Ilustrações 2

2.672 visualizações

Publicada em

Ilustrações para pregações.

Publicada em: Espiritual
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.672
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
110
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Ilustrações 2

  1. 1. 1. 20 Dicas Para Ter Sucesso na Vida 52. Mãos de Deus2. A Águia 53. Milho Bom3. A boneca e a rosa branca 54. Não Deixe Para Amanhã4. A Derrota do Monte Everest 55. Não Esqueça o Principal5. A Menina do Vestido Azul 56. Não Valorize o NÃO6. A Nota de Matemática 57. O Amigo7. A Resposta de Deus 58. O Coelho e o Cachorro8. A Salvação Vem Pela Fé 59. O Escravo9. A Vaquinha 60. O Pavão10. A Verdade 61. O Presente é um Presente11. A Vida 62. O que é vencer?12. ABC da Vida 63. O Resto São Desculpas13. Águia 64. O Segredo da Vitória14. Alegria em Fazer os Outros Felizes 65. Obreiro Aprovado15. Amigo... 66. Oito Vacas por uma Noiva16. Aprendendo a Esperar 67. Opção de Vida17. Aprendi 68. Oração Pelos Amigos18. Aprovado 69. Os 15 Minutos Preciosos19. Aproveite Cada Momento 70. Os Dez Mandamentos da Qualidade20. As Bem-Aventuranças do Casamento 71. Pedir a Sabedoria21. As Duas Caixas... 72. Pontos Para Reflexão22. As Fraquezas de Judas 73. Posicionamento23. As Palavras Têm Poder 74. Quando a Tragédia se Torna Vitória24. As Três Peneiras 75. Quem Valorizamos?25. Basta Crer 76. Rápido Demais...26. Bendizendo 77. Reenquadrar27. Boas Vindas ao Hóspede 78. Saúde e Força28. Círculo do Amor... 79. Se...29. Como sair do poço 80. Segredo30. Como Você Vê a Vida 81. Ser Grande31. Construindo Para a Eternidade 82. Sorte32. Dádivas de Deus 83. Também com Palavras33. Dance Como se Ninguém Estivesse Olhando 84. Um Cego sem Mãos Lê a Bíblia34. Dedicação e Esmero 85. Um Sorriso35. Dicas para você Entender Seus Adolescentes 86. Vida Sóbria36. Dinheiro Não é Tudo 87. Você é muito especial...37. Discussões Inúteis 88. Você fica ( e permanece... )38. Ele Nunca Erra 89. ...ser mãe39. Em Nome de Jesus 90. O Remédio40. Emoções Comprometidas 91. A Bíblia funciona41. Envelhecer não Significa Amadurecer! 92. Uma História de Obediência e Amor42. Falta de Paz 93. Quem é o maior vencedor?43. Fardo Salvador 94. Pobre menino rico44. Fazer o Bem 95. Crer para receber45. Folhas Secas 96. Semear46. Gaiola 97. O Carpinteiro e a casa47. Ginástica Para a Vida Espiritual 98. A loja de Deus48. Gratidão Para Sempre49. Liderança50. Lubrificando nossos relacionamentos Ilustrações do site – www.pastoronline.com.br51. Mais Perto de Deus
  2. 2. 20 Dicas Para Ter Sucesso na Vida1. Tenha um aperto de mão firme;2. Olhe as pessoas nos olhos;3. Gaste menos do que ganha;4. Saiba perdoar a si e aos outros;5. Trate os outros como gostaria de ser tratado;6. Faça novos amigos;7. Saiba guardar segredos;8. Não adie uma alegria;9. Surpreenda aqueles que você ama com presentes inesperados;10. Sorria;11. Aceite sempre uma mão estendida;12. Pague suas contas em dia;13. Não ore apenas para pedir coisas. Ore para agradecer e pedir sabedoria e coragem;14. Dê as pessoas uma segunda chance;15. Não tome nenhuma decisão quando estiver cansado ou nervoso;16. Respeite as coisas vivas, principalmente as indefesas;17. Dê o melhor de si no seu trabalho;18. Seja humilde, especialmente nas vitórias;19. Jamais prive uma pessoa de esperança, possa ser que ela só tenha isso;20. Ame a Deus sobre todas as coisas e ao teu próximo como a ti mesmo.A Águia A águia é uma ave muito especial ! É a que mais tempo vive, cerca de 70 anos, e é a que voa mais alto. Mas, para que isso aconteça, é necessário que ela passe por uma grandetransformação. Nem todas têm coragem de se renovar, então não sobrevivem. Quando chegam aos 35 anos, estão com as penas velhas, seus canos grossos oque as impedem de voar, as unhas e o bico estão cumpridos demais, curvados,impedindo-as de agarrar o alimento e de se alimentar. Então, numa atitude instintiva e de coragem pela sobrevivência, algumas águiasprocuram um lugar alto, próximo a uma rocha, onde fazem, um novo ninho para oprocesso que virá. Começando o processo de renovação, batem as unhas contra a rocha até que sequebrem e fiquem em carne viva. Em seguida o bico, batida após batida, até cair.Enquanto isso, a águia é alimentada por outras do grupo, para que sobreviva. Quando as unhas começam a crescer, ela vai arrancando as penas uma a uma.Após aproximadamente 150 dias, está completo o processo. Então ela parte para o tãofamoso vôo de renovação, com mais 35 anos de vida pela frente.
  3. 3. Parabéns às pessoas que, como as águias, têm a coragem de se olhar noespelho e de provocar essa transformação, que embora dolorida, traz de volta a vida.A boneca e a rosa branca Apressada, entrei em um shopping center para comprar alguns presentes deúltima hora para o Natal. Olhei para toda aquela gente ao meu redor e me incomodeium pouco. "Ficarei aqui uma eternidade; com tantas coisas para fazer", pensei. O Nataljá havia se transformado quase em uma doença. Estava pensando em dormir enquanto durasse o Natal. Mas me apressei omáximo que pude por entre as pessoas que estavam no shopping. Entrei numa loja debrinquedos. Mais uma vez me surpreendi reclamando para mim mesma sobre ospreços. Perguntei-me se os meus netos realmente brincariam com aquilo. Parti para a seção de bonecas. Em uma esquina encontrei um menino deaproximadamente 5 anos segurando uma boneca bem cara. Estava tocando seuscabelos e a segurava com muito carinho. Não pude me conter; fiquei olhando para elefixamente e perguntava-me para quem seria a boneca que ele segurava com tantoapreço, quando dele se aproximou uma mulher que ele chamou de tia. O menino lheperguntou: "Sabe que não tenho dinheiro suficiente?". E a mulher lhe falou com umtom impaciente: "Você sabe que não tem dinheiro suficiente para comprá-la". A mulher disse ao menino que permanecesse onde estava enquanto ela buscavaoutras coisas que lhe faltavam. O menino continuou segurando a boneca. Depois de um tempo, me aproximei e perguntei-lhe para quem era a boneca. Elerespondeu: "Esta é a boneca que minha irmãzinha tanto queria ganhar no Natal". Elaestava certa de que Papai Noel iria trazê-la". Então eu disse ao o menino que o PapaiNoel a traria. Mas ele me disse: "Não, Papai Noel não pode ir aonde minha irmãzinhaestá. Eu tenho que entregá-la à minha mãe para que ela leve até a minha irmãzinha".Então eu lhe perguntei onde estava a sua irmã. O menino, com uma feição triste, falou:"Ela se foi com Jesus. Meu pai me disse que a mamãe irá encontrar-se com ela". Meucoração quase parou de bater. Voltei a olhar para o menino. Ele continuou: "Pedi aopapai para falar para a mamãe para que ela não se vá ainda. Para pedir-lhe paraesperar até que eu volte do shopping". O menino me perguntou se eu gostaria de ver asua foto e respondi-lhe que adoraria. Então, ele tirou do seu bolso algumas fotografiasque tinham sido tiradas em frente ao shopping e me disse: "Vou pedir para o papailevar estas fotos para que a minha mãe nunca se esqueça de mim. Gosto muito daminha mãe, não queria que ela partisse. Mas o papai disse que ela tem que ir encontrara minha irmãzinha". Me dei conta de que o menino havia baixado a cabeça e ficadomuito calado. Enquanto ele não olhava, coloquei a mão na minha carteira e retirei algumasnotas. Pedi ao menino para que contasse o dinheiro novamente. Ele se entusiasmoumuito e comentou: "Eu sei que é suficiente". E começou a contar o dinheiro outra vez.O dinheiro agora era suficiente para pagar a boneca. O menino, em uma voz suave,comentou : "Graças a Jesus por dar-me dinheiro suficiente". Ele falou ainda: "Eu acabeide pedir a Jesus que me desse dinheiro suficiente para que eu comprar esta boneca
  4. 4. para a mamãe levar até a minha irmãzinha. E Ele ouviu a minha oração. Eu queriapedir-Lhe dinheiro suficiente para comprar uma rosa branca para a minha mãetambém, mas não o fiz. Mas Ele acaba de me dar o bastante para a boneca da minhairmãzinha e para a rosa da minha mãe. Ela gosta muito de rosas brancas...". Em alguns minutos a sua tia voltou e eu, desapercebidamente, fui embora.Enquanto terminava as minhas compras, com um espírito muito diferente de quandohavia começado, não conseguia deixar de pensar naquele menino. Segui pensando emuma história que havia lido dias antes num jornal, a respeito de um acidente, causadopor um condutor alcoolizado, no qual uma menininha falecera e sua mãe ficara emestado grave. A família estava discutindo se deveria ou não manter a mulher com vidaartificial. Logo me dei conta de que aquele menino pertencia a essa família. Dois dias mais tarde li no jornal que a mulher do acidente havia sido removidadas máquinas que a mantinham viva e morrido. Não conseguia tirar o menino da minhamente. Mais tarde, comprei um buquê de rosas brancas e as levei ao funeral ondeestava o corpo da mulher. E ali estava; a mulher do jornal, com uma rosa branca emuma de suas mãos, uma linda boneca na outra, e a foto de seu filho no shopping. Euchorava e chorava... Minha vida havia mudado para sempre. O amor daquele meninopela sua mãe e irmã era enorme. João 10:1-11 "Em verdade, em verdade vos digo: o que não entra pela porta noaprisco das ovelhas, mas sobe por outra parte, esse é ladrão e salteador. Aquele,porém, que entra pela porta, esse é o pastor das ovelhas. Para este o porteiro abre, asovelhas ouvem a sua voz, ele chama pelo nome as suas próprias ovelhas e as conduzpara fora. Depois de fazer sair todas as que lhe pertencem, vai adiante delas, e elas oseguem, porque lhe reconhecem a voz; mas de modo nenhum seguirão o estranho;antes, fugirão dele, porque não conhecem a voz dos estranhos. Jesus lhes propôs estaparábola, mas eles não compreenderam o sentido daquilo que lhes falava. Jesus, pois,lhes afirmou de novo: Em verdade, em verdade vos digo: eu sou a porta das ovelhas.Todos quantos vieram antes de mim são ladrões e salteadores; mas as ovelhas não lhesderam ouvido. Eu sou a porta. Se alguém entrar por mim, será salvo; entrará, e sairá, eachará pastagem. O ladrão vem somente para roubar, matar e destruir; eu vim paraque tenham vida e a tenham em abundância. Eu sou o bom pastor. O bom pastor dá avida pelas ovelhas." Triste deve ser a vida daqueles que não acreditam em Deus, quão vazias devemser as sua vidas, ao verem a passagem de um ente querido sofrem porque sabem queé o fim. não tem esperança alguma na vida por vir, que neste fim de ano, nesta ultimamensagem deste ano, você possa ter sentimento de amor e compaixão para com osseus semelhantes, ajude a quem não tem, ajude a quem você pode ajudar, pois umdia, você será recompensado por isso. Espero que o próximo Milênio traga não só os conhecidos propósitos de fim deano, mas a certeza de que a sua vida pode ser muito melhor com a Graça de Cristo emsua vida.A Derrota do Monte Everest
  5. 5. Edmund Hillary foi o primeiro homem a subir o Everest, a montanha mais alta domundo. Seu feito coincidiu com a coroação da Rainha Elizabeth, a quem dedicou aconquista, e de quem recebeu o título de "Sir". Um ano antes, Hillary já havia tentado a escalada, e fracassara por completo.Mesmo assim, os ingleses reconheceram seu esforço, e o convidaram a falar para umanumerosa platéia. Hillary começou a descrever suas dificuldades, e, apesar dos aplausos, diziasentir-se frustrado e incapaz. Em dado momento, porém, largou o microfone,aproximou-se da enorme gravura que ilustrava seu percurso, e gritou: - Monte Everest, você me venceu esta primeira vez. Mas eu irei vence-lo nopróximo ano, por uma razão muito simples: você já chegou ao máximo de sua altura,enquanto eu ainda estou crescendo!A Menina do Vestido Azul Num bairro pobre de uma cidade distante, morava uma garotinha muito bonita. Acontece que essa menina freqüentava as aulas da escolinha local no maislamentável estado: suas roupas eram tão velhas que seu professor resolveu dar-lhe umvestido novo. Assim raciocinou o humilde mestre: "é uma pena que uma aluna tãoencantadora venha às aulas desarrumada desse jeito. Talvez, com algum sacrifício, eupudesse comprar para ela um vestido azul." Quando a garota ganhou a roupa nova, sua mãe sentiu que era pena se, comaquele traje tão bonito, a filha continuasse a ir ao colégio suja como sempre, ecomeçou a dar-lhe banho todos os dias, antes das aulas. Ao fim de uma semana, disseo pai: " Mulher, você não acha uma vergonha que nossa filha, sendo tão bonita e bemarrumada, more num lugar como este, caindo aos pedaços. Que tal você ajeitar umpouco a casa, enquanto eu, nas horas vagas, vou dando uma pintura nas paredes,consertando a cerca, plantando um jardim?" E assim fez o pobre casal. Até que sua casa ficou muito mais bonita que todas ascasas da rua e os vizinhos se envergonharam e se puseram também a reformar suasresidências. Desse modo, todo o bairro melhorava a olhos vistos, quando por issopassou um religioso que, bem impressionado, disse: "é lamentável que gente tãoesforçada não receba nenhuma ajuda do governo". E dali saiu para ir falar com oprefeito, que o autorizou a organizar uma comissão para estudar que melhoramentoseram necessários ao bairro. Dessa primeira comissão surgiram muitas outras e hoje, por todo o país, elasajudaram os bairros pobres a se reconstruírem. E pensar que tudo começou com um vestido azul. Não era intenção daquele obscuro professor consertar toda a rua, nem criar umorganismo que socorresse os bairros abandonados de todo o país. Mas ele fez o quepodia, ele deu a sua parte, ele fez o primeiro movimento, do qual se desencadeou todaaquela transformação.
  6. 6. Historinha para criança? Talvez.... Mas não será necessário acreditarmos, de vezem quando ao menos, em historinhas para crianças, para que possamos ser felizes erealizar algo de bom? Não, que não aceitamos o mundo como está, fazemos a nossa parte (pequenaembora) a fim de que o mundo seja melhor? Não, que repudiamos as geraçõesanteriores, porque construíram a guerra, estamos construindo a paz em volta de nós,nos lugares em que vivemos e nem sempre convivemos? Porque é difícil varrer toda a rua, mas é fácil varrer a nossa calçada. Porque é difícil reconstruir um bairro, mas é possível dar um vestido azul.A Nota de Matemática * Por Whit Criswell "Um garoto de 10 anos, aluno da rede escolar pública, descobriu que amatemática da quinta série estava se tornando o desafio da sua vida. Ciências? Moleza!Geografia? Fácil demais. Gramática? Ahaa! Simples! Mas Matemática? Era devastadora!Não que seus pais não estivessem fazendo todo o possível para ajudar o filho:professores particulares, colegas de classe, CDs, livros - nada funcionava. "Finalmente, diante da insistência de um amigo da família, os pais decidirammatricular o filho numa escola particular. Não uma escola particular qualquer, mas umaescola particular católica. Chegou então o primeiro dia de aula na nova escola. Trajandouma camisa branca, o jovenzinho se aventurou rumo ao grande desconhecido. Quandovoltou para casa naquela tarde, o garoto passou direto por seus pais e entrou em seuquarto, fechando a porta. Durante duas horas, o menino trabalhou arduamente emsuas tarefas. Ele saiu do quarto bem a tempo para o jantar, após o que subiunovamente as escadas e continuou estudando diligentemente até a hora de dormir. "Este mesmo padrão se repetiu dia após dia, até que chegou o momento doprimeiro boletim. Naquele dia, o garoto chegou em casa, deixou o envelope sobre amesa de jantar e novamente se encaminhou para o seu quarto para fazer seu dever decasa. Seus pais abriram o envelope e, para sua surpresa, viram uma nota "10" emMatemática. Super felizes, eles correram para o quarto do filho, entusiasmados com oseu progresso. - "Isto se deve às freiras?", perguntou o pai. "Não", respondeu o menino. - "Foram as orações antes das aulas?", perguntou a mãe. "Não". - "Os novos livros? O professor? O currículo?", perguntou novamente o pai. "Nada disso". - "Bem, então, o que foi?", perguntou a mãe. - "Olhe, foi assim. Quando eu cheguei naquele primeiro dia de aula e vi aquelehomem pregado no sinal de mais (+), entendi que eles ali falavam a sério!" Amigos, Deus realmente fala a sério. E o assunto dEle é VOCÊ. Ele o ama de talmodo que deu Seu único Filho para morrer em seu lugar. Ele foi crucificado numa cruz.Mas a celebração não está no fato dEle estar ainda pendurado no "sinal de mais" (a
  7. 7. cruz), mas sim que Deus teve poder para derrotar a morte e Ele demonstrou issoressuscitando-O. E então, como anda a sua Matemática? Vida mais morte = ? Deus quer que vocêobtenha 100% de aprovação neste teste. Ele já nos deu a resposta. Jesus fez tambéma Marta esta pergunta (e deu-lhe a resposta) em João 11:25-26: "... Eu sou aressurreição e a vida; quem crê em Mim, ainda que esteja morto, viverá; e todo aqueleque vive e crê em mim nunca morrerá. Você crê nisso?". Esta é a pergunta que hojeJesus faz a cada um de nós. * Whit Criswell é um ex-banqueiro, instrutor e homem de negócios, que conheceo desgaste e as pressões do meio empresarial.A Resposta de Deus "(...) Ouvi a tua oração, e vi as tuas lágrimas. Eis que eu te sararei" (2 Reis 20.5) Em muitas mentes tem se levantado dúvidas e indagações a respeito da maneiracomo Deus responde às nossas orações. Para as pessoas, talvez menos confiantes oumenos submissas, parece que o Senhor está sempre a lhes dizer não; outros, poucoachegados ao ministério da oração, a idéia que têm é que as suas petições nemchegam ao conhecimento de Deus. Felizmente, dentro da experiência de vários outros há sempre uma resposta daparte do Pai. Sem dúvida, esta pode ser positiva ou não, mas existe uma resposta - oque é importante. A verdade é que os desígnios de Deus estão intimamente ligados aosseus atributos e é exatamente por isso que muitas vezes não conseguimos entenderpor que tantas orações, feitas com fé e confiança, não são atendidas de forma positivacomo se esperava. Entretanto, contamos com maravilhosos e extraordinários exemplosde um atendimento positivo e imediato, a muitas orações específicas dirigidas a Deus. Um jovem sapateiro feriu o pé num dos instrumentos usados em sua oficina detrabalho. Não levando muito a sério a gravidade do referido ferimento, este agravou-sede tal forma que, à primeira vista, os médicos acharam que a única solução seriaamputar aquele membro - o pé. Ciente a respeito da opinião médica, o jovem abalou-semuito. Analisou em seguida todo o seu comportamento e testemunho religioso e chegouà triste conclusão: inutilidade total. Nada aconteceu de importância que representasse um crédito espiritual a seufavor. Chorou amargamente, mas depois, juntando a limitada fé e confiança que aindalhe restavam, dirigiu-se ao Senhor com toda honestidade, pedindo-lhe que o poupassedaquela dolorosa experiência e que, sobretudo, lhe desse uma nova oportunidade deserviço e vida útil à sua Causa. Sentiu-se confortado ao concluir sua oração. Na hora dacirurgia, dois médicos apareceram preparados para realizá-la. Entretanto, ao examinaro pé do jovem, o médico assistente interrogou, confuso, o colega cirurgião: - O senhor está mesmo decidido a efetuar a amputação desse pé? Virando-se para examinar mais uma vez o pé do sapateiro, o médico, pasmado,argumentou com o seu assistente:
  8. 8. - Não posso entender isso! Ainda ontem constatei que até os ossos já estavamcontaminados e agora vejo que não aconteceu apenas uma melhora no quadro, porém,efetuou-se uma cura radical! Parece até um milagre... O próprio paciente sentiu-se maravilhado com a cura tão imediata. A sua fé tãominguada, certamente, não o permitia confiar que Deus poderia responder sua petiçãodessa maneira. Feliz, ele retornou ao lar e a partir dessa experiência tornou-se umcristão autêntico e fiel em todas as suas atitudes, sem jamais esquecer-se do benefíciorecebido de Deus.A Salvação Vem Pela Fé Algumas pessoas pensam que precisam fazer grandes sacrifícios físicos eespirituais para serem salvas. A Bíblia nos afirma que Jesus é o Salvador de todos e queDeus aceita os que confiam nele. Deus aceita as pessoas por meio da fé que elas têm em Jesus Cristo. É assimque ele trata todos os que crêem, pois não existe nenhuma diferença entre as pessoas.Todos pecaram e estão afastados da presença gloriosa de Deus. Mas, pela sua graça esem exigir nada, Deus aceita todos por meio de Cristo Jesus, que os salva. Deusofereceu Cristo como sacrifício para que, pela sua morte na cruz, Cristo se tornasse omeio de as pessoas receberem o perdão dos seus pecados, pela fé nele. Deus quismostrar com isso que ele é Justo. No passado ele foi paciente e não castigou aspessoas por causa dos seus pecados; mas agora, pelo sacrifício de Cristo, Deus mostraque é Justo. Assim ele é justo e aceita os que crêem em Jesus. Romanos 3. 22-26 Esperamos que este texto ilumine um pouco mais o seu dia e que a Luz de Jesuste acompanhe sempre. São os votos da Equipe PastorOnLine! Fica com Deus.A Vaquinha Um mestre da sabedoria passeava por uma floresta com seu discípulo quandoavistou ao longe um sítio de aparência pobre e resolveu fazer uma breve visita. Durante o percurso ele falou ao aprendiz sobre a importância das visitas e asoportunidades de aprendizado que temos também com as pessoas que malconhecemos. Chegando ao sítio constatou a pobreza do lugar sem calçamento, a casa demadeira, os moradores, um casal, três filhos vestidos com roupas rasgadas e sujasentão se aproximou do senhor, aparentemente o pai da família, e perguntou: " Neste lugar não há sinais de comércio e de trabalho, como o senhor e a suafamília sobrevivem aqui?" Ao que o senhor respondeu: "Meu amigo, nós temos uma vaquinha que nos dá vários litros de leite todos osdias. Uma parte desse produto nós vendemos ou trocamos na cidade vizinha por outros
  9. 9. gêneros de alimentos e a outra parte nós produzimos queijo, coalhada, etc. para onosso consumo e assim vamos sobrevivendo." O sábio agradeceu a informação, contemplou o lugar por uns momentos, depoisse despediu e foi embora. No meio do caminho voltou ao seu fiel discípulo e ordenou: "Aprendiz, pegue a vaquinha, leve-a ao precipício ali na frente e empurre-a,jogue-a lá em baixo" O Jovem arregalou os olhos espantado e questionou o mestre sobre o fato davaquinha ser o único meio de sobrevivência daquela família, mas como percebeu osilêncio absoluto do seu mestre foi cumprir a ordem. Assim empurrou a vaquinha morro abaixo e a viu morrer. Aquela cena ficoumarcada na memória daquele jovem durante alguns anos, e um belo dia ele resolveulargar tudo o que havia aprendido e voltar naquele mesmo lugar e contar àquelafamília, pedir perdão e ajudá-los. Assim fez, e quando se aproximava do local avistouum sítio muito bonito, com árvores floridas, todo murado, com carro na garagem ealgumas crianças brincando no jardim. Ficou triste e desesperado imaginando queaquela família tivera que vender o sítio para sobreviver "apertou" o passo e chegando lálogo foi recebido por um caseiro muito simpático e perguntou sobre a família que alimorava há uns quatro anos e o caseiro respondeu: "Continuam morando aqui." Espantado ele entrou correndo na casa e viu que era mesmo a família quevisitara antes com o mestre. Elogiou o local e perguntou ao senhor (o dono da vaquinha): "Como o senhor melhorou este sítio e está muito bem de vida??????" O senhor entusiasmado respondeu: “Nós tínhamos uma vaquinha que caiu no precipício e morreu, daí em diantetivemos que fazer outras coisas e desenvolver habilidades que nem sabíamos quetínhamos. Assim, alcançamos o sucesso que seus olhos vislumbram agora!!" PONTO DE REFLEXÃO: Todos nós temos uma vaquinha que nos dá alguma coisa básica parasobrevivência e uma convivência com a rotina. Descubra qual é a sua.Aproveite a proximidade do final do milênio para empurrar sua "vaquinha"morro abaixo. Você poderá se surpreender com o potencial e a criatividade que trazdentro de si, e que nunca teve a oportunidade de desenvolver. ABRA-SE PARA O NOVO!!!!A Verdade Os deuses da Grécia Antiga, temerosos de que os homens descobrissem seupróprio potencial, e ciumentos de que assim pudessem chegar ao nível deles (deuses),realizaram uma longa reunião para decidirem a maneira mais concreta de ocultar aoshomens esse potencial.
  10. 10. Varias foram as propostas. Houve quem pensou em esconder o potencialhumano nos abismos mais imperscrutáveis dos oceanos, mas foi lembrado que, nofuturo, o homem penetraria o fundo dos mares. Apresentou-se, também, quem propôs ocultar este potencial nas montanhasmais altas da Terra, mas tal proposta não foi aceita, porque o homem, em um dia nãomuito distante as escalaria. Outro sugeriu esconder tal riqueza humana na Lua, mas salientou-se que ohomem no futuro iria habita-la. Por fim, todos aceitaram uma estranha proposta: todo aquele poderincomensurável, o potencial humano, deveria ser escondido dentro do próprio homem.Como justificativa para tal resolução os deuses disseram:" O homem é tão distraído e tão voltado para fora de si que nuncapensará em encontrar seu potencial máximo dentro do seu próprio ser".A Vida Certa vez, dois homens estavam seriamente doentes na mesma enfermaria deum grande hospital. O cômodo era bastante pequeno e nele havia uma janela que davapara o mundo. Um dos homens tinha, como parte do seu tratamento, permissão para sentar-sena cama por uma hora durante as tardes (algo a ver com a drenagem de fluido de seuspulmões). Sua cama ficava perto da janela. O outro, contudo, tinha de passar todo o seutempo deitado de barriga para cima. Todas as tardes, quando o homem cuja cama ficava perto da janela era colocadoem posição sentada, ele passava o tempo descrevendo o que via lá fora. A janela aparentemente dava para um parque onde havia um lago. Haviam patose cisnes no lago, e as crianças iam atirar-lhes pão e colocar na água barcos debrinquedo. Jovens namorados caminhavam de mãos dadas entre as árvores, e haviamflores, gramados e jogos de bola. E ao fundo, por trás da fileira de árvores, avistava-seo belo contorno dos prédios da cidade. O homem deitado ouvia o sentado descrever tudo isso, apreciando todos osminutos. Ouviu sobre como uma criança quase caiu no lago e sobre como as garotasestavam bonitas em seus vestidos de verão. As descrições do seu amigo eventualmenteo fizeram sentir que quase podia ver o que estava acontecendo lá fora... Então, em uma bela tarde, ocorreu-lhe um pensamento: Por que o homem queficava perto da janela deveria ter todo o prazer de ver o que estava acontecendo? Porque ele não podia ter essa chance? Sentiu-se envergonhado, mas quanto mais tentava não pensar assim, maisqueria uma mudança. Faria qualquer coisa ... Numa noite, enquanto olhava para o teto, o outro homem subitamente acordoutossindo e sufocando, suas mãos procuravam o botão que faria a enfermeira vir
  11. 11. correndo. Mas ele apenas o observou sem se mover... mesmo quando o som derespiração parou. De manha, a enfermeira encontrou o outro homem morto e,silenciosamente, levou embora o seu corpo. Logo que pareceu apropriado, o homem perguntou se poderia ser colocado nacama perto da janela. Então colocaram-no lá, aconchegaram-no sob as cobertas efizeram com que se sentisse bastante confortável. No minuto em que saíram, eleapoiou-se sobre um cotovelo, com dificuldade e sentindo muita dor, e olhou para forada janela. Viu apenas um muro... A vida é , sempre foi e será aquilo que nós a tornamos. Valorize as pessoas que fazem o possível para tornar a sua vida melhor.ABC da Vida Para atingir seus sonhos lembre-se de Deus, e no seguinte: Abra os olhos para ver as coisas como realmente são. Basta apenas acreditar em você mesmo. Considere as coisas por vários ângulos. Desistir é palavra que deve ser riscada do vocabulário. Entenda a si mesmo para entender melhor seus semelhantes. Família e amigos são tesouros escondidos. Procure desfrutar de suas riquezas. Ganha quem faz e doa mais do que aquele que planejou. Hoje aproveite a vida. O ontem já passou e o amanhã pode nunca chegar. Ignore aqueles que tentam lhe desencorajar. Já chegou a sua vez, chegou a sua hora de agir. Aja, agora! Leia, estude e aprenda sobre tudo o que é importante na sua vida. Mais do que tudo, queira seus sonhos. Nunca minta, trapaceie ou roube enquanto persegue uma boa meta. Obtenha mais paz e harmonia evitando fontes, pessoas, lugares, coisas e hábitosnegativos. Praticar, leva à perfeição... Quem desiste nunca vence e os vencedores nunca desistem. Ressalte e defina seus objetivos e vá em direção a eles. Sonhos são a matéria prima de qualquer realização. Apegue-se a eles. Tome e assuma o controle de seu próprio destino. Uma boa atitude positiva deve ser preservada sempre. Visualize o que você quer. Xis... é,: o "x" da questão é: Você é uma criação única de Deus, nada nemninguém pode substituir você. Zele por sua auto-estima. Ame-se mais. "Tenhamos todos, um ooootimo dia com Paz de Deus em nossa vida. Que a cadamanhã ressurgida, nasça dentro de cada um de nós a esperança que tudo pode sermelhor, com a ajuda de Deus sempre, com a nossa colaboração."
  12. 12. Águia A águia é uma ave muito especial ! É a que mais tempo vive, cerca de 70 anos, e é a que voa mais alto. Mas, paraque isso aconteça, é necessário que ela passe por uma grande transformação. Nemtodas têm coragem de se renovar, então não sobrevivem. Quando chegam aos 35 anos, estão com as penas velhas, seus canos grossos - oque as impedem de voar, as unhas e o bico estão cumpridos demais, curvados,impedindo-as de agarrar o alimento e de se alimentar. Então, numa atitude instintiva e de coragem pela sobrevivência, algumas águiasprocuram um lugar alto, próximo a uma rocha, onde fazem, um novo ninho para oprocesso que virá. Começando o processo de renovação, batem as unhas contra a rocha até que sequebrem e fiquem em carne viva. Em seguida o bico, batida após batida, até cair.Enquanto isso, a águia é alimentada por outras do grupo, para que sobreviva. Quando as unhas começam a crescer, ela vai arrancando as penas uma a uma.Após aproximadamente 150 dias, está completo o processo. Então ela parte para o tãofamoso vôo de renovação, com mais 35 anos de vida pela frente. Parabéns às pessoas que, como as águias, têm a coragem de se olhar noespelho e de provocar essa transformação, que embora dolorida, traz de volta a vida.Alegria em Fazer os Outros Felizes Todos nós sabemos como é difícil superar as fases mais difíceis pelas quaispassamos. Esta narrativa pode nos ajudar a repensar esses momentos... Dois homens, seriamente doentes, ocupavam o mesmo quarto em um hospital.Um deles ficava sentado em sua cama por uma hora todas as tardes para conseguirdrenar o líquido de seus pulmões. Sua cama ficava próxima da única janela existente noquarto. O outro homem era obrigado a ficar deitado de bruços em sua cama por todo otempo. Eles conversavam muito. Falavam sobre suas mulheres e suas famílias, suascasas, seus empregos, seu envolvimento com o serviço militar, onde eles costumavamir nas férias. E toda tarde quando o homem perto da janela podia sentar-se ele passavatodo o tempo descrevendo ao seu companheiro todas as coisas que ele podia veratravés da janela. O homem na outra cama começou a esperar por esse período onde seu mundoera ampliado e animado pelas descrições do companheiro. Ele dizia que da janela davapara ver um parque com um lago bem legal. Patos e cisnes brincavam na águaenquanto as crianças navegavam seus pequenos barcos. Jovens namorados andavamde braços dados no meio das flores e estas possuíam todas as cores do arco-íris.
  13. 13. Grandes e velhas árvores cheias de elegância na paisagem, e uma fina linha podia servista no céu da cidade. Quando o homem perto da janela fazia suas descrições, ele o fazia de modoprimoroso e delicado, com detalhes e o outro homem fechava seus olhos e imaginava acena pitoresca. Uma tarde quente, o homem perto da janela descreveu que havia umdesfile na rua e embora ele não pudesse escutar a musica, ele podia ver e descrevertudo. Dias e semanas passaram-se assim. Em uma manhã a enfermeira do dia chegou trazendo água para o banho dosdois homens mas achou um deles morto. O homem que ficava perto da janela morreupacificamente durante o seu sono a noite. Ela estava entristecida e chamou osatendentes do hospital para levarem o corpo embora. Assim que julgou conveniente, o outro homem pediu a enfermeira que mudassesua cama para perto da janela. A enfermeira ficou feliz em poder fazer esse favor parao homem e depois de verificar que ele estava confortável o deixou sozinho no quarto.Vagarosamente, pacientemente, ele se apoiou em seu cotovelo para conseguir olharpela primeira vez pela janela. Finalmente, ele poderia ver tudo por si mesmo. Ele seesticou ao máximo, lutando contra a dor para poder olhar através da janela e quandoconseguiu faze-lo deparou-se com um muro todo branco. Ele então perguntou aenfermeira o que teria levado seu companheiro a descrever-lhe coisas tão belas, todosos dias se pela janela só dava para ver um muro branco? A enfermeira respondeu que aquele homem era cego e não poderia ver nadamesmo que quisesse. Talvez ele só estivesse pensando em distraí-lo e alegrá-lo umpouco mais com suas historias. Moral da historia: Há uma tremenda alegria em fazer outras pessoas felizes,independente de nossa situação atual. Dividir problemas e pesares é ter metade deuma aflição, mas felicidade quando compartilhada é ter o dobro de felicidade. Se vocêquer se sentir rico, apenas conte todas as coisas que você tem e que o dinheiro nãopode comprar.Amigo... Hoje, ao atender ao telefone que insistentemente exigia atenção, o meu mundodesabou. Entre soluços e lamentos, a voz do outro lado da linha me informava que omeu melhor amigo, meu companheiro de jornada, meu ombro camarada, havia sofridoum grave acidente, vindo a falecer quase que instantaneamente. Lembro de ter desligado o telefone, e caminhado a passos lentos para meuquarto, meu refúgio particular. As imagens de minha juventude vieram quase queinstantaneamente à mente. A faculdade, as bebedeiras, as conversas em volta dalareira até altas horas da noite, os amores não correspondidos, as confidências ao pédo ouvido, as colas, a cumplicidade, os sorrisos.... AHHHHH... os sorrisos....Como eram fáceis de surgir naquela época. Lembrei daformatura, de um novo horizonte surgindo... das lágrimas e despedidas, eprincipalmente, das promessas de novos encontros. Lembro perfeitamente de cada
  14. 14. feição do melhor amigo que já tive em toda a vida: em seus olhos a promessa de queeu nunca seria esquecido. E realmente, nunca fui. Perdi a conta das vezes em que ele carinhosamente meligava quando eu estava no fundo do poço. Ou das mensagens, que nunca respondi,que ele constantemente me enviava, enchendo minha caixa postal eletrônica deesperanças e promessas de um futuro melhor. Lembro que foi o seu rosto preocupado que vi quando acordei de minha cirurgiapara retirada do apêndice. Lembro que foi em seu ombro que chorei a perda de meuamado pai. Foi em seu ouvido que derramei as lamentações do noivado desfeito. Apesar do esforço para vasculhar minha mente, não consegui me lembrar deuma só vez em que tenha pego o telefone para ligar e dizer a ele o quanto eraimportante para eu contar com a sua amizade. Afinal, eu era muito ocupado. Eu nãotinha tempo. Não lembro de uma só vez em que me preocupei de procurar um texto edificantee enviar para ele, ou qualquer outro amigo, com o intuito de tornar o seu dia melhor.Eu não tinha tempo. Não lembro de ter feito qualquer tipo de surpresa, como aparecer de repentecom uma garrafa de vinho e um coração aberto disposto a ouvir. Eu não tinha tempo.Não lembro de qualquer dia em que eu estivesse disposto a ouvir os seus problemas.Eu não tinha tempo. Acho que eu nunca sequer imaginei que ele tinha problemas. Não me dignei areparar que constantemente meu amigo passava da conta na bebida. Achava divertido o seu jeito bêbado de ser. Afinal, bêbado ou não ele era umaótima companhia para mim. Só agora vejo com clareza o meu egoísmo. Talvez - e estetalvez vai me acompanhar eternamente - se eu tivesse saído de meu pedestalegocêntrico e prestado um pouco de atenção e despendido um pouquinho do meusagrado tempo, meu grande amigo não teria bebido até não agüentar mais e não teriajogado sua vida fora ao perder o controle de um carro que com certeza, não tinha amínima condição de dirigir. Talvez, ele, que sempre inundou o meu mundo com sua iluminada presença,estivesse se sentindo sozinho. Até mesmo as mensagens engraçadas que eleconstantemente deixava em minha secretária eletrônica, poderiam ser seu jeito depedir ajuda. Aquelas mesmas mensagens que simplesmente apaguei da secretária eletrônica,jamais se apagarão da minha consciência. Estas indagações que inundam agora o meuser nunca mais terão resposta. A minha falta de tempo me impediu de responde-las. Agora, lentamente escolhouma roupa preta - digna do meu estado de espírito - e pego o telefone. Aviso o meuchefe de que não irei trabalhar hoje - e quem sabe nem amanhã, nem depois.... , poisirei tirar o dia para homenagear com meu pranto a uma das pessoas que mais ameinesta vida. Ao desligar o telefone, com surpresa eu vejo, entre lágrimas e remorsos, de quepara isto, para acompanhar durante um dia inteiro o seu corpo sem vida, eu TIVE
  15. 15. TEMPO! Descobri que se você não toma as rédeas da tua vida o tempo te engole e teescraviza. Trabalho com o mesmo afinco de sempre, mas somente sou "o profissional"durante o expediente normal. Fora dele, sou um ser humano. Nunca mais uma mensagem da minha secretária eletrônica ficou sem pelo menosum "oi" de retorno. Procuro constantemente encher a caixa eletrônica dos meus amigoscom mensagens de amizade e dias melhores. Escrevo cartões de aniversário e de natal, sempre lembrando às pessoas decomo elas são importantes para mim. Abraço constantemente meus irmãos e minhafamília, pois os laços que nos unem são eternos. Esses momentos costumamdesaparecer com o tempo, e todo o cuidado é pouco. Distribuo sorrisos e abraços a todos que me rodeiam - afinal, para que guardá-los? Enfim... você achou um tempinho para ler este.... agora...disponha de outrominuto para mostrar para os seus amigos e familiares que você está pensando neles eque eles significam algo....e são importantes na sua vida! Deixe alguém feliz...hoje...e sempre!!!!!!!!!!!!! Envie esta mensagem para seus amigos...Aprendendo a Esperar De manhã, Senhor, ouves a minha voz; de manhã Te apresento a minha oração.Sl. 5:3. Emerson Fosdick, certa vez, orou assim: "Ó Deus, não sabemos o que é bompara nós. Tu sabes o que é. Por isso oramos." Esse conceito, entretanto, não nosimpede de pedir coisas específicas a Deus. A Bíblia relata muitos pedidos específicos,que foram atendidos nos mínimos detalhes. Há, porém, uma lição preciosa na sucintaprece de Fosdick. Ou seja, devemos orar segundo a vontade de Deus. Davi orava pela manhã e ficava esperando. Deve ter ficado frustrado algumasvezes por não ter sido atendido conforme seu desejo. Além disso, deve ter-sedecepcionado com a demora da parte de Deus em alguns casos. No exercício da oração, precisamos entender três atributos divinos: amor,onipotência e soberania. Pelo fato de sabermos que Deus é amor, somos inclinados apensar que Ele nos atenderá de acordo com nossas especificações. Como pode Eledeixar de satisfazer todas as nossas necessidades? E para complicar o quadro, algumaspessoas perguntam: Se Deus é onipotente, por que não resolve logo todos os nossosproblemas? Por que não elimina as injustiças, a fome, a miséria e a dor? Se Ele é amore tem poderes ilimitados, por que não age imediatamente? Como, pois, entender que devemos orar e esperar pacientemente? Ora, omesmo Deus que possui os atributos do amor e do poder, tem o direito de agirsoberanamente. Em Sua soberania, Ele sabe quando deve agir. Não nos compete dizer-Lhe quando e como agir. Ele sabe o que é melhor para nós e conhece a hora em quedeve entrar em ação.
  16. 16. A experiência de Jairo elucida esse aparente dilema. Ele se aproximou de Jesus erogou-Lhe: "Minha filhinha está à morte; vem, impõe as mãos sobre ela, para que sejasalva, e viverá." Mar. 5:23. O pedido era mais do que razoável. Jesus, porém, nãoatendeu imediatamente à súplica de Jairo. Mesmo comprimido pela multidão que Oseguia, despendeu tempo para curar uma mulher que sofria de uma hemorragia haviadoze anos, e ainda repreendeu os discípulos que se incomodavam com a extremasolicitude do Mestre. Nesse ínterim, chegaram algumas pessoas que trabalhavam paraJairo, com uma notícia fatal: "Tua filha já morreu; por que ainda incomodas o Mestre?"Mar. 5:35. Naquele momento, qualquer um de nós poderia ter pensado: Fui o primeiroda fila a pedir um milagre a Jesus, mas Ele preferiu atender a uma mulher que seintrometeu na multidão. Agora é tarde. Não dá para entender essa demora. No íntimo, Jairo deve ter alimentado uma frustração. Mas depois, ao ver a suafilha viva novamente, e com plena saúde, entendeu que Jesus agiu na hora certa. E, aoinvés de questionar, agradeceu. Pensamento para reflexão: Deus sempre age na hora certa, embora algumas de Suas respostas possamparecer estranhas.Aprendi- Aprendi que peixinhos dourados não gostam de gelatina ( 5 anos)- Aprendi que meu pai pode dizer um monte de palavras que eu não posso. (8 anos)- Aprendi que minha professora sempre me chama quando eu não sei a resposta. (9anos)- Aprendi que se pode estar apaixonado por 4 garotas ao mesmo tempo. (9 anos)- Aprendi que os meus melhores amigos são os que sempre me metem em confusão.(11 anos)- Aprendi que se tenho problemas na escola, tenho mais ainda em casa. (11 anos)- Aprendi que quando meu quarto fica do jeito que quero, minha mãe manda euarrumá-lo. (13 anos)- Aprendi que não se deve descarregar suas frustrações no seu irmão menor, porqueseu pai tem frustrações maiores e mão mais pesada. (15 anos)- Aprendi que os grandes problemas sempre começam pequenos. (20 anos)- Aprendi que nunca devo elogiar a comida de minha mãe quando estou comendoalguma coisa que minha mulher preparou.(25anos)- Aprendi que se pode fazer num instante algo que vai lhe dar dor de cabeça a vidatoda. (28 anos)- Aprendi que para todo o lugar que vou, os piores motoristas me seguem. (29 anos)- Aprendi que casais que não tem filhos, sabem melhor como você deve educar osseus. (29 anos)- Aprendi que é mais fácil fazer amigo do que se livrar dele. (30 anos)- Aprendi que mulheres gostam de ganhar flores, especialmente sem nenhum motivo.(33 anos)
  17. 17. - Aprendi que não cometo muitos erros com a boca fechada. (34 anos)- Aprendi que se quiser ser convidado a festas, tenho que dá-las (38 anos).- Aprendi que toda a vez que estou viajando gostaria de estar em casa e toda vez queestou em casa gostaria de estar viajando. (38 anos)- Aprendi que a época que preciso realmente de férias é justamente quando acabei devoltar delas.(38 anos)- Aprendi que você sabe que sua esposa o ama quando sobram dois bolinhos e elapega o menor. (39 anos)- Aprendi que nunca se conhece bem os amigos até que se tire férias com eles. (41anos)- Aprendi que se você está levando uma vida sem fracassos, você não está correndoriscos o suficiente. (42 anos)- Aprendi que casar por dinheiro é a maneira mais difícil de conseguí-lo. (42 anos)- Aprendi que você pode fazer alguém ganhar o dia simplesmente mandando-lhe umpequeno cartão. (44 anos)- Aprendi que a qualidade de serviço de um hotel é diretamente proporcional aespessura das toalhas. (46 anos)- Aprendi que crianças e avós são aliados naturais. (47 anos)- Aprendi que se você cuidar bem de seus empregados, eles cuidarão bem a seusclientes. (49 anos)- Aprendi que quando chego atrasado ao trabalho, meu patrão chega cedo.(51 anos)- Aprendi que o objeto mais importante de um escritório é a lata de lixo. (54 anos)- Aprendi que é impossível tirar férias sem engordar cinco quilos. (55 anos)- Aprendi que é legal curtir o sucesso, mas não se deve acreditar muito nele. (63 anos)- Aprendi que não posso mudar o que passou, mas posso deixar pra lá. (63 anos)- Aprendi que a maioria das coisas com que me preocupo, nunca acontecem. (64 anos)- Aprendi que todas as pessoas que dizem que "dinheiro não é tudo" geralmente temmuito. (66 anos)- Aprendi que se você espera se aposentar para começar a viver, esperou tempodemais. (67 anos)- Aprendi que nunca você deve ir para cama sem resolver uma briga. (71 anos)- Aprendi que quando as coisas vão mal, eu não tenho que ir com elas. (72 anos)- Aprendi que envelhecer é importante se você é um queijo. (76 anos)- Aprendi que tenho muito a aprender. (92 anos)Aprovado "Saudai Apeles, aprovado em Cristo." (Rm 16:10) Alguém sabe quem é este tal de Apeles? Alguém sabe ao menos se era homemou mulher? De onde veio? O que fez? Era amigo de quem? De que cidade? Nunca encontrei resposta para nenhuma destas perguntas. É com certeza amenor biografia possível sobre uma pessoa, mencionar apenas o seu nome. Mas quero
  18. 18. chamar a atenção para o fato de que no caso de Apeles, a biografia é extremamentelonga, embora escrita com poucas palavras. Diz que ele era aprovado em Cristo. Esse querido ou querida, embora não tenha nenhum fato de sua vida reveladoaqui, tem muitas características pessoais reveladas por estas duas ou três palavras aseu respeito, como veremos: • era Cristão • viveu na época de Paulo • teve papel na igreja primitiva, a ponto de Paulo lhe mandar lembranças • demonstrava frutos do Espírito • evangelizava seus contemporâneos • era um pessoa agradável • recebeu a vida eterna • estará com Deus na glória Alguém assim até dá vontade de conviver! Como eu sei tudo isso? Pelo fato deser aprovado em Cristo, nas palavras de Paulo, na carta aos Romanos. Para os padrõesde então, isso era o mínimo... Meus queridos, se nada mais restar da nossa memória no futuro, e este futurochegar a acontecer antes da volta do Senhor, que nossa memória seja de que éramosaprovados em Cristo. Francamente não faço questão de ser lembrado por mais nada, seisso permanecer como testemunho de vida. É totalmente secundário lembrar dascaracterísticas físicas, porque os anos são cruéis com os cabelos e pele de todomundo... É um desafio, mas é possível, porque foi possível para alguém há vinte séculos.Oração: "Pai querido, eu quero ser aprovado em Cristo. Mostra-me o que devo fazer."Aproveite Cada Momento "Um amigo meu abriu a gaveta da cômoda de sua esposa e pegou um pequenopacote embrulhado com papel de seda: "Isto, disse, não é um simples pacote." Tirou o papel que o envolvia e observou a bonita seda e a caixa. "Ela comprou isto a primeira vez que fomos a Nova York, há uns 8 ou 9 anosatrás. Nunca o usou. Estava guardando-o para uma ocasião especial. Bem, creio queesta é a ocasião." Aproximou-se da cama e colocou a prenda junto com as outras roupas que ialevar para a funerária. Sua esposa tinha acabado de falecer. Virando-se para mim,disse: "Não guarde nada para uma ocasião especial. Cada dia que se vive é umaocasião especial". Ainda estou pensando nestas palavras... já mudaram minha vida. Agora estoulendo mais e limpando menos. Sento-me no terraço e admiro a vista sem preocupar-mecom as pragas, estou tendo mais tempo com minha família e menos tempo no trabalho.Compreendi que a vida deve ser uma fonte de experiências a desfrutar, não para
  19. 19. sobreviver. Já não guardo nada. Uso meus copos de cristal todos os dias. Coloco umaroupa nova para ir ao supermercado, se me dá vontade. Já não guardo meu melhorperfume para ocasiões especiais, uso-o quando tenho vontade. As frases "algum dia..."e "qualquer dia..." estão desaparecendo de meu vocabulário. Se vale a pena ver,escutar ou fazer, quero ver, escutar ou fazer agora. Não estou certo do que teria feito a esposa de meu amigo se soubesse que nãoestaria aqui para a próxima manhã que todos nós ignoramos. Creio que teria chamadoseus familiares e amigos mais próximos. Talvez chamasse alguns amigos antigos paradesculpar-se e fazer as pazes por possíveis desgostos do passado. Gosto de pensar queteria ido comer comida chinesa, sua favorita. São estas pequenas coisas deixadas por fazer que me fariam desgostoso se eusoubesse que minhas horas estão limitadas. Desgostoso, porque deixaria de ver amigoscom quem iria encontrar, cartas... cartas que pensava escrever "qualquer dia destes".Desgostoso e triste, porque não disse a meus irmãos e meus filhos, com suficientefreqüência, que os amo. Agora, trato de não atrasar, adiar ou guardar nada que trariarisos e alegria para nossas vidas. E, a cada manhã, digo a mim mesmo que este será um dia especial. Cada dia,cada hora, cada minuto, é especial. Se você recebeu isto, é porque alguém gosta de você e porque, provavelmente,há pessoas de quem você gosta. Se está muito ocupado para gastar uns poucosminutos para enviar isto para outras pessoas e se você diz a si mesmo que o enviará"qualquer dia destes", pense que este "qualquer dia" está muito distante... ou pode nãochegar nunca... Transcrito por Luiz Eduardo Lobo Ribas, um amigo inesquecível. (Umuama-PR)As Bem-Aventuranças do Casamento As Bem-Aventuranças do Casamento Bem-aventurado o casal que continua a demonstrar carinho e consideração umcom o outros depois que a empolgação dos primeiros anos passou. Bem-aventurado o casal que é educado e cortês um com o outro como eles sãocom seus amigos. Bem-aventurados são aqueles que tem senso de humor, pois este atributo é umgrande "amortecedor de choques". Bem-aventurados são aqueles que amam seus companheiros mais do quequalquer outra pessoa no mundo e que cumprem com alegria seus votos de casamentocom uma vida inteira de fidelidade e respeito mútuos. Bem-aventurados são aqueles que alcançam a paternidade, pois os filhos sãoherança do Senhor. Bem-aventurados os que se lembram de agradecer a Deus por sua comida antesde tomá-la, e que separam tempo para a leitura de Bíblia e oração diariamente. Bem-aventurados os cônjuges que nunca levantam a voz para o outro e quefazem de seu lar um lugar onde palavras desencorajadoras são pouco ouvidas.
  20. 20. Bem-aventurado o casal que fielmente vai a igreja e que trabalha junto para aexpansão do reino de Deus. Bem-aventurado o marido e a esposa que sabem lidar com suas diferenças e seajustam sem a interferência dos parentes. Bem-aventurado é o casal que tem um completo entendimento das finanças eque conseguiu uma parceria perfeita onde todo o dinheiro está sob o controle dos dois. Bem-aventurados são o esposo e a esposa que humildemente dedicam suasvidas e seu lar a Deus e que praticam seus ensinamentos sendo leais, amorosos e nãoegoístas.As Fraquezas de Judas Ora, o traidor lhes tinha dado este sinal: Aquele a quem eu beijar, é esse;prendei-O. Mat. 26:48. Não foi por um impulso momentâneo que Judas chegou a esse ponto. O ato datraição seguido de suicídio foi o clímax de um comportamento marcado pela síndromeda gangorra. Durante os anos que passou ao lado do Mestre, Judas experimentoumomentos de euforia e momentos de desilusão. Ao ver os milagres de Jesus, sentiu-se entusiasmado com a perspectiva de verseu Mestre assumindo o controle do poder temporal, para estabelecer uma nova ordemde coisas. E, se isso viesse a acontecer, ele faria tudo o que estivesse a seu alcancepara ocupar a posição mais honrosa junto a Cristo. Mas tudo deu errado nos planos doprofesso discípulo. O que o levou a fracassar na vida? Três razões, pelo menos: Em primeiro lugar,Judas se orgulhava de suas próprias opiniões e cultivava uma disposição para criticar eacusar. Via defeitos em tudo e em todos. Além disso, queria ser independente. Achavaque suas idéias eram melhores do que as dos colegas. Este foi o primeiro passo para setornar um traidor. O espírito de crítica engendra a deslealdade; e esta, por sua vez, fazqualquer negócio em busca de vantagens temporais. Outra razão preponderante para o fracasso de Judas foi a condescendência commaus traços de caráter. A cobiça, a inveja e o orgulho tornaram-no cego e incapaz dediscernir entre o bem e o mal. Por isso, raciocinou da seguinte maneira: Se Jesus fossecondenado por alguma falta, seria considerado um falso Messias; se fosse, de fato, oMessias, não iria permitir que O matassem. Judas imaginava que não tinha nada aperder, qualquer que fosse o desfecho. Finalmente, Judas desprezou todas aoportunidade de se entregar a Jesus. E o ato final de seu drama ocorreu na Santa Ceia.Diz Ellen White que, quando Jesus estava lavando seus pés, "Judas comoveu-seintensamente com o impulso de confessar no mesmo instante e ali mesmo o seupecado. Mas não queria se humilhar". – O Desejado de Todas as Nações, pág. 645. Eletomou sua última decisão naquele instante. Rejeitou a última oportunidade dearrepender-se e entregar o coração sem reservas ao meigo Nazareno. Não quis ser umverdadeiro discípulo de Cristo. Por isso, o diabo tomou posse dele. Judas foi leal àcausa que ele tinha em vista, mas não foi leal a Cristo. Ao imaginar que a causa do
  21. 21. Mestre estava prestes a fracassar, desfez o compromisso. O que nos prende à igreja?Quais são nossos motivos? Estamos nós interessados em posições e vantagens, ousomos movidos por um profundo amor Àquele que nos redimiu? Pergunta para reflexão: Você acha que está totalmente imune ao vírus de Judas?As Palavras Têm Poder A linguagem dirige nossos pensamentos para direções especificas e, de algumaforma, ela nos ajuda a criar a nossa realidade, potencializando ou limitando as nossaspossibilidades. A habilidade de usar a linguagem com precisão é essencial para umaboa comunicação.1) CUIDADO COM A PALAVRA NÃO. A Frase que contém NÃO, para ser compreendida,traz à mente o que está junto com ela. O NÃO existe apenas na linguagem e não naexperiência. Por exemplo: pense em "NÃO"... Não vem nada à mente. Agora, vou lhepedir não pense na cor vermelha... Eu pedi para você NÃO pensar na cor vermelha evocê pensou. Procure falar no positivo, o que você quer e não o que você não quer.2) CUIDADO COM A PALAVRA MAS, QUE NEGA TUDO QUE VEM ANTES. Por exemplo:"O Pedro é um rapaz inteligente, esforçado, MAS...". Substitua o MAS por E, quandoindicado.3) CUIDADO COM A PALAVRA TENTAR, QUE PRESSUPÕE A POSSIBILIDADE DE FALHA.Por exemplo: "Vou tentar encontrar com você amanhã às 8 horas". Em outras palavras:Tenho grande chace de não ir, pois vou "tentar". Evite TENTAR, FAÇA.4) CUIDADO COM NÃO POSSO OU NÃO CONSIGO, que dão idéia de incapacidadepessoal. Use NÃO QUERO, NÃO PODIA ou NÃO CONSEGUIA, que pressupõe que vaiconseguir, que vai poder.5) CUIDADO COM AS PALAVRAS DEVO, TENHO QUE OU PRECISO, que pressupõemque algo externo controla a sua vida. Em vez delas use QUERO, DECIDO, VOU.6) Fale dos problemas ou das descrições negativas de si mesmo, utilizando o verbo nopassado. Isto libera o presente. Por exemplo, "Eu tinha dificuldade em fazer isto..."7) Fale das mudanças desejadas para o futuro utilizando o tempo presente do verbo.Por exemplo: em vez de dizer "Vou conseguir", diga "Estou conseguindo".8) Substitua o SE por QUANDO. Por exemplo: em vez de falar "Se eu conseguir ganhardinheiro vou viajar", fale "Quando eu conseguir ganhar dinheiro vou viajar".9) Substitua ESPERO por SEI. Por exemplo: em vez de falar "Eu espero aprender isso",diga "Eu sei que vou aprender isso". ESPERAR suscita dúvidas e enfraquece alinguagem.10) Substitua o CONDICIONAL pelo PRESENTE. Por exemplo: Ao invés de dizer "Eugostaria de agradecer à presença de vocês", diga "Eu agradeço a presença de vocês". Overbo no presente fica mais forte e concreto.As Três Peneiras
  22. 22. Olavo foi transferido de projeto. Logo no primeiro dia, para fazer media com o novo chefe, saiu se com esta:- Chefe, o senhor nem imagina o que me contaram a respeito do Silva. Disseram queele... Nem chegou a terminar a frase, Juliano, o chefe, aparteou:- Espere um pouco, Olavo. O que vai me contar já passou pelo crivo das três peneiras?- Peneiras? Que peneiras, Chefe?- A primeira, Olavo, e a da VERDADE. Você tem certeza de que esse fato eabsolutamente verdadeiro?- Não. Não tenho, não. Como posso saber? O que sei foi o que me contaram. Mas euacho que... E, novamente, Olavo e interrompido pelo chefe:- Então sua historia já vazou a primeira peneira. Vamos então para a segunda peneiraque e a da BONDADE. O que você vai me contar, gostaria que os outros tambémdissessem a seu respeito?- Claro que não! Deus me livre, Chefe!- diz Olavo, assustado.- Então, - continua o chefe - sua historia vazou a segunda peneira. Vamos ver a terceira peneira, que e a da NECESSIDADE. Você acha mesmonecessário me contar esse fato ou mesmo passa-lo adiante?- Não chefe. Passando pelo crivo dessas peneiras, vi que não sobrou nada do que euiria contar - fala Olavo, surpreendido .- Pois é Olavo. Já pensou como as pessoas seriam mais felizes se todos usassem essaspeneiras?- diz o chefe sorrindo e continua:- Da próxima vez em que surgir um boato por ai, submeta-o ao crivo dessas trêspeneiras: Verdade - Bondade- Necessidade, antes de obedecer ao impulso de passa-loadiante, porque: PESSOAS INTELIGENTES FALAM SOBRE IDÉIAS PESSOAS COMUNS FALAM SOBRE COISAS PESSOAS Medíocres FALAM SOBRE PESSOASBasta Crer Havia um casal de ateus que tinha uma filha. Os pais jamais lhe falaram deDeus. Uma noite, quando a menina tinha cinco anos, seus pais brigaram e o pai atirouem sua mãe, em seguida o pai se suicidou. Tudo isto diante da menininha. Ela foienviada a um lar adotivo. Sua nova mãe, levou-a a uma igreja. Nesse dia, a mãe explicou à professora dascrianças que a menina jamais havia escutado falar de Jesus e que por favor ela tivessepaciência. A professora apanhou uma figura de Jesus e perguntou a todos: "Alguém sabe quem é esta pessoa?" A menininha respondeu: "Eu sei, eu sei,esse é o homem que estava segurando na minha mão na noite em que meus paismorreram..."
  23. 23. EU CREIO QUE DE ALGUMA FORMA TODAS AS PESSOAS VÃO SABER QUEM ÉJESUS... ELE VAI VOLTAR MUITO BREVE... AMÉM !!!Bendizendo "Finalmente, sede todos de um mesmo sentimento, compassivos, cheios de amorfraternal, misericordiosos, humildes, não retribuindo mal por mal, ou injúria por injúria;antes, pelo contrário, bendizendo; porque para isso fostes chamados, para herdardesuma bênção." (1 Pe 3:8-9) Como é fácil perder a calma e retribuir mal por mal. No trânsito isto é fácil, nocomércio também, nos relacionamentos cotidianos então: mais ainda. Violência verbalou física, injúria, fofoca, agressão de qualquer tipo, humilhação, maltrato, rispidez, tudoisso são coisas que caracterizam o mal, e devem ser retribuídas com bênção. Bendizer é abençoar, é falar bem, é falar O bem. A atitude correta quandoagredidos com palavras como "seu imprestável" ou ainda "seu idiota", deveria ser umaresposta algo como "Deus te abençoe" ou talvez ainda "bendito sejas". Isso é sercristão. Não gostaria de me alongar demais, desperdiçando tempo e espaço comsituações de exemplo para a postura errada, pois tenho certeza que já o fizsuficientemente, e que todos podem perfeitamente entender do que falo. Quero, pelocontrário, exemplificar e sugerir atitudes corretas, para edificação. Por exemplo:1. Quando agredido, sorria.2. Quando desafiado, agradeça.3. Quando humilhado, cale-se.4. Quando injuriado, ore.5. Quando amaldiçoado, abençoe. Que tal encontrar outra forma para as coisas? Que tal ter uma nova postura eatitude ? Eu sei que isso é impossível, que o sangue sobe à cabeça, mas é exatamentepor isso que estou tratando deste assunto, a meu ver tão importante. O homem naturalnão tem condição de ter um tipo de atitude destas! É bem evidente. Por isso que aPalavra de Deus diz que domínio próprio é dom do Espírito Santo de Deus, bem comolonganimidade (paciência), benignidade (bondade) e mais uma porção de outras coisasque não são próprias do ser humano. É necessário buscar estes dons espirituais, certamente com mais intensidade doque os mais populares ou aplaudidos. Uma pessoa que reuna estas características, econsiga agir desta forma sempre e em qualquer tipo de situação, certamenteimpressionará e ganhará almas para o Senhor Jesus Cristo muito mais do que os nossos"espirituais", que falam e oram muito mas não vivem. Para aqueles que têm uma vidareta e bem intencionada diante de Deus, não fará mal melhorar o testemunho, pois aPalavra de Deus não sugere que sejamos um pouco santificados: Ela ORDENA quesejamos COMPLETAMENTE SANTOS.
  24. 24. Se queremos mais de Deus e de sua glória, precisamos seguir mais Sua Palavra,ter atitudes mais espirituais, e reações que ao mundo pareçam loucas. Oração: "Senhor, muda meu caráter para que eu pareça mais com Cristo,abençoando sempre."Boas Vindas ao Hóspede Eis que estou à porta e bato; se alguém ouvir a Minha voz e abrir a porta,entrarei em sua casa e cearei com ele, e ele, comigo. Apoc. 3:20. O livro do Apocalipse é como um filme de ação. Os protagonistas têm perfisdiversos: cavalos, cavaleiros, dragões, rãs, besta que sobe do mar, besta que sobe daterra, mulher vestida de sol, anjos bons, anjos maus, serpente, grande multidão, eassim por diante. Mas o Personagem principal nesse impressionante filme, é JesusCristo. O último capítulo desse filme apresenta-O como Rei dos reis e Senhor dosSenhores. Mas, enquanto não chega o dia de Sua volta à Terra, Jesus deseja serHóspede de nosso coração. Ele bate à porta de cada um de nós pelo fato de estarmos mornos. Ele mesmofez um diagnóstico de nossa vida espiritual e viu que somos presunçosos. E a provadisso está em Apocalipse 3:17: "Pois dizes: Estou rico e abastado e não preciso de coisaalguma, e nem sabes que tu és infeliz, sim, miserável, pobre, cego e nu." Só a presençade Jesus pode eliminar a mornidão. Só a presença de Jesus pode acabar com nossapobreza espiritual. Só a presença de Jesus pode extinguir o falso conceito de que somos bons. No verso de hoje há duas verdades: Cristo pode ser mantido fora, e a porta docoração só pode ser aberta pelo lado de dentro. O Hóspede bate, mas não força anossa vontade. Respeita o livre-arbítrio de que nos dotou. Enquanto Jesus estiver dolado de fora, nosso coração continuará escuro e sujo. O Hóspede quer entrada franca.Mas antes que Ele entre, o outro hóspede precisa sair. Esse outro hóspede éresponsável pela mornidão de nossa vida; é responsável pela presunção que noscaracteriza, na fase laodiceana da igreja. A entrada do Hóspede divino produz uma mudança radical. A primeira coisa queEle faz, é nos vestir com Sua justiça. Somos justificados. Somos declarados filhos deDeus. Mudamos de status. A segunda coisa que ocorre, é a santificação. A presença deJesus tem poder santificador. Onde Ele está, tudo é separado para propósitos elevados.John Bunyan usa muitos personagens para ilustrar lições espirituais. Um deles é AlmaHumana. Ele a descreve como estando sitiada por muitos inimigos. Eles querem invadi-la a todo custo. Mas Cristo está lá dentro. Infelizmente, após muita luta, Alma Humanadeixa de dar atenção a Cristo e começa a parlamentar com o inimigo. Desse modo, éfacilmente derrotada. Nestes dias de tantos debates, temos a tendência de argumentar com o inimigo.Este foi o erro de Eva: um bate-papo com a serpente. A princípio, ela deve ter achadointeressantíssimo aquele diálogo. Mas sabemos o que aconteceu.
  25. 25. Quando Cristo está dentro, não devemos abrir a porta para conversar com oinimigo. Só o Hóspede divino merece nossa atenção. Pergunta para reflexão: Você está convicto de que tem o Hóspede divino no trono de seu coração?Círculo do Amor... CÍRCULO DE AMOR Ele quase não viu a senhora, com o carro parado no acostamento. Mas percebeu que ela precisava de ajuda. Assim parou seu carro e seaproximou. O carro dela cheirava a tinta, de tão novinho. Mesmo com o sorriso que eleestampava na face, ela ficou preocupada. Ninguém tinha parado para ajudar durante a última hora. Ele iria aprontaralguma? Ele não parecia seguro, parecia pobre e faminto. Ele pôde ver que ela estavacom muito medo e disse: - "Eu estou aqui para ajudar madame. Por que não espera no carro onde estáquentinho? A propósito, meu nome é Bryan". Bem, tudo que ela tinha era um pneu furado, mas para uma senhora era ruim obastante. Bryan abaixou-se, colocou o macaco e levantou o carro. Logo ele já estava trocando o pneu. Mas ele ficou um tanto sujo e ainda feriuuma das mãos. Enquanto ele apertava as porcas da roda ela abriu a janela e começou aconversar com ele. Contou que era de St.Louis e só estava de passagem por ali e quenão sabia como agradecer pela preciosa ajuda. Bryan apenas sorriu enquanto selevantava. Ela perguntou quanto devia. Qualquer quantia teria sido muito pouco paraela. Já tinha imaginado todos as terríveis coisas que poderiam ter acontecido se Bryannão tivesse parado. Bryan não pensava em dinheiro. Aquilo não era um trabalho paraele. Gostava de ajudar quando alguém tinha necessidade e Deus já lhe ajudarabastante. Este era seu modo de viver e nunca lhe ocorreu agir de outro modo. Ele respondeu: - "Se realmente quiser me reembolsar, da próxima vez que encontrar alguémque precise de ajuda, dê para aquela pessoa a ajuda que precisar". E acrescentou: "...e pense em mim". Ele esperou até que ela saísse com o carro e também se foi. Tinha sido um diafrio e deprimido, mas ele se sentia bem, indo pra casa, desaparecendo no crepúsculo. Algumas milhas abaixo a senhora encontrou um pequeno restaurante. Ela entroupara comer alguma coisa. Era um restaurante sujo. A cena inteira era estranha paraela. A garçonete veio até ela e trouxe-lhe uma toalha limpa para que pudesse esfregare secar o cabelo molhado e lhe dirigiu um doce sorriso, um ...sorriso que mesmo os pésdoendo por um dia inteiro de trabalho não pôde apagar. A senhora notou que agarçonete estava com quase oito meses de gravidez, mas ela não deixou a tensão e asdores mudarem sua atitude. A senhora ficou curiosa em saber como alguém que tinhatão pouco, podia tratar tão bem a um estranho.
  26. 26. Então se lembrou de Bryan. Depois que terminou a refeição, enquanto agarçonete buscava troco para a nota de cem dólares, a senhora se retirou. Já tinhapartido quando a garçonete voltou. A garçonete ainda queria saber onde a senhorapoderia ter ido quando notou algo escrito no guardanapo, sob o qual tinha mais 4 notasde $100 dólares. Havia lágrimas em seus olhos quando leu o que a senhora escreveu. Dizia: "Você não me deve nada, eu já tenho o bastante. Alguém me ajudou umavez e da mesma forma estou lhe ajudando. Se você realmente quiser me reembolsarnão deixe este círculo de amor terminar com você". Bem, havia mesas para limpar, açucareiros para encher, e pessoas para servir.Aquela noite, quando foi para casa e deitou-se na cama, ficou pensando no dinheiro eno que a senhora deixou escrito. Como pôde aquela senhora saber o quanto ela e omarido precisavam disto? Com o bebê para o próximo mês, como estava difícil! Elavirou-se para o preocupado marido que dormia ao lado, deu-lhe um beijo macio esussurrou: "Tudo ficará bem; eu te amo, Bryan". Pense nisso, e ..... não feche esse círculo! Esperamos que este texto ilumine um pouco mais o seu dia e que a Luz de Jesuste acompanhe sempre. São os votos da Equipe PastorOnLine! Fica com Deus.Como sair do poço Tornará a ter compaixão de nós; pisará aos pés as nossas iniqüidades e lançarátodos os nossos pecados nas profundezas do mar. Miq. 7:19. Para que possamos sair do poço do pecado, precisamos pedir a Deus que lancenossos pecados nas profundezas do mar. O poço do pecado é profundo e tenebroso. Ohomem não pode, por si mesmo, sair dele. Somente um poder infinito pode erguer otransgressor, pondo-o em contato com a luz. Jesus veio ao mundo para criar essapossibilidade. A salvação é um dom de Deus. Se é um dom, então não temos que pagar nadapor ele. O apóstolo Paulo usa palavras cristalinas para dirimir qualquer dúvida: "Porquepela graça sois salvos, mediante a fé; e isto não vem de vós, é dom de Deus; não deobras, para que ninguém se glorie." Ef. 2:8 e 9. Fica bem claro, portanto, que nãopodemos sair do fundo do poço por meio de esforços humanos. Cristo, mediante Seusacrifício, desceu uma corda até nós, para que pudéssemos subir para a luz. Pela fé, aceitamos o dom da salvação. Pela fé, seguramos na corda. Nósaceitamos como nosso único meio de escape. E o que está incluído nessa salvação? Operdão, ou justificação, e a santificação. Ao aceitarmos, pela fé, que Jesus é capaz denos tirar da sujeira do pecado, somos perdoados e justificados. Nossas roupasenlameadas são retiradas pelas mãos divinas, e em seu lugar, colocadas as vestespuras da justiça de Cristo. Deus nos declara justos com base na justiça de Seu Filho. Ajustificação é o ato divino pelo qual Deus declara justo um pecador penitente, ou o
  27. 27. trata como justo. E qual é a base da justificação? Não é a nossa obediência, e sim a deCristo Jesus, pois "por um só ato de justiça, veio a graça sobre todos os homens para ajustificação que dá vida. ... Por meio da obediência de um só, muitos se tornarãojustos". Rom. 5:18 e 19. Desse modo, somos retirados das trevas para vivermos na luz.A luz é a santificação. Ser santo significa viver fora do poço do pecado. Para permanecermos fora do poço do pecado, devemos estar ligados à Videiraverdadeira, que é Cristo. Todo ramo ligado à Videira não volta para o abismo do mal.Enoque viveu numa época de muita depravação. Mesmo assim, sua vida foi como umlírio. Estava sempre em contato com a luz. Pela fé, aceitou a justiça do Cordeiro deDeus que, na plenitude do tempo, seria imolado para tirar os pecados de muitos. A situação do mundo, em nossos dias, é infinitamente pior. Mas, onde o pecadose multiplica na ordem aritmética, a graça divina se multiplica na ordem geométrica.Deus é maior do que o inimigo. Você e eu podemos viver fora do poço.Pensamento para reflexão: Fomos criados para viver na luz, e não para andar tateando nas trevas.Como Você Vê a Vida Certa vez uma indústria de calçados aqui no Brasil que desenvolveu um projetode exportação de sapatos para a Índia. Em seguida, mandou dois de seus consultores apontos diferentes do País para fazer as primeiras observações do potencial daquelefuturo mercado. Após alguns dias de pesquisas, um dos consultores enviou o seguinte fax para adireção da indústria: "Senhores, cancelem o projeto de exportação de sapatos para a Índia. Aqui ninguém usa sapatos ". Sem saber desse fax, alguns dias depois o segundo consultor mandou o seu: "Senhores, tripliquem o projeto da exportação de sapatos para a Índia. Aqui ninguém usa sapatos ainda." A mesma situação era um tremendo obstáculo para um dos consultores e umafantástica oportunidade para outro. Da mesma forma, tudo na vida pode ser visto comenfoques e maneiras diferentes. A sabedoria popular traduz essa situação com a seguinte frase: "Os tristes acham que o vento geme; os alegres e cheios de espíritoafirmam que ele canta." O mundo é como um espelho que devolve a cada pessoa o reflexo deseus próprios pensamentos. A maneira como você encara a vida faz toda a diferença.Construindo Para a EternidadeNão é estranhoQue príncipes e reis,
  28. 28. E palhaços que saltitamEm anéis de serragem,E pessoas comunsComo você e euSejamos construtores da eternidade?Cada um recebe uma bolsa de ferramentas,Uma massa sem forma,Um livro de regras;E cada um deve fazerAntes que a vida termineUma pedra de tropeço ou um degrau.Dádivas de Deus Um dia, uma pequena abertura apareceu em um casulo, um homem sentou eobservou a borboleta por várias horas conforme ela se esforçava para fazer com queseu corpo passasse através daquele pequeno buraco. Então pareceu que ela parou defazer qualquer progresso. Parecia que ela tinha ido o mais longe que podia, e não conseguia ir mais longe.Então o homem decidiu ajudar a borboleta, ele pegou uma tesoura e cortou o restantedo casulo. A borboleta então saiu facilmente. Mas seu corpo estava murcho e erapequeno e tinha as asas amassadas. O homem continuou a observar a borboletaporque ele esperava que, a qualquer momento, as asas dela se abrissem e esticassempara serem capazes de suportar o corpo, que iria se afirmar a tempo. Nada aconteceu!Na verdade, a borboleta passou o resto da sua vida rastejando com um corpo murcho easas encolhidas. Ela nunca foi capaz de voar. O que o homem, em sua gentileza evontade de ajudar, não compreendia era que o casulo apertado e o esforço necessárioda borboleta para passar através da pequena abertura era o modo com que Deus faziacom que o fluido do corpo da borboleta fosse para as suas asas de modo que elaestaria pronta para voar uma vez que estivesse livre do casulo. Algumas vezes, o esforço é justamente o que precisamos em nossa vida. SeDeus nos permitisse passar através de nossas vidas sem quaisquer obstáculos, ele nosdeixaria aleijados. Nós não iríamos ser tão fortes como poderíamos ter sido. Nós nuncapoderíamos voar....Eu pedi Força... e Deus me deu dificuldades para me fazer forte.Eu pedi Sabedoria... e Deus me deu problemas para resolver.Eu pedi Prosperidade... e Deus me deu cérebro e músculos para trabalhar.Eu pedi Coragem... e Deus me deu perigo para superar.Eu pedi Amor... e Deus me deu pessoas com problemas para ajudar.Eu pedi Favores... e Deus me deu oportunidades.Eu não recebi nada do que pedi... Mas eu recebi tudo de que precisava.
  29. 29. Dance Como se Ninguém Estivesse Olhando Nós nos convencemos de que a vida será melhor depois que nos casarmos,tivermos um filho, então outro. Então ficamos frustrados porque as crianças não sãovelhas o suficiente, e que ficaremos mais contentes quando o forem. Depois nos frustramos porque temos adolescentes para lidar. Certamente,seremos felizes quando eles ultrapassarem esse estágio. Nós dizemos que nossa vidaserá completa quando nosso companheiro(a) estiver no mesmo nível que o nosso,quando tivermos um carro melhor, formos capazes de viajar aos melhores lugares emférias, quando nos aposentarmos. A verdade é que não há tempo melhor do que agora.Então porque não agora? Sua vida será sempre preenchida por desafios. É melhoradmitir isso para você mesmo e ser feliz de qualquer jeito. Uma das minhas citaçõesfavoritas vem de Alfred. D. Souza. Ele disse : "Por um longo tempo, pareceu-me que a vida estava prestes a começar a vidareal. Mas sempre havia um obstáculo no caminho, alguma coisa para superar primeiro,algum negócio não acabado, tempo a ser dedicado a algo, dívidas a serem pagas.Então a vida começaria. Finalmente percebi que esses obstáculos eram a minha vida. "Essa perspectiva me ajudou a ver que não há caminho para a felicidade. A felicidade éo caminho. Então, valorize cada momento que você tem. E valorize mais porque você odividiu com alguém especial, especial o suficiente para "desperdiçar" seu tempo... elembre-se de que o tempo não espera por ninguém. Então pare de esperar até que você termine a escola, até que você volte para aescola, até que você perca dez reais, até que você ganhe dez reais, até que você tenhafilhos, até que os filhos saiam de casa, até que você se aposente, até que você se case,até que você se divorcie, até sexta feira à noite, até domingo de manhã, até que vocêcompre um carro ou uma casa nova, até que o seu carro ou casa esteja pago, até aprimavera, até o verão, até o outono, até o inverno, até o primeiro ou décimo-quinto,até que sua música venha, até que você tome um drinque, até que você fique sóbrio,até que você morra, até que você nasça novamente para então decidir que não hámelhor tempo do que agora para a felicidade. FELICIDADE É UMA JORNADA, NÃO UM DESTINO. Pensamento do dia:"Trabalhe como se você não precisasse de dinheiro. Ame como se você nunca tivessese machucado. E dance como se ninguém estivesse olhando."Dedicação e Esmero Tudo quanto te vier à mão para fazer, faze-o conforme as tuas forças, porque noalém, para onde tu vais, não há obra, nem projetos, nem conhecimento, nem sabedoriaalguma. (Ec. 9:10) Quando eu era menino, participei num mutirão, na fazenda de meu avôFrancisco. Cerca de cinqüenta homens, de fazendas circunvizinhas, ofereceram-se para
  30. 30. ajudar a roçar o pasto. No entusiasmo de criança, tomei uma foice e me uni a algunshomens, responsáveis por um eito. Em menos de uma hora, encostei a foice, pois mesentia exausto. Continuei, porém, junto dos trabalhadores. Percebi que alguns eramdiligentes; outros, nem tanto. Mas o que ficou em minha memória até hoje, foi aatitude de um homem chamado Jerônimo Baguá. Para não ficar atrás doscompanheiros, ele roçava de qualquer jeito, superficialmente, deixando muito mato.Mas, na hora do almoço, o prato de Jerônimo foi o mais comentado... Como cristãos, devemos ser diligentes. Em todas as nossas atividades, devemosaspirar à perfeição. Os violinos Stradivarius são famosos até hoje. Atualmente, podem serencontrados 650 violinos, 20 violoncelos e 12 violas identificados como autênticosStradivarius. E foi entre 1700 e 1720, ou seja, entre os 56 e 76 anos, que AntônioStradivarius produziu os melhores instrumentos. Trabalhou até os 93 anos de idade,tendo produzido, com a ajuda de Francesco e Omobono, dois de seus onze filhos, maisde 1.500 violinos. Antônio, ainda menino, queria cantar no coral infantil da cidade de Cremona,Itália, onde nasceu. Mas não tinha boa voz. Tentou estudar violino, mas não se deubem. Ele, contudo, queria ser bem-sucedido em alguma coisa. Pediu, então, que o Sr. Amati lhe ensinasse a fabricar violinos. Sua paixão pela música foi canalizadapara o fabrico desse instrumento. E esmerou-se nesse trabalho. "Sua meta era semprefazer com que o último violino fosse melhor que o penúltimo." Seus violinos foramfeitos para resistir ao tempo. São tecnicamente insuperáveis, apesar de todas asdescobertas da ciência sobre o verniz e a madeira. Por isso, o preço de um violinoStradivarius é incalculável. A obra da pregação do evangelho precisa de homens e mulheres diligentes comoAntônio Stradivarius. Tanto o trabalho quanto a vida dos que proclamam as boas novasde salvação devem espelhar esmero, dedicação e diligência. Na eternidade, veremos ofruto de nosso trabalho: almas redimidas pelo sangue de Jesus. Elas permanecerãopara sempre como troféus de nosso fervor missionário. "Tudo quanto te vier à mãopara fazer, faze-o conforme as tuas forças", é o sábio conselho de Salomão. Ecl. 9:10. Pensamento para reflexão: A bruma do tempo não ofusca o que é feito com amor, carinho e esmero.Dicas para Você Entender Seus Adolescentes Transforme seu "aborrecente" em "abençolente" Quem é o Adolescente? Você já parou para pensar quem é seu adolescente? Que ele pode ser igual avocê em temperamento, e que por isso você terá uma grande dificuldade emaceita-lo justamente porque ele carrega suas fraquezas! Pense e responda para vocêmesmo: Quem é meu adolescente? * Problema da idade física, mental e espiritual O adolescente geralmente tem uma idade física e outra mental ou psicológica,
  31. 31. sem falar da maturidade espiritual. Sem uma experiência pessoal com Deus não adiantaquerer exigir dele um comportamento cristão. AS NECESSIDADES DO ADOLESCENTE Como os pais ou líderes nós precisamos suprir os adolescentes em suasnecessidades básicas como:1. Amor incondicional e segurança emocional.2. Encorajamento, reconhecimento e aprovação.3. Espaço para ação e liberdade controlada. (roupas, costumes)4. Orientação e ajuda na sexualidade.5. Amigos e grupo de aceitação. (muito cuidado com as amizades)6. Criatividade, sonhos e alvos para o futuro.7. Atividades físicas e desgastante.8. Exemplos e modelos autênticos. LÍDER DE ADOLESCENTE Se você é, ou quer ser um líder de adolescente, terá de se esforçar para seguirestas simples orientações.1. Seja um deles. Aceite o adolescente sem preconceitos.2. Seja aberto e adaptado as novidades e ao choque de geração.3. Seja um treinador. Encorajador que acredita no futuro deles.4. Seja criativo e não apegado a tradição.5. Seja alegre, bem humorado, que goste de piadas e aprontações.6. Seja planejador e improvisador.7. Seja um modelo de cristão: equilibrado, paciente, saudável emocionalmente eespiritualmente. Procurando seguir estas orientações, trabalhe tranqüilo pois o resto Deus fará,sabendo que o resto é a parte principal, ou seja: o milagre de transformar o"aborrecente" em um "abençolente".Dinheiro Não é TudoVeja só...Com Dinheiro pode-se comprar uma casa, mas não um lar.Com Dinheiro pode-se comprar uma cama, mas não o sono.Com Dinheiro pode-se comprar um relógio, mas não o tempo.Com Dinheiro pode-se comprar um livro, mas não o conhecimento.Com Dinheiro pode-se comprar comida, mas não o apetite.Com Dinheiro pode-se comprar posição, mas não respeito.Com Dinheiro pode-se comprar sangue, mas não a vida.Com Dinheiro pode-se comprar remédios, mas não a saúde.Com Dinheiro pode-se comprar sexo, mas não o amor.Com Dinheiro pode-se comprar pessoas, mas não amigos.... dinheiro não é tudo...
  32. 32. Discussões Inúteis "Mas evita questões tolas, genealogias, contendas e debates acerca da lei;porque são coisas inúteis e vãs." (Tt 3:9) Este versículo não pode ser encontrado na Bíblia de muitas pessoas queconheço. Ou, se lá estiver, deve estar no grego original, de tal modo que não se possaler. É cansativo ver pessoas que se dizem cristãs colocando o nome de suas famíliascomo vantagem para qualquer coisa que seja (genealogia), ou discutindo que a igrejada denominação A ou B vai chegar primeiro, ou só através dela que se tem vida eterna(acerca da lei), e muitas vezes peguei pessoas queridas discutindo ferozmente porcausa ... da cor da cortina do templo ... ou sobre a toalha da mesa da ceia ... e umavez até por causa do envelope do dízimo (questões tolas). Todas estas coisas são orientadas a Tito para que evite, não apenas por sereminconvenientes, mas também (e a meu ver principalmente) porque ocupam o tempo e oespaço de coisas importantes e que edificam. O resto da Palavra de Deus diz quedevemos fazer uma série de coisas urgentes, especialmente anunciar Jesus para aspessoas que não o conhecem, e se perdemos tempo discutindo coisas como estas quemencionei, não vai sobrar tempo para mais nada. Tudo que a Bíblia chama de inútil pode imediatamente ser associado com origemdo mal, porque o Senhor Jesus disse que "quem comigo não ajunta, espalha".Lembremos que não há meio termo no Reino de Deus, e é claro que quem não estádentro, não está mais ou menos fora... E todas estas coisas são credenciadas nestetexto como inúteis. Nada bonito o povo de Deus perdendo tempo com coisas inúteis, sea Palavra diz que devemos viver "remindo o tempo porque os dias são maus". Para piorar mais um pouco ainda, Paulo diz que são coisas vãs, que é umsinônimo para vazio, sem conteúdo, sem valor nenhum. Além de não ter utilidade, évazio... Mas meu foco desta vez vai ser mais estreito: evitar as discussões sobre questõestolas. Afinal, o que podemos enquadrar aí? Por exemplo: • Gosto por time de futebol? • Gosto por comida? • Preferência musical? • Decoração do templo? • Os maus hábitos do irmão? • Carro? Note que mantive a interrogação em todas, porque evidentemente nem tudo é toloo tempo todo, mas note também que todas são coisas deste mundo, que ficarão aqui,não vão junto conosco para a Glória. Note ainda que temos alternativas, com questões que não são tolas : • Como alcançar mais pessoas com o evangelho? • Como facilitar o trabalho pastoral? • Como resolver atrito entre irmãos? • Como arrumar tempo para orar mais?
  33. 33. • Como suprir deficiências nos ministérios? É bem verdade que também são coisas que não estarão fazendo parte da nossamorada eterna, porque os problemas estarão resolvidos, mas pelo menos não sãomotivos egoístas, centrados no meu problema pessoal, e estão diretamenterelacionadas a expansão do Reino na Terra. Vamos encontrar onde temos gastado tempo precioso com questões tolas, e inverterisso em favor do Senhor e da sua causa. Não acredito que seja tão difícil. Até porque,se ficarmos aqui discutindo... Oração: "Senhor, eu desejo sinceramente abandonar tudo que é inútil e vazio.Mostra-me o que devo fazer e como devo agir."Ele Nunca Erra Há muito tempo, num Reino distante, havia um Rei que não acreditava nabondade de Deus. Tinha, porém, um súdito que sempre lhe lembrava dessa verdade.Em todas situações dizia: - Meu Rei, não desanime, porque Tudo que Deus faz é Perfeito. Ele nunca erra ! Um dia, o Rei saiu para caçar juntamente com seu súdito, e uma fera da florestaatacou o Rei. O súdito conseguiu matar o animal, porém não evitou que sua Majestadeperdesse o dedo mínimo da mão direita. O Rei, furioso pelo que havia acontecido, esem mostrar agradecimento por ter sua vida salva pelos esforços de seu servo,perguntou a este: - E agora, o que você me diz ? Deus é bom ? Se Deus fosse bom eu não teriasido atacado, e não teria perdido o meu dedo. O servo respondeu: - Meu Rei, apesar de todas essas coisas, somente posso dizer-lhe que Deus ébom, e que mesmo isso, perder um dedo, é para seu bem ! Tudo que Deus faz éPerfeito. Ele Nunca erra !!! O Rei, indignado com a resposta do súdito, mandou quefosse preso na cela mais escura e mais fétida do calabouço. Após algum tempo, o Reisaiu novamente para caçar e aconteceu dele ser atacado, desta vez por uma tribo deíndios que vivia na selva. Estes índios eram temidos por todos, pois sabia-se que faziamsacrifícios humanos para seus deuses. Mal prenderam o Rei, passaram a preparar,cheios de júbilo, o ritual do sacrifício. Quando já estava tudo pronto, e o Rei já estavadiante do altar, o sacerdote indígena, ao examinar a vitima, observou furioso: - Este homem não pode ser sacrificado, pois é defeituoso ! Falta-lhe um dedo ! Eo Rei foi libertado. Ao voltar para o palácio, muito alegre e aliviado, libertou seu súdito e pediu queviesse em sua presença. Ao ver o servo, abraçou-o afetuosamente dizendo-lhe: - Meu Caro, Deus foi realmente bom comigo ! Você já deve estar sabendo queescapei da morte justamente porque não tinha um dos dedos. Mas ainda tenho em meucoração uma grande dúvida: Se Deus é tão bom, por que permitiu que você fosse presoda maneira como foi ? Logo você, que tanto o defendeu ?! O servo sorriu e disse:
  34. 34. - Meu Rei, se eu estivesse junto contigo nessa caçada, certamente seriasacrificado em teu lugar, pois não me falta dedo algum !Portanto, lembre-se sempre: TUDO O QUE DEUS FAZ É PERFEITO. ELE NUNCA ERRA !Em Nome de Jesus"E tudo quanto fizerdes por palavras ou por obras, fazei-o em nome do Senhor Jesus,dando por ele graças a Deus Pai." Colossenses 3:17 Certa feita conversávamos, entre amigos e familiares, sobre este versículo,quando alguém não muito esclarecido perguntou: "Então Deus quer que todos vão para um seminário? É preciso fazer tudo emnome de Jesus ?". Este pensamento reflete a realidade de inúmeras pessoas que, por nãoentenderem o sentido do texto, chegam a conclusão que fazer em nome de Jesussignifica fazer na Igreja. Não é tão simples. Fazer em nome de Jesus significa fazer como se Jesus estivesse ao seu ladofisicamente, olhando sobre o seu ombro. Significa fazer como se Ele (Jesus) fosse fazer.Significa fazer orando e orar fazendo. É simples assim. Nos nossos dias, a imagem do evangelho ficou desgastada pelo desserviço quealguns grupos prestaram ao longo dos anos, e o fruto disso é o que vemos: pessoasque não conseguem crescer espiritualmente, igrejas locais estagnadas, grupos e vidasesfriando, violência aumentando, presídios lotados... Para aqueles que pretendem agradar a Deus, ter com Ele uma vida justa e reta,preocupados em estar no centro de Sua vontade, a preocupação é de fazer tudo comoeste verso orienta: em nome do Senhor Jesus. Precisamos aprender a conversar com as pessoas, não sobre futebol ou sobre oclima, mas sobre VIDA, e fazer isso como Jesus faria. Precisamos aprender a trabalhardando testemunho com competência, produtividade e muitos frutos do Espírito. Precisamos aprender a ter famílias e relacionamentos familiares que refletem onome e o caráter de Jesus. Precisamos ter amizades e vizinhanças que refletem orelacionamento de Jesus. E também precisamos encontrar o espaço das coisas que são essencialmente doSenhor! Não afirmo que devamos deixar de lado as coisas da igreja local, oevangelismo, os estudos bíblicos, mas o que digo (e baseado neste versículo) é que nãosó nestas coisas devemos dar glórias a Deus, mas em tudo. E Paulo aqui usa a expressão "por palavras ou por obras", não deixando margemde suspeita para que alguém pense que um ou outra coisa não tem importância.Devemos encontrar nossa própria forma de glorificar a Deus em tudo o que fazemos,por palavras e por obras, para todas estas coisas sejam feitas em nome do SenhorJesus. Oração: "Senhor, eu quero fazer tudo em teu nome. Ensina-me a desejar issoardentemente, e ensina-me a ver as oportunidades e não perdê-las."
  35. 35. Emoções Comprometidas Elias, porém, se foi ao deserto, caminho de um dia, e veio, e se assentoudebaixo de um zimbro; e pediu para si a morte e disse: Basta; toma agora, ó Senhor, aminha alma, pois não sou melhor do que meus pais. I Reis 19:4. O medo desestabilizou de tal modo o profeta Elias que ele caminhou um diainteiro à procura de um lugar solitário. Não satisfeito com a distância que o separava dairacunda Jezabel, procurou valer-se de outra fuga: a morte. Só assim, pensava ele,poderia livrar-se das emoções que o incomodavam. Há uma grande variedade de emoções. A lista inclui: o medo, a surpresa, acólera, o contentamento, a comicidade, a alegria, o pesar, a excitação sexual, etc. Háemoções prejudiciais e há emoções benéficas. Elias, naquele momento sombrio de suavida, viveu um coquetel de emoções: pavor, medo, expectativa, pessimismo edesânimo. Quando o anjo lhe apareceu pela primeira vez, ele estava dormindo debaixode um zimbro. Depois de comer e beber, deitou-se novamente e dormiu. No segundocontato, o anjo deu-lhe instruções para ir ao monte Horebe. Foram quarenta dias equarenta noites de caminhada. Ao chegar ao monte, o profeta entrou numa caverna, elá, ouviu uma solene pergunta: "Que fazes aqui, Elias?" I Reis 19:9. Se ele não tivesseatendido ao que o Senhor lhe disse, teria ficado circunscrito ao círculo de emoçõesnegativas. À semelhança de Elias, somos por vezes aguilhoados por emoções fortes. Nossaprimeira reação é a fuga, que consiste em deixar o palco do problema, ou desistir daluta. Em ambos os casos, há prejuízos à saúde. O cristão não está imune à influência de emoções negativas, mas deve lutar paraque não se deixe envolver por pensamentos e atitudes que comprometam seuequilíbrio. A história de Mary é esclarecedora. Seus pais morreram num acidente deaviação, e os três irmãos de Mary fizeram um pacto em honra de seus pais, pelo qualse comprometeram a ser excelentes alunos na faculdade. Mary, porém, retirou-se paraum lugar isolado e, após dois meses, foi hospitalizada com asma aguda. Durante otratamento, ela revelou aos irmãos que se sentia dependente da aprovação e doestímulo dos pais. Nessa oportunidade, os irmãos relembraram o pacto que haviamfeito, e Mary começou a reagir positivamente. A asma abrandou, e ela, quatro anosdepois, terminou a faculdade como uma aluna exemplar. As emoções têm lugar de honra em nossa vida, mas não podem determinarnosso destino. Precisam estar sob controle. Pergunta para reflexão: Você concorda que a temperança é uma vacina eficaz contra a influência deemoções negativas?Envelhecer não Significa Amadurecer!

×