Professor João Luís
2º ano
 Os primeiros filósofos gregos foram os pré-socráticos;
 Dedicaram sua reflexões a entender:
1.

Por que e como as coisa...
 Preocupavam-se em conhecer a origem e a ordem do

mundo (Kósmos).
cosmologia;

A filosofia nascente era uma

 As reflex...
 Podemos considerar que os primeiros filósofos não

tiveram
uma
conhecimento.

grande

preocupação

com

o

 Já partiam ...
 Quando afirmavam que a realidade é racional e que

podemos conhecê-la porque somos racionais;
 Revelaram que havia sim ...
 Exemplo:
 Visão de Tales e Anaximendro:
 Percebiam as mudanças ocorridas na natureza, como o

nascimento, o cresciment...
 Visão de Heráclito:
 Partia do princípio de que tudo é movimento, que nada

pode permanecer estático;
 Afirmava que “t...
 Heráclito indicava a diferença entre o conhecimento

que obtemos através dos nossos sentidos e o
conhecimento que se alc...
 A resposta está em que: os nossos sentidos nos ofertam

uma imagem de estabilidade, enquanto que o nosso
pensamento nos ...
 Percebemos

que a filosofia, mesmo nos seus
primórdios, esteve preocupada com o problema do
conhecimento, pois esteve se...
 Heráclito de Éfeso recebeu o cognome de “pai da

dialética”, e a alcunha de “obscuro”;
 Recusou-se a participar da polí...
 A mudança que acontece em todas as coisas é sempre

uma alternância entre contrários: coisas quentes
esfriam, coisas fri...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Os Primeiros Filósofos e o Conhecimento - João Luís

2.215 visualizações

Publicada em

Slides da aula de Filosofia (João Luís) sobre Os Primeiros Filósofos e o Conhecimento

Publicada em: Educação
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.215
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
50
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
45
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Os Primeiros Filósofos e o Conhecimento - João Luís

  1. 1. Professor João Luís 2º ano
  2. 2.  Os primeiros filósofos gregos foram os pré-socráticos;  Dedicaram sua reflexões a entender: 1. Por que e como as coisas existem? 2. Qual a origem da natureza e as razões das suas transformações?  Essas perguntas tinham como elemento central: o que é o ser?
  3. 3.  Preocupavam-se em conhecer a origem e a ordem do mundo (Kósmos). cosmologia; A filosofia nascente era uma  As reflexões levaram ao questionamento do Kósmos;  O que era comum a todos os seres?  A filosofia caminhou na direção de se tornar uma ontologia – “o estudo do ser”  Estudando:  a natureza do ser;  a existência ;  a realidade.
  4. 4.  Podemos considerar que os primeiros filósofos não tiveram uma conhecimento. grande preocupação com o  Já partiam da hipótese de podermos conhecer a verdade sobre o ser e sobre as coisas.
  5. 5.  Quando afirmavam que a realidade é racional e que podemos conhecê-la porque somos racionais;  Revelaram que havia sim certo nível de preocupação com o conhecimento, profundidade. mesmo com pouca
  6. 6.  Exemplo:  Visão de Tales e Anaximendro:  Percebiam as mudanças ocorridas na natureza, como o nascimento, o crescimento e o perecimento, mas não problematizavam sobre a questão.
  7. 7.  Visão de Heráclito:  Partia do princípio de que tudo é movimento, que nada pode permanecer estático;  Afirmava que “tudo flui”, “tudo se move”, exceto o próprio movimento;  “uma pessoa não pode se banhar duas vezes no mesmo rio, porque, ao entrarmos pela segunda vez, não serão as mesmas águas que estarão lá, e a pessoa já não será a mesma.
  8. 8.  Heráclito indicava a diferença entre o conhecimento que obtemos através dos nossos sentidos e o conhecimento que se alcança através do pensamento, questionando:  se tudo está em constante transformação, por que temos a impressão das coisas como se elas fossem estáticas?
  9. 9.  A resposta está em que: os nossos sentidos nos ofertam uma imagem de estabilidade, enquanto que o nosso pensamento nos mostra a verdade como mudança permanente.
  10. 10.  Percebemos que a filosofia, mesmo nos seus primórdios, esteve preocupada com o problema do conhecimento, pois esteve sempre voltada para a questão da busca da verdade;  Os filósofos deram-se conta de que há uma diferença entre perceber e pensar.
  11. 11.  Heráclito de Éfeso recebeu o cognome de “pai da dialética”, e a alcunha de “obscuro”;  Recusou-se a participar da política;  Tinha desprezo pelos poetas, filósofos e pela religião;
  12. 12.  A mudança que acontece em todas as coisas é sempre uma alternância entre contrários: coisas quentes esfriam, coisas frias esquentam; coisas úmidas secam, coisas secas umedecem etc.  A realidade acontece, então, não em uma das alternativas, posto que ambas são apenas parte de uma mesma realidade, mas sim na mudança ou, como ele chama, na guerra entre os opostos.

×