Revista Saúde 07

3.727 visualizações

Publicada em

Revista Saúde Unimed Grande Florianópolis número 07.

Capa: Elas estão com tudo!

Publicada em: Saúde e medicina
1 comentário
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • ALIVIE SUAS DORES
    http://www.slideshare.net/AdriBernardes/massoterapia-alivie-suas-dores

    Adriano Bernardes
    Contate-me: adribernardes@gmail.com
       Responder 
    Tem certeza que deseja  Sim  Não
    Insira sua mensagem aqui
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.727
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
9
Comentários
1
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Revista Saúde 07

  1. 1. saúde IMPRESSO CORREIOS IMPRESSO ESPECIAL Nº 68001056 DR/SC UNIMED Nº 7 - Março de 2007 - Distribuição Gratuita Elas estão com a bola toda! Página 27 Um novo olhar sobre o sexo feminino Entre o lar e o trabalho - Mulheres no futebol Vera Lúcia, torcedora do Figueirense, Lucimar Lauxen, árbitra de futebol e Janaína Lohn, torcedora do Avaí.
  2. 2. editorial Elas merecem! Nesta edição de nossa Revista dedicada à mulher, veis por quase metade do PIB mundial, que con- a Unimed Grande Florianópolis aproveita o espa- quistaram vagas em frentes de trabalho antes ço das páginas a seguir para prestar uma homena- inimagináveis, que são maioria nas escolas de gem especial às suas médicas cooperadas, clien- segundo grau e em diversos cursos universitários. tes, colaboradoras e todas aquelas que são prota- Diante de tantos fatos, não há como negar tama- gonistas na história de nossas vidas. nho avanço obtido por anos de muito trabalho, de Nada mais justo e coerente do que desviar nossos lutas por melhorias, não apenas para si próprias, olhos ao universo feminino, que a cada dia que mas pelos filhos que geraram, pelos companhei- passa conquista mais espaços numa sociedade ros e suas famílias. Aliás, este é um dos ensina- em transformação contínua, na qual as mulheres mentos maiores oferecidos pelo sexo feminino: a ocupam posição de destaque. Tal constatação capacidade de pensar no todo, unir interesses, está longe de ser apenas emocional, pois as esta- congregar, sem perder o foco, a meta, a determi- tísticas estão aí para comprovar as mudanças que nação. as mulheres estão gerando. Elas que já represen- Por tudo isso, a Unimed faz questão, desta vez, de tam 41% do mercado formal de trabalho em Santa diferenciar as mulheres, exclusivamente como Catarina, segundo pesquisa divulgada no começo forma de reverenciá-las, de desvendar o imenso de 2007, pelo Sistema Nacional de Empregos valor a elas atribuído e devido, de pensar a respei- (SINE). Elas que são as detentoras do poder de to de sua saúde e da qualidade de vida que mere- decisão nas compras mais relevantes no orça- cem. mento, decidindo desde a casa onde a família vai morar até a marca e o modelo do carro que condu- Edevard J. de Araujo zirá os filhos e o marido. Elas que já são responsá- Presidente
  3. 3. 06 Sumário Chocolate 14 10 Licopeno Plantas 22 18 32 Mulheres Destinos turísticos Academias 36 38 Gastronomia Cliente Saudável Unimed
  4. 4. Expediente Unimed Grande Florianópolis Rua Dom Jaime Câmara, 94 - Centro Fone (48) 3216-8000 www.unimedflorianopolis.com.br Diretoria Executiva Presidente: Edevard J. de Araujo Vice-Presidente: Marcolino Cargnin Cabral Superintendente: Jorge Humberto Barbato Filho Diretor de Contas Médicas: Marco Antônio Curi Al-Cici Diretor de Educação Cooperativista: Hildebrando Couto Scofano Conselho de Administração Iberê do Nascimento, João Batista Bonnassis Júnior, João Pedro Carreirão Neto, Luiz Gustavo Escada Ferreira, Lygia Goretti Bruggemann Peters, Márcia Regina Ghellar, Nilson Campos Lobo e Silva, Roberto Henrique Benedetti, Rolf Hillmann e Vanir Cardoso Conselho de Ética Cooperativista Ana Rosa de Oliveira, André Sobierajski dos Santos, Antoine Chryssovergis, Gerson José Coelho, Maurício Cherem Buendgens, Newton Djalma do Valle Pereira e Ricardo Fantazzini Russi Conselho Fiscal José Ferreira Bastos, José Francisco Bernardes, Mahmud Khalil Zardeh, Marcelo do Nascimento, Marcelo Neves Linhares e Sérgio Lima de Almeida Diretoria de Gestão Administrativa-Financeira: Jaime José da Silveira Vieira Comercial e Marketing: Octavio René Lebarbenchon Neto Operacional: Otavio Ferreira Luiz Tecnologia da Informação: José Francisco Salm Júnior Conselho Editorial Bianca Scandolara, Carlos Alberto Bier Canto, Cristiana Wandelli, Edevard J. de Araujo, Hildebrando Couto Scofano, Lena Obst, Leonardo Nascimento, Marcolino Cargnin Cabral, Octavio René Lebarbenchon Neto, Roseane Ribeiro e Tiele Gieseler Edição Texto Final Assessoria de Comunicação Jornalistas: Lena Obst e Denise Christians Colaboração: Lúcia Py Lüchmann e Adriana Freitas Comercialização: Leonardo Nascimento Editoração e Arte-final: FLN Comunicação Fotos: Stock.XCHNG, Getty Images, Prefeitura Municipal de Santo Amaro da Imperatriz e Ricardo Pereira Impressão: Coan Tiragem: 10 mil exemplares
  5. 5. Chocolate Prazer, Saúde e Beleza Em barra ou líquido, quente ou frio, preto ou branco, em forma de bom- bom, trufa, brigadeiro, bolo, sorvete, mousse, com ou sem recheio... CHOCOLATE é sempre uma delícia! O que você ainda não sabia é que o chocolate faz bem à saúde, com sua ação antioxidante, e também à beleza, através dos ácidos graxos liberados pelo cacau, que funcionam como um verdadeiro hidratante para a pele e o cabelo.
  6. 6. chocolate R devido ao alto teor de um ácido chamado ecentes estudos científicos esteárico. De acordo com o cardiologista concluíram o que a maioria Antônio Sbissa, pesquisas recentes reali- dos chocólatras já sabia: zadas nos Estados Unidos mostraram que chocolate faz bem ao coração. o chocolate apresenta níveis elevados de Segundo a Associação Brasileira de produtos químicos conhecidos como Nutrologia, o chocolate apresenta flavonóides e fenólicos, os mesmos pre- mais de 300 substâncias químicas sentes no vinho e conhecidos pelo poder de diferentes, entre elas os flavonóides, diminuir o risco de doenças cardíacas. que ajudam a combater a oxidação da circulação sangüínea, melhorando a Mas como tudo o que é bom sempre levan- saúde das artérias e do coração. Além ta polêmica, o chocolate também é alvo de disso, o cacau estimula o sistema críticas, entre elas a de provocar acne. nervoso central, com efeitos similares Segundo a dermatologista Silvia Schmidt, aos do café. O endocrinologista Paulo Secretária Geral da Sociedade Brasileira de Tarso Freitas acrescenta que os de Cirurgia Dermatológica, essa “acusa- chocolates são ainda fontes de cálcio e ção” não passa de mito, pois já está com- ferro, servindo também como energético provado cientificamente que o chocolate e estimulante de bom humor. “O desejo não mexe com a oleosidade da pele e não de comer chocolate pode ser justificado provoca espinhas. “O surgimento da acne pelo seu sabor e efeitos fisiológicos tem a ver com os hormônios e com os relacionados à liberação de substâncias produtos cosméticos muito oleosos, quan- ligadas ao prazer e bem estar, como sero- do aplicados em peles já oleosas. O estres- tonina e endorfina”. Ou seja, quando comi- se e a somatização (após consumir um da com a moderação necessária, esta chocolate) também podem ser outros delícia pode perfeitamente fazer parte do fatores desencadeantes da acne”, garante cardápio. a médica, que é fã assumida da guloseima. “Adoro chocolate, como quase todos os Calcula-se que uma barra média contenha dias e não tenho acne. Jamais contra cerca de 3 gramas de proteína; 15% da indico, especialmente por causa dos seus necessidade diária de riboflavina; 9% da efeitos positivos, antioxidantes, da sensa- necessidade diária de cálcio e 7% da necessi- ção de bem estar. Afinal, tudo o que gera dade diária de ferro. A gordura (manteiga) prazer previne ou retarda o envelhecimen- presente no cacau, responsável por sua to”. textura característica, não aumenta os níveis sangüíneos de colesterol, principalmente 7 saúde Unimed
  7. 7. chocolate De fortificante a afrodisíaco Há muitas lendas e histórias envolvendo o tratar problemas de estômago. Também no chocolate, mas ninguém sabe exatamente século XVIII as farmácias receitavam quando surgiu essa guloseima irresistível. Por chocolate como purgante, e misturado com seu sabor marcante e suas propriedades extrato de carne para os convalescentes. energéticas, muitos povos já chamaram o Pesquisas bem mais recentes comprovaram cacau de “bebida dos deuses”. Paralelamente que assim como o café e o chá, o chocolate às suas delícias, algumas de suas também interage com a química cerebral, propriedades curativas também eram estimulando a produção de feniletilamina, disseminadas pelo mundo. Assim, o cacau já s u b s t â n c i a q u e p r ovo c a s e n s a ç ã o foi indicado como fortificante, estimulante, semelhante àquela de quando a pessoa pomada analgésica, cicatrizante e ungüento sente-se apaixonada. Talvez esta também para feridas. Cacau e osso moído era receita seja a razão do chocolate ter conquistado a Asteca para tratar diarréia. Outros povos fama de afrodisíaco. Quem sabe? utilizavam uma pasta feita com o fruto para Chocolate na cabeça Engana-se quem acredita que os benefícios do chocolate estão restritos ao paladar. Hoje, a novidade dos salões de beleza é a Escova de Chocolate, uma técnica que trata os fios com uma fórmula à base de cacau, dando maior brilho e deixando os cabelos mais macios e tratados. O grande “segredo” da nova moda é o poder de hidratação do chocolate. Segundo a tricologista (especialista em cabelo) e terapeuta capilar Sheila Bellotti, “o cacau possui theobromina e cafeína, entre outras substâncias, que são ricas em ácidos graxos, proporcionando emoliência e hidratação aos fios e couro cabeludo”. A escova de chocolate é recomendada para quem quer dar um aspecto liso aos fios. Quem tem cabelos muito cacheados não ganhará um liso total, mas vai se beneficiar com um volume menor. Depois de uma lavagem, as madeixas recebem o produto, formulado com queratina líquida, proteína da seda e matérias primas naturais, como o extrato de cacau e cafeína. O procedimento leva cerca de duas horas, e é indicado para quem passou por alguma química de alisamento, como escova definitiva, e deseja quot;segurarquot; o resultado por mais algum tempo antes do retoque. Em média, o efeito final dura cerca de 2 meses. Apesar das promessas da escova, a cabeleireira Neusa de Oliveira lembra que, como em tudo que se trata de beleza, é preciso ter cautela, escolhendo com atenção o profissional que vai realizar o procedimento. “Também é importante destacar que em cada tipo de cabelo o efeito produzido é diferente. Em cabelos muito crespos, o procedimento define os cachos, enquanto em cabelos levemente ondulados os fios ficam lisos. A escova funciona como um condicionador e pode reduzir em até 80% o volume e a rebeldia do cabelo”. 8 saúdeUnimed
  8. 8. chocolate Diet & light Pergunta que não quer calar: existem diferenças entre os chocolates quot;normaisquot; dos light ou diet? De acordo com o endocrinologista Dr. Paulo César Alves da Silva, a diferença é muito pequena, em termos de caloria, já em sabor... não se pode dizer o mesmo. Ele informa que estudos concluíram que dietas onde o chocolate ao leite é inserido, não houve aumento do nível do LDL-colesterol (chamado de mau colesterol), no entanto, ele quase sempre é composto por leite integral e gordura saturada e deve ser consumido com moderação. quot;Tanto os chocolates light como os diet contêm menos açúcar, mas como as calorias não são muito diferentes, quem consome para não engordar deve ficar atento”. O chocolate ao leite, quando não tem outros componentes (amendoim, amêndoa etc.) é menos calórico. Por exemplo: Uma barrinha de 16g do chocolate Batom, da Garoto®, tem 66 calorias. O bombom Alpino 30g, da Nestlé®, apesar de pesar quase o dobro, tem 70 calorias. Já uma barra de Talento com amendoim, 100g, da Garoto, tem 485 calorias. O Prestígio, da Nestlé, de 33g, tem 133 calorias, por causa do coco. Quem comparar uma barra ao leite normal com um diet ou light pode ficar desapontado com a pouca diferença calórica entre elas. quot;As pessoas que seguem uma alimentação Não esqueça... equilibrada podem e devem saciar a vontade de comer chocolate, mesmo as que fazem dieta, desde que se contentem com um único bombom, • Produto light sempre está relacionado por exemplo. Para experimentar uma sensação de com menor teor de gordura, portanto, bem estar, prazer e energia, basta deixar derreter menos calórico. na boca um pequeno pedaço de chocolate ao leite seguido por um gole de café preto, sem açúcar • Produto diet não tem açúcar e é mais nem adoçante. A rápida subida do aminoácido indicado para diabéticos. triptofano e a cafeína são ingredientes que dão ótimo bem estar. É muito saboroso. A gente sente • Alguns alimentos podem ser light e diet ao a energia voltar. Mas é claro que pessoas mesmo tempo. diabéticas não devem arriscar. Devem comer chocolate, seja de que tipo for, somente com a orientação médicaquot;, alerta o endocrinologista.
  9. 9. Licopeno O vermelho saudável O tomate e seus derivados, utilizados em deliciosas receitas, contêm licopeno, o componente que dá a cor vermelha ao fruto, com possíveis efeitos benéficos para a saúde.
  10. 10. licopeno O A absorção do licopeno no intestino, assim licopeno é um composto como de outros carotenóides, depende da pertencente ao grupo dos presença de sais biliares, os quais por sua vez carotenóides, substâncias são liberados pela presença de gordura no sintetizadas por plantas e intestino. Assim, os alimentos processados, microorganismos que apresentam com tratamento térmico e homogeneização, função ligada à fotossíntese e foto- apresentam maior absorção. A ingestão de proteção. “De cerca de 1.000 molho de tomate cozido em óleo aumenta de 2 carotenóides existentes, 10% estão a 3 vezes a concentração sérica de licopeno d i s p o n í ve i s n a a l i m e n t a ç ã o um dia após sua ingestão, o mesmo não humana e o licopeno, por exemplo, ocorrendo com o suco de tomate fresco. está presente no sangue, fígado, supra-renal, próstata, pulmões, Segundo o Dr. Cilmar, vários trabalhos têm cólon e pele, em quantidade maior relacionado o consumo de alimentos com que os outros carotenóides”, explica elevado teor de licopeno com a redução da o nutrólogo Cilmar Mello da Rosa. incidência de tumores da mama, colo de útero, oral, faringe, esôfago, estômago, colo, reto, Cerca de 85% do licopeno ingerido pulmão e próstata, pelo seu efeito antioxidante. vêm do tomate e seus derivados, Além disso, ele auxilia na prevenção da asma e sendo que sua concentração depende de doenças cardiovasculares, no tratamento do tipo, grau de amadurecimento, da infertilidade masculina, na proteção solar estação do ano, zona geográfica, clima, contra os raios ultravioleta e estimula o sistema local de plantio, manejo pós-colheita e imunológico.“Infelizmente, a maioria destes armazenamento do produto. A maior estudos não foi reproduzida, além do que produção de licopeno ocorre no verão, muitas estimativas sobre o consumo de quando o fruto está maduro, de cor licopeno foram feitas a partir da ingestão de ver melha, possibilitando uma tomate e derivados, não ficando claro se os concentração da substância. efeitos encontrados são devido ao licopeno ou O suco de tomate, por exemplo, contém a outras substâncias existentes no vegetal. cerca de 150 mg/litro, o Catchup 100 Portanto, necessita-se mais investigação para mg/litro, e a fruta crua cerca de 30 mg/kg. sua recomendação, tendo em vista haver até o Mas há também outras fontes de licopeno, momento duvidosa evidência científica para como a melancia, a toranja, o mamão, a referendar seu uso”, acrescenta o médico. goiaba e a pitanga. Sendo que a maior concentração está na casca, quando comparada à polpa dos frutos. 11 saúde Unimed
  11. 11. licopeno Alimentos com Receita de conteúdo de licopeno molho de tomate peso seco mg/100g Tomate Fresco 3,1 - 7,74 Tomate Processado 11,21 Suco de Tomate Processado 7,83 Sopa de Tomate Enlatada 3,99 Cozinhe cerca de seis tomates inteiros Pasta de Tomate Enlatada 30,07 lavados. Bata-os a seguir no liquidificador, coe e está pronto para consumir. Você pode Catchup 16,60 ingerir cerca de 1/2 xícara do molho todos os Melancia 4,10 dias, enriquecido com ervilha, soja, grão de bico,lentilha, etc. E atenção: quanto mais Mamão Papaia 2,0 - 5,30 vermelho e maduro o tomate, maior é a quantidade de licopeno. Fonte: Neguyen & Schwartz
  12. 12. 13 saúde Unimed
  13. 13. Plante uma vida nova! Os interessados em combater o estresse do cotidiano e do mundo moderno têm um importante aliado: o cultivo de plantas e de flores, que tanto pode ser feito num terreno no quintal de casa como numa floreira instalada na sacada do apartamento. Os benefícios vão desde um relaxante hobby até o alívio da tensão, com a terra e a energia contagiante que brota da natureza. Experimente!
  14. 14. plantas P seres essencialmente integrados à natureza. A ara o psiquiatra Ricardo maioria das pessoas plantava para seu sustento e Amâncio dos Santos, vivia em total integração com o ambiente natural. A qualquer atividade ligada à revolução industrial e a produção em escala de natureza, que faça a pessoa sair de alimentos deram início a uma das maiores sua rotina, é uma forma positiva de transformações da vida no planeta. A natureza desligar-se da correria diária, deixou de ser o lar e passou a ser apenas a buscar melhor qualidade de vida e provedora de matéria prima. “O preço pago nesta um mundo mais feliz. “Os homens e transformação foi o crescimento dos pólos as mulheres precisam trabalhar urbanos, do concreto, da poluição, do efeito seus sentimentos e frustrações estufa, de volumes imensuráveis de lixo, para se livrarem do estresse, da desigualdade social e, conseqüentemente, ansiedade e da depressão. A pessoas estressadas, desvinculadas de seu eu e, natureza, nas suas mais diversas muitas vezes, doentes”. formas, pode auxiliá-los a recuperar a e n e r g i a v i t a l , p r eve n i n d o O recente relatório do Painel Intergovernamental problemas de saúde do corpo e da de Mudanças Climáticas (IPCC) da Organização mente. Plantar e colher faz com que a das Nações Unidas (ONU), que demonstra os pessoa entre em contato consigo prejuízos atuais e para o futuro do aquecimento mesma, gerando auto-conhecimento, global, é mais uma demonstração da falta de reflexão e equilíbrio”. sintonia dos seres humanos com o planeta. “Hoje, apenas 20% da população mundial utilizam 80% A idéia é compartilhada por Iara Castro, dos recursos naturais, o que evidencia a engenheira agrônoma, consultora em desigualdade social e compromete, de maneira paisagismo e em educação ambiental, significativa, a teia da vida na Terra”. para quem o contato com a terra auxilia a descarregar as tensões, assim como Aqueles que querem contribuir para a construção respirar em ambientes naturais colabora de um novo mundo podem iniciar tomando para a oxigenação do organismo e na algumas atitudes simples. Uma delas é revitalização orgânica. “Acredito que tanto transformando o seu terreno em um belo jardim, as caminhadas em locais verdes como o em uma horta nutritiva, ou cultivando flores e ervas cultivo de plantas são altamente benéficos medicinais em floreiras. Além de estar para o equilíbrio da saúde física e mental do colaborando com a natureza, o benefício maior ser humano”. será seu, pois praticar uma atividade que desenvolverá sua auto-percepção, seu auto- A engenheira agrônoma lembra que, na conhecimento, com certeza, trará melhor verdade, o ato de plantar constitui-se numa qualidade de vida a todos. espécie de resgate dos homens com um passado não tão distante, quando eram 15 saúde Unimed
  15. 15. plantas Planeje seu jardim Para construir um jardim, independente de seu tamanho, é preciso planejar e definir quais as suas expectativas. • Para quem deseja se aventurar na todos os outros detalhes para compor o construção de um jardim, mesmo em locais cenário que deseja. pequenos, o primeiro passo é fazer um • O jardim pode sensibilizar todos os seus planejamento. Alguns livros ou especialistas sentidos. Pode ser agradável ao olhar, atrair na área podem auxiliar. pássaros e borboletas ou suprir sua • Pense em todos os detalhes, principalmente necessidade olfativa com perfumes exóticos, na função que você vai dar ao jardim: se será além de ser também um espaço para o cultivo um local apenas para apreciar ou para de verduras, temperos, frutas e plantas. caminhar por ele, ou um ambiente para fazer • As características do terreno também são atividades físicas, de lazer ou de brincadeiras importantes: se é acidentado, plano ou com as crianças. Um jardim pode ser também úmido, sua localização de acordo com os um espaço que abre a possibilidade de você pontos cardeais, direção do vento, pontos ter um canto que lhe propicie fazer constantes que devem ser disfarçados, se já há plantas e experiências em jardinagem, de desenvolver se estão em locais adequados. sua sensibilidade com as coisas da natureza, • Detalhes com relação a plantas e de ter um trabalho que produza uma paz acessórios de jardim também devem ser interior capaz de reduzir o estresse causado considerados, como cor, tamanho, aroma, pelo corre-corre diário. A partir de seus luzes, espécies de plantas. Anote tudo, assim objetivos, você poderá definir a disposição e a você fica cada vez mais perto de dar forma ao escolha das plantas, a proporção entre as jardim de seus sonhos. áreas livres e as plantadas, o tipo de piso e Horta e pomar no mesmo espaço Com os espaços cada vez mais reduzidos dos meios urbanos, muitas vezes é necessário integrar horta e pomar ao jardim, sem prejudicar-lhes o efeito ornamental. Os locais escolhidos devem ser ensolarados, voltados para o norte ou para o oeste e protegidos do vento sul. Os padrões circulares permitem melhor aproveitamento energético e espacial, minimizando o desperdício de área em caminhos que se adaptam melhor à irrigação. A diversidade de plantas em um só canteiro é altamente benéfica para seu desenvolvimento. Os pequenos espaços, inclusive nos apartamentos, floreiras, vasos e contêineres podem ser considerados verdadeiros instrumentos produtivos, com garantia de praticidade, limpeza e alta produtividade. Floreiras com temperos podem ficar acessíveis à cozinha, se colocadas nas janelas; as sacadas dos prédios podem ser ocupadas com ervas, temperos e até mesmo trepadeiras conduzidas pelas paredes. Mas atenção, o ideal é sempre utilizar terra orgânica e ficar longe dos produtos químicos e agrotóxicos. A produção orgânica é que garante um produto saudável e rico em nutrientes. 16 saúdeUnimed
  16. 16. plantas Ikebana – arte milenar japonesa Quem ainda não tem interesse em trabalhar com a que não são fáceis de ser compreendidas pelos terra, mas acredita no poder das flores no combate ao leigos. Entretanto, o material utilizado é bastante estresse, tem a opção de aprender a prática milenar simples. Os principais são as flores e as folhas, a da ikebana, a arte do arranjo floral, que tem sua tesoura, os suportes (parecem escovas cheias de origem no Japão e já é bastante difundida no pregos) e os vasos. Dependendo do estilo são ocidente, inclusive no Brasil. Muito mais que um utilizados outros objetos. ornamento, a ikebana é uma representação artística Existem diversos estilos de ikebana. Só a Associação que nasceu da observação e respeito pela natureza. Ikebana do Brasil tem cadastradas 16 escolas, a Acredita-se que a ikebana representa a área maioria com estilos diferentes entre si. Os praticantes espiritual-cognitiva do homem e da terra e que valorizam o seu aspecto espiritual, no qual o silêncio conjuga três dos elementos mais importantes da necessário para a concentração na hora de fazer os natureza: sensibilidade, equilíbrio e beleza. A água arranjos faz o praticante viver aquele momento e que compõe o arranjo representa as qualidades apreciar as coisas da natureza, que por si só já trazem psíquicas da mente, como a clareza e a capacidade muitos significados. de refletir seus conceitos da realidade. Tanto quanto outras artes, o ikebana tem suas regras, Mais informações: www.culturajaponesa.com.br
  17. 17. Santo Amaro da Imperatriz Capital Catarinense das Águas Termais Conhecido por suas águas termais, que alcan- çam temperaturas de aproximadamente 40 graus, o município de Santo Amaro da Impera- triz recebe visitantes nas quatro estações do ano. Localizada a 30 quilômetros de Florianó- polis e cercada por montanhas, a cidade tam- bém vem se transformando em palco de vários esportes de aventura.
  18. 18. destinos turísticos C om seus 338 Km² de área territorial, dos quais 72% situados em área de preserva- ção do Parque Estadual da Serra do Tabuleiro, o município de Santo Amaro da Imperatriz abriga uma população hospitaleira e um clima subtropical úmido, tem- perado. A cidade está situada em posição geográfica privilegiada: às margens da BR-282, principal elo de ligação do Planalto ao Litoral Catarinense, sendo cortada pelo Rio Cuba- tão, com suas famosas águas termais, consideradas entre as melhores do mundo. Além disso, suas montanhas imponentes, em plena Mata Atlântica, contribuem para que o município venha se transformando em pólo de Ecoturismo e Turismo Rural. Para comple- tar, a cidade também é cenário perfeito para a prática de esportes de aventura como o vôo livre, trekking e canoagem em corredeiras, atraindo inclusive eventos e campeonatos com repercussão nacional. As belezas oferecidas pela natureza, preservadas e aproveitadas, constituem-se na prin- cipal matéria-prima do lazer da localidade, que aliadas aos grandes e tradicionais eventos religiosos e culturais, tornam o município destino obrigatório para os turistas que vêm a Santa Catarina. Atrativos Turísticos Mata Atlântica. No período de verão é visitada Morro das Águias Delta por banhistas, principalmente nos finais de Pico situado a 694 metros do nível do semana. mar, proporcionando uma vista panorâ- mica indescritível do litoral da Grande Florianópolis. Local usado para a prática Conventinho do Espírito Santo do vôo livre. Antigo Convento de Freiras, em estilo barroco, do ano de 1904, conservando os móveis em grande estilo, com capelas e jardim. Igreja Matriz Cartão postal do município, situado em ponto estratégico, a Igreja Matriz é visitada Posto de Artesanato diariamente por um grande número de turis- Área de exposição das obras artesanais fabri- tas. cadas no município, como trabalhos em made- ira, bordados à maquina e à mão, pintura em tecido e arte em pedras. Caldas da Imperatriz O Balneário de Caldas da Imperatriz é fonte da água termomineral, local onde estão os Gruta Nossa Senhora de Lourdes Hotéis Termais, grande captadores dos turis- O local possui vegetação nativa, curso de água tas que visitam a cidade. e a imagem de Nossa Senhora de Lourdes. Visitado principalmente pelas pessoas que trafegam na BR-282. Salto do Rio Cubatão Cachoeira com queda de 10 metros, com exu- É importante ressaltar, ainda, que o município berante caudel de águas do Rio Cubatão, mar- dispõe de vários restaurantes que servem pra- geado por vegetação e agrupamentos rocho- tos variados, incluindo os da gastronomia ale- sos que formam um visual imperdível. Acesso mã, como também amplos locais para a reali- restrito. zação de eventos. Cachoeira do Retiro e da Cobrinha de Ouro Conjunto de cachoeiras, formando várias piscinas naturais e completa vegetação da 19 saúde Unimed
  19. 19. destinos turísticos Banhos de saúde Em Santo Amaro, a temperatura da água termal flui naturalmen- te a cerca de 40 graus, sendo considerada uma de suas mais importantes fontes na América Latina. Por isso, a cidade é pro- curada por pessoas do mundo inteiro, que através dos banhos buscam um poderoso anti-stress. Os banhos nas águas termais também trazem benefícios ao aparelho digestivo, combatem o reumatismo, cuidam da pele, melhoram o sistema nervoso, o aparelho renal e ainda são considerados eficientes desintoxi- cantes e hidratantes. Com tantos benefícios, alguns turistas chegam a dizer que a água é sem dúvida a lendária quot;fonte da juventudequot;. Piscinas de águas termais Saiba mais Clima - A temperatura média anual é de 20 graus centígrados. Vegetação - A fauna e a flora se apresentam quase intocáveis e formam um bonito cenário às margens dos rios da região. Como chegar - Partindo de Florianópolis, é necessário pegar a BR-101 até Palhoça e depois a BR-282, em direção a Lages. Atividade física em meio à natureza Rio Cubatão do Sul Com mais de 25 quilômetros de extensão, o local é o preferido dos praticantes de rafting. Alguns dos trechos apresentam nível quatro, bastante téc- nico. O rio passa por dentro de alguns vilarejos e pelo Parque Estadual da Serra do Tabuleiro, com natureza quase intocada. Morro Queimado É considerado por muitos como o melhor ponto para vôos de parapente da Grande Florianópolis. O Morro tem 640 metros de altura e proporciona vôos de aproximadamente uma hora de dura- ção. 20 saúdeUnimed
  20. 20. destinos turísticos Cachoeira do Rio Vermelho É bastante procurado pelos praticantes de rapel por apresentar cerca de 40 metros de altura. Pico do Tabuleiro A 1.200 metros de altura, o local é propício para uma caminhada de quase quatro horas, só de subi- da. No cume do pico do Tabuleiro há estrutura para pernoite. Pico do Cambirela O mirante oferece uma das mais belas vistas de toda a ilha de Santa Catarina. Situado no Parque Estadual da Serra do Tabuleiro, o pico possui 1.043 metros de altura. Mais informações: Secretaria da Indústria, Comércio e Turismo de Santo Amaro da Imperatriz - (48) 3245.3266
  21. 21. Um novo olhar sobre o sexo feminino As mulheres mudaram muito nas últimas décadas, mas nem mesmo as mais “feministas” pode- riam prever até onde o sexo feminino chegaria. A revista britânica The Economist iniciou o ano anunciando que as mulheres já respondem por 40% do PIB mundial e constituem-se hoje no principal fator de crescimento das riquezas do planeta, não só pela força de trabalho que repre- sentam, mas também pelo poder de decisão e de compra. No Brasil, as mulheres representam 45% da população economicamente ativa e 6,5 milhões delas já são proprietárias de empresas no país.
  22. 22. mulheres A s mudanças são tantas no universo feminino que até mesmo o calendário vem se adaptando à nova realidade das mulheres. Num passado não muito distante, o mês de maio era dedicado às mulheres, sendo chamado do Mês das Noivas e das Mães. Hoje, num cenário muito além do casamento e da maternidade, o sexo feminino vem destacando suas lutas e anseios no mês de março, quando se comemora o Dia Internacional da Mulher (em 08/03). Porém, não se deve esquecer também que já temos o Dia Nacional das Mulheres, comemorado em 30 de abril, conforme lei sancionada desde 1980. Diante de tantas datas, certamente a conclusão é inequívoca: todos os dias são das mulheres! Para entender um pouco mais sobre o cenário em que estão inseridas, basta conhecer alguns dos diversos números divulgados por recentes pesquisas e pesquisadores brasileiros: • Nas escolas de segundo grau, 60% • O salário feminino é 77% da renda dos homens são alunas e 40% são alunos. no Brasil. • Nas universidades, 56% são mulhe- • 49% das mulheres brasileiras que trabalham fora res e 44% são homens. atuam no setor de serviços. • 41% das brasileiras têm cartão de • 33% das mulheres morrem de doenças cardio- crédito. vasculares. • 20,7 das empresas brasileiras têm • Duas mulheres para cada homem sofrem de mulheres na presidência ou cargos equi- depressão. valentes. • 53% das mulheres fazem dieta. • 91% das mulheres brasileiras que traba- • As mulheres brasileiras gastam cerca de R$ 3,4 lham fora ainda assumem as atividades milhões mensais em produtos para a beleza do domésticas depois de chegar em casa – cabelo. apenas 43% dos homens dividem as tare- • Dos 14 milhões de brasileiros acima dos 60 anos fas domésticas. de idade, 8 milhões são mulheres. • Oito em cada dez mulheres se queixam • 29% das brasileiras ainda sofrem de algum tipo das dificuldades de equilibrar a vida pesso- de violência doméstica. al e a profissional. (Fontes: Pesquisa da Universidade Federal Fluminense – 2006 / José Pastore – pesquisador da Fipe / Sistema Nacional de Empregos – SINE) 23 saúde Unimed
  23. 23. mulheres Perfil das catarinenses Quantas Somos Onde trabalham 269.962 Nº total de mulheres: 3.017.095 Zona agrícola: 267.632 Nº de mulheres urbanas: 2.514.049 Indústria: 264.704 Nº de mulheres rurais: 503.046 Indústria de transformação: 5.270 Construção: 225.460 Comércio e reparação: Instrução Básica 49.193 Alojamento e alimentação: Mulheres alfabetizadas: 2.614.197 Transporte, armazenagem e comuni- Na zona urbana: 2.193.137 19.917 cação: Na zona rural: 421.060 53.293 Administração pública: Mulheres analfabetas: 193.256 204.391 Educação, saúde e serviços sociais: Na zona urbana: 141.724 156.345 Serviços domésticos: Na zona rural: 51.532 Outros serviços coletivos, sociais e 56.807 pessoais: 79.051 Outras atividades: Mercado de Trabalho 1.387.321 Mulheres que trabalham: Quanto recebem 59.146 Até meio salário mínimo: 210.241 Mais de 1 a 2 salários mínimos: 503.630 Mais de 2 a 5 salários mínimos: 65.005 Mais de 5 a 10 salários mínimos: 15.224 Mais de 10 salários mínimos: 271.712 Sem rendimento definido: Raça Branca: 2.668.647 Negra: 82.570 Parda: 262.364 Amarela: 586 Indígena: 2.928 (Fonte: Pinad – Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios – 2006 – IBGE) 24 saúdeUnimed
  24. 24. mulheres Entre o lar e o trabalho “O papel da mulher na sociedade vem se consolidan- do a cada dia e isso foi obtido através de nossa parti- cipação efetiva no mercado, o que demonstra a determinação, competência e organização que pos- suímos. Não é segredo que hoje desempenhamos papéis outrora exercidos apenas por homens, até mesmo na seara política, e isso é motivo de orgulho e felicidade. Estamos vivenciando e colhendo, hoje, os frutos daquilo que com trabalho e suor as mulheres lutadoras e dinâmicas que nos precederam iniciaram. Naturalmente que a Advocacia é demarcada por desafios e asperezas, seja para homens, seja para mulheres. Entretanto, o que vemos hoje em dia é que as mulheres advogadas já são maioria e a realização profissional faz parte de nosso cotidiano. Lutamos com garra pela ética, pela igualdade de direitos e desempenhamos as funções inerentes à Advocacia de maneira brilhante nos nossos escritórios, nos fóruns, nas repartições, objetivando sempre alcançar a Justiça. E o fazemos com destemor, desenvoltu- ra e muito encanto”. Advogada Ana Cristina da Rosa Grasso Formada pela Universidade Federal de Santa Catarina há 13 anos, Secretária geral adjunta da OAB e inte- grante do Conselho Deliberativo da OABPREV/SC, grávida de dois meses de seu primeiro filho. “Não sinto barreiras, privilégios ou qualquer problema em meu ramo de trabalho por ser mulher. Apesar de saber que ainda existe preconceito, não encontrei qualquer empecilho desde que comecei a traba- lhar. Pelo contrário, algumas vezes, sinto um cuidado maior de alguns homens. Quando preciso pôr a mão na massa e levar uma lata de tinta ou me expor ao sol, sempre aparece alguém para auxiliar. Eu cos- tumo não me aproveitar dessas situações, que não considero discriminação, apenas um cuidado espe- cial. Penso que hoje as coisas mudaram muito, mas o maior desafio ainda continua sendo o de conciliar a maternidade com o trabalho. É preciso ter metas e horários bem definidos para poder atender bem, tanto as necessidades do trabalho como dos filhos e marido. Mesmo com tanta correria, me sinto uma mulher realizada, tanto em relação a meu trabalho como com a minha família”. Ângela Cristina Lenz, 30 anos Empresária do ramo de material de construção, Mãe de dois filhos, um de oito e outro de 10 anos 25 saúde Unimed
  25. 25. mulheres “Não tive a oportunidade de estudar e hoje tiro do campo o meu sustento e o de minha família. Como mulher, sei que já conquistamos alguns direitos, como o da aposentadoria. Também sei do direito ao Auxílio Maternidade, mas nunca pude usufruir dele, pois se parasse de trabalhar, também parava de receber. Aprendi a mexer na lavoura ainda pequena, com meu pai, e mesmo com tantas difi- culdades sou realizada com o meu trabalho, com minha família e com meus filhos. Com os produtos que produzimos e vendemos na feira consegui- mos manter nosso pedaço de terra e a casa pró- pria. Meus filhos estudaram, uma inclusive for- mou-se em Geografia e hoje é professora. Apenas três continuam na lavoura, os outros estão dedican- do-se a outras atividades. Como dona de casa, agricultora, mãe e feirante acredito que, independente de qualquer coisa ou dificuldade, é muito bom ser mulher”. Agricultora Maria Mannes Gelsleister Mãe de sete filhos que comemora seus 60 anos em maio, vive da agricultura familiar no município de Antônio Carlos
  26. 26. mulheres Com a bola toda Vera Lúcia, torcedora do Figueirense, Lucimar Lauxen, árbitra de futebol e Janaína Lohn, torcedora do Avaí. Entre os muitos desafios que a mulher moderna que se aventuram neste universo merecem nossa enfrenta quase que diariamente está aquele que consideração e admiração. É o caso da árbitra pode ser encarado como o mais difícil e comum: o catarinense (juíza de futebol) Lucimar Lauxen, preconceito. Por incrível que pareça, em pleno 36 anos de idade, 13 de profissão e muita garra, século XXI muitos homens ainda não aceitam ser determinação e profissionalismo. Ela ousou cor- comandados por mulheres, ainda mais se for num rer, literalmente, em busca do seu sonho de infân- ambiente reconhecidamente masculino, como cia e hoje é a única árbitra catarinense e uma das num campo de futebol. Por isso, as “guerreiras” oito do Brasil. Em campos catarinenses existem 27 saúde Unimed
  27. 27. mulheres apenas outras três árbitras assistentes (bandei- rinhas) atuando. “Para ser árbitra é necessário preencher requi- sitos técnicos, analisados através de uma prova específica, além de ter uma excelente condição física, persistência, determinação e muita cora- gem para superar o preconceito, que considero o maior desafio a vencer. Para as mulheres o processo é muito lento. Vejo que homens que começaram comigo já apitam jogos e campeo- natos da série A. Eu ainda não apitei em clássi- cos aqui em Santa Catarina, embora tenha as mesmas condições físicas e técnicas de outros colegas homens. Mas já atuei como assistente (bandeirinha) nas séries B e C e como árbitra reserva em muitos jogos da série A”. Lucimar, que também é Diretora Esportiva do Sindicato dos Árbitros de Futebol de Santa Catarina, ressalta que nas avaliações físicas periódicas realizadas pela federação ela sem- pre supera o nível das mulheres e se equipara ao dos homens. “Dentro do padrão de atleta, Lucimar Lauxen minha avaliação é excelente. Creio que o fato de ser formada em Educação Física e sempre ter Beber? Nem pensar. É preciso comer e dormir muito praticado esportes influencia na minha perfor- bem, e de muita concentração antes de soar o primei- mance”. Tanto preparo é importante para cum- ro apito. Afinal, ela precisa correr cerca de dois quilô- prir com todas as suas funções dentro e fora do metros em cada partida. Requer mesmo muita disci- campo, começando com a verificação das con- plina, condicionamento físico e psicológico. dições do gramado e dos uniformes dos times, Apesar das dificuldades, a árbitra catarinense consi- só encerrando depois do apito final de cada dera muito bom ser mulher no campo de futebol. “Agi- jogo. Por isso, tem que estar em campo pelo mos com o sexto sentido, tornando o mundo mais menos duas horas antes do início da partida e humanizado, também no esporte”. nada de baladas e festas antes dos jogos.
  28. 28. mulheres Torcedoras fiéis Vera Lúcia Rodrigues tem 56 anos e como toda a sua família, torce pelo Figueirense Futebol Clube desde pequena. Mas não se trata de um amor platônico pelo time, nem uma paixão inerte. Desde 1972, quando o Figuei- rense implantou sua torcida feminina ela assiste aos jogos em campo e acom- panha de perto, bem de perto, a vida dos jogadores. Tanto é assim que em 1991 foi uma das primeiras mulheres a integrar o Conselho Deliberativo da agremiação, junto com algumas amigas e, em 1998, assumiu o cargo de Vice- Presidente de Integração à Comunida- de do Conselho Administrativo do Clu- be. “É um trabalho social voluntário, que inclui ações como arrecadação de ali- mentos e outros materiais de primeira necessidade, que são doados para a comunidade carente, além de visitas a hospitais e asilos, na companhia de jogadores”. Também é responsável pelo Projeto Torcedor do Futuro, que estimula as crianças a torcerem pelo time da sua comunidade, através de visitas às esco- Vera Lúcia las da cidade. Ainda são programadas visitas de estudantes, idosos e pessoas especiais ao Figueirense, quando os visitantes passeiam pelo estádio, conhecem camarotes, campo de futebol e, na sala de imprensa, assistem a um vídeo sobre o time, recebendo um lanche e um kit com camiseta, caneta, bloco e régua do Torcedor do Futuro. “Além desse trabalho, também faço questão de incentivar toda a equipe de jogadores, mantenho contato direto e constante com eles. Converso muito, pois a gente acaba nutrindo um grande carinho por todos. Hoje mesmo eu trouxe um cartão com uma mensagem positiva, de estímulo, e um chocolate para cada um. Amanhã eles vão jogar e precisam sentir-se mais confiantes”. 29 saúde Unimed
  29. 29. mulheres Janaína Lohn, 19 anos, não lembra ao certo quantos anos tinha quando foi pela primeira vez a um estádio de fute- bol assistir o jogo de seu time do peito, o Avaí. Sabe apenas que era criança e que foi levada pelo pai e o irmão, que a contagiaram com a torcida de azul e branco do time da Ilha. “Ser torcedor do Avaí é quase genético lá em casa. Meus avós, meus pais e irmãos, todos partici- pam animadamente da maioria dos jogos de nosso time. Levamos bandeira, vestimos a camisa e fazemos a maior festa, independente do resultado da partida. A cada jogo, a família se reúne com churrasco e muita alegria. É muito bom e contagiante”. A jovem torcedora ainda lembra quando ganhou sua primeira camisa azul e bran- ca. “Eu costumo ir sempre aos jogos na companhia de meu pai e meu irmão. Eles tinham a camisa e eu não, até o dia em que meu pai me presenteou com uma oficial. Fiquei super feliz e no jogo Janaína Lohn seguinte fui toda contente assistir a par- tida de meu time. Chegando lá, quase fui linchada, quando passei próximo da torcida adversária. Mas foi só um susto. Adorei a surpresa”. Em casa, Janaína tem um quadro com a bandeira do Avaí em seu quarto e um CD com o hino do time que costuma sempre ouvir na semana que tem jogo. Seu pai ainda coleciona miniaturas de garrafas do time, bonecos e todos os carros que a família teve foram azuis, inclusive o atual. No ano passado, Janaí- na vivenciou um momento ímpar, pois toda a família, irmãos, pais e avós foram ao campo juntos e fize- ram uma festa familiar torcendo para o time do coração. “Acho muito bom ter um time pra torcer, pois é também um fator de união da família. É importante participar, não só torcer de longe, pois o futebol está na alma dos brasileiros. Vamos nessa Avaí”!
  30. 30. mulheres “Bola de Ouro” é brasileira As mulheres brasileiras não ficam atrás dos Marta nasceu em Alagoas, numa família simples, homens nem mesmo nos campos de futebol. Pro- e começou a jogar bola aos sete anos de idade, na va maior pode ser dada por Marta Vieira da Silva, rua, com os meninos e seus primos. Era a única meia-campista, que aos 20 anos de idade con- menina. Apesar das críticas da família ela prosse- quistou um título inédito para o país: foi eleita a guiu com o esporte, inclusive representando a melhor jogadora de futebol do mundo, em 2006, escola em campeonatos de Futsal. Aos 14 anos, recebendo da FIFA o troféu Bola de Ouro. Só para foi para o Rio de Janeiro fazer um teste no Vasco, se ter idéia do tamanho da conquista, basta lem- depois foi para o Campeonato Brasileiro Sub-19, brar que entre os homens, até hoje, o Brasil arre- em 2001, quando o time foi campeão e Marta foi matou sete taças, sendo três para Ronaldo, duas eleita a artilheira e revelação da competição. Daí para Ronaldinho Gaúcho, uma para Romário e para frente foram só conquistas, passando pela outra para Rivaldo. Levando-se em conta que o Copa do Mundo, em 2002, com a conquista do 4º futebol masculino é preferência nacional e o femi- lugar, e a Bola de Prata. O passe seguinte foi a nino ainda é pouco valorizado, a premiação de Seleção Brasileira adulta, onde foi campeã sul- Marta é realmente expressiva. Embora desde americana, e depois foi para o Pan-Americano, em 2004 ela jogue no Umea, da Suécia, é o nome do Santo Domingo, conquistando o ouro, até chegar nosso país que ela divulga, e já foi apelidada de ao Umea IK, da Suécia, seu atual Clube. Ronaldinha pela torcida.
  31. 31. Preocupação que vai além do exigente padrão de beleza Um corpo saudável desenvolve-se com tempo e disciplina, através de uma alimentação ade- quada e da prática de exercícios físicos constantes. As mulheres são testemunhas maiores da importância da perseverança no cuidado com o físico, na luta contra o sedentarismo, na busca de formas mais modeladas e muito mais saúde. Entre suas aliadas nesta guerra estão as aca- demias de ginástica e afins, algumas delas dedicadas exclusivamente ao sexo feminino, suas peculiaridades e necessidades. 32 saúdeUnimed
  32. 32. academias C omo o corpo feminino tem especificidades, algumas academias têm desenvolvi- do um trabalho dirigido exclusivamente às mulheres. A professora de educação física Lenir Manfio, especialista em estética corporal, diz que o trabalho persona- lizado é um diferencial bastante importante, principalmente para as mulheres acima dos 35 anos de idade. “Mais próximas da menopausa ou climatério, as mulheres desta idade em diante têm necessidades pontuais, como o combate à flacidez, gordura localizada e celulite, assim como em exercícios preventivos da osteoporose, que não devem ser reali- zados com carga ou impacto, respeitando o momento físico da mulher e a maior fragilida- de de suas articulações. A queda nas taxas hormonais causa flacidez e a perda da tonici- dade muscular, o que aumenta também a necessidade da auto-oxigenação para que a musculatura, no mínimo, mantenha-se como está”. A professora alerta também para cuidados que as mulheres mais jovens devem ter com o uso de pesos nos exercícios. “O corpo jovem pode até suportar uma carga maior, mas nor- malmente o corpo reclama mais tarde, assim como também do excesso de atividades. Todo programa de exercícios deve ter acompanhamento de profissional. O que faz um corpo boni- to é a constância dos exercícios, que devem ser realizados sob um olhar mais atento”. A professora de Tai Chi Chuan Cláudia Moisés Gonzaga formou uma turma só para mulheres em um espaço comunitário de Cacupé. “A prática desta arte milenar traz uma série de benefí- cios às mulheres, como no equilíbrio hormonal e emocional, assim como na tonicidade mus- cular e longevidade. O Tai Chi estabiliza a circulação energética nas glândulas endócrinas e fortalece o baixo abdome, tanto prevenindo como revertendo casos de tensão pré-menstrual e cólicas menstruais. Outro benefício da atividade é o fortalecimento dos tendões e os trabalhos articulatórios, que previnem patologias como artrites, artroses e bursites”. As mulheres que fazem Tai Chi Chuan também se beneficiam com o aumento da circulação linfá- tica, que permite a ampliação da defesa imunológica do organismo, assim como da regulação dos batimentos cardíacos e pressão arterial. A atividade, que também é meditativa, busca o equi- líbrio do corpo, da mente e das emoções, diminuindo a ansiedade e a depressão, assim como estimula o uso dos hemisférios cerebrais para o melhor desenvolvimento de qualquer atividade. “O princípio primordial do Tai Chi é a longevidade. Assim, a sua prática traz rejuvenescimento, melhora a circulação sanguínea e faz com que as células do organismo se renovem”. 33 saúde Unimed
  33. 33. academias Deixe a preguiça de lado “A prática de exercícios físicos, além de manter o corpo mais saudável e prevenir determinadas doenças, auxilia na liberação de endorfinas e serotonina, substâncias impor tantes na manutenção do bem estar geral do ser humano; auxilia a manter a auto-estima, alivia o estresse, melhora a disposição para o trabalho e contribui na oxigenação do cérebro, aumentando inclusive a criatividade”, explica o fisioterapeuta Francisco Feyer, especialista em RPG, que recomenda atividade física com orientação de profissionais habilitados para evitar lesões musculares ou articulares. “A prática de alongamentos antes de qualquer exercício é fundamental na prevenção de possíveis lesões e para o desenvolvimento de uma longevidade saudável”. Portanto, é bom deixar a preguiça de lado e investir em si mesmo, não só para conquistar aquele corpo tão sonhado, mas na aquisição de melhor qualidade de vida. O primeiro passo para quem quer desenvolver uma prática saudável é escolher uma modalidade que lhe agrade, buscar fazer aquilo que lhe dê prazer para não desistir no meio do caminho. Entre as modalidades oferecidas estão as esportivas, como a natação e bike training, os exercícios aeróbicos, localizados, aquáticos, artes marciais, entre várias outras. O mais importante é se sentir bem naquilo que está praticando para não perder o interesse na atividade. Outro cuidado necessário é a avaliação de um profissional especializado, médico e profissional de Educação Física, para conhecer as eventuais limitações. Isso principalmente para as pessoas com mais de 45 anos. Aqueles que já estão próximo aos 60 podem se beneficiar com os exercícios aeróbicos, como caminhadas, esteira, bicicleta ergométrica, assim como os exercícios de resistência com peso adequado à sua idade e condições físicas. Para aquelas pessoas que já apresentam problemas cardiovasculares, diabetes ou artroses, por exemplo, a prescrição médica é indispensável para que a prática de exercícios não tenha um efeito indesejado. Outro cuidado importante é informar-se sobre a academia que pretende freqüentar. Todas elas necessitam de profissionais habilitados na área de Educação Física para orientar adequadamente seus usuários. 34 saúdeUnimed
  34. 34. academias Comece devagar As pessoas que estão despertando para a prática Os exercícios resistidos (que oferecem resistên- de exercícios físicos e que ainda estão com baixo cia), como a ginástica localizada e musculação, condicionamento, devem começar devagar, pois a também são importantes, pois trabalham a força e realização de muitas atividades, de uma hora para auxiliam no aumento da massa muscular e da outra, pode ocasionar lesões musculares e até massa óssea, prevenindo inclusive a osteoporose. problemas cardiovasculares. Além disso, os O tempo dedicado aos exercícios nas academias, “esportistas de final de semana” podem sofrer com segundo Leila, varia de 40 a 60 minutos, sendo a lombalgia, causada por exercícios mal feitos ou que a intensidade depende do condicionamento sobrecarga na lombar, problemas no pescoço e físico de cada pessoa e da avaliação médica e do nos joelhos, entre outros. profissional de educação física. A especialista em fisiologia do exercício Leila de Para começar a perceber os resultados, é neces- Souza Lemos orienta que o ideal é se exercitar sário, no mínimo, três meses de dedicação, assim pelo menos três vezes por semana. Para quem mesmo dependendo da freqüência ao treinamen- quer apenas melhorar o perfil lipídico (colesterol e to. triglicerídeos) e controlar a pressão arterial, a profissional sugere os exercícios aeróbicos, como caminhar, correr, pedalar e nadar. Opções para todos os anseios Aeróbio e Localizado e Aeróbio, Localiza- Aeróbio Localizado Flexibilidade Localizado Flexibilidade do e Flexibilidade Aero Boxing Abdominal Class Alongamento Body Attack Body Hidroginástica Bike Training Body Pump Tai Chi Chuan Boxe Balance Jiu Jitsu Dança de Salão Buns Circuit Pilates Judô Dança do Ventre Extreme 55 Training Yoga Muay Thai Dança Infantil Legs Musculação Grupo Corredores Local Taekwondo Hi Low Rep Reebok Natação Super Local Power Jump Tai Chi Chuan RitMix Rpm Step Step Fat Burning Step One Step Two Street Dance Trampolim 35 Fonte: Academia Racer saúde Unimed
  35. 35. Peixe Grelhado Congrio Rosa 36 saúdeUnimed
  36. 36. gastronomia saudável Ingredientes: • Filés de congrio rosa (com +/- 10 cm) • Alho • Sal a gosto (não muito, olha a pressão!!) • Pimenta a gosto • 1 cebola média • ½ pimentão vermelho • ½ pimentão amarelo • ½ pimentão verde • Creme de leite light • 1 copo de leite light • 1 colher de café de trigo • 1 colher de café de curry Preparo: • Tempere os filés de congrio com sal, pimenta e alho. Coloque-os num refratário, alternando com camadas de temperos (cebola, pimentão vermelho, amarelo e verde). Uma camada de peixe, outra de temperos, até terminar os ingredientes. • Em uma tigela coloque 1 copo de leite light com 1 colher de café de trigo e 1 colher de café de curry, misture bem e adicione o creme de leite light. • Cubra o peixe, espalhando bem o molho, e coloque no forno por cerca de ½ hora (o tempo de forno irá depender do tipo de fogão). Acompanhamentos Arroz branco, salada mista de verduras. Dica O peixe pode descansar numa bacia com pimenta, sal, alho e suco de limão algumas horas antes de ser preparado. Assim, ficará com o tempe- ro mais forte. Se você gosta de comida temperada, a sugestão é adicionar aos demais temperos algumas folhas de alfavaca, salsa e cebolinha. Receita preparada pela Dra. Sonia Alves Ferreira 37 saúde Unimed
  37. 37. cliente Unimed Cliente Unimed Unimed Grande Florianópolis oferece atendimento de emergência 24 horas Cooperativa abre as portas do Núcleo de Atenção à Saúde Sempre atenta às necessidades de seus clientes, diversos programas voltados à prevenção e a Unimed Grande Florianópolis inaugurou seu pri- detecção precoce de enfermidades, buscando meiro Núcleo de Atenção à Saúde – NAS, que melhoria constante na qualidade de vida. oferece assistência de emergência 24 horas. • Unimed Lar - atendimento domiciliar humani- O NAS funciona na Rua Madalena Barbi, 204, zado, preservando o contato do paciente com Centro, próximo ao Colégio Catarinense, e conta seus familiares. Específico para pacientes que com uma equipe de 80 profissionais capacitada não necessitam de suporte hospitalar. para procedimentos médicos de baixa e média complexidade. Com uma área de 1.883 metros quadrados, o NAS possui consultórios, salas de observação, posto de enfermagem, área de exames e toda a estrutura indispensável para o atendimento de qualidade a seus clientes. Junto ao Núcleo tam- bém são disponibilizados os seguintes serviços: • SOS Unimed – atendimento médico de urgên- cia e emergência 24 horas, atendimento domicili- ar e orientação à distância. • Medicina Preventiva – desenvolvimento de Cooperativa conquista Certificação ISO 9001 A Unimed Grande Florianópolis comemora junto a seus clientes a conquis- ta da Certificação ISO 9001:2000, um reconhecimento de padrão internacio- nal de qualidade. A certificação é um passo importante na qualificação dos ser- viços da Cooperativa, com a meta maior de ampliar a eficácia e a eficiência dos pro- cessos na organização, otimizando atividades e satisfazendo todas as partes que compõem o seu uni- verso: clientes, médicos cooperados, colaboradores, fornecedores e a comunidade à sua volta. A ISO 9001:2000 é concedida quando um organismo certificador realiza uma auditoria na organização, acessando o Sistema de Gestão e comprovando o acatamento dos princípios propostos pela certifica- ção. No Brasil, os institutos certificadores devem ser credenciados pelo INMETRO, que analisa a reco- mendação e emite o certificado. Para obter a certificação da ISO, a Unimed Grande Florianópolis adotou práticas em conformidade à nor- ma e seus requisitos, em todas as suas áreas e processos, estabelecendo metas e ações para melhori- as contínuas. Por tudo isso, a certificação representa uma nova etapa na história da Singular, na qual os seus cooperados e clientes passam a receber um atendimento com um novo padrão de qualidade. 38 saúdeUnimed
  38. 38. cliente Unimed Presença de destaque na estação mais “quente” do ano A equipe da Medicina Preventiva desenvolveu uma programação especial para o verão, dando ênfase ao Espaço Saúde no Trapiche da Beira Mar Norte, que hoje abriga mais um núcleo da Univer- sidade da Saúde. O programa funciona nas 2ª, 4ª e 6ª-feiras, das 7h30min às 10 horas, e das 16 às 19 horas, com atividades físicas orientadas, verifi- cação de pressão arterial e orientações sobre qua- lidade de vida. Já o projeto Ação Verão complementou as ativida- des da Universidade da Saúde, com a seguinte programação: Espaço Saúde Unimed no trapiche da Sábados – 8h30min - Aulas de Ginástica e alon- Beira-Mar Norte gamento, e das 8 às 11 horas verificação da pres- são arterial e divulgação dos programas de Medi- cina Preventiva. Agilidade no atendimento Domingos – 8h30min - Aulas de Tai Chi Chuan, e do SOS Unimed das 8 às 11 horas verificação da pressão arterial e divulgação dos programas de Medicina Preventi- Durante a temporada de verão, a Unimed va. Grande Florianópolis direcionou uma ambu- lância do serviço SOS Unimed de sua base do centro da capital para Jurerê Internacional, com o objetivo de facilitar os atendimentos Programa Especial aos clientes que moram, veraneiam ou fre- qüentam as praias do Norte da Ilha. A ação obteve importantes resultados na agilidade Também durante o verão foram realizadas do serviço. ações de parceria da Unimed Grande Flori- anópolis com a Associação dos Magistra- dos, o Ministério Público e a Associação Autorizações de Intercâmbio dos Fiscais da Fazenda de Santa Catarina, oferecendo um atendimento especial aos em novo endereço clientes que integram esses órgãos, com avaliações e orientações de saúde perso- Com o objetivo de melhorar o atendimento aos nalizadas realizadas pela equipe de Medi- clientes do Sistema Unimed, comunicamos cina Preventiva, nas sedes balneárias das que as autorizações de procedimentos para os entidades envolvidas. A ação foi feita junto clientes cujo código inicial do cartão seja dife- aos profissionais em período de férias, dis- rente de 025 (intercâmbio), estão sendo reali- ponibilizando verificação de Pressão Arteri- zadas no seguinte endereço: al, IMC, Glicemia Capilar, divulgação dos Av. Rio Branco, 749 - Centro programas da Medicina Preventiva e orien- Florianópolis - SC tações de saúde, bem como aulas de alon- Informações: 0800 48 3500 gamento, ginástica e Tai Chi Chuan. 39 saúde Unimed

×