Vanuzaap

285 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
285
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Vanuzaap

  1. 1. TEMA: MIDIAS DIGITAISSUBTEMA: PLANO DE AULA PLANO DE AULA: ULILIZANDO MIDIA DIGITAL. PROFESSOR: SIDNEI DA SILVA SANTOS CURSISTA: VANUZA ARAÚJO
  2. 2. Importância A importância desta temática para os educadores se dá pela necessidade de compreenderem as tecnologias na escola tanto orais e escritos em inúmeras situações sociais para o exercício da cidadania dos alunos críticos na sociedade em que se vive. O tema que será abordado tratará para o planejamento em sala de aula, dando ênfase a tecnologia em todo momento como mídia digital. 
  3. 3. Tópicos que serão abordados1.Contextualização do objetivo;2. Ética, cidadania e valores morais;4. Considerações finais.
  4. 4. Contextualizando o objetivoRelacionar a ética com os valores morais e a cidadaniaIdentificar os direitos através de leis que amparam o cidadão como ser humanoValorizar a diferença pela convivência com seus pares e a diversidade socialRespeitar os valores individuais e culturais nos diferentes grupos
  5. 5. FABULA: A BELA E A FERA Era uma vez um jovem príncipe que vivia no seu lindo castelo. Apesar de toda a sua riqueza ele era muito egoísta e não tinha amigos. Numa noite chuvosa recebeu a visita de uma velhinha que lhe pediu abrigo só por aquela noite. Com um enorme mal humor ele se recusou a ajudar a velhinha. Porém, o que ele não sabia é que aquela velhinha era uma bruxa disfarçada, que já ouvira diversas histórias sobre o egoísmo daquele jovem príncipe. Indignada com a sua atitude, ela lançou sobre ele um feitiço que o transformara numa fera horrível. Todos os seu criados haviam se transformado em objetos. O encanto só poderia ser desfeito se ele recebesse um beijo de amor. Enquanto isso, numa vila distante dali, vivia um comerciante com sua filha chamada Bela. Eles eram pobres, mas muito felizes.
  6. 6.  Bela adorava livros, histórias, vivia a contá-las para as crianças da vila. Seu pai, Maurício, era comerciante e viajava muito comparando e vendendo seus produtos diversos. Um dia voltando de uma longa viajem, Maurício foi pego de surpresa por uma forte tempestade, passou em frente a um castelo que parecia abandonado e resolveu pedir acolhida. Bateu à porta, mas ninguém o atendeu. Como a porta do castelo estava aberta resolveu entrar se proteger da chuva. Acendeu a lareira e encontrou uma garrafa de vinho sobre a mesma. Após bebê-la acabou adormecendo. No dia seguinte uma Fera furiosa apareceu diante dele. Quis castigá-lo por invadir o seu castelo e assim, o fez prisioneiro. A Fera decretou ao velho comerciante que este morreria por tal invasão. Aterrorizado, o pobre homem suplicou: Deixa que me despeça da minha filha.
  7. 7.  A Fera concedeu-lhe o pedido. De volta a sua casa, contou o ocorrido a sua filha. Sem medo, ela decidiu voltar ao palácio com o pai. Uma vez no palácio da Fera, Bela tomou coragem e fez uma proposta: -Deixa meu pai ir embora. Eu ficarei no lugar dele. A Fera concordou, e o pobre comerciante foi embora desolado. A jovem permaneceu com a Fera no castelo, mas não era mantida na prisão, podia ficar em um quarto, local que muito a agradava. Bela tinha medo de morrer, mas percebia que a Fera a tratava bem a cada dia que passava. Com o passar do tempo o monstro e a Bela foram ficando mais amigos. Ele se encantava com a forma que a moça via o mundo, as pessoas a natureza. Sentia que ela o via de uma
  8. 8.  A Fera enfim havia se apaixonado, de verdade. Numa noite, ao jantarem, pediu-a em casamento. Bela não aceitou, mas ofereceu sua amizade. Apesar da tristeza, a Fera, aceitou o desejo da Bela. Bela , por sua vez, passava dias muito agradáveis no castelo, sentia-se bem lá, porém com muitas saudades do seu pobre pai. Certo dia dia, Bela pediu permissão à Fera para visitar o seu pai. Voltarei logo – prometeu. A Fera, que nada lhe podia negar, a deixou partir. Bela passou muitos dias cuidando de seu pai, que estava doente, tinha envelhecido de tristeza pensando que tinha perdido a filha para sempre. Quando Bela retornou ao palácio, encontrou a Fera no chão meio morta de saudade por sua ausência. Então Bela soube o quanto era amada. Bela se desesperou, também sentia um algo forte pela Fera. Amizade, amor compaixão. - Não morras, caso-me contigo - disse-lhe chorando. Comovida, a Bela beijou a Fera... e nesse momento o monstro transformou-se num belo príncipe. Enfim, o encanto havia se desfeito. A Fera encontrou alguém que o amava de verdade, além da sua aparência grotesca. Afinal, a verdadeira beleza está no coração.
  9. 9. RECURSOS UTILIZADOSFabula “ A Bela e a Fera”;Textos: Ética, cidadania, valores morais e cidadão brasileiro;Computador, pen drive e outros.
  10. 10. QUESTÕES A SEREM TRABALHADASFazer comentários sobre a fabula introduzindo respeito as diferenças e também ser ético é uma lição da cidadania, partindo da moral da historia:”nem sempre o que importa é a aparência e sim o interior das pessoas;Fazer questionamentos sobre: ética, cidadania, valores morais, cidadão brasileiro, enfatizando a fabula da historia infantil
  11. 11. ATIVIDADE : 1.Como era antes a fera ?. O que ele fez quando se transformou em fera ?. O que ele sentiu naquele momento?. Será que todas as pessoas são iguais?. Desenhe do seu jeitinho e escreva uma palavra que mostre como você é ?
  12. 12. ATIVIDADE: 2. Após a leitura, qual é o ensinamento transmitido pela fabula “ A Bela e a Fera?. Faça um pequeno comentário sobre a fabula. Trabalhando o dicionário. Procure o significado das palavras ética e cidadania.
  13. 13. AVALIAÇÃOSerão avaliados as produções individuais e coletivos, as atividades, a expressão oral e escrita, participação e interesse, sendo feita ao decorrer de todo processo.
  14. 14. BIBLIOGRAFIA -http:www.metaforas.com.br/infantis;http://www.qdivertido.com.br/verconto.php?codigo .Informativo: “AÇÃO, ÉTICA E CIDADANIA”,22ª edição inaugurada 17 de julho de 2009 (Itaucuba-SP).
  15. 15. Considerações finais Sabe-se que ao nos comunicarmos em umasituação concreta de interação comunicativa,nós o fazemos utilizando textos concretizadosem midias digitais, onde proporcionam váriasoportunidades de exposição das aulasdecorrentes.
  16. 16. Assim, a escola deve buscar a construção depráticas que possibilitem ao professoraprender a tecnologia na escola partir dadiversidade de textos que circulamsocialmente e de viabilizar o acesso do alunoao universo de textos que circulamsocialmente.

×