Dissertação: características gerais.

27.445 visualizações

Publicada em

O conteúdo presente nos slides tem como objetivo apresentar as características do texto dissertativo. Além disso, é possível analisar diferentes modelos e temas de redação.

2 comentários
8 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
27.445
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
666
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
587
Comentários
2
Gostaram
8
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Dissertação: características gerais.

  1. 1. TEXTO DISSERTATIVO Por Veridiana Brustolin Corrêa
  2. 2. <ul><ul><ul><ul><ul><li>Todos os homens (...) se empenham dentro de certos limites em submeter a exame ou defender uma tese, em apresentar uma defesa ou uma acusação. A maioria das pessoas fazem-no um pouco ao acaso, sem discernimento; as restantes, por força de um hábito proveniente de uma disposição. Como de ambos os modos se alcança o fim almejado, é óbvio que se poderia chegar à mesma meta seguindo um método determinado.  </li></ul></ul></ul></ul></ul><ul><li>(Aristóteles)   </li></ul>
  3. 3. Dissertar é tratar com desenvolvimento um ponto doutrinário, um tema abstrato, um assunto genérico. Ou seja: Dissertar é expor ideias em torno de um problema qualquer.
  4. 4. CONSISTE exposição de um assunto esclarecimento das verdades que o envolvem discussão da problemática que nele reside defesa de princípios tomada de posições
  5. 5. CARACTERIZA-SE pela análise objetiva de um assunto pela sequência lógica das ideias, quando refletidas e expressas coerência na exposição delas
  6. 6. DISSERTAÇÃO Exige reflexão e seleção de ideias . Exige que se monte um plano de desenvolvimento.
  7. 7. “ É pela ausência de plano, é por não ter refletido bastante sobre o assunto , que um homem de talento se sente embaraçado, não sabendo por onde começar a escrever. Entrevê, ao mesmo tempo, grande número de ideias; e como não as comparou , nem subordinou , nada o obriga a preferir umas às outras; fica, pois, perplexo. Mas, quando tiver esboçado um plano , quando tiver reunido e posto em ordem todos os pensamentos essenciais ao seu assunto, sentirá o ponto de maturação da produção do espírito, apressar-se-á a fazê-lo desabrochar e terá prazer em escrever. Para escrever bem, é preciso, portanto, estar plenamente senhor do seu assunto; é preciso refletir bem nele, para ver claramente a ordem dos pensamentos e formular deles uma sequência, uma cadeia, em que cada ponto representa uma ideia ”. Buffon
  8. 8. Na infância... Há o predomínio dos textos narrativos. * Piqueniques * Passeios * Viagens Contamos o real, o imaginário, o verossímil. IMAGINAÇÃO Juventude, hoje... Paráfrases
  9. 9. QUATRO ESQUEMAS BÁSICOS DE DISSERTAÇÃO GRANATIC, Branca. Técnicas básicas de redação
  10. 10. ESQUEMA DE DISSERTAÇÃO N.º 01 1º Parágrafo = TEMA + argumento 1 + argumento 2 + argumento 3 2º Parágrafo = Desenvolvimento do argumento 1 3º Parágrafo = Desenvolvimento do argumento 2 4º Parágrafo = Desenvolvimento do argumento 3 5º Parágrafo = Expressão inicial + reafirmação do TEMA + observação final INTRODUÇÃO DESENVOLVIMENTO CONCLUSÃO
  11. 12. ESQUEMA DE DISSERTAÇÃO N.º 02 1º Parágrafo = Apresentação do TEMA (com ligeira ampliação) 2º Parágrafo = Causa (com explicações adicionais) 3º Parágrafo = Conseqüência (com explicações adicionais) 4º Parágrafo = Expressão inicial + reafirmação do TEMA + observação final INTRODUÇÃO DESENVOLVIMENTO CONCLUSÃO
  12. 14. ESQUEMA DE DISSERTAÇÃO N.º 03 1º Parágrafo = Apresentação do TEMA 2º Parágrafo = Análise dos aspectos favoráveis 3º Parágrafo = Análise dos aspectos contrários 4º Parágrafo = Expressão inicial + posicionamento pessoal em relação ao TEMA + observação final INTRODUÇÃO DESENVOLVIMENTO CONCLUSÃO
  13. 17. ESQUEMA DE DISSERTAÇÃO N.º 04 1º Parágrafo = Apresentação do TEMA 2º Parágrafo = Retrospectiva histórica (época mais distante) 3º Parágrafo = Retrospectiva histórica (época mais próxima e época atual) 4º Parágrafo = Expressão inicial + reafirmação do TEMA (agora sob uma perspectiva histórica) INTRODUÇÃO DESENVOLVIMENTO CONCLUSÃO
  14. 19. Para quem vai fazer uma dissertação é importante: a) examinar o tema, entendê-lo e relacioná-lo a alguma situação conhecida; b) anotar as ideias (argumentos favoráveis e contrários) que conseguir sobre o tema; c) decidir a posição (favorável ou contrária) que vai defender; d) fazer um rol do vocabulário (elenco de palavras) que se refere ao assunto; e) rascunhar a dissertação a partir do tema, com rápida introdução em que podem aparecer dados históricos, opiniões gerais; f) apresentar os argumentos, começando pelos mais simples, já atacando os contrários e enaltecendo os favoráveis;
  15. 20. g) concluir o trabalho, à vista dos argumentos, com a posição que está defendendo; h) revisar o texto: - eliminando o que for supérfluo ou ineficaz, como repetições, frases que pouco dizem (e que, portanto, não fazem falta); - alterando, se preciso, a ordem dos argumentos; - corrigindo os erros de concordância, de regência, de pontuação, de ortografia e de acentuação; i) Rever o texto, analisando-o como supõe que o examinador o analisará e, se necessário, modificá-lo; j) Passar a limpo, lembrando-se de que nenhum examinador gostaria de decifrar a letra.
  16. 21. PROPOSTAS DE REDAÇÃO (TEXTO DISSERTATIVO) <ul><li>TEMA 01: </li></ul><ul><li>“ Numa luta entre elefantes, o prejudicado é o capim.” </li></ul><ul><li>TEMA 02: </li></ul><ul><li>“ Formar cidadãos conscientes é tarefa de toda a sociedade, através de suas instituições. Sendo a escola uma influente instituição, cabe a ela contribuir para essa formação.” </li></ul><ul><li>TEMA 03: </li></ul><ul><li>“ A força gerada pela não-violência é infinitamente maior do que a força de todas as armas inventadas pela engenhosidade do homem.” </li></ul>

×