Casos Conceito Cálculo Coraliforme Completo Cálculo Coraliforme Parcial em Polo Superior <ul><li>Dr. Eugênio Augusto Costa...
Caso 1 <ul><li>Nome: A.O.S. </li></ul><ul><li>Idade: 27 anos </li></ul><ul><li>Sexo: feminino </li></ul><ul><li>QP: “dor l...
Caso 1 <ul><li>HP: ITU’s de repetição, 03 episódios no último ano. Sem outras comorbidades </li></ul><ul><li>HS: Não tabag...
Caso 1 <ul><li>Revisão laboratorial </li></ul><ul><ul><li>Hemograma: 12.000 leucócitos sem desvio </li></ul></ul><ul><ul><...
Caso 1 – RX’s Simples
Caso 1 - TC
Caso 1 <ul><li>Paciente submetida à Nefrolitotripsia percutânea à Esquerda com punção única em cálice inferior e posterior...
RX’s Pós-NLPC
Caso 1 <ul><li>Paciente submetida à 01 sessão de LECO para cálculo de cálice inferior </li></ul>
Caso 1 – RX Pós-LECO
<ul><li>8 % de fragmentos residuais pós-NLPC </li></ul><ul><li>Melhor método para avaliação: TC 1 mês após a cirurgia </li...
<ul><li>Fragmentos residuais maiores que 2mm, sobretudo aqueles de estruvita devem ser removidos, independentemente do seu...
Caso 2 <ul><li>Nome: G.F.R. </li></ul><ul><li>Idade: 50 anos </li></ul><ul><li>QP: “dor lombar bilateral com diversos aten...
Caso 2 <ul><li>Revisão laboratorial </li></ul><ul><ul><li>Hemograma: 9.000 leucócitos com 0% de bastões </li></ul></ul><ul...
Caso 2 – RX simples
Caso 2 – Urografia Excretora
Caso 2 – Uro-TC Uro TC
Caso 3 <ul><li>M.G.S. </li></ul><ul><li>Idade: 65 anos </li></ul><ul><li>Sexo: feminino </li></ul><ul><li>Queixa: “Dor lom...
Caso 3 <ul><li>HP: n.d.n. 02 cesáreas prévias </li></ul><ul><li>HS: Nega tabagismo ou etilismo </li></ul><ul><li>HF: n.d.n...
Caso 3
Caso 4 <ul><li>F.G.S. </li></ul><ul><li>Idade: 32 anos </li></ul><ul><li>Queixa: “Dor lombar direita” </li></ul><ul><li>HM...
Caso 4 <ul><li>HP: n.d.n. </li></ul><ul><li>HS: Nega tabagismo ou etilismo </li></ul><ul><li>HF: n.d.n. </li></ul><ul><li>...
Caso 4 RX Simples
Conduta <ul><li>Internado </li></ul><ul><li>ATB terapia com Ceftriaxona 01 g EV 12/12h </li></ul><ul><li>Realizado US que ...
Caso 4 Urografia
Conduta?
Situações Especiais
 
Duplo J esquecido...
Cálculo Coraliforme completo bilateral
Cálculo filé...
 
 
Guideline   AUA  2005 <ul><li>Todos os cálculos coraliformes devem ser tratados devido ao elevado risco de ITU de repetiçã...
Guideline AUA  2005 <ul><li>Percutânea apresenta resultados de  stone free  superiores quando comparada à LECO e baixa mor...
 
 
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Casos Conceito Cálculo Coraliforme Completo Cálculo Coraliforme Parcial em Polo Superior

4.343 visualizações

Publicada em

Dr. Eugênio Augusto Costa de Souza

Publicada em: Saúde e medicina
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.343
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
33
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Casos Conceito Cálculo Coraliforme Completo Cálculo Coraliforme Parcial em Polo Superior

  1. 1. Casos Conceito Cálculo Coraliforme Completo Cálculo Coraliforme Parcial em Polo Superior <ul><li>Dr. Eugênio Augusto Costa de Souza </li></ul><ul><li>Serviço de Urologia do Hospital Felício Rocho </li></ul>
  2. 2. Caso 1 <ul><li>Nome: A.O.S. </li></ul><ul><li>Idade: 27 anos </li></ul><ul><li>Sexo: feminino </li></ul><ul><li>QP: “dor lombar esquerda” </li></ul><ul><li>HMA: Paciente relata que há cerca de 4 meses vem apresentando quadro de dor lombar E de moderada intensidade, constante. Relata também ITU de repetição. </li></ul>
  3. 3. Caso 1 <ul><li>HP: ITU’s de repetição, 03 episódios no último ano. Sem outras comorbidades </li></ul><ul><li>HS: Não tabagista. Não etilista. </li></ul><ul><li>HF: n.d.n. </li></ul><ul><li>Exame físico: </li></ul><ul><ul><li>Corada, hidratada </li></ul></ul><ul><ul><li>PA: 120 x 80 mmHg, FC: 80 bpm, BNRNF s/s </li></ul></ul><ul><ul><li>MVF s/RA </li></ul></ul><ul><ul><li>Abdome livre, plano, doloroso em flanco E. Giordano negativo. </li></ul></ul>
  4. 4. Caso 1 <ul><li>Revisão laboratorial </li></ul><ul><ul><li>Hemograma: 12.000 leucócitos sem desvio </li></ul></ul><ul><ul><li>Creatinina: 0,8 mg/dl </li></ul></ul><ul><ul><li>Ác. Úrico: 3,5 mg/dl </li></ul></ul><ul><ul><li>EUR: numerosos piócitos/campo. Nitrito + </li></ul></ul><ul><ul><li>Gram: numerosos BGN </li></ul></ul><ul><ul><li>Urocultura: Proteus multissensível. </li></ul></ul>
  5. 5. Caso 1 – RX’s Simples
  6. 6. Caso 1 - TC
  7. 7. Caso 1 <ul><li>Paciente submetida à Nefrolitotripsia percutânea à Esquerda com punção única em cálice inferior e posterior passagem nefroscópica de cateter duplo J. </li></ul><ul><li>RX’s de controle pós-operatório </li></ul>
  8. 8. RX’s Pós-NLPC
  9. 9. Caso 1 <ul><li>Paciente submetida à 01 sessão de LECO para cálculo de cálice inferior </li></ul>
  10. 10. Caso 1 – RX Pós-LECO
  11. 11. <ul><li>8 % de fragmentos residuais pós-NLPC </li></ul><ul><li>Melhor método para avaliação: TC 1 mês após a cirurgia </li></ul><ul><li>50% apresentarão algum evento (cólica) </li></ul><ul><li>50% destes necessitarão procedimentos complementares </li></ul>
  12. 12. <ul><li>Fragmentos residuais maiores que 2mm, sobretudo aqueles de estruvita devem ser removidos, independentemente do seu tamanho uma vez que favorecem a rápida recorrência do cálculo. </li></ul><ul><li>Fragmentos menores que 2mm e de outra composição, localizados em cálice inferior podem ser acompanhados. </li></ul>
  13. 13. Caso 2 <ul><li>Nome: G.F.R. </li></ul><ul><li>Idade: 50 anos </li></ul><ul><li>QP: “dor lombar bilateral com diversos atendimentos no Pronto Socorro para analgesia nos últimos 3 meses”. </li></ul><ul><li>HP: HAS em uso de Captopril. Diabético em uso de Metformina. Lombotomia prévia à E para tratamento de cálculo </li></ul><ul><li>HS: Não tabagista. Etilista leve </li></ul>
  14. 14. Caso 2 <ul><li>Revisão laboratorial </li></ul><ul><ul><li>Hemograma: 9.000 leucócitos com 0% de bastões </li></ul></ul><ul><ul><li>Creatinina: 1,65 mg/dl </li></ul></ul><ul><ul><li>Uréia: 86 mg/dl </li></ul></ul><ul><ul><li>EAS: 15 piócitos/campo </li></ul></ul><ul><ul><li>Gram: ausência de bactérias </li></ul></ul><ul><ul><li>Urocultura: sem crescimento bacteriano </li></ul></ul><ul><ul><li>Ácido Úrico: 4,5 mg/dl </li></ul></ul>
  15. 15. Caso 2 – RX simples
  16. 16. Caso 2 – Urografia Excretora
  17. 17. Caso 2 – Uro-TC Uro TC
  18. 18. Caso 3 <ul><li>M.G.S. </li></ul><ul><li>Idade: 65 anos </li></ul><ul><li>Sexo: feminino </li></ul><ul><li>Queixa: “Dor lombar direita” </li></ul><ul><li>HMA: Paciente com quadro de dor lombar direita iniciada há 4 meses. Sem outras queixas. </li></ul>
  19. 19. Caso 3 <ul><li>HP: n.d.n. 02 cesáreas prévias </li></ul><ul><li>HS: Nega tabagismo ou etilismo </li></ul><ul><li>HF: n.d.n. </li></ul><ul><li>Revisão laboratorial </li></ul><ul><ul><li>Hemograma: GL: 7.000 com 0% de bastões </li></ul></ul><ul><ul><li>Creatinina: 0,9 </li></ul></ul><ul><ul><li>EAS: hematúria de 12 Hm/campo. </li></ul></ul><ul><ul><li>Gram de Gota: ausência de bactérias </li></ul></ul><ul><ul><li>Urocultura: negativa </li></ul></ul>
  20. 20. Caso 3
  21. 21. Caso 4 <ul><li>F.G.S. </li></ul><ul><li>Idade: 32 anos </li></ul><ul><li>Queixa: “Dor lombar direita” </li></ul><ul><li>HMA: Paciente com quadro de dor lombar direita iniciada há 1 ano com episódio recente de febre (38,5) e mal-estar geral que o levou a procurar atendimento médico. </li></ul>
  22. 22. Caso 4 <ul><li>HP: n.d.n. </li></ul><ul><li>HS: Nega tabagismo ou etilismo </li></ul><ul><li>HF: n.d.n. </li></ul><ul><li>Revisão laboratorial </li></ul><ul><ul><li>Hemograma: GL: 17.000 com 3% de bastões </li></ul></ul><ul><ul><li>Creatinina: 1,5 </li></ul></ul><ul><ul><li>EAS: piúria campos repletos. </li></ul></ul><ul><ul><li>Gram de Gota: BGN </li></ul></ul><ul><ul><li>Urocultura: E. Coli multissensível </li></ul></ul>
  23. 23. Caso 4 RX Simples
  24. 24. Conduta <ul><li>Internado </li></ul><ul><li>ATB terapia com Ceftriaxona 01 g EV 12/12h </li></ul><ul><li>Realizado US que mostrou: </li></ul><ul><ul><li>Cálculo coraliforme completo em rim D </li></ul></ul><ul><ul><li>Rim E sem alterações </li></ul></ul>
  25. 25. Caso 4 Urografia
  26. 26. Conduta?
  27. 27. Situações Especiais
  28. 29. Duplo J esquecido...
  29. 30. Cálculo Coraliforme completo bilateral
  30. 31. Cálculo filé...
  31. 34. Guideline AUA 2005 <ul><li>Todos os cálculos coraliformes devem ser tratados devido ao elevado risco de ITU de repetição, sepsis e dor </li></ul><ul><li>O tratamento deve promover a completa eliminação dos cálculos </li></ul><ul><li>Cirurgia renal percutânea é a monoterapia de escolha, exceto em cálculos muito grandes ou complexos </li></ul>
  32. 35. Guideline AUA 2005 <ul><li>Percutânea apresenta resultados de stone free superiores quando comparada à LECO e baixa morbidade quando comparada à cirurgia aberta. </li></ul>

×