RELATÓRIO TÉCNICO    1º SEMINÁRIO INTERNACIONAL DE TROPEIRISMO                             TROPEIRO BRASIL                ...
Núcleo Amigos da Terra e Água – NATACNPJ 03.346.997/0001-24Estrada da Lage – Cainã, S/N Distrito de São Luiz do PurunãBals...
SumárioApresentação           4   O Tropeirismo no Brasil ...................................................................
ApresentaçãoEste relatório é parte integrante do Termo de Parceria No. 005/2011, realizado entre aPrefeitura Municipal de ...
marcaram a história do Brasil, com uma saga de heroísmo, coragem, desbravamento edesenvolvimento social, cultural e geográ...
da Terra e Água - NATA, considerou fundamental a realização de um evento que pudessereunir muitos dos maiores estudiosos d...
JustificativaMuitos historiadores, pesquisadores, professores e técnicos, vêm dedicando-se a resgatar,promover, divulgar e...
1. ProgramaçãoA programação do SIT se distribuiu em várias atividades, com painéis de apresentaçãotemática e discussão, e ...
1.2 Programação SocialAlvorada Tropeira com Silvestre Alves Gomes - Cancioneiro da Rota dos TropeirosGrupo de Lavadeiras d...
2. Relatório de Participação2.1 Número de participantesO Seminário Internacional de Tropeirismo – Tropeiro Brasil, de Ipoe...
Como soube do Evento?              ( ) e-mail          ( ) site          ( ) contato dos                   ( )        ( ) ...
Sua avaliação geral sobre o evento( ) Superou minhas expectativas( ) Atendeu minhas expectativas( ) ficou abaixo da minha ...
1006. Desempenho dos instrutores e palestrantes                             -        -                                    ...
Vínculo do SIT com as manifestações culturais e folclóricas locais; vínculo do SIT compropostas voltadas à educação; escol...
Como sugestão, instituir uma galeria de respeito aos defensores do ciclo do tropeirismoentre nós nos últimos 50 anos, como...
4. Participação InstitucionalComo parte integrante da avaliação da repercussão do evento, temos as participaçõesfundamenta...
aceitação; as vendas do posto de gasolina foram cerca de 15% a mais que o normal; ocomércio de livros foi de quase 1.000 r...
01 faca de Artfacas de Enor de Bom Jesus/RS- 60,0009 cds de Silvestre Alves – 135,0001 vassourinha de taquara varrer fogão...
considerar as particularidades e características das diferentes regiões brasileiras: Viamão– Sorocaba; Sorocaba – Diamanti...
que o tema Tropeirismo seja considerado conteúdo obrigatório nas matérias de História,Geografia e correlatas, na Educação ...
d) É fundamental promover o desenvolvimento de instrumentos que garantam os estudose pesquisas acerca do fenômeno cultural...
patrimonio que pueden aplicar los instrumentos del taller con la finalidad de desarrollariniciativas emprendedoras en el á...
população, como foi este, e que possam vir a somar esforços em prol da valorização doTropeirismo brasileiro.23
8. Acervo FotográficoAlgumas fotos para alimentarem nossas saudades de um momento feliz de valorização dacultura nacional ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Relatório tecnico sit ipoema 30.01.2012 - nata 01

1.720 visualizações

Publicada em

Publicada em: Diversão e humor
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.720
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
538
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
11
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Relatório tecnico sit ipoema 30.01.2012 - nata 01

  1. 1. RELATÓRIO TÉCNICO 1º SEMINÁRIO INTERNACIONAL DE TROPEIRISMO TROPEIRO BRASIL IPOEMA – ITABIRA- MINAS GERAISDistrito de Ipoema - Itabira-MGDezembro – 2011
  2. 2. Núcleo Amigos da Terra e Água – NATACNPJ 03.346.997/0001-24Estrada da Lage – Cainã, S/N Distrito de São Luiz do PurunãBalsa Nova - Paraná - BrasilCONTATO Carlos Roberto Solera Presidentecarlos_solera@hotmail.com(41) 3243-0908; (41) 9226 5170Rua Petit Carneiro, 632 – A 51Curitiba-PR - 80240-0502
  3. 3. SumárioApresentação 4 O Tropeirismo no Brasil ................................................................................................... 4 O Projeto Tropeiro Brasil ................................................................................................. 5 A Idéia do Seminário Internacional de Tropeirismo – Tropeiro Brasil ............................... 5Identificação 6Objetivos 6Formato do Evento 71. Programação 8 1.1 Programação Técnica ................................................................................................ 8 1.2 Programação Social................................................................................................... 9 1.3 Programação Paralela ............................................................................................... 9 1.4 Reuniões ................................................................................................................... 92. Relatório de Participação 10 2.1 Número de participantes .......................................................................................... 10 3.1 Modelo de Ficha de Avaliação ................................................................................. 10 3.2 Resultados da Avaliação do Evento......................................................................... 124. Participação Institucional 165. Principais Resultados 16 5.1 Resultados de Impactos Socioeconômicos em Itabira e Ipoema ............................. 166. A Carta de Ipoema 187. Considerações Finais - Relatório Técnico – SIT Ipoema 188. Acervo Fotográfico 243
  4. 4. ApresentaçãoEste relatório é parte integrante do Termo de Parceria No. 005/2011, realizado entre aPrefeitura Municipal de Itabira e o Núcleo de Amigos da Terra e Água - NATA, com ointuito de realizar no Distrito de Ipoema, o Seminário Internacional de Tropeirismo –Tropeiro Brasil.Dessa forma, o presente relatório contém todos os aspectos relativos ao tema e àrealização do referido evento, distribuindo-se a partir de sua apresentação, no Capítulo 1 –Programação do Evento, considerando tanto as palestras e cursos como também aprogramação social do evento; no Capítulo 2 – Relatório de Participação - é apresentado oresultado quanto ao perfil e número de participantes; no Capítulo 3 – Avaliação do Evento,são apresentadas as principais avaliações quanto aos aspectos técnicos e outrosaspectos do evento; no Capítulo 4 – Participação Institucional são apresentadas asprincipais instituições participantes deste evento e suas contribuições ao engrandecimentodo SIT; no Capítulo 5 – Principais Resultados são apresentados os avanços em relaçãoaos estudos relativos aos registros do tropeirismo como fenômeno cultural, social eeconômico; no Capítulo 6 – A Carta de Ipoema - é realizada uma abordagem sobre odocumento final sugerido e referendado por todos os participantes em relação ao futuro doprojeto Tropeiro Brasil e também é apresentada a cópia da referida Carta; no Capítulo 7 –Considerações Finais são abordados os aspectos gerais do evento e a avaliação dosorganizadores quanto ao sucesso do evento; no Capítulo 8 – fotos da Saudade.O Tropeirismo no BrasilO tropeirismo se iniciou com o desenvolvimento da mineração, entre os séculos XVII eXVIII. A descoberta do ouro e posteriormente, de diamantes, no Brasil colônia, foiresponsável por um grande processo migratório para a região das “minas gerais”, tanto depaulistas e brasileiros de outras províncias, como de portugueses, outros europeus eainda, de escravos.Essa grande corrida em busca do eldorado foi acompanhada por um grave problema, aescassez de alimentos e de outros produtos, responsável por sucessivas crises sociais, noqual a falta de gêneros agrícolas resultou em grande mortalidade. Havia também anecessidade do transporte dos minérios extraídos, até os portos de embarque dosmesmos para a Europa.Dessa forma o movimento histórico do tropeirismo foi responsável pelo comércio etransporte de mercadorias, quando não havia estradas, trens e aviões. Os tropeiros4
  5. 5. marcaram a história do Brasil, com uma saga de heroísmo, coragem, desbravamento edesenvolvimento social, cultural e geográfico.Foram eles, os tropeiros, os responsáveis pela demarcação da maioria das estradas erotas do sul e sudeste do Brasil, como também, muitas ainda, do centro-oeste e nordeste,bem como a definição de povoados, vilas e cidades, que a partir de seu “pouso tropeiro”tornaram-se muitas de nossas urbes brasileiras. Na cultura, tiveram um papel primordialna introdução de usos e costumes, na música, na dança, na gastronomia e nocomportamento religioso e social. Também a unificação da linguagem portuguesa, nosmoldes do que falamos hoje, foi obra desta epopéia do tropeirismo, que criou ainda,praticamente, a atividade do estafeta, semelhante ao trabalho de nossos carteiros daatualidade.O Tropeirismo acompanhou os diversos ciclos econômicos e sociais do Brasil, entre osquais, o da mineração, do açúcar, do café, da cana, do cacau, da erva mate, da madeira,etc. Foram os muares, as molas mestras na implantação e colonização do Brasil interior,por cerca mais de duzentos anos. A ferrovia e as estradas rodoviárias, em meados doséculo XX, vieram tomar o seu lugar, mas até então, quando isso aconteceu, já existia umBrasil exuberante, feito por tropeiros, nos lombos de suas mulas e burros. Por isso épreciso estudar, resgatar, valorizar e transferir aos nossos jovens esta página de glória dahistória brasileira. É preciso que eles conheçam que existiu um Brasil antes e um outro,depois do Tropeirismo!!O Projeto Tropeiro BrasilFruto de uma parceria institucional entre a ONG NATA – Núcleo de Amigos da Terra eÁgua, localizada há 13 anos na vila tropeira de São Luiz do Purunã, município de BalsaNova, no Paraná, e a Universidade de Girona – UdG, na Espanha, cujo objetivo maior éconseguir a Declaratória de Patrimônio Cultural da Humanidade pela UNESCO, para oHomem Tropeiro brasileiro e sua atividade do Tropeirismo. Busca, também, através doIPHAN, a classificatória de Patrimônio Imaterial brasileiro.O projeto tem a idealização e coordenação geral do pesquisador Carlos Roberto Solera,presidente da NATA; na parte internacional tem como responsável, a pessoa daprofessora da UdG - Silvia Grau.A Idéia do Seminário Internacional de Tropeirismo – Tropeiro BrasilDada a grande importância sócio-cultural dos ofícios (saberes e fazeres) do homemtropeiro, a atividade do Tropeirismo como elemento de conquistas econômica e territorial,além de sua grande influência na formação do povo brasileiro, é que o Núcleo de Amigos5
  6. 6. da Terra e Água - NATA, considerou fundamental a realização de um evento que pudessereunir muitos dos maiores estudiosos do país e do exterior, sobre esse tema, com o intuitode aprofundar as discussões e definir uma linha conjunta e integrada de estudos.Decidiu-se pela escolha de Ipoema, distrito do município de Itabira, na Estrada Real deMinas Gerais, localidade que guarda ainda inesgotável tradição tropeira, legado de seusfundadores, que desenvolveram intensa atividade tropeira em todo o município de Itabira eMinas Gerais. Ipoema abriga, também, o Museu do Tropeiro, casa referencial na temática,em todo o Brasil.IdentificaçãoSEMINÁRIO INTERNACIONAL DE TROPEIRISMOTROPEIRO BRASILTema:Faça uma viagem pela história do tropeirismo no BrasilObjetivos:GeralReunir e promover os estudos sobre o Tropeirismo na História do Brasil e nos paísesvizinhos, integrando-os aos estudos de Portugal e Espanha, de forma a consolidar omovimento e o homem tropeiro como Patrimônio Cultural da Humanidade e PatrimônioImaterial brasileiro.EspecíficosRealizar palestras, debates, painéis, curso e oficina, acerca do tema Tropeirismo;Divulgar aspectos gerais da atividade tropeira de Minas Gerais e do Brasil;Discutir e formatar uma proposição para a consolidação do movimento e do HomemTropeiro brasileiro como Patrimônio Cultural da Humanidade, através de Declaratória daUNESCO.6
  7. 7. JustificativaMuitos historiadores, pesquisadores, professores e técnicos, vêm dedicando-se a resgatar,promover, divulgar e preservar a cultura do TROPEIRISMO, em seus seminários, livros,palestras e conferências. O mais importante dos eventos da temática no Brasil, oSENATRO, realizado bi-anualmente em abril na cidade de Bom Jesus/RS, desde 1992,destaca com profissionalismo e seriedade a história dos velhos tropeiros e do tropeirismo,mostrando dessa forma a sua importância regional, nacional e internacional. E para lá sedirigem, então, inumeráveis estudiosos, tanto do Brasil, como de outras partes do ConeSul, para troca de informações.Assim, demonstra-se que os eventos são importantes ações de comunicação social dosgovernos, iniciativa privada e terceiro setor, tanto como promoção sócio-cultural, comotambém, econômico. E dessa forma, justifica-se então, um evento que oportunize areunião de personalidades e estudiosos para a promoção deste movimento e aconsolidação do tropeirismo e do homem tropeiro como patrimônio mundial dahumanidade. Isso permitirá o agrupamento de interesses técnicos, científicos, culturais eeconômicos em uma grande oportunidade para se discutir esta temática.Público-AlvoHistoriadores, pesquisadores professores e alunos dos cursos de Turismo, História,Geografia, Letras; Arquitetura e Urbanismo e outras áreas afins, técnicos, profissionais esócios de museus, arquivos, institutos históricos e geográficos, estudiosos interessados noassunto, imprensa em geral, empreendedores turísticos e culturais.Formato do EventoO evento terá o formato de Seminário por ser um evento destinado a pessoas queapresentem praticamente o mesmo nível de conhecimento.Data:20 a 22 de outubro de 2011Local:Salão Paroquial e Museu do Tropeiro de Ipoema – Município de Itabira – Estado de MinasGerais.7
  8. 8. 1. ProgramaçãoA programação do SIT se distribuiu em várias atividades, com painéis de apresentaçãotemática e discussão, e também, com reuniões paralelas, além de importante parte sociale cultural. Dessa forma, são apresentadas abaixo a programação técnica, a programaçãosocial, a programação paralela e as reuniões realizadas durante o evento.1.1 Programação Técnica8
  9. 9. 1.2 Programação SocialAlvorada Tropeira com Silvestre Alves Gomes - Cancioneiro da Rota dos TropeirosGrupo de Lavadeiras de ItabiraGrupo Meninos do ChicoteMeninas TrovadorasDesfile das Bandeiras e de grupos de manifestações culturaisMostras Culturais - Fotógrafo Roneijober e Curso de Design da FUMECSeresta pelas ruas de IpoemaBruacas do TropeirismoMissa TropeiraRoda de Viola1.3 Programação ParalelaCurso 01 - Gestão de Projeto Turístico Cultural (Gestión de Proyecto Turístico Cultural)Ministrante: Profa. Silvia Grau – UdG (Espanha)Data: 21/10/2011Duração: 04 horas/aulaCurso 02 – Oficina Educacional sobre TropeirismoMinistrante: Silvestre Alves Gomes (Curitiba-PR)Data: 22/10/2011Duração: 04 horas/aula1.4 ReuniõesReunião Técnica para discussão do Projeto Executivo - Tropeiro BrasilParticipantes: Nata (Brasil); UdG (Espanha); IPHANs, consultores do projeto e convidadosespeciaisLocal: Museu do TropeiroData: 22/10/2011Assembléia para Elaboração da Carta Tropeira de IpoemaParticipantes: aberta ao público participante de evento, palestrantes, entidades e técnicos.Local: Salão Paroquial de IpoemaData: 22/10/2011.Reunião Técnica para definição dos próximos passos do projeto Tropeiro Brasil -formatação do Banco de Dados do Tropeirismo e próximos eventos Tropeiro Brasil.Participantes: Nata (Brasil); UdG (Espanha); Museu do Tropeiro – Ipoema e Castro;IPHANs, palestrantes, consultores do projeto, público participante do evento, entidades etécnicosLocal: Salão Paroquial de IpoemaData: 22/10/20119
  10. 10. 2. Relatório de Participação2.1 Número de participantesO Seminário Internacional de Tropeirismo – Tropeiro Brasil, de Ipoema, registrou 319inscritos, participantes nas diversas programações do evento.Só professores municipais de Itabira e distritos, estiveram presentes em número de 117,na Oficina Educacional de Tropeirismo, ministrado pelo professor Silvestre Gomes; oCurso de Gestão de Projeto Turístico Cultural (Gestión de Proyecto Turístico Cultural),ministrado por Silvia Grau, professora da UdG, teve 38 participantes (08 acima da metaprevista para 30 inscritos).As Mostras Culturais foram maciçamente visitadas.E o plenário do Salão Paroquial, onde se realizaram os painéis e debates, permaneceusempre lotado e com uma viva participação e inter-relação entre painelistas e públicoassistente, desde a abertura dos trabalhos, logo pela manhã, até por volta das 20 horas,quando do encerramento das atividades técnicas.Todas as atividades sociais previstas e realizadas tiveram sempre expressivo número departicipações.3. Avaliação do EventoA avaliação do evento contou com a resposta de um questionário, baseado na pesquisaabaixo; os itens 4, 5 e 6, refletem diversas opiniões.3.1 Modelo de Ficha de AvaliaçãoOs organizadores do Seminário Internacional de Tropeirismo agradecem a honra de suaparticipação. Sabemos que é possível melhorar ainda mais e para isso enviamos estarápida entrevista para saber qual a sua opinião sobre o evento. Esta avaliação objetivacolher informações, sugestões e opiniões dos participantes no sentido de buscar nospróximos eventos as adequações necessárias às ações planejadas. Não é necessárioidentificar-se. Para cada item, assinale a opção que melhor reflete sua opinião:10
  11. 11. Como soube do Evento? ( ) e-mail ( ) site ( ) contato dos ( ) ( ) organizadores jornais cartaz ( ) convite ( ) televisão ( ) rádio ( ) outros:Sua avaliação quanto ao evento: descontente Indiferente ContentePara cada item, assinale a opção que melhor reflete sua Não se Aplica Fiquei Fiqueiopinião.QUANTO AOS ASPECTOS TÉCNICOSProgramação do Evento.Tema(s) abordado(s).Conhecimento do(s) palestrante(s) em relação ao(s)tema(s)Metodologia utilizadaDistribuição da programaçãoDesempenho dos instrutores e palestrantesAdequação da carga horária do eventoContribuição para o reconhecimento do tropeirismo comoPatrimônio CulturalMaterial audiovisualParticipação pessoalQUANTO AOS DEMAIS ASPECTOSLocal e Data do EventoOrganização do EventoDivulgação do Evento.Adequação das instalações à realização do evento.Instalações para os cursosRecepção aos participantesAcomodações (hospedagem)Alimentação (restaurantes)TransporteEventos Culturais11
  12. 12. Sua avaliação geral sobre o evento( ) Superou minhas expectativas( ) Atendeu minhas expectativas( ) ficou abaixo da minha expectativaAponte os aspectos positivos do evento que você gostaria de registrar:Aponte os aspectos negativos do evento que você gostaria de registrar:Sugestões para próximos eventos:3.2 Resultados da Avaliação do Evento1. Como soube do Evento? contato dose-mail: 14% site: 0% jornais: 3% organizadores: 18%convite: 52% televisão: 2% rádio: 10% outros: 0%2. Sua avaliação quanto ao evento: descontente Indiferente Contente. Fiquei FiqueiQUANTO AOS ASPECTOS TÉCNICOS 1001. Programação do Evento. - - % 1002. Tema(s) abordado(s). - - % 1003. Conhecimento do(s) palestrante(s) em relação ao(s) tema(s) - - % 1004. Metodologia utilizada - - %5. Distribuição da programação 88% 12% -12
  13. 13. 1006. Desempenho dos instrutores e palestrantes - - %7. Adequação da carga horária do evento 88% 13% -8. Contribuição para o reconhecimento do tropeirismo como 100 - -Patrimônio Cultural %9. Material audiovisual 75% 13% 13% 10010. Participação pessoal - - %QUANTO AOS DEMAIS ASPECTOS1. Local e Data do Evento 88% 13% - 1002. Organização do Evento - - % 1003. Divulgação do Evento. - - % 1004. Adequação das instalações à realização do evento. - - %5. Instalações para os cursos 50% 13% 25% 1006. Recepção aos participantes - - %7. Acomodações (hospedagem) 75% 13% 12%8. Alimentação (restaurantes) 75% 25% -9. Transporte 75% 13% -10. Eventos Culturais 88% - -3. Sua avaliação geral sobre o eventoSuperou minhas expectativas 75%Atendeu minhas expectativas 25%Ficou abaixo da minha expectativa -4. Aponte os aspectos positivos do evento que você gostaria de registrar:O evento conseguiu reunir pessoas, palestrantes e participantes de real importância anível nacional, no tema tropeirismo, os quais trouxeram excelentes contribuições. Ostemas escolhidos foram muito bons.O conjunto de esforços, principalmente da administração municipal, que contribuiu,inclusive, com a presença de autoridades do executivo e legislativo, fez desse evento oque todos gostariam que acontecesse sempre: a integração de nossa cultura histórica denorte a sul do nosso país. A recepção foi excelente; Todos ficaram muito a vontade esentindo-se...“em casa”....13
  14. 14. Vínculo do SIT com as manifestações culturais e folclóricas locais; vínculo do SIT compropostas voltadas à educação; escolha de cidade histórica do caminho das tropas pararealização do evento; presença constante de elementos da comunidade local.O evento superou e muito as minhas expectativas. Acho que tem que se divulgar bemmais o evento, antes de sua realização. Após a realização do SIT, ele alçou voos. Agora énecessário dar maior visibilidade aos resultados obtidos.Repetir os efeitos positivos ocorridos; possibilitar aos participantes conhecer as belezaslocais; fazer novamente este evento em Ipoema no próximo ano.Congraçamento dos estudiosos e amantes do tema foi ótimo; o intercâmbio com acomunidade local foi muito positivo.O ideal do projeto Tropeiro Brasil; o nível de conhecimento dos palestrantes e dosparticipantes.A presença constante do prefeito do município e dos meios de comunicação5. Aponte os aspectos negativos do evento que você gostaria de registrar:Precária qualidade e recursos do equipamento de som para a oficina de capacitação dosprofessores - o equipamento dispunha de somente uma entrada. Havia necessidade detrês entradas: violão, microfone e multimídia (uma caixa amplificada simples, em bomestado, possui esses recursos); no painel em que participei com o Luiz Antônio Alves,tanto eu quanto ele não pudemos exibir os slides, material fundamental de ilustrações dasfalas. No meu caso, os arquivos ficaram no computador do amigo Zardo, que necessitoudar assistência em outro evento do SIT; Ocorreram discursos muito longos e sem foco,por pessoas que “caíram de para quedas” no SIT; O Cerimonial foi um pouco longo.6. Sugestões para próximos eventos:Criar uma rede de contato, entre os palestrantes e grupos de estudos, com acoordenação dos eventos, para discussão dos temas a serem abordados, fazendo comque haja um enriquecimento maior nas palestras. Esse contato fará com que osparticipantes possam saber um pouco mais sobre o que será discutido e possam trazersua contribuição nos seminários.Continuar dando ênfase à geografia, história e cultura da região, estabelecendo asrelações com outros espaços, onde for realizado o próximo seminário; estabelecer ovínculo com o processo educacional e o turismo; envolver a comunidade; restringir otempo de discurso dos convidados que não são palestrantes, em respeito às autoridadesdo campo da pesquisa; estimular a participação das secretarias de cultura de estados emunicípios, além de CTGs e outras associações relacionadas à cultura, turismo eeducação.Divulgar mais!Reavaliar a questão dos horários; tempo para visitas a pontos turísticos e culturais daregião.Incluir o depoimento um legítimo tropeiro como testemunha viva da historia tropeira, paraabrilhantar o evento.14
  15. 15. Como sugestão, instituir uma galeria de respeito aos defensores do ciclo do tropeirismoentre nós nos últimos 50 anos, como também formatar os outrora ranchos de tropeirosque se transformaram em municípios no BrasilEntrevista com Empresários e Empreendedores de Ipoema-Pousada Estrada do Rei - Muito Satisfeito-Pousada Tropeiro Real - Muito satisfeito-Pousada Sítio do Rei – Muito satisfeito-Pousada Maravilha - Muito Satisfeita-Hospedagem da Dona Rosa - Muito satisfeita-Hospedagem da Maria José - Muito satisfeita-Pousada Chalés Venda de Cima - Muito satisfeito-Pousada Pedra que Brilha - Ficou com 6 apartamentos cheios, dos 9 que possuem-Pousada Dona Euzébia - Satisfeitos-Bar Parada da Tropa - Muito satisfeito, tanto que não abriram domingo, porque nãotinham mais estoque.-Supermercado do Jesus - Muito satisfeito-Supermercado Duarte Ramos – Informaram que não sentiram diferença;-Duarte Ramos Construções - Muito satisfeito – vendeu coisas em quantidade que nãovende normalmente.-Bar do Tetê - Disse que lá as pessoas só tomaram café puro;-Bar do Ladinho - Disse que não viu diferença;-Bar Beira Rio - Não viu diferença, mas vendeu salgados nas barracas…-Bar/Restaurante Fazendinha - Satisfeitos - Pessoas hospedadas nas pousadas, inclusive,elogiaram muito.-Changuá Lanches – Não viu diferença-Restaurante Sabor Real - Muito satisfeita-Restaurante Estrada do Rei - Muito satisfeito-Marcos do Churrasco – Muito satisfeito-Taxi Alex - Muito satisfeito-Quitandeiras - Muito satisfeitas-Barracas na frente do Salão Paroquial - Muito satisfeitas-Pasteis de Angu - Socorro - Muito Satisfeita-Pessoal do Artesanato - Muito satisfeito-Lanchonete da Rodoviária - Não ficou satisfeito, apesar de informar que vendeu entre 5%a 10% mais do normal; esperava mais-Posto de Gasolina Ipoema – registrou cerca de 15% a mais em vendas.* Pesquisa realizada com ajuda de Reinaldo Luiz VieiraPousada Estrada do Rei / Termas do ReiEstrada Real - Caminho dos Tropeiros-Circuito do Ouro - MG15
  16. 16. 4. Participação InstitucionalComo parte integrante da avaliação da repercussão do evento, temos as participaçõesfundamentais de instituições, entidades e formadores de opinião que colaboram parareferendar o evento e contribuir para o seu engrandecimento. Neste aspecto, destacamosa participação, entre outras, das seguintes instituições:Prefeitura Municipal de ItabiraCâmara Municipal de ItabiraNúcleo de Amigos da Terra e Água (NATA)Museu do Tropeiro de IpoemaUniversitat de Girona – UdG (Espanha)Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN-Nacional)Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN-MG)Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN-PR)Faculdade FUMEC - Curso DesignUnifei – ItabiraSecretaria de Estado de Turismo - MGPrefeitura Municipal de Taubaté - SPPrefeitura Municipal de Ibatiba - ESGrupo de Turismo GETURI – Ibatiba - ESSEBRAE-ESTV Globo MinasRede Minas e TV BrasilTV Cultura ItabiraRadio Caraça – Programa do WagnerRadio Itabira – com Mario VicenteJornal Estado de MinasDiário de ItabiraDe Fato On Line e Via ComercialTV CIDADE (TV Comunitária – Vale do Paraíba- Taubaté/SP)5. Principais Resultados5.1 Resultados de Impactos Socioeconômicos em Itabira e IpoemaEsta parte da inclusão social é interessante: uma artesã fez bonecas e vendeu-as entre 22e 51 reais (41 ao todo) - faturou 1.600 reais; artesanatos gerais também tiveram boa16
  17. 17. aceitação; as vendas do posto de gasolina foram cerca de 15% a mais que o normal; ocomércio de livros foi de quase 1.000 reais; o pessoal de bares e restaurantes vendeumuito, assim como também as pousadas; o salão Mania de Beleza vendeu 80% a maisna sua loja e seus serviços de salão aumentaram em mais de 40%; o Museu do Tropeirovendeu também muito de seu artesanato.Relação de Venda do Artesanato - Barraca do Museu do Tropeiro - período de 20 a 23 deoutubro (SIT)10 canecos do Museu do Tropeiro – 120,0003 bonecas de Vera do Salão – 24,0004 geléias de pimenta com abacaxi – Eunice Itabira - 36,0002 geléias de jabuticaba – Socorro - 24,0002 geléias de pimenta – Socorro - 30,0003 livros - Plantas Úteis de Minas Gerais - de Maria das Graças Lins Brandão - 90,0007 livros - Ruralidades de Roneijober – 490,0005 livros O Alvorecer de Purunã de Carlos Roberto Solera - 200,0001 livro O Alvorecer de Purunã de Carlos Roberto Solera – 30,0002 livros sobre Tropeirismo em Bom Jesus / RS – 45.0002 dvds de Emir de Oliveira do Macuco – 20,0014 balaios tropeiros – Simony e Vera - 98,0006 balaios de taquara da Otília - 46,0002 peneiras de Otília – 18,0001 supla (apoio para pratos) de taquara da Otília - 5,0003 vassouras de capim rabo de burro - de Lucilene - 24,0003 oratórios de Lucilene – 60,0001 oratório de Lucilene – 30,0002 buquês de flores de palha de milho Lucilene – 24,0003 tochas de taquara de Lucilene – 24,0044 doces de leite e pé de moleque do Turvo - 88,0003 corantes do Turvo – 6,0012 rosquinhas da Elisa de Santa Catarina - 60,0005 pacotes de biscoito de polvilho da Elisa de Santa Catarina – 20,0007 doces de leite com amendoim da Elisa -21,0012 saches - 48,0010 saquinhos Museu do Tropeiro – Marli – 70,0006 pães caseiros de Lilia do Turvo - 30,0008 flores de pano de Loura - 40,0006 flores de pano Loura - 18,0003 postais de Sérgio Mourão– 6,0005 biscoitos de polvilho - 12,5010 goiabadas da Fazenda Santa Terezinha - 100,0004 bolsas de tecido de Maria Madalena - 80,0004 panos de prato de Nilda - 60,0017
  18. 18. 01 faca de Artfacas de Enor de Bom Jesus/RS- 60,0009 cds de Silvestre Alves – 135,0001 vassourinha de taquara varrer fogão da Otílila - 2,00Total: 2.297,50Um sucesso e estão todos muito felizes!6. A Carta de IpoemaCARTA DE IPOEMAIpoema – Itabira – Minas GeraisOs participantes do Seminário Internacional de Tropeirismo – Tropeiro Brasil – realizadoem Ipoema, distrito do município de Itabira-MG, durante os dias 20, 21 e 22 de outubro de2011, no Salão Paroquial e Museu do Tropeiro de Ipoema reconhecem e validam oTROPEIRISMO como fenômeno social, cultural e econômico brasileiro. Sua importância épercebida não só na formação e desenvolvimento das cidades e regiões brasileiras, mastambém nos hábitos e costumes da sociedade, na integração nacional e noenriquecimento cultural e econômico do Brasil. Reconhecem, ainda, os benefíciosambientais ligados à sustentabilidade e ao manejo ambiental e também os benefíciossociais, saberes e fazeres, sobretudo na gastronomia, na medicina e na botânica,difundidos pelo movimento tropeiro a partir do século XVIII.Por isso tudo, apresentam por meio da CARTA TROPEIRA DE IPOEMA, propostas emedidas necessárias para o reconhecimento do Homem Tropeiro brasileiro comoPatrimônio Imaterial do Brasil, e, posteriormente, como Patrimônio Cultural daHumanidade através de Declaratória da UNESCO. Para isso, identificam necessidades eatitudes em prol da manutenção da memória Tropeira e também, do Patrimônio Material eImaterial do Tropeirismo brasileiro, que aqui vão elencadas:IDENTIFICAÇÃO DE NECESSIDADES INICIAIS PARA O PROJETO TROPEIRO BRASILÉ necessário, para o desenvolvimento e consolidação do Tropeirismo e do ProjetoTropeiro Brasil:conformar um Grupo de Estudos, Pesquisas, Promoção e Sensibilização sobre oTropeirismo, formado por pessoas e instituições públicas e privadas, que possam dar osuporte necessário para a consecução dos objetivos do projeto Tropeiro Brasil;formar comissões de trabalho organizadas em TEMAS e/ou REGIÕES brasileiras, dosquais se destacam a cultura, o turismo, a educação (pesquisas emEscolas/Universidades), a iniciativa privada (formatação de produtos), meio ambiente,botânica e medicina, entre outros importantes legados do tropeirismo;18
  19. 19. considerar as particularidades e características das diferentes regiões brasileiras: Viamão– Sorocaba; Sorocaba – Diamantina; Diamantina – BA - Piauí, dentre outros;buscar apoio do Governo Federal, dos Governos Estaduais e Municipais, por meio desuas instituições;aliar a isso, também, entidades do Terceiro Setor e Iniciativa Privada;desenvolver o Plano Estratégico Tropeiro Brasil, a ser coordenado pela NATA;realizar mapeamento do tropeirismo no Brasil, identificando seus elementos culturais,materiais e imateriais;realização de seminários regionais sobre Tropeirismo;trabalhar regionalmente por meio de grupos de trabalho locais;realizar o levantamento de pesquisadores e pesquisas sobre o tropeirismo no Brasil,reunindo a bibliografia sobre o tema em um banco de dados integrado;promover um amplo inventário brasileiro sobre o Tropeirismo;valorizar e auxiliar o desenvolvimento de Museus e Casas de Memórias temáticas sobre oTropeirismo;estimular o desenvolvimento de produtos diversos, como pedagógicos, turísticos, culturais,vestuário, documentários, publicações escritas, musicais, e outros mais, com temasrelacionados ao Tropeirismo;trabalhar na definição de elementos que comporiam o que se poderia caracterizar como“festa tropeira”;buscar o apoio dos meios de comunicação para a divulgação do Tropeirismo;trabalhar a identificação de Tecnologias Sociais para auxiliar a divulgação e conhecimentosobre as atividades do Tropeirismo e sobre o Tropeiro, para a população de nosso país;criar uma rede de capacitação e metodologia própria para realização do inventário dopatrimônio nacional do Tropeirismo (ofícios / atividades tradicionais do Homem Tropeiro);alguns pontos do patrimônio material também poderão ser trabalhados em seus aspectos,como por exemplo, o arquitetônicos; definir instituições parceiras (...) considerando asregiões (...);RECOMENDAÇÕES:Por meio das discussões e debates ocorridos no Seminário Internacional de Tropeirismo –Tropeiro Brasil, considerou-se pertinente que sejam recomendadas e sugeridas àsautoridades públicas, empresários, dirigentes e formadores de opinião:19
  20. 20. que o tema Tropeirismo seja considerado conteúdo obrigatório nas matérias de História,Geografia e correlatas, na Educação Básica;que se possa levar as autoridades municipais e estaduais, proposições para criação dedatas comemorativas ao Tropeirismo, em cidades que tenham essa cultura em sua origeme ainda não possuam essas datas definidas e oficiais;que seja feita a promoção da inteiração do projeto Tropeiro Brasil por meio de intercâmbiode estudos e pesquisas entre os diversos estados brasileiros, além da Argentina, Uruguai,Paraguai, Chile e Peru, entre outros países do Cone Sul;que o termo de parceria com a UdG – Girona, possa ser fortalecido, ao tempo quebusquemos também integrar a academia portuguesa;que se realize a articulação e a criação de uma rede de museus e de pesquisadores, pormeio de um Banco de Dados virtual;que se criem materiais didáticos com o perfil e conteúdo adequado às escolas deEducação Básica;que haja a interação de outros projetos e práticas culturais existentes e relacionadas aoTropeirismo, como por exemplo, o dos Cavaleiros da Cultura;criar o site, o “ blog do Tropeiro Brasil” e posteriormente, o Portal do Tropeiro Brasil.CONSIDERAÇÕES FINAIS DA CARTA TROPEIRA DE IPOEMA:A NATA CONSIDERA QUE:a) É necessário atenuar o risco da perda de autenticidade e integridade doTROPEIRISMO e o da alteração de seus elementos históricos constitutivos ecaracterísticos, bem como sua memória. É preciso estar atentos para as pressões a queestá submetido o Patrimônio Material e Imaterial brasileiro: processo de aculturamento,crescimento da população, divisão de propriedades por herança, falta de sensibilização edo sentimento de pertencimento da sociedade;b) É preciso garantir um plano de gestão dos legados do TROPEIRISMO que contempleuma visão conjunta entre governo, a sociedade civil organizada e a iniciativa privada. Issoimplica na certificação de que o futuro do TROPEIRISMO é parte de seu patrimônio e quea sua preservação passa necessariamente pela colaboração entre as partes implicadas;c) Que é possível conjugar tradição e modernidade, buscando-se desenhar mecanismospara alcançar esta conjugação, com especial atenção na preservação do PatrimônioMaterial e Imaterial;20
  21. 21. d) É fundamental promover o desenvolvimento de instrumentos que garantam os estudose pesquisas acerca do fenômeno cultural, social, econômico e ambiental doTROPEIRISMO, sua conservação e aplicabilidade;e) É imprescindível fomentar iniciativas que contribuam para a sensibilização dapopulação local, imperativo para a preservação do patrimônio do TROPEIRISMO, emespecial na faixa etária da Infância e Juventude, por meio de projetos e programas deincentivo a inserção desse público nos movimentos de preservação do patrimônio e damemória cultural brasileira. (Carlos Solera – presidente do Núcleo de Amigos da Terra eÁgua - NATA, Brasil)A UdG CONSIDERA QUE:La propuesta de la realización del Seminario Internacional de Tropeirismo, se tejió en elmarco de la presentación del proyecto Tropeiro Brasil, oficializado en Sao Luiz do Puruná,Paraná, Brasil, hace casi un año (noviembre 2010); por parte de Carlos Solera, presidentede la NATA (Núcleo de Amigos da Terra e Agua, i, Sílvia Grau, profesora de laUniversidad de Girona (UdG), España.El objetivo de este nuevo evento, ha sido la puesta en común de conocimiento,experiencias, personalidades del sector del turismo, la cultura, el patrimonio, los museos,etc. Así como también la búsqueda de alianzas estratégicas para conseguir la meta finaldel proyecto, que es la Declaratoria a Patrimonio de la Humanidad por la UNESCO.Afortunadamente, se encontró en la Prefectura de Itabira, Minas Gerais, el apoyo (técnicoy económico) necesario para la realización del Seminario Internacional de TropeirismoTropeiro Brasil – SIT Ipoema, que sumado a la buena aceptación por parte de laspersonas vinculadas con el fenómeno del Tropeirismo, se consiguió un importante yrepresentativo número de palestrantes y participantes.La programación del evento, ha sido diseñada para poder incluir en el proyecto TropeiroBrasil, todo el patrimonio tanto material como inmaterial (música, indumentaria,gastronomía, etc.), con la finalidad de poder desarrollar productos y servicios pedagógicos,con la finalidad de darlo a conocer a través de actividades lúdicas y de turismo cultural.La participación de profesores, investigadores, profesionales del sector de la cultura, elturismo, comercios, etc, ha sido enriquecedor para que el proyecto sea más completo einclusivo para los agentes identificados en esta temática. Ya que a través de esteencuentro se ha hecho una puesta en común de conocimiento, se han debatido temas deinterés, y en definitiva se ha avanzado en conocimiento.Por parte de la Universidad de Girona (UdG), la profesora y contraparte de este proyecto,Sílvia Grau, asistió al evento, con la finalidad de compartir su experiencia en materia dedesarrollo de proyectos de Turismo Cultural, tanto en Europa como en América Latina. Enel marco del evento se impartió un taller, el cual según la profesora, fue muy fructífero ysatisfactorio puesto que los participantes han sido profesionales del sector del turismo y el21
  22. 22. patrimonio que pueden aplicar los instrumentos del taller con la finalidad de desarrollariniciativas emprendedoras en el área del turismo y la cultura local.Una vez finalizado el evento y con la convicción de que el proyecto Tropeiro Brasildespierta interés a los agentes locales (sector público y privado) y tiene un fuerte potencialpara el ámbito internacional, des de la UdG, se prevé seguir trabajando a través deformación de profesionales para trabajar en el ámbito del turismo cultural, generandoproductos y servicios para responder a las necesidades de los turistas; así como tambiénapoyo en la creación de la ruta o itinerario; y finalmente se espera poder obtener apoyo(técnico y económico) de otras instituciones nacionales e internacionales para conseguirtejer la candidatura y conseguir así la declaratoria a Patrimonio de la Humanidad.Para tal finalidad, será necesario organizar otros eventos, propiciar encuentros entreprofesionales, llevar a cabo reuniones técnicas de trabajo y incorporación de nuevosprofesionales para crear grupos de trabajo multidisciplinares, etc. Se espera para todo elloseguir contando con el apoyo del municipio de Itabira, así como de otros municipios delBrasil. De nuestra parte, continuamos el convenio y parceira de la NATA. (Sílvia Grau -Profesora de la Universidad de Girona - UdG, España)Assim, os participantes do Seminário Internacional de Tropeirismo Tropeiro Brasil,propõem que se promova a institucionalização deste Seminário com a designação de“SEMINÁRIO INTERNACIONAL DE TROPEIRISMO” com uma periodicidade anual ou bi-anual, além de outros Seminários e Semanas Culturais de Tropeirismo por todo o Brasil,dando-se especial ênfase aos eventos regionais.E para constar seus devidos efeitos, acordam esta Declaração da CARTA DE IPOEMA noDistrito de Ipoema, Município de Itabira, Minas Gerais em vinte e dois de outubro de doismil e onze.7. Considerações Finais - Relatório Técnico – SIT IpoemaPor tudo o que foi aqui descrito, entende-se que o evento de forma geral, superou asexpectativas quanto ao seu objetivo inicial.Fica o exemplo da administração municipal de Itabira, sob o governo do prefeito João IzaelQuerino Coelho, titulado no SIT-Ipoema, como “comandante-chefe da tropa cultural” alipresente, para que outros mandatários municipais possam entender o valor da realizaçãode um evento tão importante sócio-cultural, e mesmo, economicamente, para sua22
  23. 23. população, como foi este, e que possam vir a somar esforços em prol da valorização doTropeirismo brasileiro.23
  24. 24. 8. Acervo FotográficoAlgumas fotos para alimentarem nossas saudades de um momento feliz de valorização dacultura nacional e confraternização de amigos do coração.Obrigado a todos e até breve!!24

×