Computador pessoal

318 visualizações

Publicada em

Publicada em: Tecnologia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
318
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Computador pessoal

  1. 1. Computador <br />Pessoal<br />Aluno: Victor Eliakim<br />
  2. 2. Contexto<br />No dia 12 de agosto de 2011, o PC comemorou 20 anos de vida. Outros computadores para uso pessoal o antecederam, como o Apple II. Mas o que você conhece sobre a sua mesa, no trabalho ou em casa, veio ao mundo em 1981, pelas mãos da IBM. Hoje, são 500 milhões de máquinas do gênero instaladas no mundo.<br />Desenvolvido durante um ano por uma equipe de 12 engenheiros que trabalhavam 60 horas por semana, o micro de 20 anos atrás conseguia escrever textos e fazer cálculos. Hoje ele acessa a internet e grava vídeo e música, entre outros.<br />
  3. 3. Computadores podem ser classificados de acordo com a função que exercem ou pelas suas dimensões (capacidade de processamento).:Processamento, Memória, Memória primária, Memória RAM, Memória ROM, Memória secundária, Memória terciária, Entrada e saída, Programas,Sistema Operacional,Placa Mãe, entre outros.<br />
  4. 4. História<br />Primeiro computador pessoal vendido em escala, o IBM 5150 começou a ser vendido no dia 11 de agosto de 1981. A máquina tinha tela monocromática de 11,5 polegadas, 15 centímetros de altura e pesava 11 Kg. Na época, ele custava cerca de US$ 1.600, segundo o site da empresa.<br />
  5. 5. Bill Gates, fundador da Microsoft, e Andy Grove, um dos primeiros funcionários da Intel, juntos com o IBM 5150, considerado o primeiro computador pessoal. A imagem, que também tem outros computadores, foi tirada no museu de Inovação e Tecnologia durante o 20º aniversário do primeiro PC da IBM.<br />
  6. 6. A tecnologia foi se desenvolvendo e através dos tempos chegou até o que é hoje com computadores e softwares cada vez mais avançados, isso faz com que essa industria tenha cada vez mais projeções a nível internacional e de futuro, ampliando mais seu desenvolvimento globalizado.<br />
  7. 7. Conclusão<br />Segundo Pierry Levy, no livro "Cibercultura", o computador não é mais um centro, e sim um nó, um terminal, um componente da rede universal calculante. Em certo sentido, há apenas um único computador, mas é impossível traçar seus limites, definir seu contorno. É um computador cujo centro está em toda parte e a circunferência em lugar algum, um computador hipertextual, disperso, vivo, fervilhante, inacabado: o ciberespaço em si.<br />

×