Como se fosse 
MARINA COLASSANTI 
EEM SÃO FRANCISCO DE ASSIS 
PRODUÇÃO TEXTUAL – PROF. GISELE SAADE 
INTERTEXTUALIDADE 
VI...
INFÂNCIA 
A criança-rei da história, têm sua infância 
“roubada” pelos interesses monárquicos da 
família. 
Porém, uma más...
INFÂNCIA ROUBADA 
A notícia da Agência Brasil, retrata o abuso 
que muitas crianças passaram/passam no 
Brasil: têm sua in...
AQUARELA 
“É uma letra mágica: desperta a criança que 
carregamos dentro de nós, reforça o 
romantismo da amizade, aviva a...
AQUARELA 
E o futuro é uma astronave que tentamos 
pilotar 
Não tem tempo nem piedade nem tem hora 
de chegar 
Sem pedir l...
NA HISTÓRIA 
A abrupta abdicação do pai e sua viagem 
para a Europa tornaram Pedro imperador 
com apenas cinco anos, resul...
NA HISTÓRIA 
Suas experiências com intrigas palacianas e 
disputas políticas durante este período tiveram 
grande impacto ...
“O rei ofegava, parecia murmurar algo. Com 
um punhal cortaram as tiras de couro que 
prendiam a máscara. Soltou-se pela p...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Língua Portuguesa - Intertextualidade

498 visualizações

Publicada em

"Como se fosse" - Marina Colassanti

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
498
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Língua Portuguesa - Intertextualidade

  1. 1. Como se fosse MARINA COLASSANTI EEM SÃO FRANCISCO DE ASSIS PRODUÇÃO TEXTUAL – PROF. GISELE SAADE INTERTEXTUALIDADE VINÍCIUS DE MENEZES FABREAU 2014
  2. 2. INFÂNCIA A criança-rei da história, têm sua infância “roubada” pelos interesses monárquicos da família. Porém, uma máscara resguarda sua “meninice” e em meio ao sangue da guerra, sem a máscara, percebe-se que ele ainda é uma criança...
  3. 3. INFÂNCIA ROUBADA A notícia da Agência Brasil, retrata o abuso que muitas crianças passaram/passam no Brasil: têm sua infância impedida pela necessidade do trabalho. “É melhor a criança trabalhar do que estar na rua”
  4. 4. AQUARELA “É uma letra mágica: desperta a criança que carregamos dentro de nós, reforça o romantismo da amizade, aviva as delícias de se ganhar o mundo com a rapidez moderna, e, por fim, nos alerta para o enigma do futuro que guarda em seu bojo a implacável ação do tempo, fazendo tudo perder a cor, perder o viço, perder a força.” (Toquinho)
  5. 5. AQUARELA E o futuro é uma astronave que tentamos pilotar Não tem tempo nem piedade nem tem hora de chegar Sem pedir licença muda nossa vida Depois convida a rir ou chorar
  6. 6. NA HISTÓRIA A abrupta abdicação do pai e sua viagem para a Europa tornaram Pedro imperador com apenas cinco anos, resultando em uma infância e adolescência tristes e solitárias. Obrigado a passar a maior parte do seu tempo estudando em preparação para imperar, ele conheceu momentos breves de alegria e poucos amigos de sua idade.
  7. 7. NA HISTÓRIA Suas experiências com intrigas palacianas e disputas políticas durante este período tiveram grande impacto na formação de seu caráter. Pedro II cresceu para se tornar um homem com forte senso de dever e devoção ao seu país e seu povo. Por outro lado, ele ressentiu-se cada vez mais de seu papel como monarca.
  8. 8. “O rei ofegava, parecia murmurar algo. Com um punhal cortaram as tiras de couro que prendiam a máscara. Soltou-se pela primeira vez aquele rosto pintado ao qual todos se haviam acostumado como se fosse carne e pele. Mas o rosto que surgiu por baixo dele não era um rosto de homem. A boca de criança movia-se ainda sobre mudas palavras, os olhos do rei faziam-se baços num rosto de menino.” COLASSANTI, Marina. 23 histórias de um viajante. São Paulo: Global, 2008. p. 115-6.

×