C:\Fakepath\Elsa

287 visualizações

Publicada em

Publicada em: Tecnologia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
287
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
8
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

C:\Fakepath\Elsa

  1. 1. Importância de poupar energia<br />
  2. 2. Energia<br />
  3. 3. Definição de Energia<br />O termo Energia, no contexto da sociedade humana e das humanidades, geralmente é usado no sentido de recursos energéticos, e muito frequentemente refere-se a substâncias como combustivos derivados do pretório e electricidade em geral. Estas são as fontes de energia utilizável, no sentido em que podem ser facilmente transformadas em outros tipos de fontes de energia que podem servir um objectivo particularmente útil. <br />
  4. 4. PORQUÊ POUPAR ENERGIA?<br />
  5. 5. Podemos obter energia essencialmente de duas formas distintas: Electricidade, que chega a nossas casas maioritariamente através da produção hídrica e térmica, esta última com recurso à queima de combustíveis fósseis (carvão, gás natural e derivados de petróleo) Utilização directa de combustíveis tais como o butano, o propano, o gás natural ou o gasóleo, que são queimados localmente para a produção de calor (esquentadores, caldeiras, etc.) A utilização de combustíveis fósseis apresenta dois grandes problemas: os impactos ambientais, provocados pelo aumento da produção de CO2 e de outras fontes de poluição, e a dependência nacional face aos mercados internacionais, originada pela ausência de recursos energéticos fósseis em território português. Adicionalmente a este cenário energético, constata-se que as famílias pagam cada vez mais pela energia que consomem e que existem elevados níveis de ineficiência e desperdício na utilização de energia. É nesse sentido que a poupança se revela tão importante.<br />
  6. 6. Redução da factura de energia<br />Contribuição para a protecção do meio ambiente<br />Diminuição da dependência energética de Portugal<br />
  7. 7. COMO POUPAR ENERGIA?<br />
  8. 8. ILUMINAÇÃO<br />Aproveite a luz natural, sempre que possível<br />Desligue sempre as luzes quando não estão a ser necessárias<br />Opte por comprar lâmpadas economizadoras<br />
  9. 9.
  10. 10. Muito embora a lâmpada incandescente custe cerca de 4 vezes menos do que a fluorescente compacta, verifica-se que na prática existe a necessidade de substituir a incandescente muito mais vezes do que a fluorescente, já que esta apresenta um tempo de vida superior em 10 vezes. Da mesma forma, verifica-se que o custo de funcionamento da incandescente é cerca de quatro vezes superior ao da fluorescente compacta. No total, e ao fim de três anos, o custo com a tecnologia incandescente atinge quase os €50, enquanto a fluorescente fica-se pelos €15.<br />
  11. 11. Electrodomésticos<br />Frigoríficos<br />Colocar em local fresco e longe de possíveis fontes de calor<br />Regular o termóstato de forma a manter uma temperatura de 5º no<br />compartimento de refrigeração e de -18º no compartimento de congelação<br />Abrir a porta o menos possível e fechar assim que possível<br />
  12. 12. Forno<br />Aproveitar ao máximo a capacidade do forno, cozinhando de uma vez só o maior número de alimentos <br />Não é necessário aquecer previamente o forno para cozinhados superiores a 1 hora<br />Só abrir forno se necessário<br />Desligar o forno um pouco antes de finalizar a confecção<br />: o calor residual será suficiente para acabar o processo<br />- Cada vez que o abre está a ter uma perda energética de pelo menos 20%<br />
  13. 13. Máquina de lavar e secar a roupa<br />Trabalhar sempre com a carga máxima<br />Utilizar os programas de baixa temperatura<br />Centrifugar gasta menos energia <br /> para secar a roupa do que utilizar a opção de secagem<br />
  14. 14. STANDBY POWER<br />Evite os modos de standby. A maior parte das vezes o equipamento é deixado em standby sem nenhuma necessidade<br />Evite ter um relógio no fogão, no vídeo, na máquina de lavar louça, no hi-fi e no micro ondas <br />Ligar alguns equipamentos (TV, vídeo, DVD, equipamento de som,…) a uma extensão de ligação múltipla com interruptor<br />Desligue o carregador do telemóvel da tomada quando não está a ser utilizado <br />
  15. 15. O standby Power é a energia consumida pelos vários equipamentos quando estes se encontram em modo de standby ou mesmo quando estão desligados. Este facto fica-se a dever, entre outras razões, à presença de determinados dispositivos eléctricos que apresentam consumo em vazio. A sua casa pode estar a consumir cerca de €10 a €50 por ano desnecessariamente. <br />
  16. 16. ETIQUETA ENERGÉTICA<br />
  17. 17. A etiqueta energética consiste num rótulo informativo sobre a eficiência energética e outras características dos equipamentos domésticos. A existência deste rótulo permite ao cidadão dispor de informação adicional acerca dos custos de funcionamento e dispor de mais um factor de escolha na altura de aquisição do equipamento. Compre equipamentos que apresentem a melhor eficiência energética (classe A). Opte por electrodomésticos que não usem CFC’s, prejudiciais à camada de ozono.<br />
  18. 18. O <br />PLANETA AGRADECE!<br />
  19. 19. Se as pessoas gastarem menos energia, tornar-se-á menos urgente aumentar o fornecimento desta, pela construção de novas centrais eléctricas ou pela importação de energia de um outro país.<br />
  20. 20. Bibliografia:<br /> Wikipédia<br /> Trabalho Realizado por:<br /> Elsa Rolim<br />Cultura Língua e Comunicação<br />UC2 <br />Ambiente e Sustentabilidade<br />

×