Contribuições dos Estúdios Disney

3.521 visualizações

Publicada em

Um breve panorama sobre a industrialização da arte da animação e algumas contribuições dos Estúdios Disney. Produzido pelo professor Jean Fábio Borba.

Publicada em: Educação
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.521
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
24
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
176
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Contribuições dos Estúdios Disney

  1. 1. Animação Tradicional (Contribuições da Disney) Prof. Jean Fábio B. Cerqueira, 2007. Departamento de Arte e Comunicação Social da UFS
  2. 2. História da Animação Tradicional 1ª fase pré-industrialização (até 1914 ) 2ª fase industrialização (1913 a 1930) 3ª fase concorrência e diversificação (pos 1930)
  3. 3. 1ª fase pré-industrialização (até 1914 )
  4. 4. 1ª fase: pré-industrialização (até 1914 ) 1896 a 1911 lighting sketches; Desenho como concepção mágica;
  5. 5. 1908 Emile Cohl (Fantasmagorie – 2´); <ul><li>1º desenho animado por fotografia frame a frame; </li></ul><ul><li>pai da animação moderna; </li></ul><ul><li>Exploração de formas básicas; </li></ul>1ª fase: pré-industrialização (até 1914 )
  6. 6. 1911 adaptação dos quadrinhos na animação <ul><li>Winsor MacCay – Little Nemo </li></ul><ul><li>Desenho interagindo com desenhista; </li></ul><ul><li>Reprodução de Movimentos naturais; </li></ul><ul><li>Noções de Ciclos; </li></ul>1ª fase: pré-industrialização (até 1914 )
  7. 8. 1912 How a Mosquito Operate (ênfase narrativa) Mosquito Humano, personalidade; 1ª fase: pré-industrialização (até 1914 )
  8. 9. 1912 – 1917 Emile Cohl (experiências artísticas); 1ª fase: pré-industrialização (até 1914 )
  9. 10. <ul><li>frame by frame; </li></ul><ul><li>reversão de filme (blackfilm); </li></ul><ul><li>registro via caixa de luz; </li></ul><ul><li>técnica de repetição de quadro; </li></ul><ul><li>exploração 3D; </li></ul><ul><li>uso de metarmofose; </li></ul><ul><li>animação com filmagem; </li></ul>1ª fase: pré-industrialização (até 1914 )
  10. 11. 1913 The Newlyweds primeira série de desenhos animados <ul><li>Adaptação de cartoons; </li></ul><ul><li>1 filme a cada 20 dias – 10 meses; </li></ul><ul><li>surgimento da expressão “desenho animado”. </li></ul>1ª fase: pré-industrialização (até 1914 )
  11. 13. 1914 Gertie the Dinossaur (consagração da animação, Winsor MCay) <ul><li>10.000 desenhos; </li></ul><ul><li>Interação desenho artista; </li></ul>1ª fase: pré-industrialização (até 1914 )
  12. 16. 2ª fase industrialização (1913 a 1930 )
  13. 17. 2ª fase: industrialização (1913 a 1930) surgimento dos estúdios
  14. 18. agilidade produtiva (serialização); surgimento de estúdios 2ª fase: industrialização (1913 a 1930)
  15. 19. redução de custos 2ª fase: industrialização (1913 a 1930) surgimento de estúdios
  16. 20. estratégias de divulgação e vendas; 2ª fase: industrialização (1913 a 1930) surgimento de estúdios
  17. 21. estabelecimento de patentes; 2ª fase: industrialização (1913 a 1930) surgimento de estúdios
  18. 22. consagração das séries 2ª fase: industrialização (1913 a 1930) surgimento de estúdios
  19. 23. hegemonia dos EUA; 2ª fase: industrialização (1913 a 1930) surgimento de estúdios
  20. 24. críticas à industrialização da animação; 2ª fase: industrialização (1913 a 1930) surgimento de estúdios
  21. 25. 1913 Randolph Bray (pioneiro) <ul><li>Técnicas de keyframe; </li></ul><ul><li>Reutilização de desenhos por impressão; </li></ul><ul><li>Serializacção da producção. </li></ul>2ª fase: industrialização (1913 a 1930)
  22. 26. 1914 surgimento do acetato (EUA, Earl Hurd); 2ª fase: industrialização (1913 a 1930)
  23. 27. 1915 Randolph Hearst International Film Service; <ul><li>Sistema de corte de folhas para montagens </li></ul><ul><li>(Raoul Barré); </li></ul><ul><li>Sistema de folhas compridas para cenários (Bill Nolan); </li></ul>2ª fase: industrialização (1913 a 1930)
  24. 28. 1915 Estúdio Fleisher (Max e Dave Fleisher) <ul><li>Rotoscopia; </li></ul><ul><li>Fusão Real e Desenho; </li></ul><ul><li>Popeye, Betty Boop; </li></ul>2ª fase: industrialização (1913 a 1930)
  25. 31. 1915 Ampla produção bibiográfica; <ul><li>Course in Motion Picture; </li></ul><ul><li>Animated Cartoons: How they are made; </li></ul><ul><li>They origin and devlopment; </li></ul>2ª fase: industrialização (1913 a 1930)
  26. 32. 1920 Predominância de personagens antropormórficos; <ul><li>Representação social da dialética humana; </li></ul><ul><li> Ex. Pedigreedy (1927); </li></ul><ul><li>Facilidade representativa (cor e forma); </li></ul>Gato Félix (Otto Messmer); 2ª fase: industrialização (1913 a 1930)
  27. 35. 1925 Estúdio Walt Disney; (Walt Disney, Ub Iwerks) <ul><li>Animação como entretenimento – “ilusão da vida” </li></ul><ul><li>Representação, atuação, sentir. </li></ul><ul><li>Experimentação técnica; </li></ul>2ª fase: industrialização (1913 a 1930)
  28. 37. Experimentação técnica em Disney; Barra de pinos 2ª fase: industrialização (1913 a 1930)
  29. 38. Pencil test 2ª fase: industrialização (1913 a 1930) Experimentação técnica em Disney;
  30. 39. Animadores assistentes 2ª fase: industrialização (1913 a 1930) Experimentação técnica em Disney;
  31. 40. Inserção do som 1928, Steamboat Willie (Mickey); Fantasias musicais (Silly Symphonies); 2ª fase: industrialização (1913 a 1930) Experimentação técnica em Disney;
  32. 43. Storyboard 2ª fase: industrialização (1913 a 1930) Experimentação técnica em Disney;
  33. 44. Layout de personagens; 2ª fase: industrialização (1913 a 1930) Experimentação técnica em Disney;
  34. 45. Central de treinamento 2ª fase: industrialização (1913 a 1930) Experimentação técnica em Disney;
  35. 46. Câmara de múltiplos planos* 2ª fase: industrialização (1913 a 1930) Experimentação técnica em Disney;
  36. 47. Postulados acerca dos Princípios da Animação; 2ª fase: industrialização (1913 a 1930) Experimentação técnica em Disney;
  37. 48. Padrão-indústrial em animação (anos 30); <ul><li>Técnica; </li></ul><ul><li>Arte; </li></ul><ul><li>Produção; </li></ul><ul><li>Divulgação; </li></ul>2ª fase: industrialização (1913 a 1930)
  38. 49. 1932 – Flowers and Trees (OSCAR) (colorido via Technicolor) 1933 – Três Porquinhos (série Fantasias) 1937 – O velho moinho* 1937 – Branca de Neve e os sete anões* (4 anos de produção, 2 Oscars, 1º longa) 2ª fase: industrialização (1913 a 1930)
  39. 51. Europa Experiências artísticas <ul><li>Stop action; </li></ul><ul><li>Animação de bonecos; </li></ul><ul><li>Tela de pinos; </li></ul><ul><li>Animação abstrata; </li></ul><ul><li>Ruttmann (Alemanha) -“ Opus” </li></ul>2ª fase: industrialização (1913 a 1930)
  40. 52. <ul><li>Animação de siluetas; </li></ul><ul><li>Lotte Reiniger (Alemanha) </li></ul><ul><li>1º longa de animação </li></ul><ul><li>(Die Abenteuer dês Prinzen Achmed) (1926) </li></ul><ul><li>4 anos de produçao, </li></ul>2ª fase: industrialização (1913 a 1930)
  41. 53. <ul><li>Animação direto na película; </li></ul><ul><li>Simplicidade visual; </li></ul><ul><li>Exploração do Movimento; </li></ul><ul><li>Desenho do Som; </li></ul><ul><li>Movimento em 3D (Around is Around, 1950) </li></ul>Canadá 1930 – Norman McLaren 2ª fase: industrialização (1913 a 1930)
  42. 54. Pixillation EUA Mary Ellen Bute 2ª fase: industrialização (1913 a 1930)
  43. 55. 3ª fase Concorrência e diversificação (1913 a 1930 )
  44. 56. Disney X Fleischer Poppey, Betty Boop X Mickey, Donald Simplicidade X Exuberância; 3ª fase: concorrência e diversificação (1930...)
  45. 57. 1939 – Gulliver (1,5 ano); 1941 – Superman (primor gráfico, 3D); Rotoscopia, desenho livre, pencil test, Exploração de cenários, ângulos de Câmera; Intensificação da produção (FleischerParamount); 3ª fase: concorrência e diversificação (1930...)
  46. 58. 1940 Warner Brothers Metro Goodwin Maier (MGM) Hanna Barbera Humor biruta X Humor ingênuo Piadas reflexivas, Narrador em Off e Mímicas; Pernalonga; Patolino; Frajola; Piu-piu; Papa-léguas; Coiote; Tas; Pepe Legal; Tom e Jerry; 3ª fase: concorrência e diversificação (1930...)
  47. 61. 1945 United Productions of América (UPA) <ul><li>Animação independente e experimental: </li></ul><ul><li>Referências à Emile Cohl; </li></ul><ul><li>Simplicidade geométrica, 2D; </li></ul><ul><li>Oscar em 1951 – Gerald McBoing-Boing; </li></ul><ul><li>Inserção na televisão; </li></ul><ul><li>Crítica à produção Disney; </li></ul>3ª fase: concorrência e diversificação (1930...)
  48. 62. 1953 Toot, Whistie, Plunk and Bom (Disney) <ul><li>Mistura de técnicas; </li></ul><ul><li>Sumpremacia e Reconhecimento (Oscar); </li></ul>3ª fase: concorrência e diversificação (1930...)
  49. 63. 1953 Séries para TV; 3ª fase: concorrência e diversificação (1930...) “ mito da animação como produto infantil”
  50. 64. 1959-1960 Zé Colméia e sua turma; Manda-Chuva; Os Flinstones; Os Jetsons; 3ª fase: concorrência e diversificação (1930...)
  51. 66. 1969 Scoob-doo; Pantera Cor de Rosa (Warner – Firz Freleng); 1965 Charlie Brown (Charles Schulz); 3ª fase: concorrência e diversificação (1930...)
  52. 67. Novas técnicas (Hanna Barbera); 3ª fase: concorrência e diversificação (1930...)
  53. 68. Coexistência Reprises X Atualidades; 3ª fase: concorrência e diversificação (1930...)
  54. 69. CBS Winky Dink and You 3ª fase: concorrência e diversificação (1930...)
  55. 70. Hegemonia Disney longas <ul><li>A dama e o vagabundo (1950), </li></ul><ul><li>A bela adormecida (1959); </li></ul><ul><li>101 Dalmatas (1961); </li></ul><ul><li>técnica da Xerox; </li></ul><ul><li>Mogli o Menino Lobo (1969); </li></ul><ul><li>Aristogatos (1970); </li></ul>3ª fase: concorrência e diversificação (1930...)
  56. 71. 1968 Yellow Submarine (George Dunnnig) Nova linguagem visual; 1970 Animação underground e independente O gato Fritz (Ralph Bakshi); 3ª fase: concorrência e diversificação (1930...)
  57. 73. 1966 a morte do mito

×