Lingua Portuguesa

121.563 visualizações

Publicada em

Publicada em: Negócios, Tecnologia
8 comentários
40 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Bom agora que eu abri o slide share ainda não sei se e um bom método pra fazer slides mas vou utilizar ...
       Responder 
    Tem certeza que deseja  Sim  Não
    Insira sua mensagem aqui
  • Gostei
       Responder 
    Tem certeza que deseja  Sim  Não
    Insira sua mensagem aqui
  • O que devo usar em vez de 'Quem gostaria?' ao telefone? Pensei que fosse mais correto que dizer 'Quem deseja?' Pode me explicar o porque?
    Obrigada.
       Responder 
    Tem certeza que deseja  Sim  Não
    Insira sua mensagem aqui
  • Ótimo material. Usarei em minhas aulas.
    Obrigada
       Responder 
    Tem certeza que deseja  Sim  Não
    Insira sua mensagem aqui
  • MATAR O BORREGO é uma expressão muito comum e, significa atingir um objectivo muito desejado. esta expressão teve origem nos finais da década de 50 , princípios da de 60 no estádio do Sporting Clube de Portugal ( SCP) onde o meu pai trabalhou com outros no cuidado da relva. As pessoas que faziam esse trabalho comentavam o desperdício das ervas das mondas e resolveram comprar um borrego para engorda e ser comido por eles .Os repórteres desportivos que frequentavam o estádio , perguntavam quando é que o borrego era morto :Então após alguma discussão ficou assente que o borrego seria morto quando o SCP fosse jogar a Évora e ganhasse ao Lusitano o que não acontecia há alguns anos.Quando o SCP ia a Évora a imprensa desportiva interrogava-se : Será desta que matam o borrego? Até que um dia o SCP ganhou , mas aqueles que tinham criado o animal não tiveram coragem para o matar Foram outros.
       Responder 
    Tem certeza que deseja  Sim  Não
    Insira sua mensagem aqui
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
121.563
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
8.926
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1.237
Comentários
8
Gostaram
40
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Lingua Portuguesa

  1. 1. A Língua Portuguesa agradece! (E nossos ouvidos também!)
  2. 2. Mesmo que você saiba de todas essas formas corretas, passe adiante, pode ser útil para outras pessoas. A Língua Portuguesa agradece .
  3. 3. Nunca diga: - Menas (sempre menos) - Iorgute (iogurte) - Mortandela (mortadela) - Mendingo (mendigo) - Trabisseiro (travesseiro) - essa é de doer, hein! - Cardaço (cadarço) - Asterístico (asterisco) - Meia cansada (meio cansada) E lembre-se: - Mal - Bem - Mau - Bom
  4. 4. <ul><li>Trezentas gramas (a grama pode ser de um pasto). Se você quer falar de peso, então é O grama: trezent O s gramas. - Di menor, di maior (é simplesmente maior ou menor de idade). - Beneficiente (beneficente - lembre-se de Beneficência Portuguesa) - O certo é BASCULANTE e não VASCULHANTE, aquela janela do banheiro ou da cozinha. </li></ul>
  5. 5. <ul><li>Se você estiver com muito calor, poderá dizer que está &quot;suando&quot; (com u) e não &quot;soando&quot;, pois quem &quot;soa&quot; é sino ! - A casa é GEMINADA (do latim geminare = duplicar) e não GERMINADA que vem de germinar, nascer, brotar. - O peixe tem ESPINHA (espinha dorsal) e não ESPINHO. Plantas têm espinhos. - Homens dizem OBRIGADO e mulheres OBRIGADA. </li></ul>
  6. 6. <ul><li>&quot;FAZ dois anos que não o vejo“ e não “FAZEM dois anos” - &quot;HAVIA muitas pessoas no local&quot; e não &quot;HAVIAM” - &quot;PODE HAVER problemas&quot; e não &quot;PODEM HAVER....&quot; (os verbos fazer e haver são impessoais!!) - PROBLEMA e não POBLEMA ou POBREMA (deixe isso para o Zé Dirceu) - A PARTIR e não À PARTIR </li></ul>
  7. 7. <ul><li>O certo é HAJA VISTA (que se oferece à vista) e não HAJA VISTO. - POR ISSO e não PORISSO (muito comum nas páginas de recado do orkut, junto com o AGENTE pode marcar algo... Se é um agente, ele pode ser secreto, aduaneiro, de viagens...) </li></ul><ul><li>A GENTE = NÓS </li></ul><ul><li>O certo é CUSPIR e não GOSPIR. </li></ul><ul><li>HALL é RÓL não RAU, nem AU.  </li></ul>
  8. 8. <ul><li>Para EU fazer, para EU comprar, para EU comer e não para MIM fazer, para mim comprar ou para mim comer...   (mim não conjuga verbo, apenas &quot;eu, tu, eles, nós, vós, eles&quot;) </li></ul>
  9. 9. - Você pode ficar com dó (ou com um dó) de alguém, mas nunca com &quot;uma dó&quot;; a palavra dó no feminino é só a nota musical (do, ré, mi, etc etc.) - As pronúncias: CD-ROM é igual a ROMA sem o A. Não é CD-RUM (nem CD-pinga, CD-vodka etc).  ROM é abreviatura de Read Only Memory - memória apenas para leitura.
  10. 10. E agora, o horror divulgado pelo pessoal do TELEMARKETING: Não é “eu vou ESTAR mandando” “vou ESTAR passando” “vou ESTAR verificando” E sim eu vou MANDAR vou PASSAR vou VERIFICAR (muito mais simples, mais elegante e CORRETO).
  11. 11. <ul><li>Da mesma forma é incorreto perguntar: COM QUEM VOCÊ QUER ESTAR FALANDO ? - Veja como é o correto e mais simples: COM QUEM VOCÊ QUER FALAR ? - Ao telefone não use: Quem gostaria? (É de matar...) - Não use: peraí, agüenta aí, só um pouquinho (prefira: Aguarde um momento, por favor) </li></ul>
  12. 12. - Por último, e talvez a pior de todas: Por favor, arranquem os malditos SEJE e ESTEJE do seu vocabulário (estas palavras não existem!!) - Não é elegante você tratar ao telefone, pessoas que não conhece, utilizando termos como: querido(a), meu filho(a), meu bem, amigo(a)... (a não ser que você esteja ironizando-a(o). Utilize o nome da pessoa ou senhor(a).
  13. 13. Agora, explicações de algumas expressões que usamos e nem sempre sabemos de onde originou-se: NAS COXAS As primeiras telhas do Brasil eram feitas de argila moldada nas coxas dos escravos. Como os escravos variavam de tamanho e porte físicos, as telhas ficavam desiguais. Daí a expressão fazendo nas coxas , ou seja, de qualquer jeito. 
  14. 14. VOTO DE MINERVA  Na Mitologia Grega, Orestes, filho de Clitemnestra, foi acusado de tê-la assassinado. No julgamento havia empate entre os jurados, cabendo à deusa Minerva, da Sabedoria, o voto decisivo.  O réu foi absolvido, e Voto de Minerva é, portanto, o voto decisivo. 
  15. 15. CONTO DO VIGÁRIO Duas igrejas de Ouro Preto receberam, como presente, uma única imagem de determinada santa, e, para decidir qual das duas ficaria com a escultura, os vigários apelaram à decisão de um burrico. Colocaram-no entre as duas paróquias e esperaram o animalzinho caminhar até uma delas.  A escolhida pelo quadrúpede ficaria com a santa. E o burrico caminhou direto para uma delas... Só que, mais tarde, descobriram que um dos vigários havia treinado o burrico, e conto do vigário passou a ser sinônimo de falcatrua e malandragem.
  16. 16. A VER NAVIOS  Dom Sebastião, jovem e querido rei de Portugal (sec XVI), desapareceu na batalha de Alcácer-Quibir, no Marrocos. Provavelmente morreu, mas seu corpo nunca foi encontrado.  Por isso o povo português se recusava a acreditar na morte do monarca, e era comum que pessoas subirem ao Alto de Santa Catarina, em Lisboa, na esperança de ver o Rei regressando à Pátria. Como ele não regressou, o povo ficava a ver navios.
  17. 17. NÃO ENTENDO PATAVINAS  Os portugueses tinham enorme dificuldade em entender o que falavam os frades italianos patavinos, originários de Pádua, ou Padova. Daí que não entender patavina significa não entender nada.
  18. 18. DOURAR A PÍLULA  Antigamente as farmácias embrulhavam as pílulas amargas em papel dourado para melhorar o aspecto do remedinho. A expressão dourar a pílula significa melhorar a aparência de algo ruim.
  19. 19. SEM EIRA NEM BEIRA Os telhados de antigamente possuíam eira e beira, detalhes que conferiam status ao dono do imóvel.  Possuir eira e beira era sinal de riqueza e de cultura.  Estar sem eira nem beira significa que a pessoa é pobre e não tem sustentáculo no raciocínio. 
  20. 20. Muito interessante, não é mesmo?... Agora que vocês já sabem tudo isso, fiquem de olhos e ouvidos bem abertos, certo?....

×