Prof. Dr. Emanoel Barreto        e.barreto@ufrnet.br           @VelhoBarreto  Monitora: Silvia Correia
JORNALISMO DE REVISTA                                         CAPAA PÁGINA MAIS IMPORTANTE:   “Uma revista tem cinco segun...
JORNALISMO DE REVISTA                                                               CAPA   A CAPA – Maior recurso de vend...
JORNALISMO DE REVISTA                                                                CAPA   Não existe uma fórmula exata ...
JORNALISMO DE REVISTA                                            CAPA      Tipos de leitores de revista:      Gostam mui...
JORNALISMO DE REVISTA                                                   CAPA Recursos para uma boa capa    FORMATO:     ...
MARCAS INCONFUNDÍVEISS ím lo famso d e s d e a p r i m e i r a e d i ç ã o , o c o e lh i n h o    bo       o:fa z p a r t...
MARCAS INCONFUNDÍVEISM o ra am la:   ldu   are    E x e m p lo d e i d e n t i fi c a ç ã o e d i t o r i a l
MARCAS INCONFUNDÍVEISI lustraçõ s q e são o de arte D e s d e 1 9 2 5 TheNe Yokrt e m c a p a s          e u        bra   ...
MARCAS INCONFUNDÍVEIS        S acadas brilhante s:  A p ri n c i p a l        m a r c a d a s c a p a s d a Th Ecnm t     ...
MARCAS INCONFUNDÍVEISF o s ine u cív is:   to      sq e e      A i d e n t i d a d e d a V n y Fa , d e s d e s e u       ...
FOTOGRAFIA X ILUSTRAÇÃOF OTOGR A F I A : U m r o s t o c o m o o lh a r fi x o n o le i t o r ém a g n e t i z a n t e e p...
FOTOGRAFIA X ILUSTRAÇÃOI L U S TR A Ç Ã O: C a p a s c r i a t i v a s e d e i m p a c t o v i s u a lp o d e m s e r fe i...
CAPAS HISTÓRICAS - VEJA
CAPAS DE IMPACTO – UMA SÓ COR  U m a c a p a li m p a c o m         u m a ú n icaim ag e m      em     u m a s ó c o r /t...
JORNALISMO DE REVISTA             R ECU R S OS P A R A U M A B OA                                       CA P A         TÍ ...
LOGOTIPOS – SERIFADAS   TR A D I Ç Ã O e EL EGÂ N CI A
LOGOTIPOS – SEM SERIFA   M OD ER N I D A D E   E    CL A R EZ A
LOGOTIPOS – BOX E FAIXAS   GA R A N TI A            de    VI S I B I L I D A D E
LOGOTIPOS – MANIPULADOS E DESENHADOS        U M L OGO Ú N I CO
LOGOTIPOS – BRINCAR COM A LOGO
REVISTAS POTIGUARES
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Jornalismo de revista capas

830 visualizações

Publicada em

Aula de jornalismo impresso - jornalismo de revista - capas

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
830
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
30
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Jornalismo de revista capas

  1. 1. Prof. Dr. Emanoel Barreto e.barreto@ufrnet.br @VelhoBarreto Monitora: Silvia Correia
  2. 2. JORNALISMO DE REVISTA CAPAA PÁGINA MAIS IMPORTANTE: “Uma revista tem cinco segundos para atrair a atenção do leitor na banca. Nessa fração de tempo, a capa tem de transmitir a identidade e o conteúdo da publicação, deter o leitor, levá-lo a pegar o exemplar, abri-lo e comprá-lo.”Fatima Ali – A Arte de Editar Revistas
  3. 3. JORNALISMO DE REVISTA CAPA A CAPA – Maior recurso de venda  Síntese irresistível de uma edição;  Anúncio importante que, quando competente, faz o leitor comprar o exemplar da revista;  Elemento isolado mais importante para estabelecer a sua imagem;  Primeira e melhor oportunidade de atrair o leitor em uma banca;  É ela quem faz o assinante abri-la no meio da correspondência;  Desperta o interesse de novos anunciantes;  Tem papel importante no lucro da publicação, pois boa parte da compra de revistas ocorre por impulso.  Uma capa tem a função de “vender” a edição para seu leitor. Na maioria das vezes, é ela quem determina se o exemplar será aberto imediatamente, mais tarde ou nunca.
  4. 4. JORNALISMO DE REVISTA CAPA Não existe uma fórmula exata ou regra para se produzir uma boa capa; Notícias quentes e exclusivas não existem para todas as capas; Boa imagem será sempre importante: é ela o primeiro elemento que prenderá a tenção do leitor; Logotipo: outro elemento fundamental de uma revista; Logo já conhecida: revista já detém uma imagem de credibilidade junto ao público; Chamadas claras e objetivas; Chamada principal + imagem da capa: devem se complementar, pasando mensagem coesa e coerente; Por melhor que seja a imagem escolhida, o fundo não pode atrapalhar a legibilidade das chamadas.
  5. 5. JORNALISMO DE REVISTA CAPA  Tipos de leitores de revista:  Gostam muito: compram não importa o que está na capa;  Interessados: só deixam de comprar se a revista não possuir nada que os atraiam;  Moderadamente interessados: compram metade das edições de um ano;  Marginais: compram um ou duas edições por ano, quando são atraídos por um assunto de interesse ou apenas por terem sido atraídos por uma boa capa em uma banca qualquer.  Este grupo é o que geralmente garante o lucro da edição;  Criar uma capa que os atraia é um dos maiores desafios.
  6. 6. JORNALISMO DE REVISTA CAPA Recursos para uma boa capa  FORMATO:  A escolha do formato ideal é um dos fatores mais fortes de uma capa;  Juntamente do logotipo, compõe a base da identidade da revista, dá sentido de continuidade edição após edição;  Ao longo do tempo, torna-se tão familiar que o leitor reconhece a revista mesmo sem ver o logotipo;  Mudanças no formato devem ser realizadas com cuidado e só depois de ter público leitor estabelecido;  Mudar só pela mudança pode irritar o leitor habitual.
  7. 7. MARCAS INCONFUNDÍVEISS ím lo famso d e s d e a p r i m e i r a e d i ç ã o , o c o e lh i n h o bo o:fa z p a r t e d a c a p a d a Plyby e a ju d o u a c r i a r a aoi d e n ti d a d e d a re vi s ta . L o g o n o i n íc i o , e ra
  8. 8. MARCAS INCONFUNDÍVEISM o ra am la: ldu are E x e m p lo d e i d e n t i fi c a ç ã o e d i t o r i a l
  9. 9. MARCAS INCONFUNDÍVEISI lustraçõ s q e são o de arte D e s d e 1 9 2 5 TheNe Yokrt e m c a p a s e u bra : w rec r i a d a s p o r g r a n d e s i lu s t r a d o r e s , c o m im ag e n sb e m -h u m o r a d a s q u e t o c a m a e s s ê n c i a d a c i d a d e e
  10. 10. MARCAS INCONFUNDÍVEIS S acadas brilhante s: A p ri n c i p a l m a r c a d a s c a p a s d a Th Ecnm t e o o is é a c o m p e tên c i a p a ra a n a li s a r os a c o n te c i m e n to s da s e m a n a e t i r a r c o n c lu s õ e s p e rs p i c a z e s e a g u d a s . As i m a g e n s s ã o a p re s e n ta d a s d e fo r m a b e m -h u m o r a d a . - A cap a ao la d o re p re s e n ta a u n ião de d u as e m p re s a s . E ssa e d i çã o g e ro u m u i ta
  11. 11. MARCAS INCONFUNDÍVEISF o s ine u cív is: to sq e e A i d e n t i d a d e d a V n y Fa , d e s d e s e u a it irla n ç a m e n t o em 1 983, e s tá d i re ta m e n ter e la c i o n a d a co m a s e x c e p c i o n a i s fo t o s d e
  12. 12. FOTOGRAFIA X ILUSTRAÇÃOF OTOGR A F I A : U m r o s t o c o m o o lh a r fi x o n o le i t o r ém a g n e t i z a n t e e p o d e r o s o . P o r i s s o , é t ã o u t i li z a d on a s c a p a s . R ol Stne t e m a t r a d i ç ã o d e a p r e s e n t a r ling or e t r a t o s o r i g i n a i s d e a r t i s t a s ; Pepl u t i li z a v á r i a s oe
  13. 13. FOTOGRAFIA X ILUSTRAÇÃOI L U S TR A Ç Ã O: C a p a s c r i a t i v a s e d e i m p a c t o v i s u a lp o d e m s e r fe i t a s c o m fo t o i lu s t r a ç ã o , m o n t a g e eo u ju s t a p o s i ç ã o d e i m a g e n s , c o m o e s s a s d a Vj e ea
  14. 14. CAPAS HISTÓRICAS - VEJA
  15. 15. CAPAS DE IMPACTO – UMA SÓ COR U m a c a p a li m p a c o m u m a ú n icaim ag e m em u m a s ó c o r /t o n a li d a d ep re d o m i n a n te te m d e s ta q u e g a ra n ti d o
  16. 16. JORNALISMO DE REVISTA R ECU R S OS P A R A U M A B OA CA P A TÍ TU L O L OGOTI PO É a expressão mais forte do conceito, da  Deve ser: proeminente, descritivo e legível;identidade e do posicionamento da revista;  Na maioria das revistas se mantém igual emNão há regras para sua criação; todas as edições;Algumas vezes é a primeira coisa que surge no  Há casos em que se muda de cor ou de posiçãonascimento de uma revista, em outros casos pode ou é em parte coberto pela imagem da capa;ser o último item a ser definido;  Depois de certo tempo, a logo torna-se um seloNão existe maneira eficaz de medir sua de identificação;influência no sucesso da revista;  Curiosidade: várias revistas têm seu logo doDiz logo a que vem a revista; lado esquerdo para serem facilmente visualizados na arrumação da banca;Curiosidade: um bom designer pode criar umbom logo tanta para um título curto como para  A cor deve ter suficiente contraste para seum longo. Porém, o longo com certeza é mais destacar, mesmo quando visto a uma certadifícil; distância;Como existem diversas revistas de mesmo  A mudança da logo deve ser feita aos poucosassunto, um título diferente ajuda ao leitor a não para atualização e reforço de sua identidade;confundir uma revista com sua concorrente.  Mudança abrupta e radical deve ser evitada ao máximo.
  17. 17. LOGOTIPOS – SERIFADAS TR A D I Ç Ã O e EL EGÂ N CI A
  18. 18. LOGOTIPOS – SEM SERIFA M OD ER N I D A D E E CL A R EZ A
  19. 19. LOGOTIPOS – BOX E FAIXAS GA R A N TI A de VI S I B I L I D A D E
  20. 20. LOGOTIPOS – MANIPULADOS E DESENHADOS  U M L OGO Ú N I CO
  21. 21. LOGOTIPOS – BRINCAR COM A LOGO
  22. 22. REVISTAS POTIGUARES

×