UNIVERSIDADE ESTADUAL DE SANTA CRUZ
DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS E AMBIENTAIS
MANEJO DE PASTAGENS
AGRONOMIA
Sistema C...
2
Sistema Caatinga-Buffel-Leucena no semi-árido.
O CBL é totalmente adaptado às condições do semi-árido nordestino. As
let...
3
Quadro 1 – Sistema CBL
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Sistema caatinga buffel-leucena

1.766 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.766
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
28
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Sistema caatinga buffel-leucena

  1. 1. UNIVERSIDADE ESTADUAL DE SANTA CRUZ DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS E AMBIENTAIS MANEJO DE PASTAGENS AGRONOMIA Sistema Caatinga-Buffel-Leucena Estudo requerido pela disciplinaManejo de Pastagens, do docente Profº José Marques, realizado pelo discenteVinicius VieiraCursino. Ilhéus / 2012
  2. 2. 2 Sistema Caatinga-Buffel-Leucena no semi-árido. O CBL é totalmente adaptado às condições do semi-árido nordestino. As letras são iniciais de Caatinga, Capim Buffel(Cenchrus ciliares)e Leguminosas ou outras plantas que são utilizadas como fonte de proteína ou de energia, A leucena (Leucaenaspp), tem sido a leguminosa recomendada, embora outras espécies possam ser também utilizadas. O CBL retira da caatinga a exclusividade como fonte de forragem para os animais durante o ano, como é o usual na quase totalidade dos sistemas à produção pecuária no Nordeste. O CBL leva o animal a pastejar na caatinga apenas durante o período chuvoso (2 a 4 meses), período em que este oferece quantidade máxima em termos de oferta quantitativa e qualitativa de forragem, associada a uma área de capim-Buffel (B), com piquetes contíguos de uma leguminosa arbustiva (L). Durante as chuvas, é plantado Capim Buffel (Cenchrus ciliares)forrageira resistentes à seca que são, posteriormente, cortadas e armazenadas sob as formas de silo ou feno e usadas como suplemento alimentar durante a estiagem. O sistema CBL praticamente não usa insumos externos à propriedade, o que reduz o seu custo de operação. É uma gramínea forrageira, que apresenta grande adaptação às condições climáticas adversas do Semi-Árido nordestino, com boa capacidade de rebrota e excelente palatabilidade. É uma gramínea forrageira, que apresenta grande adaptação às condições climáticas adversas do Semi-Árido nordestino, com boa capacidade de rebrota e excelente palatabilidade. O capim-Buffel (B)(Cenchrus ciliares), é utilizado em pastejo direto durante a maior parte do ano ( 8 a 10 meses), quando a caatinga pouco a nada tem a oferecer. A leucena (Leucaenaspp), é utilizada em pastejo rotacionado durante um período que pode ir do último terço do perído verde até meados do período seco, dependendo da sua área proporcional e da pluviosidade ocorrida. A partir daí, até a chegada do período de chuvas, a leucena é fornecida aos animas sob a forma de feno e/ou silagem, preparado nos meados da estação chuvosa. O acesso aos animais ao piquete de leucena para o pastejo, se dá, diariamente, por uma hora. Para implantação do sistema CBL, deve-se fazer a seleção das áreas com solo mais profundo e bem drenado para a plantação de leucena, destinando-se as áreas de solo mais pobres para o pasto nativo da caatinga. As Áreas ocupadas com a platanção de leucena e capim-buffel devem representar cerca de 2/3 de áreal total, sendo que a área plantada com leucena não deve ultrapassar um terço daquela ocupada pelo capim-buffel, visto que é a base de suporte do sistema, como mostra o quadro 1.
  3. 3. 3 Quadro 1 – Sistema CBL

×