZ DO CASAMENTO para a minha natividade (vide figura 1). Pela análise de Saturno, saberemos se a mulher do nativo será adequada e agradável aos seus desejos.
  10. 10.                                                Rodol fo Veronese M al e Char t 27 M ar 1982 06: 52 BZT2 +3: 00 Rio de Janeir o, Br azil 22°S54' 043°W 14' G eocent r ic Tr opical W hole Signs M ean Node Figura 1 - Mapa Natal
  11. 11. INTERPRETAÇÃO Saturno está no signo de sua exaltação, em Libra, e conjunto a uma cúspide angular. Ele se encontra num quadrante ocidental e está oriental em relação ao Sol. É recebida por Venus (regente das Casas 2 e 7) e recebe Marte, regente das Casas 1 e 8. Todos os aspectos são separativos, indicando coisas que diminuem com o tempo portanto, na descrição dos eventos abaixo, representados pelos aspectos, TEMOS DE LEVAR EM CONTA QUE O NATIVO NÃO TERÁ ESSAS QUESTÕES ATIVADAS PELO RESTO DE SUA VIDA, MAS SIM QUE ELAS LENTAMENTE DESAPARECERÃO. Marte é inferior a Saturno. De acordo com Bonatti (não está no trecho supracitado), se o regente do Ascendente for um planeta inferior ao regente ou Albmutazz da Casa 7 e houver aspecto entre eles, isso indica que o nativo buscará muitas mulheres. Como Saturno é um maléfico, a aproximação que o nativo terá com essas mulheres será cercada de temores, mas a recepção de Saturno por Marte diminuirá esses temores ao longo do tempo de relacionamento. Venus indica questões diferentes. Por reger a Casa 7, a recepção que ela faz a Saturno, embora fraca por ser um aspecto separativo, indica que os eventuais problemas representados por Saturno (sendo ele um maléfico) serão mais leves. Soma-se a isso a dignidade de exaltação que Saturno tem, abrandando as dificuldades que ele representa. Além disso, ela rege a Casa 2 do nativo, representando que os bens do nativo se misturarão aos da parceira, o que será doce para a parceira, mas duro para o nativo. A parceira poderá inclusive desejar ter um papel disciplinador sobre a renda do nativo. Todas essas coisas são indicadas pelo trígono separativo entre Venus em Aquário e Saturno em Libra. Quanto ao estado cósmico e terrestre de Saturno (oriental, em quadrante ocidental, exaltado, aspectado por benéfico, aflito por marte em detrimento, retrógrado) chegamos a conclusão de que os testemunhos indicam mais bem do que mal, e portanto o casamento do nativo será uma mistura de fatores positivos e negativos que tenderão mais para os primeiros. Nas palavras de Bonatti: (...)significa que o nativo se casará com uma esposa boa e apropriada, com quem que ele se alegrará de acordo com seu desejo.(...)
  12. 12. Dignidades Essenciais e outras informações Signo Domicilio (5) Exaltação (4) Triplicidade (3) Termos Egípcios (2) Faces ou Decanatos (1)D N P a E A A F G 0 F 6 D 12 C 20 E 25 G 30 E A D b D B D B E 0 D 8 C 14 F 22 G 27 E 30 C B G c C - G C F 0 C 6 F 12 D 17 E 24 G 30 F E A d B F D E B 0 E 7 D 13 C 19 F 26 G 30 D C B e A - A F G 0 F 6 D 11 G 18 C 24 E 30 G F E f C - D B E 0 C 7 D 17 F 21 E 28 G 30 A D C g D G G C F 0 G 6 C 14 F 21 D 28 E 30 B G F h E - D E B 0 E 7 D 11 C 19 F 24 G 30 E A D i F - A F G 0 F 12 D 17 C 21 G 26 E 30 C B G j G E D B E 0 C 7 F 14 D 22 G 26 E 30 F E A k G - G C F 0 C 7 D 13 F 20 E 25 G 30 D C B l F D D E B 0 D 12 F 16 C 19 E 28 G 30 G F E Anos Planetários Planeta Menores Médios Maiores B 25 66a 6m 108 C 20 48 76 D 8 45 82 A 19 69a 6m 120 E 15 40a 6m 66 F 12 45a 6m 79 G 30 43a 6m 57 Anos da profecção Signo Idades (em anos) 1 0 12 24 36 48 60 72 84 96 2 1 13 25 37 49 61 73 85 97 3 2 14 26 38 50 62 74 86 98 4 3 15 27 39 51 63 75 87 99 5 4 16 28 40 52 64 76 88 100 6 5 17 29 41 53 65 77 89 101 7 6 18 30 42 54 66 78 90 102 8 7 19 31 43 55 67 79 91 103 9 8 20 32 44 56 68 80 92 104 10 9 21 33 45 57 69 81 93 105 11 10 22 34 46 58 70 82 94 106 12 11 23 35 47 59 71 83 95 107 Produzido por Rodolfo Veronese Certificate in Medieval Astrology Astrosphera http://www.astrosphera.blogspot.com astrosfera@gmail.com

×