RESÍDUOS SÓLIDOS – A Política
Nacional de Resíduos Sólidos e a
Lei Municipal dos Grandes
Geradores
A ÓTICA DOS CONSUMIDORE...
Sobre o Idec
Organização não governamental fundada em 1987, sem fins
lucrativos, independente de partidos políticos e empr...
Sobre o Idec
3
Promover a educação, conscientização,
participação, a defesa do consumidor, e a ética
nas relações de consu...
Como o Idec trabalha?
4
Ações judiciais
coletivas
Campanhas
públicas de
informação e
mobilização
(atuação em
rede)
Represe...
Temas Prioritários
5
Água e
Saneamento
Alimentos
Bancos e serviços
financeiros
Energia elétrica
Serviços e
produtos de saú...
Temas Prioritários
Transversais
6
Mude o consumo para não mudar o clima
www.climaeconsumo.org.br
Resíduos sólidos:
a ótica dos consumidores
1. Diagnóstico
5.564 municípios
150 mil toneladas dia
59% lixões 13% aterros
1. Diagnóstico
21 anos para aprovar PNRS
Decomposição de resíduos sólidos
Geração de metano 21 vezes CO²
Qual é o desafio?...
2. PNRS – Lei 12.305, 02/08/2010
Principais
destaques
• Responsabilidade compartilhada pelo ciclo de
vida dos produtos
• E...
Principais
destaques
3. Decreto 7.404, 23/12/2010
• Art. 5o Os fabricantes, importadores, distribuidores,
comerciantes, co...
Principais
destaques
3. Decreto 7.404, 23/12/2010
TÍTULO IX
DA EDUCAÇÃO AMBIENTAL NA GESTÃO DOS RESÍDUOS
SÓLIDOS
Art. 77. ...
Principais
destaques
3. Decreto 7.404, 23/12/2010
§ 2o Os consumidores que descumprirem as
respectivas obrigações prevista...
Principais
destaques
3. Decreto 7.404, 23/12/2010
Comitê Interministerial
Comitê Orientador
Art. 15. Os sistemas de logíst...
Obrigada!
lisa@idec.org.br
www.idec.org.br
Ajude o Idec a contribuir para construção de
novos padrões de produção e consum...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Seminário Resíduos Sólidos, 01/02/2011 - Apresentação de Lisa Gunn

211 visualizações

Publicada em

Coordenadora executiva do Idec fala sobre a ótica dos consumidores

Publicada em: Meio ambiente
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
211
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Seminário Resíduos Sólidos, 01/02/2011 - Apresentação de Lisa Gunn

  1. 1. RESÍDUOS SÓLIDOS – A Política Nacional de Resíduos Sólidos e a Lei Municipal dos Grandes Geradores A ÓTICA DOS CONSUMIDORES Lisa Gunn Coordenadora executiva 1 de fevereiro de 2011
  2. 2. Sobre o Idec Organização não governamental fundada em 1987, sem fins lucrativos, independente de partidos políticos e empresas. Filiado à Consumers International, OCLAC, FNECDC, ABONG, FBOMS e diversas redes temáticas nacionais e internacionais. O Idec não aceita recursos de empresas e de partidos políticos. Seu trabalho é mantido principalmente através da contribuição de associados que garantem a independência da organização e o compromisso com os interesses coletivos. 12.500 associados (apenas pessoas físicas); 62.000 assinantes do Boletim do Idec (on-line semanal gratuito). 70 funcionários Receita anual R$ 4.980.000 (66% própria, 34% projetos) Auditoria independente. Relatório de atividades e balanço social anuais.
  3. 3. Sobre o Idec 3 Promover a educação, conscientização, participação, a defesa do consumidor, e a ética nas relações de consumo, com total independência política e econômica. • Contribuir para que todos os cidadãos tenham acesso a bens e serviços essenciais e para o desenvolvimento social, o consumo sustentável, a saúde do planeta e a consolidação da democracia na sociedade brasileira.
  4. 4. Como o Idec trabalha? 4 Ações judiciais coletivas Campanhas públicas de informação e mobilização (atuação em rede) Representação em fóruns técnicos e políticos Pesquisas e Estudos Informação, Orientação e Educação
  5. 5. Temas Prioritários 5 Água e Saneamento Alimentos Bancos e serviços financeiros Energia elétrica Serviços e produtos de saúde Qualidade de produtos e serviços Telecomunicações e acesso ao conhecimento Site Tarifas Bancárias
  6. 6. Temas Prioritários Transversais 6 Mude o consumo para não mudar o clima www.climaeconsumo.org.br
  7. 7. Resíduos sólidos: a ótica dos consumidores
  8. 8. 1. Diagnóstico 5.564 municípios 150 mil toneladas dia 59% lixões 13% aterros
  9. 9. 1. Diagnóstico 21 anos para aprovar PNRS Decomposição de resíduos sólidos Geração de metano 21 vezes CO² Qual é o desafio? Reduzir entre 20% e 40% as emissões de gases do efeito estufa (GEE) até 2020 para manter o aumento da temperatura em até 2º C. = revolução nos padrões de produção e consumo
  10. 10. 2. PNRS – Lei 12.305, 02/08/2010 Principais destaques • Responsabilidade compartilhada pelo ciclo de vida dos produtos • Embalagens devem ser fabricadas com materiais que propiciem a reutilização ou a reciclagem • Logística reversa • Agrotóxicos, resíduos e embalagens • Pilhas e baterias • Pneus • Óleos lubrificantes • Lâmpadas fluorescentes • Equipamentos eletroeletrônicos • Inclusão dos catadores
  11. 11. Principais destaques 3. Decreto 7.404, 23/12/2010 • Art. 5o Os fabricantes, importadores, distribuidores, comerciantes, consumidores e titulares dos serviços públicos de limpeza urbana e de manejo de resíduos sólidos são responsáveis pelo ciclo de vida dos produtos. • Art. 6o Os consumidores são obrigados, sempre que estabelecido sistema de coleta seletiva pelo plano municipal de gestão integrada de resíduos sólidos ou quando instituídos sistemas de logística reversa na forma do art. 15, a acondicionar adequadamente e de forma diferenciada os resíduos sólidos gerados e a disponibilizar adequadamente os resíduos sólidos reutilizáveis e recicláveis para coleta ou devolução.
  12. 12. Principais destaques 3. Decreto 7.404, 23/12/2010 TÍTULO IX DA EDUCAÇÃO AMBIENTAL NA GESTÃO DOS RESÍDUOS SÓLIDOS Art. 77. A educação ambiental na gestão dos resíduos sólidos é parte integrante da Política Nacional de Resíduos Sólidos e tem como objetivo o aprimoramento do conhecimento, dos valores, dos comportamentos e do estilo de vida relacionados com a gestão e o gerenciamento ambientalmente adequado dos resíduos sólidos. § 2o O Poder Público deverá adotar as seguintes medidas, entre outras, visando o cumprimento do objetivo previsto no caput: I - incentivar atividades de caráter educativo e pedagógico, em colaboração com entidades do setor empresarial e da sociedade civil organizada; II - promover a articulação da educação ambiental na gestão dos resíduos sólidos com a Política Nacional de Educação Ambiental; ... § 3o As ações de educação ambiental previstas neste artigo não excluem as responsabilidades dos fornecedores referentes ao dever de informar o consumidor para o cumprimento dos sistemas de logística reversa e coleta seletiva instituídos.
  13. 13. Principais destaques 3. Decreto 7.404, 23/12/2010 § 2o Os consumidores que descumprirem as respectivas obrigações previstas nos sistemas de logística reversa e de coleta seletiva estarão sujeitos à penalidade de advertência. § 3o No caso de reincidência no cometimento da infração prevista no § 2o, poderá ser aplicada a penalidade de multa, no valor de R$ 50,00 (cinquenta reais) a R$ 500,00 (quinhentos reais). § 4o A multa simples a que se refere o § 3o pode ser convertida em serviços de preservação, melhoria e recuperação da qualidade do meio ambiente.
  14. 14. Principais destaques 3. Decreto 7.404, 23/12/2010 Comitê Interministerial Comitê Orientador Art. 15. Os sistemas de logística reversa serão implementados e operacionalizados por meio dos seguintes instrumentos: I - acordos setoriais; II - regulamentos expedidos pelo Poder Público; ou III - termos de compromisso
  15. 15. Obrigada! lisa@idec.org.br www.idec.org.br Ajude o Idec a contribuir para construção de novos padrões de produção e consumo: associe-se! www.idec.org.br

×