UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIÁS              UNIDADE UNIVERSITÁRIA DE INHUMAS                    CURSO DE PEDAGOGIA        ...
TEMA: O Mundo AnimalDELIMITAÇÃO: Os diversos tipos de animais de estimação                                 APRESENTAÇÃOEst...
METODOLOGIAAulas lúdicas com brincadeiras, músicas, vídeo, fantoches e toda sorte derecursos que chamem a atenção das cria...
REFERÊNCIASDOWBOR, Fátima Freire. Do ato de se preparar para receber o outro. In:DOWBOR, Fátima Freire. Quem educa marca o...
ROSA, Cristina Dias e LOPES, Elisandra Silva. Aventura de viver, conviver eaprender com as crianças. In: Ostetto, Luciana ...
FREIRE, Madalena. A paixão de conhecer o mundo, um relato de umaprofessora. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2001.
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Brincando com au-aus e miaus e coisa e tal

1.273 visualizações

Publicada em

Projeto destinado a crianças do berçário.

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.273
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Brincando com au-aus e miaus e coisa e tal

  1. 1. UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIÁS UNIDADE UNIVERSITÁRIA DE INHUMAS CURSO DE PEDAGOGIA BRINCANDO COM AUAUS, MIAUS E COISA E TALACADÊMICAS: MIRELLE OLIVEIRA E FRAGA NATALITA DE PAIVA FILETI NILCE FATIMA MORAES INHUMAS - 2012
  2. 2. TEMA: O Mundo AnimalDELIMITAÇÃO: Os diversos tipos de animais de estimação APRESENTAÇÃOEste projeto de trabalho é uma atividade do “estágio supervisionado”, ocorridona creche e pré-escola. Esse estágio ocorreu no primeiro semestre de 2012,em que observamos uma turma de berçário e outra de II período; ondeconstatamos o interesse das crianças pelo tema “Mundo Animal” JUSTIFICATIVAEste trabalho tem a função de contribuir para a interação das crianças com osdiversos animais de estimação; e com isso os diversos animais de estimação; ecom isso, desenvolver valores afetivos, emocionais e cognitivos.De acordo com pesquisadores desse assunto, o convívio das crianças comanimais, desenvolve a afetividade delas com a família, com os colegas e comtoda a sociedade.Cuidados básicos como: Dar banho, dar comida, levar ou acompanhar no diada vacina, despertar noções de responsabilidade nas crianças. Quandobrincam com seus “bichinhos”, experimentam sensações de relaxamento, sesentem protagonistas do contexto entendem o que é com respeito e amizade, eno convívio com os diversos animais de estimação com os quais convivem. OBJETIVO GERAL  “Conhecer os diferentes animais de estimação” OBJETIVOS ESPECÍFICOS  Fortalecer laços afetivos das crianças com animais;  Compreender hábitos de higiene, habitat, alimentação dos animais;  Contribuir para a formação de valores;  Estimular a discriminação visual e auditiva;  Socializar as crianças;  Desenvolver a coordenação motora.
  3. 3. METODOLOGIAAulas lúdicas com brincadeiras, músicas, vídeo, fantoches e toda sorte derecursos que chamem a atenção das crianças. ÁREAS DE EXPERIÊNCIALinguagem oral e escrita RECURSOSRecursos materiais: CD, livros, papéis e recursos humanos: Estagiários. AVALIAÇÃOIrá acontecer em todas as aulas, levando-se em conta a nossa regência, ebuscando melhorias a cada aula. CRONOGRAMA ATIVIDADES MESES Elaboração e Organização Desenvolvimento Avaliação do sistematização dos relatórios e do projeto projeto do projeto outros materiaisMaio xJunho xAgosto x X X XSetembro X X XOutubro X X XNovembro x
  4. 4. REFERÊNCIASDOWBOR, Fátima Freire. Do ato de se preparar para receber o outro. In:DOWBOR, Fátima Freire. Quem educa marca o corpo do outro. São Paulo:Cortez, 2008, p. 44-47.PIMENTA, Selma Garrido e LIMA, Maria do Socorro Lucena. O estágio comocampo de conhecimento. In: PIMENTA, Selma Garrido e LIMA, Maria doSocorro Lucena. Estágio e Docência. São Paulo: Cortez, 2004, p. 27- 57.OSTETTO, Luciana E. O estágio curricular no processo de tornar-se professor.In: OSTETTO, Luciana E. Educação infantil: saberes e fazeres da formaçãode professores. Campinas, SP: Papirus, 2008, p.127-138.ROSSETTI-FERREIRA, Maria Clotilde. A necessária associação entre educar ecuidar. In: Revista Pátio Educação infantil. Ano I, n.1, abr/jul, 2003.OSTETTO, Luciana E. Observação, registro, documentação: nomear esignificar as experiências. In: OSTETTO, Luciana E. Educaçãoinfantil: saberes e fazeres da formação de professores. Campinas, SP:Papirus, 2008, p.13-32.TRISTÃO, Fernanda Carolina Dias. A sutil complexidade das práticaspedagógicas com bebês. In: MARTINS FILHO, Altino José Martins et.al. Infância Plural: crianças do nosso tempo. Porto Alegre: Mediação, 2006, p.39-58. Estudar o texto e levantar os principais conceitos.SCHULTZ, Lenita Maria J. Professoras de Bebês. In: Educativo. Goiânia:Dep. De Educação da UCG, 1997, p. 335-348. Estudar o texto e levantar osprincipais conceitos.RECH, Ilona Patrícia Freire. A hora da atividade. In: MARTINS FILHO, AltinoJosé. Infância plural: crianças do nosso tempo. Porto Alegre, RS: Mediação,2006, p.59-84.
  5. 5. ROSA, Cristina Dias e LOPES, Elisandra Silva. Aventura de viver, conviver eaprender com as crianças. In: Ostetto, Luciana Esmeralda (org.). Educaçãoinfantil:saberes e fazeres da formação de professores. Campinas, SP:Papirus, 2008, p. 49-68.ZANINI, Juliana Quint dos Santos e LEITE, Raquel Winz Leite. Sobreafetividade e construção de vínculos na educação infantil. In: Ostetto, LucianaEsmeralda (org.). Educação infantil: saberes e fazeres da formação deprofessores. Campinas, SP: Papirus, 2008, p. 69-93.OSTETTO, Luciana Esmeralda. Planejamento na educação infantil: mais que aatividade, a criança em foco. In: OSTETTO, Luciana Esmeralda. Encontros eencantamentos na educação infantil: partilhando as experiências deestágio. Campinas-SP: Papirus, 2000, p. 175- 198.CORSINO, Patrícia. Trabalhando com projetos na educação infantil. In:CORSINO, Patrícia.(org.). Educação infantil: cotidiano e políticas. Campinas,SP: Autores Associados, 2009, p. 105-111.BARBOSA, Silvia. “E quando a gente brinca lá fora? Dicotomias nas tramas docotidiano. In: KRAMER, Sônia (org). Retratos de um desafio: crianças eadultos na educação infantil. São Paulo: ÁTICA, 2009, p. 110-122.CORSINO, Patrícia et all, “Não pode colar peixe voando.” Crianças e alunos notrabalho pedagógico. In: KRAMER, Sônia (org). Retratos de umdesafio:crianças e adultos na educação infantil. São Paulo: ÁTICA, 2009, p.123-137.FREIRE, Madalena. Dois olhares ao espaço-ação na pré-escola. In: MORAIS,Regis de (org.). Sala de Aula: que espaço é esse? São Paulo: Papirus, 1986,p. 95-98.COSTA, Eliana A. Pires da. O espaço do pré. In: MORAIS, Regis de(org.). Sala de Aula: que espaço é esse? São Paulo: Papirus, 1986, p. 99-103.
  6. 6. FREIRE, Madalena. A paixão de conhecer o mundo, um relato de umaprofessora. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2001.

×